História Dear Uncle Sykes - Capítulo 10


Escrita por: ~

Visualizações 40
Palavras 1.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie meus amores! Tudo bem com vocês?

Primeiro quero me desculpar por não ter respondido os comentários do capitulo anterior, confesso que fazia tempo que eu não vinha ver a fanfic, e acabei apagando todas as notificações!
Sei que é chato mas acho que devo uma explicação, eu sempre levei essa fanfic como uma brincadeira, pois todos notamos que escrevo ela com poucos detalhes para ficar divertida mesmo!
( Vida Pessoal ON) A uns meses atrás acabaram acontecendo alguns problemas e perdi meu computador, fiquei mais meses do que previa e quando recebi ele novamente a inspiração passou longe, eu terminei o colégio e entrei em férias totais, minha faculdade só começa agora no meio do ano, então eu ia deixando pra depois... Até que faltando uma semana pra eu completar meus 18 anos, uma pessoa muito importante da minha família sofreu um acidente e ficou em coma em estado gravíssimo, pra terem uma ideia meu aniversário foi dia 4 de Maio, e isso ocorreu uma semana antes, fazem semanas que eu ando totalmente triste, alternando meus dias em hospital, e cursos.
Escrevi uma short fic e pedi para que minha amiga publicasse pra mim, mandei as coisas certas e ela publicou, e entrei para ver os comentários e entrei aqui e reli toda a fanfic, e isso me fez sentir melhor, e vi os comentários, e lembrei como escrever essa fanfic me deixa feliz, e mais leve.
Ontem de manhã fui visitar a pessoa da minha família, que infelizmente ainda não acordou, e voltei totalmente acabada pra casa, respondi os comentários das novas leitoras, um mais lindo que o outro, e isso me fez tão bem, que por amor a vocês vim atualizar. Então desde já peço desculpas pelo abandono, e se o capitulo estiver ruim e menos engraçado quero que saibam que eu fiz de todo coração <3 ( Vida Pessoal OFF)

Quero agradecer a todas, mas especialmente a leitora linda @_Bad_angel . Moça seus comentários me deram uma vontade tão enorme de continuar a escrever! Obrigada. E muito obrigada as pessoas que comentam e as que lêem e não comentam, eu amo vocês.
CHEGA DE FALAR. Aproveitem o capitulo <3
E COMENTEM U.U Eu sei que fui má mas eu mereço pelo menos uns ´´ kkkkk´´

Capítulo 10 - Fuck Love, Fuck the gecko , I Love Kellic part. 2


Fanfic / Fanfiction Dear Uncle Sykes - Capítulo 10 - Fuck Love, Fuck the gecko , I Love Kellic part. 2

Acelero o carro igual retardada, mostro o dedo do meio para as pessoas nas calçadas e buzino para os carros a minha frente, até que um motoqueiro louco chuta meu retrovisor

- MÃÃÃE NA ZOOOONAAAAA – Berro com metade do corpo pra fora da janela.

Eles nunca virão mulher de TPM não??? To pra rodar a baiana, chutar o pau da barraca.   Termino de beber o resto da coca cola e continuo a toda velocidade enquanto The Weeknd toca no meu rádio.

 

            Breco o carro ao ver meu tio parado em frente a minha casa, observo enquanto ele abre a porta do carro para a lagartixa branquela, saio do carro deixando a porta aberta.

- Anna? – Meu tio ergue a sobrancelha assim que me enxerga e a lagartixa branquela me mede.

- Que é virou fita métrica é?

- ANNA! – Meu tio reclama, - Ally, essa é minha SOBRINHA – Ah mas ele não falou isso quando estava de cueca na minha cama! – Sobrinha, essa é a Alissa.

- Um prazer te conhecer An – Ela sorri

- Prazer Alisia, meu nome é Anna, mas pode me chamar de Anna porque eu não te dei intimidade. – Pisco ;)  

- É alissa. – Ela bate o salto no chão

- ENTÃO TIO, já contou pra Alexia que você acabou de terminar com a Hannah?? –  Me debruço sobre a porta do carro – O que é uma pena sabe Aline porque ela era um amor.

Mostrando sua impaciência titio Sykezinho me puxa com agressividade ( UUUUI) , para perto do meu carro.

- Que caralho você esta tentando fazer?

Lanço um beijo no ar para meu queridinho e mostro o dedo do meio.

- Você acabou de conhecer a Aline, terminou há pouco tempo com a esfregão – Começo a me justificar

- Incrível que você não reclamou disso enquanto estava em cima de mim né fofa?

- UIII QUE VENENOSO, Ta escorrendo o veneno Sykes. – Pisco cínica pra ele.

- Escuta aqui Anna Sykes, você vai voltar pro jantar, se comportar e agir como uma boa sobrinha – Noto que ele fala mais alto para que a lagartixa escute , ele se vira de costas e sai andando – E o nome dela é Alissa.

Bato os pés impaciente

- TIO? – O chamo e ele se vira, me aproximo com as mãos no ar – Tudo bem! – Deixo meus ombros caírem – Me desculpa.... Vou me comportar e como prova disso vou te ajudar, tem uma coisa no seu rosto – Continuo apontando para seu rosto

- Onde? – Ele passa os dedos por todo o rosto

- Ali – aponto

- Aqui? – Ele coça as bochechas.

- NOSSA TIO, TÁ MUITO FEIO!! ALICE VEM AQUI AJUDAR – Arregalo meus olhos

A lagartixa vem correndo em nossa direção.

- O que foi Oli? – Seu sotaque é engraçado. Abafo minha risada. Mentira do risada mesmo

- A Anna disse que tem alguma coisa no meu rosto – Ele começa a virar o rosto de vários ângulos para que a lagartixa branquela encontre o tal negocio

- NOSSA TIO, OLHA ALIIII – Berro e agora eles dois estão assustados, me aproximo mais, ate estar bem próxima, com os lábios quase encostando nos dele – Calma, aqui ó

Ele me encara nos olhos e suspira

- O QUE É ANNA?

- Ah... – Me afasto, quase entrando no carro – É só sua cara de otário mesmo.

Bato a porta e dou partida no carro.

TURN DOOOOOOWN FOR WHAAAAAAT TUTUTUTUTUTUTUTUTUTU!!!

 

 

 

Retorno para a festa romântica dos meu shippe favorito.

Andy com uma rosa na boca, dança com Juliet. Ronnie roda a toalha da mesa, enquanto ele próprio esta em cima da mesa.  O cheiro de rosas me deixa totalmente enjoada.

O casal estrela esta em todos os lugares ao mesmo tempo. Vic enche a boca de salgadinhos, e cospe metade porque contem queijo e ele odeia queijo. Me sento em uma das cadeiras espalhadas, e pesco um dos trilhões de copos vermelhos espalhados, pelo gosto chuto que seja Tequila, mas a amargura na minha boca não me deixa diferenciar.

- Você perdeu a surpresa – Kellin brota do meu lado magicamente, esta enrolado com plumas vermelhas brilhantes, tem glitter em todo o rosto e um sorriso fodidamente invejável

- Desculpa more mio – Bufo

- O que foi quenga que tu tem? – Ele sussurra

- Não posso ficar triste não? – Dou de ombros em um muxoxo

- Tu já viu puta triste? Porque eu to vendo uma agora, garota tu é minha bitch Queen, não pode ficar assim  não. Quem é a porra loka do role em?

Gargalho

- Sou eu – Aponto para mim mesma

- Agora conta pro Quinnzinho o que te deixou tão bolada?

Observo Vic e Ronnie dançando agarradinhos, apesar de estar tocando Rihanna eles valsam pelo espaço.

- O meu tio, mas cala a boquinha tá? – Ele concorda totalmente bêbado e levanta sem rumo.

Continuo sentada até que uma coroa de plástico aparece em minha frente, ergo os olhos e os três patetas estão na minha frente, Kellin segurando a coroa de flores, Andy segurando uma garrafa de vodka azul e Ronnie dançando com a cabeça como um indiano. Os três me fazem ficar de pé.

- Isso é porque você é nossa bitch Queen suprema – Kellin Poe a coroa em minha cabeça e faz uma reverencia.

- Isso é porque você fica bem loca com vodka e diz que ama todo mundo – Andy vira uma pequena dose em minha boca e por ultimo Ronnie me roda em direção a pista de dança.

- SOLTA O SOOOM DI JAAAAY – Ele berra e todos começamos a pular mesmo antes da música começar. E quando começa é STYLE da Tay Swift.

- NOSSO HIIIINOOOOOOOOOOOOOOOOOO – Vic berra rebolando até o chão

Sorrio, eu sou sortuda para um caralho por ter esses imbecis pra curar meu coração, eles e a vodka <3

- You got that James Dean daydream look in your eye .And I got that red lip, classic thing that you like . And when we go crashing down, we come back every time... Cause we never go out of style, we never go out of style – Berramos todos juntos e nesse ridículo momento enquanto estamos rodando em círculos ele aparece com a Lagartixa.

 

E ai eu noto o puta clichê, ele esta de camisa branca e eu de batom vermelho. Nossos olhos se encontram, mas ele esta abraçando a branquela que tem o nome com A.

            Quando a música termina, já tem Vodka em mim toda, inclusive metade dentro do meu sistema e metade no meu top. Antes que eu tenha uma recaída, roubo outra garrafa de vodka laranja e continuo na pista, quando os primeiros toques de Die Young começam, eu e Vic no entreolhamos.

- I hear your heart beat to the beat of the drums. Oh what a shame that you came here with someone – Encaro Sykes enquanto Vic dança atrás de mim e Kellin na minha frente -     So while you're here in my arms Lemake the mosto f the night Like we're gonna die Young....

 

E depois disso que começa a provocaçã, Vic, eu e Kellin dançamos descaradamente, e Oliver não tira os olhos de mim, gargalho quando pisco e mando um beijo no ar pra ele, causando exatamente o efeito que eu espero... Seu desconforto.  

Traz um mito pra esse oscar please *---*

 

Quando a música termina, tropeço bêbada para longe da loucura, todos dão risada, minha saia esta um pouco mais levantada que o normal,minhas sapatilhas foram lançadas para a casa do caralh.... Meu top esta me apertando e meus cabelos colados em mim.

Party Monster toca, fico no meio do caminho de pedras, ajusto minha saia e prendo o cabelo, minha vista gira um pouco, e a respiração atrás de mim me faz congelar.

- Isso é um jogo muito baixo – A voz dele chega em meus ouvidos causando aquele efeito quente, a ponta de seus dedos passam pelo meu braço.

Me viro, girando sobre os calcanhares

- Talvez esse jogo não seja para mal apostadores como você – Pisco para ele e tento passar ao seu lado. Oliver pega na minha mão e me puxa para perto dele, sinto o aperto em meu peito quando nossas respirações se chocam, meu calor corporal e a bebida fazem as coisas subirem para um grau quase insuportável. Mas não tão fácil titio! Quando nossos lábios se encostam quase gentilmente eu me desvencilho. – Vou ser uma boa sobrinha TIO Sykes.

Quase aplaudo a cara de otário  que ele faz, saio saltitando bêbada para a festa.

 

 

 

TO ZOIERA HOJE MUAHAHAHA

 

 Depois de ignorar os olhares dele para mim, e rir quando ele beijja a Alisia de olhos abertos. Kellin e Vic nos chama para o meio da pista de dança mas dessa vez não para dançar.

- Temos uma noticia para dar. – Vic fala olhando para Kellin

- VOCES VÃO CASAR EM LAS VEGAS? – Ronnie que a essa altura já esta apenas de cueca que tem uma tromba de elefante avussa uahsuash, berra

- Não não – Kell sorri sem graça – Antes queremos que vocês recebam gentilmente... GENTILMENTE VIU ANNA?

Arregalo os olhos e ergo as mãos.  Então Katelinha ( Katelynne + galinha ) surge atrás do casal Kellic, UÉ.  Os três entrelaçam as mãos e olham para nós.

- UM – Vic contou

- DOIS – Kellin continuou

- TRÊS? – Ronnie grita de algum lugar

 

Então Kellic, e Katelinha soltam a perola da noite

 

 

- NÓS VAMOS TER UM BEBÊ!!!!

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3

COMENTEM, FAVORITEM!!

Amo vocês e mais uma vez OBRIGADA #LogoLogoTemAttDeGEP<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...