História Death Note: M-Kira - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note
Personagens L Lawliet, Light Yagami, Matt, Mihael "Mello" Keehl, Nate "Near" River, Ryuuku
Tags Death Note, Matt, Mello, Near
Visualizações 21
Palavras 686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeira fanfiction que levo a sério, desculpem erros, caso queira dar alguma dica, aceito críticas construtivas nos comentários.

Capítulo 1 - Chapter 0: Tedium


Quinta Feira, 27 de Novembro de 2003, Mundo dos Shinigamis

Deridovely e Gook estavam jogando juntos. Primeiro Gook ganhava, e depois Deridovely, assim ia várias e várias vezes, as vezes davam uma pausa e escreviam um nome em seu Death Note, porém depois continuavam o ciclo novamente. Ryuk cansado de assistir essa coisa irritante que apenas iria contra suas crença, resolve dizer algo:
Vocês nem parecem Shinigamis, só jogam, jogam e jogam esses jogos estúpidos. Até seguir um humano seria mais interessante do que ver essa merda de jogo. - Disse o Shinigami cansado
- Se está tão irritando com jogos, jogue seu Death Note no Mundo Humano e seja feliz. - Disse Gook debochando de Ryuk - Cuidado para não se tornar um mascote
- Quem iria querer o Ryuk de mascote, Gook?
- Disse Deridovely gargalhando da cara de Ryuk - Vamos voltar ao jogo.
- Tsc, joguem essas merdas, quando menos esperarem irão virar ferrugem por não terem escrito nomes o suficiente - Disse Ryuk saindo do local.

Após se irritar com aquilo Ryuk vai até uma montanha, onde senta observando o Mundo Shinigami. Não havia sentido em ficar ali, em sua eterna vida, apenas vigiando os humanos enquanto jogava jogos. Isso era entendiante demais, até história que havia escutado sobre Shinigamis que foram para o Mundo Humano eram melhores. Até soube que reverenciavam-os como Deuses da Morte. Coitados, sabia que Deuses não existiam nesse mundo. 

Resolveu olhar esse mundo. Retirou uma esfera de seu bolso, a segurou com a mão e a ativou. Em poucos segundos foi capaz de ver vários humanos andando por ruas. Viu assassinos cruéis matando outras pessoas, pessoas passando fome, guerras acontecendo. Sabia que aquilo não era obra de um Shinigami, era a crueldade humana. 

Ver aquela cena incentivou Ryuk, lembrou da dica de Gook, iria para o Mundo Humano, iria quebrar seu tédio. Não havia problemas para isso, comparado a Shinigamis, humanos viviam bem menos, e Ryuk ainda tinha milhares de anos de vida por causa das mortes através do Death Note. Não iria jogar seu próprio Death Note, tinha aquele que roubou de Sidoh meses atrás. O Shinigami covarde não tinha coragem de ir busca-lo.

Foi até a beirada do buraco que ligava o Mundo Shinigami do Mundo Mortal, e "acidentalmente" deixou o Death Note cair.
Ops - Disse Ryuk descendo o portal para o Mundo Humano.- Parece que irei encontrar algo diferente

Quinta Feira, 27 de Novembro de 2003, Wammy's House

Matt estava em seu quarto junto de Mello. Estavam jogando Need for Speed em seu Playstation 2. Ambos eram colegas de quarto, e inevitavelmente melhores amigos. Mello era o único que conseguia competir com Matt em seus jogos, enquanto Matt era o único que aguentava Mello falando do quanto não gostava de Near. Ambos escutam alguém batendo na porta do quarto.
- Pode entrar - Disse Mello enquanto via Matt não desgrudar os olhos da tela
- Mello, o Roger quer falar com você - Disse Linda abrindo a porta do quarto - Acho que tem haver com o L
- Matt, já volto - 
Falou o garoto se levantando e indo até a porta - Se quiser pode jogar no modo solo ai por enquanto
- Tá bom né 
- Disse Matt não tirando os olhos do jogo

Após meia hora jogando enquanto esperava Mello voltar se cansou de jogar. Havia ganhados todas as partidas que jogava. Não havia graça jogar jogos sozinho, já dominava completamente a mecânica do jogo, então sempre vencia. Resolveu desligar o console. Após isso se levantou e foi até a janela, viu que o clima estava meio nublado, então não havia ninguém lá fora brincando. 

Enquanto olhava, Matt viu algo caindo na grama. Olhou para cima e não viu a origem do objeto, não tinha como terem jogado aquilo, a menos que tenham jogado de um avião. O garoto saiu de seu quarto e foi até lá onde havia visto ele cair. Viu um caderno no chão, ao toca-lo sentiu uma sensação estranha. Quando virou, percebeu que na capa dele, havia escrito duas palavras: Death Note.


Notas Finais


O próximo capítulo terá mais palavras.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...