História Deixa eu amar você - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Gune, Malhação
Visualizações 704
Palavras 919
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores!! Eu sei que essa é uma fic Gunê, mas eu disse que aqui teria Jotellen, e como na novela não dão nenhuma chance pra eles desenvolverem eu decidi fazer esse bônus.
Vai ter Gunê também, depois, fiquei tranquilos kkkkkkk
Beijinhos *-*

Capítulo 16 - Bônus: Jotellen


Fanfic / Fanfiction Deixa eu amar você - Capítulo 16 - Bônus: Jotellen

Ellen 

Cheguei atrasada na festa, estava vestida de mágica, com direito a cartola e tudo. Keyla já tinha me mandado várias mensagens. Cheguei na festa e fui direto falar com as meninas. Vi q Lica e Tina não estavam com a cara nada boa. 

- O que aconteceu? - Perguntei preocupada.

- O Guto, ele foi meio irônico com a Benê, disse que esperava que ela tocasse. 

- Mas ele super incentiva ela, porque faria isso agora? 

- Porque ele ta com ciúmes dela com o Luca, o gatinho do grupo de apoio, que é gato mesmo. - Disse Tina.

- Querendo ou não a Benê tem um ótimo gosto. - Disse Lica, nos fazendo rir. - Eu espero que ela fique bem sabe, a Benê é sensível demais. Pelo menos o Luca Lindo foi atrás dela. - Lica Completou. 

- porém, a Clara já ta lá dando bote no Guto, olha aquilo. - Tina apontou e vimos Guto e Clara dançando se é que aquilo podia ser chamado de dança. Ela se esfregava nele, que parecia estar um pouco...assustado. 

- A roupa da Clara ta super combinando com ela. - Disse lica debochada e eu percebi que ela tava de bruxa. Tive que concordar. Vimos Benê começar a tentar imitar os passos dela com Luca. - o que ela ta fazendo? - sussurrou Lica.

- Não faço ideia. - Disse pra ela, preocupada. 

Vimos Benê sentar logo em seguida e suspiramos aliviada. O tal Luca parecia ser bem simpático com ela, eu até que tinha começado a gostar dela com o Playboy, mas eu tenho medo dele fazê-la sofrer. Fio apareceu no palco. Nós dois estávamos bem distantes. 

- Com vocês a aniversariante mais gata do mês, Keyla Maria e as Garotas do Vagão. - fomos até o palco e minha preocupação com relação a Benedita aumentou. Enquanto arrumava os equipamentos, a vi parada, estática. Vi Guto se aproximar e leva-la ao palco e soltei um ufa. Começamos a tocar: 

“O recado que deixaram julieta e romeu é que quem sabe do meu amor sou eu...”

A música terminou e foi um sucesso. Vi as meninas se afastarem: Benê foi falar com Guto, Keyla foi ver Tonico, Lica e Fleipe comentavam a apresentação e Tina prestava atenção no papo de Samantha e Anderson. Aproveitei e fui ao banheiro. Saí de lá e me olhava no espelho. Eu me orgulhava de mim, de ter amigas maravilhosas, uma família maravilhosa. Eu sei que sou inteligente, passei por muito preconceito e sei também que não agrado todo mundo. Lembrei do meu pai, e senti meu coração se aquecer e lágrimas se formarem nos meus olhos. Ouvi um barulho e me virei, esbarrando em alguém. 

- Ei Ellen eu nem vi que era você. - Disse Jota com uma fantasia hilária de Mário Bros. Eu tinha o visto, mas cheguei bem na hora da apresentação e não nos falamos. O Jota parece muito comigo, só que mais rico. 

- Oi Jota, eu te vi, mas cheguei meio atrasada. Maneira a roupa. - Falei o olhando de cima a baixo e ri. Ele riu de volta.

- Não sabia o que usar e o Juca me convenceu a vir de Mário e ele de Luigi. - Nós dois rimos. - Você tá muito... - do nada ele me virou de costas para si, como se quisesse me esconder algo. Fui virar, mas ele me puxou. - você...você ta linda. - ele dizia sem graça e eu sabia que ele tava me escondendo alguma coisa. 

- Obrigada. - Falei, sorrindo rapidamente e o virei na mesma posição, o pegando de surpresa. Vi Fio beijando uma garota e me surpreendeu não ligar tanto.

- Não queria que visse. - Falou, coçando a cabeça e eu achei fofo da parte dele querer me proteger. 

- Nós não estamos mais juntos. - Falei e senti que ele se alegrou. Afinal, ele gostava de mim? - Obrigada por se preocupar. - sorri e ele sorriu de volta, se aproximando.

- Que isso, eu me preocupo com você. - Ele acariciou meu rosto e eu estiquei meu sorriso. - o Fio é muito otário de te deixar escapar desse jeito sabia. - Ele disse e eu fiquei surpresa. - Se você fosse minha, eu ia cuidar de você. 

- Eu não sou objeto. - Falei séria, o fazendo ficar mais sem graça ainda.

- Eu sei... Eu disse no sentido de ser minha garota. - Ele disse tentando consertar. - Minha hacker...

Ouvir ele falar aquelas coisas faziam meu coração bater mais rápido e nós já estávamos bem perto um do outro.

- Jota...- Falei e ele ficou quieto. O beijei e ele se surpreendeu. Há algum tempo já queria isso, eu tinha atração pelo Jota, acho que desde que o conheci. Logo ele me abraçou pela cintura e me puxou mais pra si. Minhas mãos brincavam com seu cabelo loiro. Loiro, negra, café com leite. Ri internamente do meu pensamento. Nos soltamos.

- Uou isso foi...- Ele me encarava sorridente. 

 - Isso foi pra você não esquecer da sua hacker. - Falei rindo e ele se mantinha ali, parado. 

Saí andando e vi Keyla impaciente me chamando pra cantar parabéns. Fui correndo e recebi olhares suspeitos de Tina, será que ela tinha visto? 

Vi Jota se aproximar de Juca e não conseguia parar de olhar para ele, e ele fazia o mesmo comigo. Nossos olhos eram imãs e eu não estava nem um pouco afim de me desprender. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...