História Dear Sister - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Fifth Harmony, Norminah
Exibições 8
Palavras 2.659
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Familia


A noite caia sobre o céu de Miami, as ondas da praia batiam na areia e então voltavam. Lauren molhou seus pés na areia, girou seu corpo se sentindo livre e então sorriu, talvez estivesse feliz em estar de volta a sua cidade e se livrado de estar com sua mãe louca, ou talvez estivesse delirando com o baseado entre seus lábios, ela não sabia mas adorou sentir alguma emoção.

O carro vermelho estacionado na calçada da praia buzinou três vezes seguidas e chamando seu nome, Lauren olhou em direção ao carro onde seu melhor amigo lhe esperava, Justin e Lauren haviam crescidos como vizinhos e quando Lauren se mudou para Nova York ele havia ficado sozinho, porém o tempo lhe mudou, durante os três anos que esteve fora Justin havia cortado seu cabelo, estava com um corpo magnífico mais sua cabeça continuavam de um adolescente inconsequente.

Correndo até o carro Lauren entrou, o garoto não esperou que ela colocasse o cinto e saiu andando com o carro, Lauren balançou os pés sujando o carro com areia da praia.

- Ei. - Justin lhe chamou a atenção. - Esse carro é novo!

Lauren não lhe deu ouvidos, abaixou o vidro da janela e então tragou seu baseado e soltou a fumaça vendo a paisagem entre borrões.

- Sabe o que seria legal agora? - Perguntou ao Justin, ele a olhou desconfiado e então ela sorriu. - Comprar bebidas e ir para a praia cair bêbados.

Justin riu. - Tô sem grana Laur.

- Então vamos roubar uma loja de bebidas. - Sorriu, Justin conhecia aquele sorriso sapeca, viveu com ele durante anos, deram uma volta no bairro e então Lauren apontou para uma loja de bebidas. - Aquela ali está vazia.

A loja estava realmente vazia a não ser pelo caixa deduziu Lauren enquanto ia em direção a porta de entrada, o sino tocou chamando a atenção do caixa que estava fazendo suas palavras cruzadas daquela noite, o relógio da loja marcava que eram 00:30, Lauren e Justin andaram pelos corredores de bebidas e comidas.

Passando por uma garrafa de vodka Lauren a pegou e colocou por dentro de sua blusa de frio e fez isso com mais três garrafas, encontrou com Justin no corredor do outro lado e o garoto estava um pouco gordinho pelas garrafas escondidas em sua blusa.

- Merda. - Disse ele, Lauren franziu o cenho. -

- Parados! Mãos na cabeça. - Ela ouviu a voz de um policial autoritário vindo de trás dela, se virou colocando a mão na cabeça e rezando para todos os santos para eles apenas os liberar. - Nomes!

- Justin Drew Bieber. - Justin disse.

- Lauren.. - Quando Lauren iria lhe dizer seu nome foi interrompida pelo policial. -

- Lauren Jauregui. - o policial disse, só então foi perceber que a voz do homem era conhecida e ergueu sua cabeça.-

O homem a sua frente não era ninguém menos que seu próprio pai, ela suspirou alto e abaixou suas mãos, Justin imitou o ato da morena.

1 hora depois.

O carro parou em frente a uma casa branca, sua frente era linda, um jardim com grama super verdes e bem aparadas, flores de todas as cores e também uma grande árvore que parecia confortável de se sentar em baixo e ler um livro qualquer, a sacada tinha um banco de madeira pintado de branco.

A porta do seu lado foi aberta e Michael já estava com sua mala nas mãos, Lauren desceu do carro e caminhou lado a lado com seu pai em direção a porta, subiram os pequenos degraus e então a porta a sua frente se abre revelando uma mulher.

Lauren a olhou de cima a baixo a nova futura esposa de seu pai e procurou detalhes na mulher que fizesse com que seu pai se casasse com ela. A mulher sorriu para Lauren e sem retribuir o gesto ela apenas e entrou.

Lauren P.V.O

- Lauren essa é Sinuh minha futura esposa. - apresentou Michael a mulher sorriu, fiquei olhando para sua cara. - Seria educado de sua parte dizer no mínino "oi"

Revirando os olhos eu olhei novamente para a mulher. - Olá. - A mulher sorriu. -

- Olá querida. - Disse a mulher, torci a boca quando ela né chamou de querida odiava as pessoas que me chamavam assim elas pareciam muito irônicas. -

- Agora Michael será que pode me mostrar meu quarto? Preciso tomar um banho e me deitar, amanhã tenho aula. - digo impaciente por estar parada com uma mala nas mãos. -

- Não quer comer algo primeiro? Fiz uma torta de frango deliciosa para sua chegada. - disse a mulher, minha barriga reclamou de fome logo em seguida. -

- Depois de fumar várias ervas seria bom uma torta. - falo sorrindo, Michael começou a tossir envergonhado das minhas palavras, eu apenas sorri pela cara que a mulher fez. -

- Claro. Pode ir tomar banho eu apenas vou esquentar. - disse saindo da sala. -

Narrador On.

Michael segurou o braço da filha um tanto forte. - O que pensa estar fazendo Lauren?

- O que? - Perguntou sínica. - Ela me ofereceu uma torta e eu aceitei.

- Precisava mencionar ter fumado ervas? -disse ele enquanto passava a mão nos cabelos tingidos de preto em completo nervoso. -

- Não vi necessidade em mentir. - Disse a de olhos verdes dando de ombros logo em seguida. - Preciso de um banho.

Michael e Lauren seguiam escada a cima, Michael lhe mostrou todos os comandos da casa e quando chegou a uma porta branca assim como todas da casa ele parou.

- Você vai dividir o quarto com Camila. - diz ele, Lauren faz uma careta, como assim ela teria que dividir um quarto? -

- Como assim? Quem é Camila?

- Camila é a filha de Sinu. - diz calmo. - Não assuste a garota por favor.. - Suplicou o pai Lauren sentiu um aperto de ciúmes, mas não disse nada. - Ela já está dormindo. Tente não fazer muito barulho.

Ao entrar no cômodo Lauren percebi que está tudo escuro, coloca sua mala em qualquer lugar do quarto. O local não era muito grande, mais caberia duas pessoas ali fácil, duas camas, uma quase do lado da outra tirando um pequeno espaço entre elas, uma comoda ao seu lado com um abajur estava acessa. Tirando seus sapatos e os deixando perto da porta ela foi para uma porta que seria o banheiro, não antes de passar perto da cama onde alguém dormia, Lauren não conseguia ver o rosto por conta da escuridão mais sentia a respiração ritmada de forma calma vindo dela.

Já no banheiro buscou por uma toalha e assim fechou a porta, ligou o chuveiro em uma água morna e se despiu, entrou no box e fechou os olhos ao toque da água em seu corpo.

Passou o sabão em seu corpo todo e o cheiro a lembrou de sua casa em Nova York onde morava com sua mãe, ela não era feliz lá e duvidava ser aqui também pois as únicas vezes em que sentia viva era quando fumava seu baseado ou fazia algo estúpido e isso se tornou frequente desde a separação de seus país Clara e Michael se separaram a quatro anos atrás, Taylor e Chris ficaram com Michael e Lauren com Clara, após todo esse tempo os irmãos resolveram ir morar com a mãe pois não gostavam o modo como o pai policial passava a vida, sempre mudando de mulher, Michael ligou dizendo que sentia falta da filha e então Clara viu uma oportunidade de se livrar do problema que Lauren se tornou e a mandou de volta para Miami.

Desligou o chuveiro e a água parou de bater nas suas costas, pegou a toalha e se secou e a jogou em qualquer canto do banheiro, vestiu um pequeno shorts do seu antigo time de futebol e uma blusa larga, amarrou seus cabelos e calçou seis chinelos.

Desceu as escadas e o cheiro da torta estava maravilhosa, respirou aquele cheiro gostoso e foi em direção ao que julgou ser a cozinha, a torta estava ali em um prato lhe esperando e um copo de suco de laranja também, nem Michael e nem Sinu estava mais no cômodo.

Lauren tentou se lembrar a última vez que sua mãe lhe fez uma torta ou então lhe serviu algo nas mãos, e nenhuma lembrança lhe veio a mente. Ela comeu a torta e estava maravilhosa chegando a fechar os olhos para se concentrar melhor naquele gosto.

- Eu sei, é muito boa. - Uma voz próxima a ela disse, curiosa ela se virou para ver uma linda mulher, cabelos castanhos e traços obviamente latinos, estava de pijama mas isso não lhe tirava a beleza. Ao ver que Lauren não lhe respondeu ela se aproximou. - Sou Camila a filha de Sinu.

- Oh. - Foi o que Lauren disse. - A que estava dormindo?

- Eu mesma. - diz a latina e então vai até a pia, Lauren observa seus movimentos. - Sofi dormi em outro quarto.

- E quem é Sofi? - pergunta confusa, Michael omitiu a informação de mais alguém na casa. -

- Minha irmã mais nova. - Parou por um instante. - Agora nossa irmã mais nova.

Camila P.V.O

Acordei no dia segunda por volta das 8:00, após acordar e conhecer minha nova irmã nos voltamos ao quarto e dormimos.

Fui em direção ao banheiro e quase tropeço em um toalha molhada jogada no chão, meu sangue ferveu, como uma pessoa consegue tomar banho e ao saber que irá utilizar novamente a mesma toalha a joga no chão onde há várias bactérias? Bufei enquanto pegava a toalha e a colocava em seu lugar de sempre para poder secar, escovei meus dente e me despi para tomar um banho.

A água estava morna e então relaxei meu corpo ao toque com minha pele, me sequei e passei meu creme, logo passando um leve perfume de amêndoas, me vesti com uma calça branca colada ao corpo e com alguns rasgos e uma blusa branca colada ao corpo mostrando um parte de minha barriga, calcei meia tênis all star e uma jaqueta preta, me maquiei e olhei no relógio e vi que estava com tempo de sobra.

Sai do banheiro esperando encontrar Lauren acordada, mais a morena ainda dormia pesadamente e então me aproximei para ver se ela ainda dormia. Eu poderia lhe acordar e dizer que estava na hora de ir para a escola, mais era sempre eu que estava adiantada para o colégio, ela obviamente não via necessidade de acordar mais cedo sendo que nem alarme colocou para tocar, dei de ombro e resolvi descer para tomar meu café.

O cheiro de panquecas dominou a cozinha, Michael e Sinu e uma Sofi sonolenta estavam sentados a mesa tomando café da manhã, dei um beijo na cabeça da menor e um beijo na bochecha de Michael e Sinu e me sentei com eles.

- Como foi com Lauren em seu quarto? - Sinu Perguntou enquanto eu servia algumas panquecas no meu prato e cobria de calda de chocolate. -

- Foi bem. - me limito a dizer. -

- Mila, Lauren pode ser um pouco difícil de lidar. - Michael disse preocupado. -

- Não se preocupe, nós vamos nos dar bem. - Lhe dou um sorriso tranquilizador. - Só ela não deixar mais uma toalha jogada no chão do banheiro.

- Deve ter sido difícil pra você lidar com esse problema. - Sinu riu. -

- Cade Lauren? - Michael olhou para o relógio em seu pulso. - Ela vai se atrasar para o primeiro dia na escola.

- Ela está dormindo. - digo terminando meu café. - Pode deixar que eu acordo ela, tenho que pegar minha mochila. - me levanto e beijo a bochecha de Sofi.- Boa aula.

Ela não responde ainda sonolenta, subo a escada e abro a porta do quarto, Lauren estava vestindo seus sapatos, agradeci aos seus por não precisar acordar ela.

- Você sabe dirigir? - ela pergunta, fecho a bolsa que antes eu mexia. -

- Não. - digo. - Mas tenho um carro na garagem que meu pai me deu.

- Ótimo. - diz mexendo em seu celular. - Então vamos nele, odeio pegar ônibus.

- Você sabe dirigir? - Perguntou . -

- Tenho 18 então eu obviamente seu dirigir.

- Oh.. - foi a única coisa que eu disse e então joguei as chaves para ela. -

Descemos juntas as escadas, Michael era o único ainda em casa já que Sinu havia levado Sofi para a escola, Lauren passou por ela como se o homem fosse uma sombra.

- Boa aula garotas. - diz ele. -

- Obrigada. - digo, a morena porém não diz nada. -

Lauren vai até a garagem e a sigo, meu carro está coberto por uma capa preta, ela tira a capa e seu queixo quase cai ao ver um audi branco, ela me olha.

- Como você tem um audi branco e não o dirige?

Antes da minha resposta ela entra no carro e então o liga, senti o volante e o banco abismada. Entrou no carro e então ela dirigi em alta velocidade até a escola, se não fosse pelo cinto de segurança eu voaria daquele carro, ela estaciona em qualquer vaga e então sai do carro, também saiu e vejo que Dinah e Ally estavam me esperando na porta do colégio.

- Bom. - me viro para Lauren que olhava por todos os lados. - Você quer que eu te apresente a escola?

A garota me olha,e então cruza os braços os colocando em cima do carro. - Eu já estudo aqui Camila, sei onde fica cada canto dessa escola. -e sorriu, Camila custou a respirar quando ela deu aquele sorriso, era tão lindo. -

- Então.. Tá. - digo. - Te vejo mais tarde

Me viro e ando calmamente para onde minha amigas estavam paradas me olhando .

- Quem é aquela deusa de olhos verdes? - Dinah foi a primeira a dizer algo. -

- Como sabe que ela tem olhos verdes? - a morena deu de ombros. -

- Parecem dois faróis.

- Ela dirigiu seu carro? - Ally Perguntou chocada. -

- Sim. E respondendo sua pergunta Dinah, ela é a filha só Michael e tá morando lá em casa agora. - Explico. -

- Céus! Vou adorar te visitar mais Mila. - Dinah diz. -

- Como ela conseguiu fazer você entrar naquele carro? - Ally Perguntou enquanto ainda andávamos. -

Nem ao menos eu seu como Lauren me fez entrar naquele carro, Alejandro havia me dado aquele carro e eu nunca havia sequer entrado nele e o havia visto apenas uma vez, eu odiava meu pai e aquele presente foi um suborno para seu perdão.

- Não sei.. - falo um pouco baixo. -

- Nossa ela é rápida em se enturmar em. - Dinah me tira dos meus pensamentos apontando para uma direção, quando vejo Lauren está com mais três pessoas. -

Normani Kordei, Lucy Vives e Vero Iglesias, conheço as três por termos algumas aulas juntas e pela enorme confusão que as vezes elas fazem na escola, Lauren sorria ao falar com elas e então Justin um dos jogadores do time de futebol se juntou a elas junto com Louis um dos caras do clube de teatro que eu participo.

- Pareci que ela conhece eles a anos. - Ally diz.

- Ela era daqui, deve ter estudado aqui também. - Falo pegando meus livros. -

- Espera aí. - Ally pega meu braço e me vira novamente na direção em que Lauren e todos estava indo, em direção a porta da saída. - Onde ela vai?

- Cabular aula. - Dinah diz o que todas pensamos -

- Mais hoje é o primeiro dia dela. - Ally diz.

Ainda meio atordoada eu dou de ombros e sigo em direção a minha aula de matemática avançada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...