História Deep Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, BtoB, EXO, Girls' Generation, Got7, I.O.I, Monsta X, Red Velvet, TWICE
Tags Joyri, Seulrene
Exibições 49
Palavras 1.418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E aqui está eu postando mais um capítulo, fazer o que... vicio em escrever essa fanfic.
Enfim, como sempre, boa leitura e ignorem os erros! ❤

Capítulo 5 - Chaeyeon...


Fanfic / Fanfiction Deep Love - Capítulo 5 - Chaeyeon...

Kim YeRim

— Yeri...

Chaeyeon vinha em minha direção. Ela usava um moletom preto com detalhes brancos, seu cabelo perfeito e sua pele lisa, ela deu um sorriso, seus dentes eram incrivelmente perfeitos.

OK, eu me apaixonava muito fácil, mas...quem não se apaixonaria? E saber que JUNG CHAEYEON estava afim de mim, eu fui no céu e voltei.

— Olá, Chaeyeon! – fui sorridente até a garota.

— Primeiro, eu queria pedir desculpas... a Somi, bem, ela é fofoqueira! – ela deu uma risada — Ela ficou tão empolgada, ela disse que você era uma menina tão legal e que estava tão feliz, enfim...esse foi o resultado.

Eu segurei sua mão, por impulso, na verdade, eu só queria dizer algo.

— Ei, não precisa explicar! Mas, você realmente quer sair comigo? – eu sorri.

A garota abriu um sorriso, e que sorriso lindo. Yeri, você vai se apaixonar. Yeri, você vai se apaixonar. Yeri, você vai se apaixonar.

— Claro que quero, né. Entrei na aparelhagem só pra chegar em você... – ela abaixou a cabeça sorrindo.

E eu, óbvio, achei aquilo a coisa mais linda e fofa do mundo.


Park SooYoung

YeRim estava sem falar comigo, eu sei que eu fui uma péssima melhor amiga, mas, que exagero! Sinceramente... eu estava saindo com Sungjae há semanas, mas, estava esperando ele me pedir em namoro pra contar a YeRim. 

— Então, Joy...a YeRim ainda está sem falar com você? – eu caminhava com Sungjae pela escola.

— Está! – suspirei — A escola inteira tá falando dela e da Chaeyeon, ela só gosta de gente popular, incrível...

— E todos os "populares" dão mole pra ela – ele riu — YeRim é incrível, ela atrai muita gente. 

— Você está se sentindo atraído por ela, Sungjae?! Tá rasgando mo seda! – brinquei rindo.

— Eu tô me sentindo atraído por você, isso sim... – ele me puxou pela cintura.

Não contiver um sorriso, segurei seu rosto e lhe dei um selinho.

— Ô, vocês dois aí! Podem se soltar! – o professor de espanhol, Sr.Mário González nos chamou a atenção. Eu tinha medo dele, porque na infância, eu e YeRim roubavamos maçãs no quintal dele. Me dá raiva só de lembrar dela, por que ela tem que ser tão cabeça dura?

Sungjae deu uma risada e continuamos a caminhar, haviam várias pessoas cochichando e eu só escutava "Yeri e Chaeyeon", POR QUE A YERIM TINHA QUE FICAR SE ENVOLVENDO COM GENTE POPULAR? 

Mais alguns minutos caminhando pelo corredor e ouvindo Sungjae falar de The Flash, me deparei com uma cena, e ali entendi tantos cochichos.

YeRim e Chaeyeon estavam conversando no corredor. Eu não sei porquê, mas, não me senti feliz ou bem com aquilo. É claro, eu sabia que a YeRim se apaixonava até por um poste se deixasse. 

— Elas são bonitas juntas, né... – Sungjae comentou.

— Não, definitivamente, não. – cruzei os braços.

— Que isso, Joy? – ele me olhou confuso.

— Ah...ela combina mais com a Momo, é isso! – cocei a nuca tentando disfarçar. Nem eu entendi o que foi aquilo. 

Assim que me viu, YeRim tratou de puxar Chaeyeon para outro lado. Revirei os olhos instantaneamente. Sungjae estava cada vez mais estranho, ele deve estar pensando que eu tô com ciúmes, ou sei lá...


Kim YeRim

SooYoung me olhava junto com aquele namoradinho dela, eu já estava cheia de platéia, não precisava de mais. Puxei Chaeyeon até a biblioteca para marcamos um encontro, que estranho...marcar um encontro. Eu sei que eu sou a maluca das paixões, mas...nunca tive um encontro de verdade.

Eu só me condenava o tempo todo por já está dando brecha pra Chaeyeon entrar no meu fraco coração. Quando chegamos na biblioteca, ela me levou no lugar mais reservado possível. 

— Então, a gente pode se encontrar aonde... – ela dizia com um sorriso nos lábios. 

Ah, Kim YeRim, você vai se apaixonar. DE NOVO.

— Que tal, no cinema? É meio clichê, mas, todo mundo gosta de cinema. – dei um sorriso.

— É um lugar romântico. – eu fiquei tão vermelha quando ela disse isso, poderia virar marca de tomate Yerim's Tomato Extract.

— É-é... romântico! – eu gaguejei, nem eu acreditei na hora que isso aconteceu. 

Logo me recompus, eu não era garota de gaguejar e nem ficar vermelha.

— Amanhã é sexta, que tal? Às 17h, no shopping? – ela colocou uma mecha de cabelo pra trás da orelha.

— Pode ser, te busco em casa? – sorri.

— Eu te busco. – ela falou se levantando.

Foi uma frase tão autoritária, parecia que ela tinha dois lados, droga YeRim...você já tá gamando

(...)

— YeRim tem um encontro! – Seulgi gritava em meu ouvido enquanto Irene comia batatas.

— Com uma das minas mais linda do colégio! – Irene falava daquele jeito Irene.

— Uma das mina mais o que, Irene? – Seulgi se virou pra garota.

Me levantei rindo.

Casal 15, não começa, não! – falei rindo.

— Sem essa, YeRim! – elas falaram juntas.

Irene olhou por cima do meu ombro.

— Olha quem tá vindo aí – ela disse.

Seulgi ficou quieta. Me virei e era...Joy e Sungjae.

— Tenho que ir encontrar Wendy e ChanYeol, fui. – assim que eles chegaram a mesa, eu comuniquei já saindo.

Dessa vez, eu não queria fazer as pazes com Joy tão cedo! Estava disposta a focar em Chaeyeon, e passar o máximo tempo possível com Chanyeol e Wendy. Porque Irene e Seulgi sempre estavam com Joy e Sungjae. 

No meu caminho até ChanYeol e Wendy, Momo me parou. Eu tinha nutrido sentimento por ela uns 6 meses da minha vida, e nutria até 3 dias atrás. Eu me desencanto na mesma velocidade que me apaixono, é incrível.

— Ei, Yeri! – ela veio até a mim, estava acompanhada de Mina.

— Olá, Momo – dei um sorriso.

— Tô sabendo de você e da Chaeyeon... – ela olhou pros lados.

— Ah, a escola toda tá sabendo, mas, não rolou nada entre nós ainda... – dei uma risada sem graça.

— Nessa escola, as coisas correm rápido, você sabe – ela deu uma risada. — Bom, eu só queria comentar isso. Você é linda e ela também, que sorte das duas! – ali eu notei algo como "por que diabos você não saiu comigo também?", eu me fazia a mesma pergunta todo dia.

— Você também é linda, Momo! Obrigada – olhei pra Mina e depois pra ela.

— Fica bem aí, curta essa sua nova aventura com a Chaeyeon! Vamos, Mina – ela acenou sorrindo e se retirou.

Agora, só faltava o Wonho aparecer pra completar o ciclo!

(...)

— Então, a Momo parou pra te falar isso? – Wendy perguntava rindo.

— É, ela fez isso! – peguei batatas do Chanyeol.

— Engraçado a Momo vim te dar mole quando você desencana dela – Chanyeol disse rindo.

— Ela não veio me dar mole! – eu bati em seu ombro.

— Eu não entendo como chove tanta gente gata na sua horta, Yeri. Você é tão fechada! – Wendy dizia com seu copo de coca-cola na mão.

— Porque a Yeri é gata, Wendy. Pessoas gatas gostam de sair com pessoas gatas, só que a Yeri atrai muitas pessoas gatas porque ela é uma pessoa gata excluída da Elite Pessoas Gatas – Chanyeol explicava.

— É, isso faz sentido! Até que você pensa, ou não pensa, porque você faz parte da Elite Pessoas Gatas, mas gosta de andar com a gente – ela falou pensativa.

— Só ando porque tô afim de você – ele disse sério, Wendy a olhou séria, eu fiz cara de passagem e ele começou a ri, arrancando risadas de nós duas.

13h20

Depois de um banho gelado, comida e roupa confortável, eu estava deitada em minha cama. Decidi pegar o notebook, pra ver se havia alguma coisa da NVWO616.

YeRim, você está ficando pirada em esperar por coisas dessa brincadeira chata da internet.

Pensei. Abri a Deep Web, pra minha surpresa, não havia nada ainda. Pensei mais um pouco "see you tomorrow", então, deve ser amanhã mesmo, essa mensagem foi enviada às cinco da manhã. Fechei a guia e abri o Google Chrome, digitei Netflix.com e passei a tarde vendo Carros. Não sei porquê, mas queria relaxar um pouco, decidir descer para comer algo.

— EU NÃO AGUENTO MAIS ISSO, SUHYUN. ESSES SUMIÇOS!  

Era meu pai gritando, pra variar, havia um mês já que essa casa virou campo de guerra. Eu tinha certeza, minha mãe estava traindo meu pai, e acho que ele também tinha. Decidi que não ficaria mais naquela casa e subi rapidamente, não aguentava mais tanta gritaria. Me dava dor de cabeça, chamei Wendy e ChanYeol para sair. Peguei as chaves de casa e o meu celular, disquei o número de Wendy e fui para varanda.

"Alô?"

"Vamos sair, chama o ChanYeol"

"Oi pra você também"

"Vamos logo!"

Desliguei o telefone, estava sem paciência. Essas brigas do meus pais tinham essa capacidade. Mandei uma mensagem pra Wendy avisando que esperaria ela no Burguer King. Fui andando, ou melhor, me arrastando até o BK.

— YERI!!!




Notas Finais


Obrigada por ler! Até a próxima ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...