História Death Night - Capítulo 5


Escrita por: ~

Visualizações 478
Palavras 798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Policial, Romance e Novela, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi nenemsszszszs


- Esse capítulo e bastante importante gente. Leiam com atenção.

- Não é o Jimin e o Jungkook sjjekoc mais tem umas coisinhas haver ;u;

- Não é de vida passadhejejjejheheh

- Repito,leiam com atenção

- Isso tem muito haver com o Jimin,sério!!.

- Está curto mas JÁ estou escrevendo o capítulo sem ser "Flash Back(?)"

- Uma fic taeyoonseok está po vir ;u;

Beijinhos

Capítulo 5 - Finalmente


Fanfic / Fanfiction Death Night - Capítulo 5 - Finalmente

Arregalou os olhos supreso. Não demorou para sentir seus olhos lacrimejaram pela emoção. Aquela pequena palavra,um simples exame;mas que significava muito para o Ômega.

Desde seu primeiro cio,descobriu que não poderia engravidar. Mas após diversos exames e tratamentos caros feitos,Enfim conseguiu realizar seu tão desejado sonho.

Naquele momento,Não conseguiu segurar as lágrimas contidas. Pegou com sua mão tremula o telemóvel centralizado na mesa e discou o número de seu marido.


-x-


- Ah Bebê, eu fico tão feliz que você esteja grávido. - Murmurou o Alfa. Era evidente seu tom choroso - Nos teremos um filho Amor!, Um filho! . - Disse emocionado abraçando o Ômega novamente.


Deu um riso baixinho e dócil pela atitude manhosa do Alfa. Jamais verá seu amado tão dengoso e feliz. Sorriu abertamente,era evidente a felicidade estampada no semblante do Ômega.



- Quantos meses? - Perguntou agora mais calmo olhando nos olhos azulados do Ômega.


- Três. - Deu uma risada baixinha quando o marido sorriu mais ainda espalhando beijinhos cálidos e dóceis por sua barriga - Calma Hyung.


- Desculpe. - Riu se sentando ao lado do mesmo - É que estou muito animado,Não dá para aguentar Bebê. - Confessou e riu baixinho quando recebeu um revirar de olhos do Ômega.


-x-


Andava animadamente pelas ruas pouco movimentadas do centro. Procurava lojas de roupas de bebês; mesmo não sabendo o sexo de seu filhote,queria comprar algo - eles haviam escolhido saber o sexo após o nascimento- . Estava tão animado com a gravidez de seu Amado...

Visualizou de longe um letreiro de cor cacau escrito o que ele queria. Uma loja perfeita para uma pequena lembrança para seu filhote. Sem mais delongas,apressou os passos - que antes eram curtos - e logo estava dentro da grande loja infantil.

Não conteu o sorriso pequeno quando pousou seus olhos nas mais variadas peças e calçados para pequenos corpinhos e pés.

Com suas mãos macias pegou um par de meias Rosa bebê com alguns detalhes de estrelinhas. Era tão linda.

Sem pensar demais. As colocou na caixinha transparente novamente e levou até o caixa. Não iria levar nada além daquilo,afinal,Não sabia se seu Ômega aprovaria aquilo. Entregou o par para a atendente A sua frente e esperou paciente a mesma por em uma sacolinha e o entregar. Deu as cédulas já trocadas para a mesma e disparou dali sorrindo aberto.


-x-


Chegou completamente imerso em pensamentos. Não havia notado o barulho alto vindo do quarto. Arqueiou uma das sobrancelhas quando escutou um gemido vir de seu quarto.

Pousou a sacola encima da mesinha perto ali da sala e sem mais delongas,Andou em passos rápidos até o quarto de onde vinham os barulhos.

Seu coração apertava em cada passo.


Girou a marçaneta da porta adentrando a mesma de uma vez. Seus olhos lacrimejaram com a cena e sentiu seu lobo rosnar dentro de si.


Seu amado estava tendo relações com outro. Era um homem alto de cabelos negros,Não se importou com os detalhes da feição do outro. Vendo que os dois estavam ocupados demais,Usou sua voz de Alfa chamando a atenção do casal ali.

- Que porra é essa Park Jihui!! . - Vociferou com sua voz de Alfa Lúpus fazendo o Ômega arregalar os olhos.


Em um movimento rápido,O Alfa que antes estava encima do mesmo quase cai da cama,se cobrindo imediatamente.



- E-eu posso explicar Jeon. - Começou nervoso se cobrindo igualmente ao amante - Não é o que você está pensando... - Disse demonstrando sua feição nervosa.


- Como que não é o que estou pensando Park?! - Vociferou mais uma vez,Seus olhos tomaram uma cor azulada - Saiam dessa merda agora!! - Vociferou em seu tom de Alfa mostrando seus caninos afiados para os dois.


Se controlava ao máximo para não voar no pescoço daquele imbecil.


- M-mas Jeon... - Começou apreensivo de olhos marejados. Escutou um rosnar mais alto do ex amado e não tardou para vestir suas roupas as pressas e correr dali junto com o Amante.



Jeon suspirou derrotado. Escutou o baque da porta indicando que os dois haviam saído e deixou as lágrimas salgadas rolar por seu rosto.


 Rosnou furioso. Andou até a cozinha abrindo uma das gavetas brancas e as vasculhou logo encontrando seu tão querido parceiro.

A cápsula.

A abriu desesperado e colocou todas as pílulas contidas ali em sua boca as mastigando engolindo desesperado. Não se sentia bem.

Precisava de mais.



"Não sou uma criancinha agora

Me veja ficando grande agora

Soletre meu nome na geladeira agora

Com todos os seus brinquedos de alfabetização

Você ganhou o concurso de soletração agora

Mas você é mais esperto do que eu agora?

Você é o príncipe do playground

Garotinho alfabetizado

Maçãs nem sempre são um pedido de desculpas apropriadas

Gotas de caramelo e chiclete são agridoces para mim

Você me chama de criança enquanto você continua contando todas as suas moedas

Mas você não é meu papai, eu não sou sua bonequinha e seu dicionário está destruído"

Alphapet Boy - Melanie martinez


Notas Finais


Risos

Ficou uma bosta ne?mais tentei ao máximo NÃO DAR SPOILERS DJEJFKKFKCDESCULPA

[ COMENTEM NESSA PORRA QUE DO COXINHA PRA VOCÊS. OI FANTASMINHAS,VAMU SOCIALIZAR? ;U;]

Que comecem as teorias -q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...