História Death Line - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 10
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem, esse cáp. é mais sobre a Selena, mas não se preocupem, vários personagens terão capítulos focados em suas histórias, espero que gostem.

Capítulo 2 - 1x02 Don't Let Yourself Go


9 de dezembro de 2016.

Maryland, Estados Unidos.

-SHAWN!!-Berrou Selena ao ver seu namorado ser devorado pelos andarilhos, antes de Shawn perder a consciência e se transformar em um deles, ele disse alto o suficiente para que Selena pudesse ouvir.

-Eu te amo. Se salve.

Dito isso Selena em meio as lágrimas se obrigou a sair correndo para não ter o mesmo destino do namorado.

Dias se passaram desde o ocorrido, Selena estava completamente sozinha, seu grupo todo tinha sido morto, Shawn, seu namorado, sua melhor amiga Suzie, sua prima Olivia, e o namorado da mesma, Alex. Olivia foi a primeira a ser pega, depois que ela foi pega Alex passou a ficar depressivo, por conta disso, acabou sendo pego, Suzie foi morta, porém não pelos andarilhos, e sim em uma explosão intencionalmente causada, mas Selena não sabia quem havia causado a explosão.

Selena subiu até o topo de um penhasco, estava exausta, faminta e com sede sentou sobre uma pedra e ficou olhando para baixo, pensando seriamente em se jogar e acabar com seu sofrimento, entretanto, não o fez, a morena deu um suspiro profundo e gritou:

-NÃO VOU DAR ESSE GOSTINHO PARA VOCÊS! MORTOS MALDITOS!

Decidiu que ficar se lamentando não iria trazer seu namorado e seus amigos de volta, e ela estava certo, saiu de lá e foi procurar comida e água, para sua sorte, uma um pouco distante das quais ela e Shawn costumavam vasculhar estava limpa, sem mortos, era possível ver do topo do penhasco onde estava anteriormente, decidida, foi até lá, havia um barzinho, não tinha muita coisa, Selena pegou alguns pacotes de salgadinho e algumas garrafas de água, adentrou uma porta mais escondida, ao abrir, encontrou diversas armas, brancas e de fogo, desde facas à rifles, decidiu pegar uma duas armas pequenas, pois só tinha uma mochila, que não era muito grande, verificou se ambas estavam carregadas, coisa que Alex havia a ensinado, também pegou uma faca de caça, e uma espada, que vinha com uma bainha, pegou e apoiou a mochila em um ombro e a espada no outro, pegou munição extra, em seguida guardou a faca e uma das armas no cinto, e a outra na mochila, junto com a comida e a água.

Depois de comer, Selena saiu do bar, mas a rua já não estava tão deserta quanto antes, haviam cerca de dez ou onze zumbis andando ali, Selena ainda não sabia direito como usar uma espada, e não podia gastar a pouca munição que tinha, então retirou a faca do cinto e foi até um deles golpeando-o com a faca, fazendo o mesmo com mais alguns zumbis ali presente, porém percebeu que mais começaram a aparecer, então decidiu que o melhor a se fazer seria sair dali, e assim o fez, Selena saiu correndo rapidamente para a direção oposta dos andarilhos, depois de se afastar bastante, parou para respirar, a morena já havia perdido o folego, era extremamente horrível ficar sozinha, ainda mais em uma situação como essa, a jovem odiava não ter companhia, mesmo que fosse a pessoa mais irritante do mundo, ainda era melhor do que ficar sozinha.

[...]

-Robert, eu vou com o Luke, o Bryan e a Holly fazer uma ronda no perímetro, você quer vir?-Convidou Patrick.

-Ah, claro, eu adoraria.-Respondeu levantando-se.

-Sabe atirar?-Perguntou o loiro entregando a arma para Robert.

-Claro. Meu pai me levava para caçar, me ensinou a atirar quando eu tinha apenas onze anos de idade.

-Uau, por que tão cedo?

-Eu não sei, acho que ele gostaria que eu fosse como ele...

-Ele faleceu? Foi mordido?

-Ele faleceu, mas isso foi antes, ele morreu quando eu tinha dezesseis anos, em um acidente de carro, ele foi partido ao meio, depois que minha mãe teve que identificar o corpo, ela ficou horrorizada, ela meio que se isolou do mundo. Ela morreu bem no começo disso tudo, ela morreu para me salvar.-Disse dando um meio sorriso ao lembrar da mãe.

-Sinto muito por ela.-Respondeu Patrick com um sorriso solidário, dando um tapinha de leve nas costas de Robert. Que agradeceu.-Agora vamos lá! Eles já estão nos esperando.

[...]

Finn estava sentado em um dos bancos que ficavam perto dos carros, observando as nuvens, coisa que ele costumava fazer antes do mundo "acabar", deu um sorriso de lado, pois essa era a primeira vez que pensava sobre o assunto, não tinha mais tempo de ficar observando as nuvens.

-O que está fazendo maninho?-Perguntou Alycia se juntando ao irmão, Alycia é irmã mais nova de Finn, os dois são irmão de Luke também, que é o mais velho dos três.

-Olhando as nuvens.-Soltou um risinho.-Não fazemos isso tem um bom tempo não é mesmo?

-É, faz bastante tempo, sabe, Finn, poderíamos dar uma volta amanhã, sabe, eu, você e o Luke, fazer algo em família.-Sugeriu Alycia.

-Pelo menos o que sobrou dela...-Comentou o mais velho com certa tristeza na voz.

-Pois é.-Concordou dando um profundo suspiro.-Eu vou ver se a Karen não precisa da minha ajuda, ela vai preparar o jantar, e ainda tem a Beatrice pra cuidar, você sabe como são as crianças.

-É eu sei sim. Pode ir, eu também já estou indo.

Alycia saiu deixando seu irmão em um estado de reflexão, de que adiantava tudo isso? Todos uma hora vão acabar morrendo, pelo menos é isso que Finn pensava.

[...]

-Shiuu, pessoal, acho que estou ouvindo passos.-Sussurrou Wayne.

-São zumbis?-Perguntou Holly destravando sua arma por precaução.

-Não sei, vamos descobrir!-Respondeu o mai velho.-Cuidado, só atirem se eu disser, se for apenas um não vale a pena gastar munição, eu tenho uma faca aqui, se forem muitos, podem atirar. Entendido?-Todos afirmaram com a cabeça.

Porém, não era um zumbi que estava rodeando ali, era uma garota, e cabelos castanhos, e olhos da mesma cor, que empunhava uma espada em uma das mãos.

-Oi, tudo bem com você?-Cumprimentou Wayne, que reparou que a jovem estava com algnus machucados e alguns cortes no rosto.

-Ah, tudo bem sim, só tive uma pequena briguinha com os mortos, mas eles levaram a pior.-Respondeu retirando uma folha que caíra em seu casaco.

-É um prazer conhece-la, me chamo Wayne, esses são meus colegas de acampamento, Patrick, Robert, Holly e Bryan.

-Meu nome é Selena. Você disse que tem um acampamento?

-Sim, nós temos, não fica muito longe daqui.

-Vocês se importariam se eu fosse para lá com vocês? Eu tenho comida e água na minha mochila, e também um pouco de munição...-Pediu a jovem.

-Claro que você pode vir, Selena, ninguém deve ficar aqui sozinho.-Respondeu Bryan e Wayne concordou.

-Muito obrigada, mesmo.-Agradeceu, estava feliz, pois agora não precisaria ficar sozinha.

-Não tem por que agradecer.-Sorriu.

Após levarem a garota até o acampamento e a apresentarem para o resto do grupo, que em sua maioria gostou de Selena, todos foram para suas respectivas barracas, Selena ficou na de Alycia, por não ter mais barracas sobrando no momento, depois de um tempo, Selena finalmente pegou no sono, o dia seguinte seria longo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...