História Deixa Hyung? - JiKook One-Shot - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Visualizações 752
Palavras 2.199
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Lemon, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha que milagres, eu que deixei Jikook de lado, fiz um comeback rapidão pelo amor da minha vida a.k.a. Tyler.
É um presente de aniversário adiantado pro meu amorzinho lindo, que me pediu um fluffly com lemon do OTP dele <3
Te amo muito, amorzão <3
Nós somos Broderagem, viu?

Boa leitura o3o

Capítulo 1 - Capítulo Único - Jungkook e o amigo dele


Deixa Hyung?

...

Estava chovendo forte, as pessoas se escondiam de baixo de guarda-chuvas e entravam em lojas em busca de abrigo, era sorte não estar ventando, se não os guarda-chuvas não resistiriam.

 Jungkook corria no meio da chuva, agradecendo por ter um namorado atencioso que lhe disse para comprar uma mochila impermeável para estas ocasiões. Ele usava sua jaqueta de couro sintético numa falha tentativa de se proteger, por sorte logo chegaria em casa. O rapaz passava por um pequeno parque quando um som lhe chamou a atenção, fora um som baixo de um pedido de ajuda vinda de uma caixa de papelão coberta por uma sacola totalmente encharcada. O garoto se aproximou da caixa e levantou com cuidado o plástico que a cobria, vendo um filhote de gato todo molhado e chorando, com dó, ele recolheu o gatinho em seus braços e voltou a correr da chuva.

 -Jimin, cheguei! - Anunciou em tom alto ao chegar em casa, foi se livrando dos sapatos enquanto escondia bem o animalzinho nos braços. - Você poderia me trazer duas toalhas? - Pediu, ouvindo um 'já vai' em troca.

 - Para que duas? - Disse o rapaz de cabelos rosas, desbotados, com os panos felpudos em mãos e uma expressão de preocupação. - Eu falei para você levar guarda-chuva! Você nunca me ouve!

 -Desculpa Hyung! - Pediu com um sorriso envergonhado no rosto.

  Com cuidado, ele pegou uma das toalhas e embrulhou o gatinho nela.

 -Jeon Jungkook, me diz que você não trouxe um gato para casa! - Jimin disse, numa expressão brava que se completava com as mãos na cintura e o pé batendo no chão.

 -Ele estava na chuva, hyung! Ele ia morrer se eu deixasse ele lá - Explicou-se, fazendo um bico como uma criança e exibindo o animalzinho de coloração mel com alguns traços pretos. - Olhe como ele é fofo!

 -Quando a chuva passar você vai deixar ele onde você o encontrou - Mandou, dando as costas e deixando Jungkook se secando sozinho com o gato em mãos. - Você sabe que não podemos ter um gato.

 -Você trabalha em casa! - Alegou o mais novo, recebendo um suspiro em troca. - Por favor Hyung! - Pediu mais uma vez com um tom manhoso e tentando a melhor cara que tinha.

 -Já disse que não, vá tomar banho e se aquecer enquanto eu faço algo para você e seu amigo comerem - O rosado falou, calando a boca de Jeon e pegando o gato enrolado na toalha em seus braços, depois sumindo na cozinha.

  O rapaz de cabelos castanhos suspirou derrotado, indo logo fazer o que o namorado o pediu, sem enrolações. Só depois de vestido e quentinho se dirigiu à cozinha, onde viu Jimin observando o gatinho tomar leite em uma tampa improvisada. Os pelos do animal estavam arrepiados, como se tivesse sido secado com secador, Jungkook sorriu com a cena e entrou devagar na cozinha.

 

 -Você está dando leite de vaca para ele? Sabia que não pode, certo? - Perguntou, dando um leve susto no namorado, que se levantou e o olhou bravo.

 -Não chegue assim! Que susto - Brigou - Eu não estou dando leite puro, eu pesquisei e disseram que se diluir com água, não faz mal. - Explicou, fazendo Jungkook apenas assentir com a cabeça. - Sente na mesa que eu vou te levar a sopa que esquentei. - Mandou, virando de costas antes de ver o namorado o obedecer.

 Jungkook ficou observando o pequeno gatinho tomar leite enquanto Jimin colocava sopa em uma tigela grande, o rapaz sabia que o namorado só estava sendo teimoso, mas que com um pouquinho de forças ia conseguir convence-lo a deixar ter o gatinho.

Seus pensamentos foram interrompidos pelo cheio da sopa que Jimin deixou a sua frente, ela parecia deliciosa do jeito que só ele sabia fazer.

 -Como está indo o trabalho? - Perguntou antes de soprar sua primeira colherada. - Ele Ainda está pegando no seu pé?

 -Um pouco - Suspirou, cansado - Ele deveria parar de me apressar, desse jeito eu não vou conseguir escrever um livro decente! - Reclamou, puxando os cabelos para trás e deitando a cabeça sobre a mesa fria. - Eu vou dar um chute em Yoongi e ver se ele para de me encher o saco.

 -Do jeito que ele é, capaz dele te dar dois chutes e te mandar trabalhar em dobro - falou, vendo o namorado resmungar. - A sopa está deliciosa - Elogiou, como sempre fazia, Jimin cozinhava muito bem e ele gostava de sempre falar isso.

 -Tome logo a sua sopa e vá dormir, eu vou arrumar uma cama para o seu amigo. - Disse antes de se levantar e ir para a dispensa atras de alguma caixa.

  Depois de um pequeno esforço para fazer o gatinho chorão dormir na caixa, Jungkook se deitou ao lado do namorado e ficou fazendo carinho nele, enquanto o mesmo estava deitado sobre seu peito.

 -Eu queria trabalhar com algo que me desse menos pressão, queria procurar uma vocação diferente, mas só de lembrar que eu preciso sair para isso…. - Suspirou, pela milésima vez desde que Jungkook chegou. - Eu queria poder se corajoso como você.

 Jimin tinha uma espécie de dificuldade de sair de casa, classificada por ele mesmo como um desgosto por isso. Ele era extremamente introvertido e odiava contato físico com pessoas que ele não conhecesse, seus poucos contatos além de Jungkook eram apenas Yoongi, seu editor e Hoseok, seu primo mais próximo. O mais novo não sabia como aquilo tinha se desenvolvido, não pressionava Jimin a contar e fazia de tudo para deixar seu menino confortável.

 -Você pode tentar em casa mesmo, quem sabe podemos arranjar algo para ajudar - Falou, fazendo carinho nos cabelos desbotados do outro. - Se você quiser desenhar, podemos comprar uma mesa gráfica; ou podemos comprar algum instrumento, qualquer coisa.

 -Eu agradeço, mas eu acho que eu estou confortável com a minha vocação atual - Disse, por fim, se aconchegando mais em Jungkook e suspirando de novo. - Eu quero carinho… - Pediu baixo e abafado, estava com o rosto escondido na roupa do namorado, que riu baixinho. Jimin era manhoso e um tanto mimado quando queria.

 As carícias se iniciaram com um beijo calmo, Jimin apertava a camisa de Jungkook e deixava que o mesmo tomasse controle sobre a situação, sobre ele mesmo. Era nesses momentos que Jeon se lembrava do quanto seu menino era frágil e deveria ser protegido, e gostava de passar essa sensação a ele apertando sua cintura durante os beijos, com os dedos bem presos na curva de sua cintura.

 Os dois viraram um pouco, Jungkook ficou por cima e deixou beijos suaves nas bochechas que tanto amava, Ainda mais quando estavam cheinhas e vermelhas. Os beijos foram para todas as partes do rosto do Park, depois seguiram para seu pescoço, que era quando Jungkook começava a escutar múrmuros discretos do namorado. Ele não o marcava, porque não precisava mostrar para ninguém que Jimin lhe pertencia, era só preciso que o mesmo soubesse e estava bom. Gostava da pele do namorado daquela forma, sem marcas que parecessem machucados ou deixassem ela vulgar, Jimin cuidava de si mesmo com carinho e não seria o namorado quem estragaria isso.

 As mãos de Jimin passavam pela nuca e cabelos do outro, com carinho e um pouco de força. Ele gostava dos carinhos e gostava do jeito que as mãos do Jeon passavam por seu corpo antes de desabotoar cada botão daquele pijama, como estava fazendo. O rapaz sabia ser carinhoso até nos momentos quentes.

 Jungkook passou a beijar o peitoral de Jimin, fazendo carinho em sua cintura e apertando sem exagerar. Porém estes selos duraram pouco, pois as saudades pelos lábios do Park lhe falaram mais alto. Enquanto Jungkook sugava-lhe os lábios fartos, Jimin encaixava melhor o namorado entre as pernas, o apertando contra si, o que fez com que ele soltasse um pequeno arfar quando sentiu a ereção de Jungkook sobre a sua.

 O quadril do mais novo passou a se mexer de forma lenta, os lábios ainda estavam unidos em um beijo calmo e profundo, Jimin estava entre puxar de leve os cabelos castanhos do outro e aperta-lhe a nuca.

 O Park soltou um pequeno resmungo quando não sentiu mais os lábios contra os seus. Jungkook voltara a descer pelo seu corpo e começara a descer a calça de tecido fino que compunha seu pijama, o deixando apenas com a peça íntima bem marcada por uma ereção, a qual ele beijou apenas para ver o outro suspirar.

 A peça de cor azulada foi abaixada aos poucos, Jungkook não demorou para começar a masturbar o namorado de forma lenta, o vendo tampar a boca e apertar o lençol com a mão livre. Jungkook não tinha muita consciência sobre arte, mas sabia que era uma obra de arte ver as costas de Jimin arqueadas, as bochechas rubras e o som do gemido abafado quando tomou o pênis dele em seus lábios. Começou a chupar de forma leve, como a maioria dos movimentos que fazia, usando sua língua para estimular mais ainda. Jimin arfava e gemia conforme o outro o lambia e chupava daquela forma, mas não o deixaria terminar o serviço daquela forma, tinha medo de ter um orgasmo e não poder satisfazer o namorado, então pediu para que Jungkook parasse empurrando de leve sua cabeça.

  -O que foi? - Perguntou Jungkook baixinho, indo em direção ao pescoço do namorado para beijar a região.

 -Me…me prepara - Pediu, baixo e com vergonha, fazendo com que o outro abrisse um sorriso.

 A mão de Jungkook foi rapidamente atras do lubrificante na gaveta do criado mudo. Trocaram de posição, com Jungkook sentado e Jimin com o rosto escondido em seu ombro e com a bunda empinada para trás. O Park o lábio inferior e apertava as costas de Jungkook, ainda cobertas pela camisa, com as unhas curtas e mal cortadas, enquanto o outro inseria em si um dos dedos melados de lubrificante, Jimin arfou e arqueou as costas quando segundo dedo entrou.

 Jungkook sentia seu próprio pênis doer, sentia algo molhado nele. Mas ele gostava de saber o quão excitado ficava apenas em tocar e observar Jimin, gostava das sensações que ele transmitia para si.

 Quando terminou de preparar o namorado, voltaram a deitar na posição inicial, com Jimin por baixo. Logo se livrou das roupas e aos poucos Jungkook foi colocando o pênis na entrada do outro, começando logo a se movimentar devagar. Ele se deitou um pouco sobre Jimin e passou a lhe beijar o pescoço enquanto escutava gemidos controlados e sentia suas costas sendo arranhadas.

 O quarto começou a ficar quente demais e a respiração dois afobada. Jungkook aumentava a velocidade aos poucos, mas sem deixar de beijar diversas partes do corpo do outro. Jimin soltou um gemido de frustração quando se sentiu vazio novamente, observou Jungkook sentar e o chamar. Ele agachou as pernas de forma que usasse a ponta dos pés de apoio, começou a sentar sobre o pênis de Jungkook e gemeu alto quando o sentiu acertando-lhe a próstata. Assustado, Jungkook tentou se mover, mas fora impedido.

 -Fi-Fique…a-as-assim… - Pediu entre gemidos e com a voz falha. Passou então a subir e descer, a sensação vinha com um prazer que falava mais alto que suas pernas doloridas devido a posição.

 Entretanto, a dor lhe falou mais alto e seus movimentos mudaram para um cavalgar acompanhado de uma subida, ele subia o quadril e o abaixava o levanto um pouco para frente. Seu rosto ainda se encontrava no pescoço de Jeon, ele escutava seu próprio gemido e o do parceiro, que lhe apertava a cintura e fazia movimentos com o próprio quadril, ajudando Jimin.

 Quando a mão de Jungkook passou a masturbar-lhe o pênis, sentia um prazer e um arrepio, queria de desfazer logo e sentir seu parceiro fazer o mesmo. Quando o orgasmo lhe atingiu o corpo, Jimin se sentiu mole e começou a se deitar e puxar Jeon junto, que continuou a se mover rapidamente. O prazer de um orgasmo recente e o estímulo ainda estavam gostosos para fazê-lo gemer, não demorou muito para Jeon se desfazer e deitar sobre si, ainda sem retirar seu pênis de dentro de Jimin, apenas quando deitou ao seu lado que o fez.

 Os dois se aconchegaram em um abraço e esperaram o cansaço do orgasmo passar um pouco.

 -Eu amo você, Jimin - Falou Jungkook, deixando um beijo no topo da cabeça do namorado.

 -Eu também te amo - Respondeu sorrindo. - Eu deixo você ficar com o gato, mas você limpa!

 -Obrigado, amor - Falou rindo. - Taehyung vai ficar feliz de ser parte de uma família!

 -Taehyung?

 -O gato!

 -Por arceus, Jungkook! - Reclamou o outro, porém riam juntos. Logo um miado fininho começou a soar pela casa, vindo da sala. - Vai lá ver o seu filho, ele tá chorando! - Mandou, batendo de leve no peito do namorado.

 -Pode deixar! - Disse Jungkook, feliz. - Filho, papai já está indo! - Brincou, deixando um selar nos lábios de Jimin antes de sair correndo até o gato.

 -Esse menino…


Notas Finais


Eu sou ruim em escrever lemons, desculpaa a a a
Eu tento, juro! Pelo menos eu não coloquei shampoo novamente ¬¬
Espero que tenham gostado!, principalmente o Ty <3

Kissu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...