História Dear Possessive Angel - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dolan Twins, Gigi Hadid
Personagens Ethan Dolan, Gigi Hadid, Grayson Dolan
Exibições 8
Palavras 1.827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Saga
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nunca sei o que escrever nos primeiros capitulos mas como todo mundo diz:espero que gostem e boa leitura.

Capítulo 1 - 1


               Capítulo 1 (farei isso e colocarei títulos mas até eu colocar outro capitulo como "ínicio" vão ser os títulos do capítulo,vai ser uma saga como nos livros)

Gigi Hadidd

 

Estava saindo de casa indo para o Stabucks (onde eu trabalho).Andava apressada pelas ruas do Canadá para não me atrasar,não quero levar outra bronca do meu chefe pois ninguém merece. Entrei no ônibus e observei as pessoas,como elas tinham um padrão,como elas eram parecidas com fitas que se repetiam,repetiam e repetiam novamente,como por exemplo a senhora do banco a minha frente,sempre a vejo nesse mesmo ônibus e ela sempre esta igual com seu celular na mão direita,o cappuccino na mão esquerda e seu típico gorro acompanhado de seu cachecol enrolado em seu pescoço. Sempre a mesma coisa,sempre as mesmas pessoas,sempre igual....

Cheguei no horário graças a Deus e coloquei o meu avental pronta para começar mais um dia de trabalho.Atendia as pessoas com a minha bandeja e um bloco de notas para anotar os pedidos.

Nem sempre é legal trabalhar em um ambiente como esse pois nem todas as pessoas são bem humoradas e te recepcionam bem nas mesas,ás vezes eu sou obrigada a sorrir enquanto recebo sermões e escutar gente mal educada reclamar sobre mim só para descontar a raiva em alguém;mas também tem o  lado positivo da história onde eu recebo elogios,sorrisos e até mesmo o troco para mim o que me ajuda bastante.

Estava atendendo normalmente quando Alexia assente com a cabeça em direção a porta me avisando que teria mais algumas pessoas para atender logo agora que eu pensava que poderia tirar um tempinho para almoçar já que hoje é sexta e aqui sempre fica cheio nas sextas e também é um dos dias em que eu mais gosto de trabalhar porque sempre aparecem pessoas da minha idade felizes e rindo de algo,ou,alguns com suas namoradas e namorados;nada de mal-humor aqui!

Levo o pedido que um casal de senhores de idade havia pedido para Alexia e espero uns minutos até me direcionar para os meninos que acabaram de entrar e se sentar .Sigo até os mesmos que são gêmeos e lindos.

-O que gostariam de pedir?-os olhei pegando meu bloco de notas.

-Eu vou querer o pedido dezesseis-disse o que continha uma mecha loira em seus cabelos negros e logo eu anotei esperando o pedido do outro.

-Eu quero o dezoito-disse seco. Tava bom de mais esse dia não é mesmo?

-Algo mais?-pergunto e lanço um sorriso já que não sou mal-educada e minha mãe sempre dizia que mesmo que a gente não goste da pessoa devemos ser gentis com ela.

-Não-disse novamente seco o menino com uma pinta na bochecha .

Me retirei de lá e fui para o balcão deixar seus pedidos lá e peguei a bandeja com o pedido do casal de idosos da mesa quatro.Levei-a até ele e arrumei as coisas do jeito que deve ser e recebi um sorriso amigável vindo deles e não pude deixar de sorrir retribuindo.

Voltei novamente para o balcão e fiquei conversando com Alexia já que o movimento havia ficado mais calmo. Levei o pedido do gêmeos e pedi para tirar alguns minutos para o almoço já que eu não tinha comido em casa.

Retirei meu avental e me direcionei ao parque que tinha aqui do lado com a minha sacola com algumas coisas para comer.Fui para a parte mais vazia do parque e fiquei lá comendo e esperando as pessoas passarem para finalmente ser eu;Aos poucos as pessoas iam sumindo o que me dizia que o movimento parque estava mais calmo.

Olhei para os lados e não vi ninguém então fiz movimentos circulares com a minha mão e um fogo se apareceu,logo fiz movimentos de sobe e desce também com a mão e o fogo sumiu fazendo com que o fogo aparecesse.Fiquei olhando para aquilo hipnotizada;Descobri que sabia fazer isso quando tinha dez anos e agora tenho dezesseis e é só isso que sei fazer mas até então não entendo por que sei fazer isso e como isso surgiu.Nunca contei para minha irmã isso pois pelo que eu vejo nos filmes quando isso acontece a pessoa com o dom é levada ao cientista e vira uma pesquisa humana e eu não quero isso então mantenho isso somente para mim.

Olhei para o horário em meu celular e balancei minha mão fazendo a água sumir e então comecei a correr pelo parque apressada.Faltavam dez minutos para acabar meu horário de almoço e eu nem comi;corri o mais rápido que pude mas acabei esparrando em alguém enquanto corria entre as árvores.Era um dos gêmeos que eu havia atendido a alguns minutos.

-Desculpa estou desleixada hoje-sorri ainda olhando para baixo arrumando minha roupa

-Só olha por onde anda da próxima-seu tom parecia normal mas pude sentir um pouco de grosseria em sua voz

-Desculpe de novo-olhei em seus olhos e posso dizer que estavam vermelhos e não era de coçar,era a sua íris que estava vermelha algo estranho,mas como existem lentes hoje em dia nem liguei muito.

-Tá tá-disse e eu assenti voltando a correr para o Starbucks.

Por sorte cheguei no tempo certo.Atendi as pessoas normalmente e passei quase a tarde inteira fazendo isso;sentia o cansaço me dominar por inteira quando deu seis e vinte e quatro da tarde quando eu FINALMENTE finalizei meu trabalho e ganharia férias a partir de amanhã.Trabalhei quase um ano sem descanso agora preciso das minhas férias não acha?

Decidi ir andando até em casa já que estava um pouco cedo ainda.Eu caminhava lentamente pelas ruas gélidas de Ottawa.Acho que por eu de alguma forma conseguir mexer com fogo eu não sinto frio o que é muito bom aqui em Ottawa pois é sempre frio.

O céu começou a ficar mais negro me avisando que estava tarde,continuei a caminhar lentamente até entrar em uma rua com alguns bares abertos e boates que estavam abrindo por conta do horário,apressei meu passo quando senti alguém me seguia;Tentei não ligar tanto mas querendo ou não é assustador saber que alguém te segue.Não senti mais a presença de alguém e então relaxei percebendo que só então soltei o ar que prendia por tanto tempo.

Senti uma dor de cabeça repentina e não foi uma dor de cabeça normal,foram como agulhadas em meu cérebro.Me agachei no chão da rua mesmo e tampei meus ouvidos tentando amenizar a dor que foi em vão pois só piorou. Escutei uma voz em minha cabeça que no começo era baixa mas foi aumentando.eu devo estar ficando louca.

-Gigi você pertence a nós. Gigi venha para nós,nós seremos sua familia.-Era o que ela dizia e eu não entendia nada até uma fumaça  aparecer na minha frente e de lá sair uma pessoa.Isso não é normal -Venha para o nosso lado Gigi-disse essa pessoa.-Te ensinaremos a controlar seus poderes-disse novamente me deixando mais confusa.

-Quem é você?o que você sabe sobre meus poderes?-digo assustada em um tom baixo para que ninguém escutasse.

-Sei tudo sobre você e seus poderes-segurou minha mão -deixarei duas pessoas de fiel confiança para te ensinar tudo que precisa e depois conversaremos -disse e retirou sua mão da minha deixando ela totalmente gosmenta e com uma lua e uma estrela desenhadas.Tentei tirar mas era como uma tatuagem e sempre que eu esfregava ela doía -Você só perderá essa marca quando morrer até lá conviva com ela-disse simples e sumiu como se nem estivesse aqui.Olhei para os lados e estava na frente de casa já,olhei novamente tendo procurar a pessoa  e não encontrei nada.

Entrei em casa e corri para o quarto de Bella encontrando a mesma deitada dormindo;queria ter certeza que nada aconteceu com ela.Fui para o meu quarto e tranquei a porta ainda de costas e quando me viro eu quase perco meu coração do susto que levei. Os gêmeos que eu tinha atendido estava  no meu quarto (mais precisamente na minha cama) olhando para mim.

-O que fazem aqui?como entraram aqui?quem são vocês?-pergunto de uma vez tentando recuperar o folego e não dá muito certo.

-A loirinha aqui faz muitas perguntas-disse o que continha uma mecha loira em seu cabelo -Pelo que vejo você já recebeu a marca o que significa que te avisaram que nós viríamos-o olhei sem entender e só então me lembrei do que a pessoa misteriosa havia dito sobre duas pessoas e algo assim.Olhei para a marca e olhei para eles tentando ver se eles tinham algum tipo de marca também.

-Nossas marcas não são visíveis como a sua-Disse o mau-humorado de hoje mais cedo,como ele sabia que eu estava pensando nisso...tá eu preciso entender tudo isso,que eu não to é entendendo mais nada.

-Vocês podem me explicar o que esta acontecendo?-perguntei e eles se entreolham 

-Você é uma dominadora dos quatro elementos e se desenvolveu a partir dos dez anos mas só aprendeu como liberar dois elementos. Viemos te ensinar a desbloquear todos os seus poderes e descobrir se você só domina os quatro elementos-disse simples o de mecha loira.Continuo em êxtase com tudo aquilo,sempre pensei que era algo que só eu tinha mas estou enganada.

-Ok entendi,mas eu ainda não sei o nome de vocês e nem os poderes que vocês tem!?-pergunto.

-Eu sou o Ethan e esse é meu irmão Grayson;Quando descobrirmos seus poderes falaremos os nossos-disse normalmente.

-Minha irmã viu vocês entrando?-pergunto receosa 

-Não-disse Grayson

-Ok-disse simples

-De todas as pessoas que eu conheço você deve ter sido uma das mais de boa ao descobrir essas coisas e tal-disse Ethan 

-Eu meio que sempre acreditei nessas coisas depois dos meus dez anos e não me importo muito em descobrir mais sobre meus poderes.Sempre achei as pessoas tão normais e entediantes então não vai fazer muita diferença.Só não quero que minha irmã se machuque-disse e eles assentiram -Então ok,agora podem sair do meu quarto que eu quero dormir.

-Somos como seus guardiões não podemos te perder de vista-disse Grayson revirando os olhos

-Tá arrumem um jeito,eu quero dormir-disse firme e Grayson vem até mim e coloca suas mãos ao redor da minha onde os simbolos estavam. Quando sinto sua mão na minha eu pude sentir tudo que ele sentia,tudo que ele via,ouvir tudo o que ele ouvia;Isso é estranho mas gostei.

-Agora tudo que eu fiz ou você fizer eu vou ficar sabendo e sentindo assim como você.Merda-diz se lamentando,será que ele é sempre assim.Chato,insuportável e está sempre de mau humor,mal conheci ele e já quero esse humor longe de mim.

-Como assim?

-Vocês estão conectados,assim ele vai saber onde você está e o que está fazendo e vice versa -Ethan disse ao mesmo tom que Grayson. Eu mereço dois mau humorados me ensinando a mexer com meus poderes.

-Tá agora por favor vocês poderiam sair-digo cansada e eles somem assim do nada. Acho que vou demorar para acostumar.

Me joguei na cama de roupa e tudo e acabei sentindo o sono vindo de vagar até mim quando não dou conta e apago não lembrando de mais nada.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e se acharam estranho que eu já esclareci um pouco as coisas no primeiro capitulo desculpem mas eu odeio enrolação então já esclareci tudo.
Obrigada por lerem .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...