História Decisões - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Frosch, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Minerva Orland, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Rufus Lore, Sting Eucliffe, Yukino Aguria
Tags Decisões, Drama, Fairy Tail, Interativa, Lucy X Sting, Rogue X Lucy, Rolu, Stincy, Sting X Lucy X Rogue, Sting X Rogue, Traição, Triângulo Amoroso, Yaoi
Visualizações 457
Palavras 1.804
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii gente!!
Finalmente consegui escrever mais um capítulo, era pra ter saído mais cedo, mas acabei esquecendo do computador, e só agora que cheguei em casa pude terminar.
Acabei de descobrir como planejar o capítulo antes de escrever é maravilhoso ashahshah
Muito obrigada aos 90 favoritos e a todos os votos que vocês vem dando, estou amando que estão gostando de participar da minha ideia maluca hehe!! <3
Estou sem tempo de revisar, mas logo o farei, por isso não se importem caso algumas palavrinhas mudem no capítulo!

Boa leitura!! \o/

Capítulo 6 - Verdadeiros amigos


Eu decidi participar do exame classe S!

Afinal, por que não? Levaria alguns meses, eu poderia treinar meu poder mágico durante esse tempo e tentar uma chance. O pessoal da Saber aparentava muito forte, então seria complicado, mas não desistiria antes de experimentar.

- Blonde, os clientes já deixaram o dinheiro na guilda! – Sting me tirou de pensamentos.

- É Lucy! – insisti, poxa, ele era muito como o Natsu, que custava me chamar pelo nome?

- E você me chama de Abelha. – sorriu vitorioso.

Ok, não podia ir contra. Além de que eu tinha mais o que fazer, pois agora que tinha o dinheiro poderia comprar um apartamento e finalmente me estabelecer na cidade! Embora isso me dava um aperto no coração, lembrava-me do mestre Makarov dizendo para eu dar só um tempo e depois voltar, mas depois de tudo eu já não tinha vontade.

Talvez voltasse só para jogar na cara daqueles três irritantes quem são os fracos. Na verdade isso era uma ótima ideia... ultimamente eu estava pensando bastante nisso, mas conseguia afastar essas coisas da minha cabeça facilmente desde que conversava com Sting e Rogue, ambos chamavam muito minha atenção.

- Depois de comprar o apartamento irá a guilda ficar um pouco? – Rogue me tirou dos pensamentos, era meio estranho o ver perguntando algo do tipo visto que ficava o tempo todo quieto.

- Acho que sim, vai ser divertido! – sorri meio sem graça.

Por eu ter que ir buscar o pagamento na guilda, fui caminhando com os dois até lá tranquilamente como se os conhecesse há muito tempo.

- Oe Blonde, por que você saiu da Fairy Tail exatamente?

- Briguei com Natsu, Gray e Erza. Eles não estavam mais indo em missões comigo por me acusarem de atrapalhar. Fiquei puta com o descaso deles e sai daquele manicômio. – contei sem vergonha nenhuma de dizer a verdade. – Eles mentiram pra mim por muito tempo, estou cheia disso.

- Tá com cara de quem quer se vingar! – a Abelha soltou um sorriso maldoso.

- Vou mesmo! E estou longe de me arrepender disso!

- E como pretende? – Rogue entrou na conversa vingativa, me deixando de fato pensativa.

Eu entendia sua pergunta, se eu me vingasse devolvendo na mesma moeda não seria diferente deles. Por sorte esse tipo de vingança já não passava mais por minha mente.

- Minha vingança será os fazer se arrepender, não necessariamente usarei algo violento, e eu não vou voltar. No mínimo vão ficar por muito tempo sentidos pela besteira que fizeram comigo. É simples.  – expliquei um tanto ressentida, caramba, eu não conseguia odiar aqueles três tanto quando queria. Escutei Rogue fazendo um som, mostrando que tinha entendido.

Ficamos em um rápido silêncio, não que estava incomodando, eu realmente gostava da presença dos dois e tão pouco tempo. Notei que Sting deu uma risadinha pelas narinas e assim sorriu enquanto colocava as mãos atrás da cabeça.

- O que é engraçado? – fingi ficar desconfiada, mas estava mais curiosa.

- Não é engraçado, só tô feliz que você disse que não vai voltar pra lá! – disse, me fazendo ficar com a cara abobada e até meio ruborizada. Ele é muito fofinho, meu Deus.

- Sou obrigada a concordar. – sorri besta de feliz. – Tenho certeza que vou amar ficar na Saber!

Ambos sorriram com minhas palavras.

 

“Tenho certeza que vou amar ficar na Saber!” Uma frase que disse há tanto tempo. Eu não podia estar mais certa quando falei sobre isso. Embora houve muitos desafios até que eu chegasse aonde estou...

Contando a história que eu decidi contar.

 

Não muito tempo depois chegamos à guilda. Meio apressada fui à sala do mestre com Sting, peguei o dinheiro e corri para comprar um apartamento, estava ficando tarde e eu não queria passar a noite em qualquer outro lugar que não fosse na minha casa.

Em uma pesquisa rápida, encontrei um apartamento à venda em um prédio de seis andares, infelizmente era meio longe da guilda, mas era o mais acessível para mim no momento, então logo fui falar com o proprietário que estava em uma das salas do térreo. O senhor me atendeu e assim nos sentamos em uma mesa com duas cadeiras.

- Quanto custa este? – apontei com o dedo para o apartamento que queria, ficava no terceiro andar.

- 280.000 Jewels. Ele já é mobiliado e já está com o primeiro aluguel incluído.

Que sorte grande há minha! Não esperava que pudesse encontrar um mobiliado, ainda me sobrava dinheiro para fazer algumas comprar, o que era mais do que ótimo. Sorri mais uma vez animada pela sorte,

- Quanto é o aluguel?

- 80.000 Jewels.

Ok, era só um pouquinho mais caro que o apartamento antigo de Magnólia, mas com toda certeza ainda valia a pena.

- Posso pagar à vista e já ficar ainda hoje? – perguntei meio receosa, ia ser um problema se ainda tivesse que esperar por causa dessas malditas burocracias.

- Se for à vista pode sim, só irei preparar os documentos antes. Devo demorar algumas horas.

Com negócio fechado, apertamos as mãos e eu entreguei o valor em dinheiro vivo. Por fim saí do prédio, olhei um pouco para cima e visualizei minha nova casa, tinha adora a vizinhança e apesar de ser meio longe da guilda, ainda tinha alguns estabelecimentos bem perto.

Andei mais uma vez para a guilda, tinha dito que iria. Quando cheguei fui surpreendida que estava cheio de pessoas no hall da guilda sentados em um círculos, entre eles estavam Abelha, Rogue, Yukino, Orga e Rufus.

Se era de minha memória, estava faltando uma pessoa, mas perguntaria sobre ela depois. Fui convidada a fazer parte do círculo, e então Sting e Rogue deram um espaço entre eles, onde me sentei.

- Seja bem-vinda, Lucy-sama! – Yukino me cumprimentava com um olhar muito fofo. Sorri para ela de orelha a orelha, decerto seria uma grande amiga no futuro.

A mesma frase foi dita pelos outros. No começo eu estava meio tímida, era tanta gente nova, embora eu os conhecesse por nome, nunca tinha falado tanto assim com os outros. Mas conforme foi passando os minutos naquela roda, vi como eram todos animados e amigáveis uns com os outros. Incrivelmente conseguiam se mostrar amigos facilmente sem precisar destruir a guilda inteira ou fazer baderna, como certa outra guilda vive fazendo. Claro que tinham cara de festeiros, mas sabiam se controlar minimamente ao meu ver, e eu adorei isso.

Eles eram tão iguais à Fairy Tail, mas conseguiam ser tão diferentes.

Tão verdadeiros uns com os outros...

 

(...)

Já era noite quando terminamos de conversar, bebemos um pouco, mas nada exagerado; falamos mil e uma bobagens e foi muito divertido.

- Amanhã venham cedo que eu irei dar mais informações do exame classe S! – a Abelha anunciou, e todos concordaram.

Despedi-me de todos com um aceno geral e corri para meu novo apartamento depois de pegar minhas malas que tinha deixado na guilda. Muito provavelmente o documento do apartamento já estava no meu nome, assim como já teria as chaves.

E eu estava certa sobre isso também! Agradeci ao proprietário e subi para o andar que eu moraria.

Entrei no apartamento, era uma belezura, sério, tinha tudo o que eu precisava, cores agradáveis e até uma escrivaninha onde eu poderia continuar escrevendo meu livro. Sentei-me um pouco na cama e fiquei avaliando o lugar por algumas vezes.

Fui tomar um banho, tinha uma banheira maravilhosa lá e por isso estava ansiosa para relaxar por alguns longos minutos e esquecer das minhas preocupações. Iria finalmente descansar daquela missão.

Nem queria imaginar se tivesse ido com aqueles três idiotas, feririam as crianças provavelmente, não em esperariam investigar e já fariam uma grande merda. Seria péssimo, não queria nem pensar nisso, por isso balancei a cabeça tentando parar de pensar sobre.

Terminei de tomar banho, me sequei rapidamente para dar uma boa deitada naquela cama e dormir que nem uma pedra, por isso também coloquei meu pijama rápido que estava um tanto pequeno, mas eu estava sozinha, então não importava.

Sai do banheiro.

- Yo, Blonde! – levantou a mão, sentado em uma poltrona.

- KYAHHHHHHHHHH!! – gritei desesperada.

Só com isso ele parou para olhar para mim, não foi nem um segundo para seu rosto se fixar em mim e começar a avermelhar.

- Nem ouse! – falei alto, o jogando uma almofada bem na cara.

- Ah! Eu não tava pensando merda nenhuma! – tinha a voz abafada pela almofada, óbvio que era uma mentira, mas estava segurando o objeto no rosto depois que eu joguei tentando provar o contrário.

- Enfim, como você sabe onde eu moro?!

- Eu segui seu cheiro, ué. – disse normal, mas de certa forma me fez sentir uma vergonhazinha. – Vim perguntar se você não quer fazer uma missão daqui alguns dias comigo e com o Rogue, quando já estiver descansada é claro!

Meus olhos se arregalaram de imediato, um mestre de guilda me chamando para uma missão? Como se eu fosse forte o suficiente para acompanhá-lo com o Rogue? Só sei que demorei a responder, eu estava surpresa demais para isso, então o Sting tirou a almofada para ver porque do silêncio.

- O que foi? – questionou inocente.

- Nada... – desviei o olhar com um sorriso um tanto triste.

Por deixar de encará-lo, nem vi quando a Abelha levantou e ficou frente a frente comigo, corei imensamente por não conseguir deixar de encará-lo.

- Você é forte, Blonde! E não é só por isso que estou lhe convidando! – sorriu imensamente, e inevitavelmente conseguiu me fazer sorrir também.

- Obrigada. – murmurei tímida.

- Bom, então eu já vou! – avisou já na janela, se despedindo com a mão e pulando.

- Use a porta! – gritei, mas só recebi o eco suas risadas já no térreo em troca.

Foi aí que me lembrei de um detalhe, eu estava tão animada com a conversa na guilda aquela hora, que até me esqueci de perguntar sobre algo.

“Depois me lembro de perguntar” Pensei voltando a deitar.

Novamente sozinha, mas era um solidão gratificante, podia descansar tranquilamente! Virei de lado pronta para dormir, contudo me bateu uma baita fome e acabei cedendo à vontade de comer algo bem gostoso e depois dormir de barriga cheia.

Preparei então um lanche simples. Sentei na mesa e dei algumas mordidas.

Estava quase acabando quando, de repente, escutei baterem na porta. Ia falar alto perguntando quem era, entretanto minha voz se calou imediatamente.

A pessoa por detrás da porta tinha um grande poder mágico. Parei imediatamente de comer, deixei o lanche no prato e fui olhar pelo olho mágico antes.

Estava quebrado! É sério isso?! Eu não conseguia distinguir quem era.

E então me veio uma decisão a se tomar.

Abria a porta sem saber quem era ou saía pela janela do mesmo jeito que Sting, fingindo que não tinha ninguém em casa?


Notas Finais


Espero que tenham gostado! <3
Irei me esforçar para manter os capítulos nesse intervalo de tempo, pois estou bastante ocupada ultimamente, mas não posso atrasar os capítulos por aqui!

Pois bem, o que vocês fariam numa situação dessas?

Votem!

Até a próxima :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...