História Deixa Rolar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Romance, Shawn Mendes, Teorias
Exibições 53
Palavras 694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá xuxús. Eu estava muito ansiosa para postar esta fanfic, porque ela é a ideia que eu tenho para se finalmente tomar coragem e escrever um livro.

— Plágio é crime e todo o resto vocês sabem;
— Shawn Mendes (ainda) não me pertence, apenas sua personalidade;
— Bridgit Mendler como Samantha Jones;
— A fanfic não é sobre deuses nem nada, Loki é apenas o pontapé do enredo. Okay Okay?
— Capa pela linda @linnox

Boa leitura!

Capítulo 1 - Introdução


Fanfic / Fanfiction Deixa Rolar - Capítulo 1 - Introdução

ლ Deixa Rolar ლ

 

 ❝Loki: Deus da trapaça e da travessura, também está ligado à magia e pode assumir a forma que quiser. ❞  

 

 

— Ó céus, mas quem você pensa que é?  —A garota questiona irada, enquanto pressiona o dedo indicador no peito do rapaz que a encara com deboche evidente em sua feição. Já devem estar deste modo há cerca de dez minutos, atraindo a atenção de todos ali presentes. 

O que deveria ser apenas uma sessão de autógrafos em um livro, tornou-se uma baderna quando Shawn Mendes colocou seus pés no estabelecimento, com o imenso desejo de aborrecer aquela que publicou  —em sua opinião — a coisa mais sem sentido que já lera em toda sua vida. Ele ainda se lembra exatamente de cada uma das vezes que riu do que lhe parecia ser a maluquice de uma solteirona de cinquenta anos que cultivava legumes em seu jardim, e criava gatos e mais gatos sob seu teto. Por mais que não admita, a escrita e o relacionamento dos personagens o agradou , porém as teorias sobre sentimentos e toda a bagagem da raça humana, não iam de acordo com seus princípios e isto o deixou totalmente frustrado, pois grande parte do mundo pareceu concordar com os devaneios de uma mulher  —louca, ao seu ver. Como um estudante de psicologia, completamente apaixonado pela capacidade da mente humana, sentiu-se intrigado e desafiado à conhecer Samantha Jones e finalmente abordá-la com a pergunta que vinha o atormentando desde que leu As 10 Teorias  :  "Mas que merda se passa na sua cabeça?".

 

— Quem você pensa que é?   — Ele lhe devolve a pergunta, dando um grande ênfase na palavra "você". A loura pode sentir seu rosto queimar por conta da raiva que lhe atinge, ao contrário de Shawn que apenas lhe observa com a mesma expressão divertida que mantém desde a hora que chegou.  —  Só estou dizendo que você está errada. Nunca ouviu isso antes? Me desculpe.  — Debocha. 

 — Me diga no que estou errada.   — Samantha cruza os braços, de forma rente à seus seios. Metaforicamente, é como se pudesse explodir à qualquer momento. Ou melhor, explodi-lo. Pois tudo o que queria fazer, era apertar o pescoço da presença masculina à sua frente. — E me diga se é um autor bem renomado, pois não faço ideia de quem você é para dar alguma de suas opiniões. 

— Eu estudo psicologia e sou totalmente apto à dizer que você está totalmente infeliz com sua própria vida para ter a visão do amor apenas como uma de suas teorias malucas.   — Diz, já não mais de bom humor como antes. Estão frente à frente e é como se pudessem cometer um homicídio múltiplo à qualquer momento. As pessoas apenas riem da cena, e não podem ser culpadas por fazê-lo, afinal toda a cena parece cômica vista por uma terceira pessoa. 

— Eu estou muito satisfeita com a minha vida, doutor.  

— Eu não entendo, apenas me explique. Se não acredita na droga do amor, como pôde criar Will e Caitlin?

 

Samantha se cala por alguns segundos. E é neste momento que as luzes do local piscam algumas vezes, antes de voltarem à sua estabilidade comum. Na plateia está o homem que sorri. Loki. O deus da travessura. Com as mãos posicionadas nos bolsos de seu sobretudo,  ele os observa e então aguarda pelo grande truque da noite.

— Seguranças.   — A garota diz e é mais que o necessário para que dois brutamontes tomem partido. Shawn bufa em frustração e antes que os homens o arrastem para fora, o rapaz lhes garante que o fará por conta própria. 

— Talvez o relacionamento deles seja aquilo que nunca pôde ter, senhorita Jones.   — Alega antes de dar-lhe as costas, ultrapassando toda a multidão que se formou ao redor, posteriormente. 

 

Quando Mendes está prestes à abandonar o estabelecimento, ele se vira e seus olhos tombam novamente sobre a garota mais jovem do que imaginara. Loki arruma o chapéu sobre sua cabeça e alarga ainda mais o sorriso em seu rosto. E enquanto caminha para longe, ele sabe...está feito. Shawn e Samantha estão à partir de agora presos no livro que os trouxe — por motivos diferentes,ao mesmo lugar, no mesmo instante. 


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?

Os próximos capítulos serão narrados por Sam ou Shawn, porém achei interessante colocar este no ponto de vista da terceira pessoa.

Se gostarem, favoritem e se puderem, comentem. Por hoje é só. Até breve <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...