História Delegado e o delinquente - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bottom!jungkook, Delegado, Delinquente, Lemon, Taekook, Top!taehyung, Vkook, Yaoi
Visualizações 532
Palavras 1.618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei.
Vou apenas postar e fugir.
ps: esse capítulo vai ter duas músicas.

Nome do capítulo: Diga alguma coisa

Capítulo 19 - Say something


Jungkook estava saindo da sua aula na faculdade de música. O dia para o rapaz foi entediante e chato, pois teve que apresentar um trabalho e não pôde ver Jimin na hora do intervalo pelo fato de que o amigo estava ocupado conversando com um colega. E pela percepção de Jungkook, o baixinho estava a fim do colega, por isso não quis atrapalhar qualquer assunto que era entre Jimin e Taemin.

Quando iria ligar para um táxi e ir para casa, seu celular apitou avisando que havia chegado uma nova mensagem. A mensagem era de Taehyung.

 

Taehyung: Pode me esperar no seu apartamento? Acho que precisamos conversar, então vou aproveitar o intervalo do almoço.

Jungkook: Estarei lá. Estou saindo da faculdade agora. Se chegar antes de mim, sabe onde eu guardo a chave reserva no seu apartamento. Pegue-a lá.

Taehyung: Okay.

 

Chamou um táxi o mais rápido possível e foi para o seu prédio. Quando chegou ao seu destino, pagou o dinheiro devido ao taxista e saiu do veículo em direção à recepção. Cumprimentou o porteiro e pegou o elevador. Apertou o número da cobertura e esperou o elevador chegar enquanto olhava-se no espelho. Trajava uma calça jeans, uma blusa de manga curta branca, um casaco fechado preto com cima, sua botas Timberlands de sempre e um boné preto na cabeça escondendo uma parte da cabeleira castanha clara quase loira. Ao chegar à cobertura, foi até a porta de seu apartamento e abriu-o com sua chave prateada. Ao entrar dentro de casa, trancou a porta e avistou o namorado sentado no sofá o encarando.

Taehyung ainda continuava um filho da mãe lindo e gostoso. E o atual cabelo loiro dava um ar mais sexy para o Kim. O cabelo claro dava um tesão maior ao Jeon e isso lhe irritava. Sempre que via o amado sentia vontade de fazer sexo.

“Maldita cabeleira loura.” pensou o garoto.

- Chegou há muito tempo? – Perguntou aproximando-se do mais velho, que trajava seu uniforme de polícia. Isso também lhe dava tesão.

- Cinco a dez minutos, não faz tanto tempo. – Deu de ombros e deu espaço para o parceiro sentar-se ao seu lado no sofá confortável. – Precisamos conversar.

Essa simples frase fez o coração de Jungkook doer e sentiu vontade de chorar. Geralmente as pessoas usam essa frase quando o relacionamento não está dando certo e querem terminar. Se o Kim realmente o traiu, logicamente Jungkook não quer mais ter nenhum relacionamento com ele, mas ainda o amava. E muito mais! Achar que o delegado havia o traído chegava a sufocar Jeon.

- É, eu acho que realmente precisamos. – Encarou o chão já sentindo seus olhos encherem de lágrimas.

- Jeon, eu vou ser sincero. – Ouviu seu amor lhe chamar pelo sobrenome e não por apelidos carinhosos fez seu coração se partir ainda mais. Como tudo havia mudado de uma hora para outra? Tudo parecia um grande pesadelo para Jungkook. Será que nunca poderá ser feliz de verdade por muito tempo? Parece que toda vez que acontece algo de bom, algo chega para destruir sua felicidade logo depois. – Eu... Não venho sentindo a mesma coisa por você. Esse um ano me mudou muito. Você sabe que tive que ir a vários psicólogos depois que atirei naquele bandido e acabei o matando. Minha visão do mundo mudou muito e consequentemente, meus sentimentos por você também mudaram.

- Você está querendo dizer que não me ama mais? É isso que você está querendo dizer? – O mais novo encarou o Kim. Taehyung estava com uma expressão fria e indiferente. Estava completamente sem expressão como se não se importasse com o – ainda – namorado.

- Eu acho que sim. – Olhou para o chão com um olhar culpado. Ainda preocupava-se com Jungkook.

- Você é um idiota! – Jungkook disse com raiva. Levantou-se do sofá e começou a caminhar de um lado para outro passando a mão pelos cabelos em sinal de nervosismo. – Você é um baita de um idiota! – Parou em frente ao loiro e o encarou. – Se você não queria nada mais comigo, podia ter me dito há semanas quando começou com essa história de não querer ficar beijar e transar. E não precisava ter me traído!

- Ter te traído? – Arqueou a sobrancelha em sinal de confusão. – Eu nunca te traí Jungkook.

- Não? – Debochou. – Me conta outra Taehyung! – A voz embargou e duas lágrimas escaparam de seu olho esquerdo. Queria segurar o choro o máximo que conseguia. O orgulho o impedia de chorar na frente de quem mais estava o machucando. – Bogum chegou aqui no mesmo dia do nosso aniversário de namoro, você não apareceu no restaurante, ele me disse que vocês se divertiram muito e que você estava tão cansado que não queria ir para o trabalho. – Gesticulou com as mãos enquanto quase gritava. – Conte-me a verdade Taehyung. Eu só quero a verdade!

- Eu já disse a verdade! – Levantou-se também e aumentou o tom da voz. – Eu não te traí! – Falou dizendo calmamente palavra por palavra.

- Eu só queria que você fosse sincero comigo Taehyung! Sincero!

- E eu já disse que eu estou sendo! Eu não te traí. Será que pode acreditar em mim? Você ainda é importante para mim Jungkook. Eu apenas quero que você acredite em mim. Apenas isso.

- Me desculpe, mas eu não posso. Não consigo! Tudo aponta para traição e não consigo acreditar em você. Você ficou comigo por um mês sabendo que não me amava mais. Eu só queria que você fosse sincero comigo. Quem sabe ainda seríamos amigos! E por favor né? Park Bogum? Não poderia ser outro cara?

- Olha só Jeon, eu não te traí okay? Não quer acreditar em mim? Tudo bem, mas eu realmente não fiquei com ninguém. Eu acho que isso seria um pecado terrível e você é importante apesar de tudo. – Pegou sua mochila em cima de uma cadeira na sala de jantas próxima à cozinha. – Eu vou ter que ir a um restaurante, almoçar e depois voltar para meu trabalho. Tenho que resolver uns papéis do trabalho.

- Adeus Taehyung. Amanhã vou ir pegar minhas coisas no seu apartamento, acredito que não precisamos ter mais nenhuma relação afetiva. Acho que agora em diante me trate apenas como um vizinho.

- Pode ir hoje à noite. Saio do trabalho mais cedo. Deixo tudo separado e você só passa lá pelas dez da noite para pegar suas coisas. – Não encarou o ex-namorado, apenas saiu pela porta sem olhar para trás, deixando um rapaz mais novo sem chão.

Assim que a porta de entrada foi fechada e trancada, Jungkook permitiu-se ajoelhar-se no chão e chorar. Chorou muito. Até duas horas depois quando Jimin chegou e o fez assistir um filme de comédia enquanto se empanturravam de sorvete de chocolate.

 

***********

(Say something – Christina Aguilera)

 

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Eu serei o seu amor, se você quiser

Eu te seguiria para qualquer lugar

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

 

E estou me sentindo tão pequeno

Isso estava tomando conta da minha cabeça

Eu não sei nada

 

E eu vou tropeçar e cair

Eu ainda estou aprendendo a amar

Apenas começando a engatinhar

 

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Sinto muito por não ter conseguido te alcançar

Eu te seguiria para qualquer lugar

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

 

E eu vou engolir meu orgulho

Você é a pessoa que eu amo

E eu estou dizendo adeus

 

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Lamento que eu não possa te alcançar

Eu te seguiria para qualquer lugar

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

 

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Diga alguma coisa

 

**********

(Impossible – James Arthur)

 

Eu me lembro de anos atrás

Alguém me disse que eu deveria ter

Cuidado quando se trata de amor, eu tive

E você foi forte e eu não

Minha ilusão, meu erro

Eu fui descuidado, eu esqueci, eu esqueci

 

E agora, quando tudo está feito, não há nada a dizer

Você se foi e tão sem esforço

Você ganhou, você pode ir em frente, diga a eles

 

Diga a eles tudo o que eu sei agora

Grite isso de cima dos telhados

Escreva isso no horizonte

Tudo o que nós tínhamos se foi agora

Diga a eles que eu era feliz

E meu coração está partido

Todas as minhas cicatrizes estão abertas

Diga a eles que o que eu esperava seria

Impossível, impossível

Impossível, impossível

 

Desapaixonar é difícil

Se apaixonar por traição é pior

Confiança partida e corações partidos, eu sei, eu sei

Pensando que tudo o que você precisa está lá

Construindo fé sobre o amor e palavras

Promessas vazias serão desgastadas, eu sei, eu sei

 

E agora, quando tudo se foi, não há nada a dizer

E se você terminou de me envergonhar

Você pode ir em frente sozinha, diga a eles

 

Diga a eles tudo o que eu sei agora

Grite isso de cima dos telhados

Escreva isso no horizonte

Tudo o que nós tínhamos se foi agora

Diga a eles que eu era feliz

E meu coração está partido

Todas as minhas cicatrizes estão abertas

Diga a eles que o que eu esperava seria

Impossível, impossível

Impossível, impossível

 

Eu me lembro de anos atrás

Alguém me disse que eu deveria ter

Cuidado quando se trata de amor, eu tive

 

Diga a eles tudo o que eu sei agora

Grite isso de cima dos telhados

Escreva isso no horizonte

Tudo o que nós tínhamos se foi agora

Diga a eles que eu era feliz

E meu coração está partido, oh, oh, oh, oh, oh

Esperava ser

Impossível (impossível), impossível (impossível)

Impossível, impossível

Impossível (impossível), impossível (impossível)

Impossível, impossível


Notas Finais


Por favor gente, não me matem! E não deixem de ler essa fic. Eu prometo que tudo será resolvido!

Link de minhas outras fics:
https://spiritfanfics.com/historia/uncontrolled-love--versao-vkook-8242724
https://spiritfanfics.com/historia/the-pirate-9481919

Meu twitter: @Sakammers1 e @ReDeFanfics (uma conta de recomendação de fanfics na qual participam comigo outras três meninas).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...