História Deixe me ir - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Júlio Cocielo
Personagens Júlio Cocielo, Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 1.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Poesias
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap 2


Fanfic / Fanfiction Deixe me ir - Capítulo 2 - Cap 2

 3 meses depois...

- Não trate ele como se fosse um brinquedo Cecília! Ela zomba

- Querida,ele me ama! E eu não o trato com brinquedo! Eu o amo!

- Você não pensa nele só em você! Eu fiz de tudo para esse namoro da certo! E você não da a mínima?

- Ai querida! Fez por mim? Tadinha!

- Não fiz por você! E sim o Júlio! Quero que ele seja feliz! Já que eu não consigo! Ela arregalha os seu olhos para mim e começa a gargalha.

- Ai! Vo...você...go...gosta dele? Isso e hilário! Fala batendo palmas e se acabando de rir!

- Pare com isso Cecília você não está dando a mínima para ele!

- Eu? Você não pode falar nada! Fez o mesmo até pior! O abandono!

- Não abandonei! Eu o amava! Tanto amei que eu terminei para proteger!

- Proteger! Hahaha! Proteger do que?

- Que algo ruim acorresse!

- Mais abandonou! Júlio e sim um brinquedo! Ninguém se importa! Ela saboreia seu vinho preferido.- A verdade é! Ele sempre vai ser largado de lado! Ele e aquele que você oferece a moeda e dar qualquer valor ele aceita! Ela beberica seu vinhos e dar risos

- NÃO TRATE ELE COMO SE FOSSE OS MENINOS QUE VOCÊ PEGAVA NA FACULDADE! NÃO VOU PERMITE! NÃO O ILUDA EU NÃO VOU DEIXAR! QUER TER BRINQUEDOS ? QUE PEGAR GERAL? QUE ILUDIR DEPOIS LAGAR? FAÇA ISSO COM OUTRO, NÃO COM O JÚLIO!

- uau! Esta nervosa! Ela beberica seu vinho de novo!

- Eu tentei! Eu juro que tentei te ajudar! Mais você não quer ajuda!

- Bom! Júlio esta na praça se exercitando! E eu vou encontrar alguém para me exercitar! Meu professor e tão gostoso! Fala rindo, mais dei um tapa na cara dela.

- Acho que tem quer arrumar seu rosto! Não sei porque esta com 5 dedos nessa cara! Ops eu esqueci! Cadelas são marcadas! Quem rir por último rir melhor! Sai andando! - Bem melhor!

Só pensava em ir a praça ver o Júlio! Cecília o trata como o nada! Depois que seu pai aceita ele! Ela joga no lixo! Meu coração se machucou demais por causa dela! Mais vai se machucar mais ainda se ela o tratar! Vir Júlio na praça fazendo seu exercício sozinho Me aproximei e fiquei olhando para ele. Foi quando ele me notou abriu aquele lindo sorriso

- Mel! Ele pega em minha mão o que faz eu ter atenção toda pmelhores!!!!¡ Nós conversamos e fomos até uma lanchonete que tinha perto falávamos de mim e das nossa idéias para o futuro - Não ligue para seus pais eles não te apóiam nas coisas mais eu te apoiava! E vou continuar apoiando! Mais se não quer isso não precisa!

- Júlio minha mãe tem um hospital e eu serei a herdeira! Meu pai uma empresa! Sabe,isso me deixa confusa ser filha única e não ter uma irmão homem e difícil! A maioria das vezes!

- Mel! Isso foi o que eles queriam e conquistaram! O que importa é... O que você quer e o que você vai conquistar!

- Conquistar?

- Se ser médica e o que você quer! Por quê e uma modelo?

- Júlio...

- Me fala!

- É passado! Falei não querendo tocar no meu passado dolorido no qual sua linda e esbelta namorada faz parte!

- Mel! Ele aperta minha mão e logo vejo minha mãe! Agradeço a Deus por poder mudar de assunto.

- Aquela ali não e minha mãe? Ele vira e da de cara com ela.

- Sim!

- Droga! Falei

- Eu vou sair! Fala se levantando.

- Não Júlio! Falei pegando na sua mão. Se perguntar se estamos namorando afirme! 

OK! Logo minha mãe me ver e sorrir e vem até mim.

- Olá querida!

- Oi mãe! Ela não notou a presença de Júlio, e como sua educação ele a comprimento.

- Olá senhora clara!

-Oi Júlio! Fala seca e nem se importando com ele. - Escuta minha filha! Acredita que tive que despedir 3 médicas por estarem passeando durante o trabalho!

- Tenho certeza que ira encontar médicas melhores!

- Essas incompetentes! Preciso de médicas competentes! E você minha filha! Quando vai começar a fazer sua faculdade de medicina? Faço questão de pagar!

- Mãe, já falamos disso!

- Sim! E resolvemos não vou discutir! Ela percebe que eu e Júlio estávamos de mãos dadas esquecendo que ela estava ali.

- O que significa isso! Fala se levantando da mesa e apontando para nossa mão.

- Mãe!

- Quando ia me contar!

- Senhora...

- Cala a boca menino! Minha filha você não pode voltar com ele! Pensei que percebeu que ele não serve para você!

- Mãe! Para com isso! Ela dar um sorriso sarcástico

- Você deveria escolher algo melhor!

-mãe chega!

- Escuta minha filha!Ele não Tem nada para te oferecer!

- Senhora clara! Eu...

- Você o que? Acha mesmo que eu faço gosto dessa união? Acha que eu te aceito? Ela rir - A resposta e não! Eu só fingir gosta de você para o sorriso da minha filha! Mais quando término! Fui a 1 a comemora! Olhei para Júlio e ele estava de cabeça baixa minha mãe já tinha passado do limites tem sorte que a lanchonete estava vazia então bati de frente com ela.

- Chega! Bati a mão na mesa. - Não vou permite que humilhe ele assim! Ele não e um de seus paus mandados para esta humilhando! E faça mil favor senhorita clara! Eu não preciso de dinheiro dele e nada dele porque não sou mendiga para ta dependendo dele! E me poupe de ouvir suas coisas! Olha só srta clara eu não dependo de seu império! Isso foi o que você conquistou! Eu quero conquistar algo para mim! Algo que eu tenha feito! Suas conquista não desrespeita a ninguém aqui! E se me permite dizer! A sr não e uma super heroína! Mais vou te falar uma coisa e é bom que guarde! Se Humilhar ele! Ela dizer coisas horríveis a ele! Dona clara! Não querem que saibam de seu passado não e mesmo?

- Ama ele? Aponta a ele.

- A dona clara! Trate ele direito! Ele não e um cachorro! Mais sim eu amo ele! Ate mais do que certa pessoas! Porque ao contrário daqui! Ele tem educação! Algo que falta em você! Falei saindo dali e a deixando não sei onde Júlio estava mais odiei o fato de humilhar ele! Ela quer se achar superior mais esquece que já foi nada um dia! Sair chorando mais vejo alguém puxar meu braço, quando viro vejo o Júlio!

- calma! Ele me puxa para um abraço e eu choro em seu peito. - Não precisava fazer aquilo!

- Ela passou dos limites! Não vou permite que ela te trate assim! Nunca mais! Ela passa seus dedos em meus cabelos.

- porque falou que me amava? Gelei ao lembrar! Não tenho nenhuma resposta e para ele eu não consigo mentir!

- Talvez porque ainda ame! Cochichei mais logo sentir ele ouviu quando me abraçou forte!

- Você foi corajosa! Muito obrigado!

- Júlio!  Falei olhando em seu olhos.

- Me desculpa, por isso! Falei já em choros

- Tudo bem! Ele me abraça. - Venha vamos ao parque!

Fomos ao parque um pouco antigo mais adorável, sentamos no balanço e ficamos de frente a estrela admirando a sua beleza.

- Sabe! Minha mãe sempre disse que cada estrela tem uma história!

- Acredita nisso?

- Sim! É interessante que você tentar imaginar cada história de casais que acharão sua alma gêmea e estão felizes! E outros que lutam para isso.

- Tenho uma amiga que terminou com o namoro dela!Falei me balançando e ele me acompanha.

- Por que?

- Porque ela queria que ele tivesse uma vida melhor! Queria proteger ele!

- Do quê?

- Do mostro de seus pais! ele seguiu em frente! Arrumou uma namorada, Tentando evitar pensar nela!

- E o sua namorada

-  não e verdadeiro! Sua namorada não e das melhores!

- E ele sabe?

- Não! Mais minha amiga! Bom ela faria de tudo para ficar com ele de novo! Porque ela afastaria de sua familia! E evitaria tudo! Mais lutaria por ele! Falei sabendo que essa amiga era eu! Ele E percebe sorrir e fala.

Mais ele ainda ama ela! E sorrir para mim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...