História Decisões - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Kpop
Exibições 41
Palavras 1.506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eis aqui o cap mas fofo (minha opinião) dessa fanfic.

Capítulo 40 - A paz.


Fanfic / Fanfiction Decisões - Capítulo 40 - A paz.

*Kim Taehyung*

Não consigo acreditar que Suga hyung tenha terminado com a Hiyori. Por que ele fez isso? Eu não consegui ficar no quarto que todos estavam. Eu queria entender o que estava acontecendo e queria entender porque tudo isso estava acontecendo, mas não conseguia. Não consegui evitar as lágrimas, no momento em que ele deu a noticia só consegui pensar na Hiyori. Antes que os meninos voltassem, saí do quarto bem rápido e fui em direção ao quarto dela. Esperava que a Hiyori estivesse bem. Fiquei na frente da porta, pensando se batia ou não, devo ter ficado uns dois minutos lá, até que criei coragem e bati na porta, mas ela não respondia, instantaneamente a imagem da pequena se machucando veio á minha mente, bati de novo e esperei mas um pouco, sem resposta. Então resolvi mandar uma mensagem para ela.

*SMS On*

(V) – Pequena? Estou do lado de fora do seu quarto, por que voce não responde?

A resposta demorou um pouco a chegar, mas logo veio.

(Hiyori) – Tae? O que voce está fazendo aí fora?

(V) – Quero falar com voce. Saber se está tudo bem.

(Hiyori) – Espera só um pouco, que vou abrir a porta.

(V) – Ok, estou esperando.

*SMS Off*

Fiquei esperando do lado de fora, por cerca de oito ou dez minutos, até que Hiyori abriu a porta, ela estava com o cabelo molhado e os olhos vermelhos, sinal de que havia chorado muito, e também estava com um pijama que tinha vários pandas, ri quando vi aquela roupa. Não consegui evitar, fui abraça – lá, Hiyori era tão importante para mim, ela rapidamente correspondeu ao meu abraço e começou a chorar. Hiyori era apenas um ano mais nova que eu, mas eu sentia uma responsabilidade muito grande de cuidar dela. Nem sei por quanto tempo ficamos parados abraçados, eu poderia ficar ali para sempre, tudo para ver ela sorrir novamente. Depois de um tempo nos soltamos, ela olhou para mim enxugando suas lágrimas, o que claro estava sendo em vão.

(Hiyori) – Por que está aqui?

Ela perguntou indo em direção a porta e a fechando.

(V) – Vim ver como está. Suga hyung nos contou o que eu houve... estou triste por isso Hiyori.

(Hiyori) – Ah Tae, não precisa ficar, eu vou superar isso.

(V) – Voces se amam, eu não entendo por que isso está acontecendo.

Falei para ela e nos sentamos um de frente para o outro na cama dela.

(Hiyori) – Nem eu, mas se está acontecendo, tudo bem, apenas devo aceitar.

(V) – Hiyori...

(Hiyori) – Tae, eu amo o Yoongi, voce sabe disso não é? Amo o suficiente para deixa – lo ir.

(V) – Entendi, voce tem razão. Mas o que vai acontecer agora? Quer dizer, voces vão ser amigos ainda não vão?

(Hiyori) – Espero que sim Tae.

(V) – Pequena vai dar tudo certo, apenas relaxa.

Abracei a novamente.

(Hiyori) – Obrigado Tae, obrigado por estar comigo.

(V) – Estarei sempre com voce. A propósito, amei seu pijama.

(Hiyori) – Sério? Eu gosto muito de pandas.

Ela falou rindo.

(V) – Isso, consegui lhe fazer sorrir. Ah eu ganhei meu dia.

Falei me deitando e colocando meus braços atrás da cabeça. Hiyori riu muito, eu gostava de ver ela assim, sorrindo. Passamos um bom tempo conversando, falando das nossas vidas e planos para o futuro.

(Hiyori) – Voce quer comer alguma coisa?

(V) – Tipo o que?

(Hiyori) – Não sei, qualquer coisa.

(V) – Sorvete?

(Hiyori) – Sorvete então, vamos no refeitório ver se tem algum.

(V) – Vamos.

Saímos do quarto, Hiyori saiu de pijama mesmo, ela nem estava ligando para isso. Chegamos ao refeitório e não tinha ninguém, era um pouco mais que 22:00. Ela foi na geladeira procurar o sorvete. Recebi uma mensagem do Jimin, perguntando onde eu estava.

*SMS On*

(Jimin) – Onde voce está?

(V) – No refeitório, com a Hiyori, procurando sorvete.

(Jimin) – Hahaha, ok. Como ela está?

(V) – Bem.

Derrepente ouvi a Hiyori me chamando

(Hiyori) – Tae, não tem sorvete aqui.

(V) – Sério? Ah droga. Deixa para depois então.

(Hiyori) – Eu quero sorvete, já sei vamos comer fora.

(V) – Voce está falando sério?

(Hiyori) – Claro, hoje é sexta feira.

Mandei uma mensagem para Jimin, dizendo que ia sair. Ele falou ok, e disse para eu ficar bem.

Precisava pedir ao manager Sejin permissão para sair com a Hiyori.

(Hiyori) – Voce vai?

(V) – Se o manager deixar, sim.

Mandei uma mensagem para ele perguntando, a resposta demorou uns dois minutos e quando chegou quase gritei de felicidade. Ele tinha deixado, e me disse para tomar cuidado. Mandei um ok, falando que ia ficar bem.

(Hiyori) – E aí?

(V) – Ele deixou.

(Hiyori) – Oba, vou trocar de roupa. Me espera um pouco.

(V) – Tudo bem, mas preferia que voce fosse de pijama.

(Hiyori) – Bobo.

Quando Hiyori subiu para o dormitório dela, peguei um casaco e uma mascára que havia na sala de estar e fiquei esperando. Não demorou muito para ela chegar. Ela estava de vestido e sapatilhas e tinha amarrado o cabelo, simples mas linda.

(V) – Voce está linda.

(Hiyori) – Obrigado Tae, vamos colocar as máscaras para não sermos reconhecidos.

Colocamos nossas máscaras e casacos e saímos da Big Hit. Estava fazendo 0 graus e para a nossa sorte não havia ninguém na rua. Nós iriamos comprar nosso sorvete e procurar um lugar calmo para comê – lo. Chegamos a uma loja 24 horas e entramos, acenamos para o rapaz que estava no caixa, lendo um mangá e fomos procurar nosso sorvete.

(V) – Quero de chocolate.

(Hiyori) – Aqui, achei. Podemos comprar mais coisas.

(V) – Salgadinhos e refrigerante.

Fomos procurar os salgadinhos e os refrigerantes. Colocamos tudo o que queríamos em uma cesta e fomos para o caixa. Tudo tinha dado cerca de 12,57 wons. Pagamos e saímos.

(Hiyori) – Para onde nós vamos?

(V) – Tem o rio Han, acho que não tem ninguém lá a essa hora. Podemos ficar lá, é iluminado e tem bancos para sentarmos.

(Hiyori) – Não é longe daqui, só vamos andar por uns cinco minutos.

Ficamos andando e conversando. Chegamos em um praça que tinha perto do rio. Eram 22:36 da noite, e por estar muito frio não havia ninguém em lugar nenhum, além disso era sexta feira e a maioria do pessoal ou estava em casa ou bebendo em algum bar. Tiramos tudo de dentro da sacola e colocamos na mesa, havia pouca iluminação e achamos isso ótimo por que assim ninguém nos reconheceria no escuro. Começamos pelos salgadinhos, compramos todos de sabores diferentes e fomos experimentando cada um. Vários sabores diferentes se misturavam na nossa boca e rimos muito por isso. Quando comemos todos os salgadinhos e bebemos o refrigerante, partimos para o sorvete. Comemos várias vezes e muito rápido e por um momento nossos cerébros pareceram congelar.

(V) – Meu Deus, isso dói.

(Hiyori) – Culpa sua Tae.

Ela falou rindo e comecei a rir também. Estava feliz por ela estar bem, e sorrindo. Hiyori começou a tirar os pedaços grandes de chocolate que tinha no sorvete e a comê – los.

(Hiyori) – Eu amo chocolate, é a melhor coisa que já criaram.

Ela falava sorrindo, peguei um da mão dela e comi.

(V) – Sabia que Jin hyung não gosta de chocolate!?

(Hiyori) – O que? Sério? Nossa, ele estar perdendo o sabor de um dos maiores prazeres da vida.

Comecei a rir. Hiyori falava do sorvete como se ele fosse uma pessoa.

(Hiyori) – Ele é lindo, olha. Que coisa perfeita. O Sr. Ice Cream.

(V) – Sr. Ice Cream? Não acredito que voce deu nome para o sorvete.

(Hiyori) – Dei sim, o que tem? É legal.

(V) – Voce é a pessoa mais maluca que já conheci.

(Hiyori) – Falou o super normal.

Continuamos rindo e conversando, eu estava feliz por ela está feliz. Depois que comemos tudo, colocamos as embalagens no saco e jogamos no lixo. Nos deitamos na grama, um ao lado do outro.

(V) – Hiyori?

(Hiyori) – Huum?

(V) – Voce sente falta do Japão?

Ela demorou para responder.

(Hiyori) – Um pouco. Quer dizer, sinto falta dos meus pais e da senhora Abe.

(V) – Senhora Abe?

(Hiyori) – É, ela é minha melhor amiga lá. Foi ela que me ligou dando a noticia do falecimento dos meus pais.

(V) – Entendi. Ahh... voce não pensa em ir lá de novo?

(Hiyori) – Sinceramente... depois que meus pais faleceram e depois do que Kaguya fez... não sinto vontade de voltar de forma alguma.

(V) – Eu sabia. Seu país é incrível pequena.

(Hiyori) – Eu sei, eu amo o Japão e me orgulho de ser japonesa. Mas... eu estou feliz aqui na Coréia, apesar de tudo que me aconteceu... estou feliz. Eu tenho voces afinal.

(V) – Que bom, fico feliz de ter lhe conhecido pequena.

(Hiyori) – Eu sou mais feliz. Por que tenho os melhores amigos do mundo.

Ela se levantou e me abraçou.

(Hiyori) – Te amo Tae.

(V) – Eu te amo Hiyori.

Nossa amizade era importante, eu não sei se aguentaria ver mas alguma coisa ruim acontecendo com ela. Tratei de afastar esses pensamentos e me concentrei em apenas estar com ela, naquele momento, a fazendo sorrir e esquecer nem que seja por uma noite os problemas pelo qual ela estava passando.

 

 


Notas Finais


Então gente, hj eu tô muito triste por conta do que aconteceu com o time da Chapecoense, sei que não tem nada haver com a fic e tudo, mas eu torço para esse time, eu amo futebol e eu estou muito abalada, por isso peço que rezem ou orem, e se não tiverem nenhuma crença apenas mandem forças para as familias, amigos, torcedores e sobreviventes do acidente. Esse ano está muito ruim, e torço para que ele acabe logo, então espero que compreendam, eu precisava falar isso.
Aproveitem o cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...