História Degrassi - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bridgit Mendler, Jensen Ackles
Personagens Personagens Originais
Tags Daniela, Kauan, Kevin, Maria, Matheus, Miguel, Silva
Visualizações 3
Palavras 610
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Elementar


Estavam todos reunidos na recepção, os meninos, Ann, Emma e alguns policiais, eles olham para frente e Maria chega com vários envelopes na mão

- Que orgulho dela, parece uma advogada. É minha namorada - Matheus fala cutucando o braço do policial que estava ao seu lado

Maria entra atrás do balcão de recepção

- Aposto que todos vocês sabem por que estamos aqui agora - Maria fala colocando os envelopes sobre o balcão

- E todo mundo quer saber quem matou Kauan e Daniela, acaba logo com essa porra de mistério - Miguel fala nervoso

- Peço para que levante a mão quem achou que foi a senhora Ann Carter que matou ambos 

Todos os meninos levantaram as mãos, Ann olha para eles e começa a sorrir

- Que hipocrisía - Ela fala rindo

- Pois a assassina de Kauan e Daniela nunca foi Ann, eu suspeitava dela, eu confesso. Até que juntei todas as provas e me levou ao verdadeiro culpado... Emma

Os policiais se levantam, pegam nos braços de Emma e colocam algemas nela

- Como chegou a esse ponto? - Matheus pergunta se levantando surpreso

- Simples, Kauan morreu de overdose, sendo que Kauan e Daniela tomaram a mesma quantidade de pico. No dia que fomos procurar arquivos provando se Kauan era ou não casado com Denise eu vi vários tipos de drogas no carro de Emma. E no mesmo dia percebi que no dia do assassinato de Kauan, Emma não estava molhada, mas estava com os pés sujos de lama, ela trocou de roupa para ninguém perceber. Sobre a Daniela, foi veneno de cobra, se bem que no começo Emma cortou os pulsos de Daniela para parecer que foi suicídio pela surpresa de seu namorado ser casado, mas ela se esqueceu da autópsia. E quando constatou veneno de cobra, não tinha duas picadas em seu pescoço e sim um furo como Miguel havia observado bem. E alguns dias depois Emma nos revelou que é formada em biologia, somente alguém com essa formação saberia como tirar veneno de uma cobra, já que faz algum tempo que não tem cobras por aqui. Agora o motivo para matá-los eu não sei

- Eu não queria matar eles, queria matar Ann. Depois que ela descobriu que meus empregados eram usuários de droga ela iria arruinar a minha pousada. Vi que alguém pegou meu carro, entrei no porta-malas e preparei uma substância forte de heroína, quando sai do carro, apliquei em Kauan pensando ser Ann. No dia do veneno, sabia que Ann iria querer usar o banheiro, então fui ao mais próximo e me escondi atrás da cortina com a seringa cheia de veneno, quando ouvi a porta abrir coloquei a seringa em um tubo e assoprei, quando vi acertei Daniela, então peguei uma navalha que estava em cima da pia e cortei seus pulsos

Ann começa a fotografar tudo, os policiais levam Emma para fora da pousada, aquilo era o fim, Maria e Ann começam a se encarar

- Ann, sinto muito por ter duvidado de você 

- Você fez o certo, investigou

- Infelizmente agora estou sem emprego 

- Como assim? Vocês foram ótimos investigadores, entrei em contato com o meu chefe por e-mail enquanto estava falando sobre o caso de Emma, eu filmei você e ele quer todos vocês trabalhando para o jornal

- Você está falando sério? - Maria pergunta animada 

- Claro! 

Ela olha para os meninos, dava para ver a empolgação em seus rostos

- Então vamos! 

A felicidade de Maria e seus amigos estava começando, todos eles iriam ter um trabalho digno, e nenhum deles iria precisar de voltar para os Estados Unidos



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...