História Dear Tomboy - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Lauren G!p, Tomboy
Exibições 905
Palavras 2.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiieeeeeee , ignorem os erros , okay ?

Capítulo 22 - My girlfriend ?!


《POV'S CAMILA ON》

-Caralho , Camila...Oooh porra.

O membro de Lauren entrava e saia de mim de maneira lenta porém forte , enquanto seus lábios alternavam entre meus seios .

Já eu...bem , eu não conseguia fazer nada a não ser gemer/gritar e maltratar suas costas e nuca.

-Oooohh...p-porra Lauren...AAH !! - Mordi seu ombro para conter um grito ao sentir ela estocar de maneira forte em meu ponto esponjoso .

Seus dedos faziam uma massagem rápida em meu clitóris e eu estava indo ao paraíso com aquilo.

Reviro os olhos ao sentir ela sugar meu ponto de pulso ao mesmo tempo em que aumentou a velocidade de suas investidas .

-L-Lauren...e-eu...OOOH - Gemi alto e gozei de maneira intensa em seu pau chamando por seu nome .

Ouvi seu gemido rouco e prolongado e logo em seguida senti seus jatos me preencherem . Deslizo minhas mãos por suas costas e enrosco meus dedos em seus curtos cabelos negros, beijando rapidamente seus lábios logo em seguida.

Soltei um gemido de desaprovação quando Lauren se deitou do meu lado , ofegante assim como eu.

Alguns minutos se passaram e o sono começou a possuir meu corpo. Um bocejo corta minha garganta mas minha boca automaticamente se fecha ao ouvir um raio atingir o chão. Porra , eu nem sei porque morro de medo de chuvas fortes como essa...

Olho para o lado e dou de cara com Lauren dormindo com a respiração tranquila e um semblante calmo. Sorrio e me viro , ficando de frente para a mesma. Deslizo meus dedos por seus traços e deixo um beijo casto em seus lábios antes de ajeitar a coberta sobre nossos corpos e me aninhar em seus braços.

-Boa noite , Camz. - Sussurrou e eu sorri contra seu peito.

-Boa noite, Lolo.

Seus braços envolvem meu corpo em um abraço e suspiro ao sentir o calor de seu corpo sendo transmitido para o meu. Não demora muito e quando vejo já estou sendo levada pelo sono.

                                              ***

Acordo e vejo que Lauren já não se encontrava mais na cama ao meu lado . Ouço o barulho do chuveiro ligado vindo do banheiro e nem preciso chamar Lauren para saber que é ela quem está no banheiro tomando um banho. Olho para o criado-mudo e vejo uma bela bandeja prateada com um café da manhã reforçado sob a mesma . Estico o braço e pego o bilhete que se encontrava ao lado da bandeja.

"Bom dia , princesa "

Acabo sorrindo com a frase porém fico na dúvida se foi minha mãe ou Lauren quem escreveu isso.

O barulho do chuveiro cessou e eu então torno a deitar minha cabeça no travesseiro . Alguns segundos depois a porta do banheiro se abre e Lauren sai do mesmo trajando apenas uma calça de moletom cinza , o que me fez morder o lábio ao olhá-la.

-Bom dia ! - Exclamou sorrindo enquanto secava seu cabelo.

Estiquei meus braços acima de minha cabeça e gemi em satisfação ao sentir meus músculos relaxarem.

-Bom dia. -Respondi pegando a camiseta que Lauren trajava na noite passada e a visto , ao notar que eu estava completamente nua e meus pais ou Sofia podiam entrar no meu quarto a qualquer momento.

-Dormiu bem ? - Perguntou vindo até mim e me dando um rápido selinho .

- Depois de uma noite daquelas e tendo você me abraçando durante a madrugada , não tem como dormir mal.

Me levantei , pisquei um olho para ela e segui para o banheiro enquanto prendia meu cabelo em um coque mal feito.

Joguei uma água em meu rosto e me encarei no espelho . Estou com a famosa cara de quem teve uma bela noite de prazer...ótimo!

Pego a cartela de "pílula do dia seguinte" , destaco um comprimido e o engulo juntamente com um pouco de água. Escovo os dentes, faço minha higiene pessoal e por fim , tomo um rápido banho antes de colocar uma calcinha preta qualquer e tornar a vestir a camiseta que peguei de Lauren. Ajeito meu cabelo no espelho e por fim saio do banheiro.

Meu olhar corre pelo meu quarto e para em Lauren que agora estava parada na frente de uma janela vendo a chuva forte se desfazer ao chão . Deixo a toalha em cima de uma poltrona e caminho silenciosamente até ela , abraçando a mesma pelas costas .

-Está chovendo muito, não tem como ir pro colégio hoje. - Falou e eu sorri.

-Nunca pensei que iria comemorar por estar chovendo desse jeito. Menos um dia de aula.

Lauren riu e se virou em meus braços.

-Como diria a minha mãe...que coisa feia , Camila ! Você deveria ficar triste e não comemorar! - Brincou afinando sua voz para tentar imitar a de sua mãe e eu cai na gargalhada.

-Sua mãe é uma figura. Mas enfim, vamos tomar um belo café da manhã?

-Pode ser...E ah ! caso você esteja pensando em quem foi que preparou tudo que está em cima daquela bandeja , saiba que fui eu.

-Deve estar horrível! - Provoquei e vi Lauren me lançar um olhar mortal.

-Experimente primeiro , fale merda depois.

Ergui os braços em rendição e peguei um sanduíche que havia na bandeja , o mordi e...caralho.

-Aonde foi que você aprendeu a cozinhar bem desse jeito? Isso tá divino!

-Eu avisei...Bem , eu aprendi a cozinhar com a minha mãe e a minha irmã quando ainda era muito pequena, então quando fui crescendo fui também aprendendo mais e mais . Então, voi lá !

-Pode cortando o francês ai . Eu não entendo nada.

- Cela signifie donc que je peux parler de la merde que je veux? - Falou com um sorrisinho cínico nos labios e eu arregalei os olhos.

-Quê?

-Eu perguntei : então isso significa que eu posso  falar a merda que eu quiser ?

-Em francês sim. Só não vai me xingar, por que ai é sacanagem.

-Okay. - bebeu mais um pouco de seu suco - Vous êtes un peu ennuyeux parfois.

-Você não me xingou né?

-Não.

-Ainda bem.

Vi que ela segurou uma risada porém não liguei e continuei a comer.

                                                  ***

Já era final de tarde e não havia parado de chover um segundo. Agora cá estou, deitada com Lauren enquanto assistimos um filme qualquer que passava na TV. Eu tinha a cabeça repousada em seu ombro enquanto fazia desenhos invisíveis com o dedo em seu abdômen que eu tanto amo.

-Camila eu não vou aguentar mais. - Falou e eu me sentei , olhando-a com uma cara de "what ? " .

-Não vai aguentar mais o que ?

-Essa chuva do caralho ferrou com os meus planos então eu vou ter que fazer isso agora mesmo.

-Fazer o que ?

-Camz  , eu juro que iria fazer isso de uma maneira bem diferente, mas como eu ja disse , ela colocou meus planos por água abaixo .

-Que planos ? Lauren do que você está falando?

- É o seguinte : eu não quero outro sorriso, outro riso , muito menos outro olhar que me contemple. Eu não quero outro colo , outro carinho, nem outro abraço que me acolhe e me protege de toda a maldade do mundo. Eu não quero outro beijo , outro cheiro, nem outros dedos entrelaçando os meus. Eu não quero outro amor , além do seu. Eu não quero outro alguém, só quero você.

-Lauren , o que você...?

-Camila , eu me vejo em seus braços. Eu me vejo te enchendo de beijos . Eu me vejo em lágrimas, eu me vejo em apuros, sem saber o que dizer e como agir . É impossível eu não me ver com você. Eu juro, minha garota. Quero saber como é ter você como minha melhor amiga , minha amante. Quero sentir teus braços ao redor de mim , me aconchegando em um abraço acolhedor quando eu desabar . Sentir seu cheiro de manhã. Quero que saiba que sempre estarei com você , e quero dizer isso olhando em seus olhos , para que saiba que é verdadeiro. Falar "eu te amo" , e ouvir um também . Falar qualquer coisa só pra te ver sorrir , ou para ouvir sua risada . Conversar com você por horas e te confirmar, que sim , você é especial. Fazer você entender que você nunca estará sozinha. Falar que penso em você todas as noites e tudo o que eu quero é o seu bem , pois minha felicidade depende da sua. - Falou e a essa altura eu já estava tentando controlar as lágrimas que corriam por meu rosto como cachoeiras.

-Lauren você...

-Camila Cabello . -Se ajoelhou na minha frente e retirou de sua jaqueta de couro que estava pendurada em uma poltrona, uma caixinha de veludo azul. Nessa hora eu só conseguia olhar cada mínimo movimento que ela fazia. - Você aceita namorar comigo ?

-Ai , Deus - Murmurei e sequei meu rosto com a costa da mão enquanto tinha um sorriso quase rasgando meus lábios. - Sim ! sim ! sim ! e sim ! - Respondi e me joguei em seus braços, sentindo-os me acolherem em um abraço caloroso.

Tirei meu rosto da curva de seu pescoço enquanto tentava parar de chorar e então fecho os olhos ao sentir o polegar de Lauren secar minha bochecha.

-Não chora.

-Foi a coisa mais linda que eu já ouvi.

-Eu apenas abri o meu coração. - Sussurrou e eu a beijei . Um beijo amoroso e repleto de carinho.

Ouvimos alguém bater palmas e alguns gritinhos animados , então ao olhar para a porta de meu quarto vejo que Sofia só faltava sair gritando pois estava esperneando do que talvez seja alegria. Meu pai fitava Lauren com um olhar orgulhoso e minha mãe tinha algumas poucas lágrimas correndo pelo rosto que logo ela trata de secar.

-Acho bom você cuidar bem da minha princesinha .

- Pode ter certeza de que vou , senhor Cabello . - Respondeu e meu pai puxa Lauren para um abraço que é retribuído na mesma hora.

-Filha... - Começou minha mãe que corre seu olhar pelo meu corpo , me fazendo engolir em seco - Parabéns. - Me abraçou e eu respirei fundo .

-Lauren, se você fizer algo de ruim com a minha filha, eu juro que eu te mato ! - Exclamou meu pai que ainda não havia soltado Lauren , o que me fez sorrir - E isso vale pra você também , filhota . - Apontou para mim - Cuida bem dessa branquela aqui .

-Pode deixar, pai.

Olhei para a porta de meu quarto e vi Sofia ali parada com uma expressão de psicopata alegre que ao ver meu pai finalmente soltando Lauren , saiu gritando e correndo até a mesma, pulando em seu colo , o que fez Lauren cair no chão.

-Lolo ! Você é a melhor! - Praticamente berrou e encheu o rosto de Lauren de beijos antes de abraçar o pescoço da mesma . - VOCÊ PEDIU MINHA IRMÃ EM NAMOOROOOO !!!! Ai meu Deus ! Lolo , você é louca mas mesmo assim eu te amo ! - Exclamou enquanto praticamente amassava o rosto de Lauren que estava rindo.

-Pra quê essa empolgação toda ? - Perguntou meu pai e Sofia lançou para o mesmo um olhar de "não é óbvio?" - É...Acho que você bebeu Toddynho sem agitar .

-MILA ! - Gritou/chamou e eu a olhei - Cuida bem da minha Lolo !

-Sua caramba nenhum ! A Lauren é MINHA - Respondi dando ênfase na última palavra.

-É nada ! Eu só emprestei ela pra você!

-Vocês duas realmente estão dis...

-Cala a boca , Lauren. - Ralhou Sofia e meus pais arregalaram os olhos.

-Quem ela pediu em namoro?

-Você... - Cruzou os braços e fez bico - mas ainda sim a Lolo é minha !

-Ela é minha ! - Puxei Lauren que cambaleou na minha direção e então abracei seu pescoço como se algo fosse decapitar a mesma. - MINHA !!! - Gritei quando vi que Sofia ia falar alguma coisa.

-Para de gritar no meu ouvido , caralho! - Ralhou Lauren e eu dei um beijo estalado em sua bochecha.

-Desculpa , Lolo . É que tem uma baixinha aqui querendo roubar você de mim !

-É você quem tá roubando el..

-MINHA !! - Gritei cortando-a novamente.

Meus pais que estavam se acabando de rir pegam Sofia e a levam para fora do quarto enquanto eu continuava a implicar com Sofia .

-Eu adoro implicar com ela ! - Exclamei fitando Lauren .

-Eu não entendo vocês duas...

-Nem queira entender.

-Você agora é oficialmente MINHA namorada, eu preciso saber. - Falou e pegou a caixinha de veludo novamente, pegando uma das alianças que se encaixou perfeitamente em meu dedo.

Peguei a outra aliança e a encaixei no dedo de Lauren que em momento algum , assim como eu , parou de sorrir.

-Eu devo estar sonhando... - Murmurei .

-Então você está sonhando de olhos abertos.




Notas Finais


Até o próximo capítulo, bjuuuuuuuussssssssssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...