História Delena " amar sem ser amada. - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Matt Donovan, Olivia "Liv" Parker, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood, Zachary "Zach" Salvatore
Visualizações 53
Palavras 2.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie espero que gostem desse capítulo, ou não kk

Nos vemos lá em baixo.

Capítulo 21 - Eu te amo Damon!


Fanfic / Fanfiction Delena " amar sem ser amada. - Capítulo 21 - Eu te amo Damon!

p.o.v  Damon Salvatore      

Por que tudo não está como antes? porque pessoas insistem em mudarem? Não entendo a lógica do "Deixe ir, para voltar! 

Passei a tarde com o Stefan, conversando sobre coisas da vida, e isso incluia a Elena. 

Nois dois tínhamos brigado, por causa do babaca do Kai.

- Se ela soubesse o que aquele desgraçado fez, não teria ficado do lado dele, e não teria o defendido. Poxa pensei que a nossa amizade fosse importante! Digo frustramente furioso. 

- mais se você não tivesse feito rodeios e contasse logo a verdade! não teria acontecido isso. Indagou Stefan sereno.

- não importa mais.  Digo indiferente.

- hum.imdagou Stefan descrente. 

- se eu encontrar o Kai eu juro que mato ele. Digo levantando da poltrona. 

- mais e ai?! Quando vai me apresentar a sua namorada? se ela for como a Elena então deve ser linda! Disse meu iirmão ironizando.

Reviro os olhos e depois de beber um burboon, respiro pesadamente.

 - É ela é. digo dando um sorriso fraco.

 - vejo que o seu reinado de o solteiro cobiçado acabou. Diz ele debochando. Apenas sorrio para o Stefan, pois já senti que minha cabeça estava doendo. Fiz uma expressão e o Stefan logo percebeu.- deixe adivinhar, enxaqueca?! Perguntou ele.

- desde o dia da briga com o Kai, tá frequente agora! Afirmo bebendo mais burboon.

 - e porque você não para de beber.?! Debochou o mesmo tirando o copo da minha mão. 

                       [...]

Já era dez horas da noite, Katherine me chamou para ir vê ela, disse que estava sozinha, eu não estava querendo ir por causa da enxaqueca, mais queria ver ela.

Chegando lá, a empregada, ou melhor a Jenna abriu a porta para mim. 

Subi as escadas,e por um minuto me peguei olhando pro quarto da Elena, eu amava ter ela como amiga, sempre tive ela do meu lado e é estranho, não conversar com ela mais eu estava bravo pela atitude dela, o quarto da Kath ficava do lado e era separado apenas pelo banheiro que dava acesso aos dois quartos. 

Vi Katherine deitada , cheguei perto da cama e a mesma continuou deitada, mais se virou para mim, e com os olhos fechados sorriu.

- oi...Disse a Katherine, deita aqui?!

Tirei os sapatos e fiquei de joelho na cama dando um beijo em seus labios. logo a envolve em meus braços. 

-eai como foi o seu dia? perguntou ela.

Eu não queria contar pra ela da briga, de ontem e de estar chateado com a Elena.

- normal! Digo acariciando seus cabelos. 

Passou algumas horas. Katherine já estava dormindo, mais a minha dor de cabeça não me deixava.

- droga de enxaqueca.  Digo pra mim mesmo.

 Logo sinto meu celular tocar no bolso da minha calça moletom. Silenciei na hora pra não acordar a Katherine, afastei a mesma levemente e sai do quarto fechando a porta e parando no corredor.

- Oi quem é? pergunto ao perceber que era número confidencial.

 - Oi Damon?! Sou eu, Franklin!

 - ah oi Franklin. Oque sentiu a falta aqui do seu amigo. digo ironico. 

- Não! sua amiga tá aqui com o Kai, e ela não está nada bem.

-como assim? a Elena?! Pergunto já alterando a voz.- ela tá com esse desgraçado?!

- sim, eu acho melhor você vim buscar ela, antes que ela termine o show gratuito. disse o segurança. 

- ela tá beba? O que ela tá fazendo? Pergunto autoritario.

- ah... o mesmo fica em silêncio e depois continua .-ela tá sem blusa e dançando em cima do palco.

- tô indo. digo e já desligo.

Aquele desgraçado está se aproveitando dela!

Desço as escadas da casa dos Gilbert e caminho até o jardim. Minha cabeça estava fervendo de raiva, não conseguia pensar mais em nada ,tinha até esquecido da enxaqueca.

Quando entrei no carro. recebi uma ligação de Klaus.

 - não é uma boa hora.  Digo pra ele friamente.

 - brigou com quem dessa vez! disse ele debochando.- fala ai quem te tirou do serio dessa .

Depois de contar pra ele o que ouve, ele disse pra mim esfriar a cabeça que tomaria de conta da situação. Entrei novamente e como a raiva a dor de cabeça também voltou. 

Subi as escadas e entrei no quarto da Katherine, ela ainda continuava dormindo,fiquei sentado na poltrona,  pensando sobre o que eu deveria fazer. fui até o banheiro pra procurar algo pra minha dor mesmo sabendo que não adiantaria, vi a porta do banheiro que tinha acesso ao quarto da Elena, senti vontade de entrar, mais o orgulho falou mais alto. 

Lavei minhas mãos que estavam suadas e quando eu ia sair ouvi um barulho vindo do quarto de Elena, e logo a porta se abriu e vi uma Elena que nunca tinha visto antes. 

Ela era linda, fiquei surpreso ao vê-la pelada. 

seu corpo era exuberante com curvas totalmente acentuadas, paralisei, pois como eu nunca havia percebido?! Seus seios estavam grandes e rigidos, e realmente ela não era como a dois anos atrás.

 Mais lógico eu sou homem e sei que Elena é apenas uma amiga, mais não contive em não olhar.

- Damon?! Foi a última palavra que ela disse sorrindo antes dela cair no chão. 

Eu não sabia oque fazer, fiquei confuso, peguei uma toalha no gancho da parede e cobri a Elena ,peguei a mesma no colo. seus labios contornados e seus cabelos lisos sobre seus ombros.

 Ela abriu os olhos e começou a rir mordendo os lábios. 

- então voc...Você se im-importa.  Indagou ela ironica gaguejando.

 - seja mais especifica Elena! Digo calmo.

- mand-ou alguém m.. buscar! disse deitando a cabeça no meu peito.-achei que você ti-ti-ves-se bravo e s-sei que Você é orgulhoso demaaais.

- não, vamos começar Elena.  Digo serio. - você tá bebada?! Que tanto você bebeu ? Você não deveria nem ter ido Elena, você é de menor! Falo bravo.

- não briga comi-go, você não! diz ela manhosa erguendo a cabeça e depois deitando. - seu c-cheiro é tão bom. Ela disse e riu.

- é você bebeu! Afirmo e a mesma faz um sinal com as mãos. 

- só um pouquinho. diz ela fazendo biquinho.

 Levei a mesma para o seu quarto deitando ela na sua cama, cobri ela com um edredon e quando eu ia saindo ela resmungou, se mexendo na cama.

- Não vai. Elena falou segurando meu braço. 

- eu vou chamar a Jenna pra cuidar de você. Digo. 

- você pode cuidar d-de mim!. Fica aqui, eu n-não quero ficar aqui sozinha. disse quase manhosa. 

-Elena! Repreendo. E a mesma levantou da cama deixando o edredon cair  deixando transparecer sua nudez.

-oque você tá fazendo.

 - cansei de ficar deitada. diz ela gruindo passando a mão na cabeça.

Tento não olhar mais é por extinto, ela caminha até a cômoda me dando visão da sua bunda, mais logo paro de olhar quando ela quase cai.

-pode me ajudar?! Disse com malicia na voz com uma calcinha na mão. 

-Elena, você não deve estar bem! Vai dormir, amanhã você vai se sentir melhor. digo tentando ser racional. 

E a mesma faz uma expressão fria e brava.

-eu estou bem, você que tá sendo um chato. disse  ela para na minha frente  olhando para algum lugar e continua.- vai me ajudar ou não? Eu to com frio.

- oque deu em você Elena?! Pergunto confuso e surpreso com sua atitude. Se ela fosse qualquer eu não teria nenhum pudor e não seria nem um pouco racional. Mais eu nunca me aproveitaria da Elena, pois ela é minha melhor amiga e a mais antiga. 

Pego-a e ignoro o fato dela estar nua e a levo pra cama novamente. 

- você precisa... antes de eu dizer ela me empurro e deita na cama  com a cabeça escondida no travesseiro. 

Só então percebi que ela estava chorando. - Elena? olha pra mim e me diz oque tá acontecendo com você? digo.E a mesma finge não me escutar.-Oque aconteceu foi o Kai que fez isso com você? pergunto segurando em seu ombro sentando na cama.

- Não.  Diz Elena chorando e sua voz estava abafada pelo travesseiro.

- olha pra mim. Digo virando sua cabeça e a mesma ainda chorando. Diz:

- eu sei que eu tô bebada e que amanhã posso nem me lembrar de nada! Mais me diz? Oque tem de errado comigo? Pergunta ela parecendo estar chateada. 

- não tem nada de errado com você Elena! afirmo o óbvio. 

- então porque eu não te atraio. Diz ela se sentando na cama deixando seus seios que antes estavam cobertos pelo edredon caisse deixando sua pele desnuda me olhando com os olhos entristecidos. - porque você preferiu a Katherine? 

- Elena? Você tá percebendo o que você está falando!? Digo. - isso é errado. 

-É errado Damon? ! Oque eu sinto por vc? Diz ela me interrogando. 

- Elena eu não posso, eu tô com a Katherine e eu quero algo com ela.

- me diz Damon é errado eu me apaixonar por alguém e essa pessoa ser vc Damon?.   Diz ela pegando minha mão e colocando em seu peito Continuando a dizer. -  É errado meu coração desparar toda vez que eu te vejo.- e com a mão em seu seio sinto seu coração batendo e logo olho para eles.   - toda vez que vc me abraça ou me toca?, é errado Damon?  porque se isso for um erro, eu quero continuar errando, porque eu te amo Damon. Diz.

Eu fiquei confuso,  ela é a Elena a pessoa que eu de certa forma nunca vi ela de outra maneira, sempre a vi como a "amiga", e tomar um choque de realidade dessa forma é espantoso, pois eu estou com a Katherine, mais nessa hora eu não consigo fazer absolutamente nada.

- só deixa eu te provar que eu também posso te fazer feliz? !. Elena disse rindo com malicia na voz mordendo os lábios. Então logo tirei minha mão de seu peito.

A Elena me olhou sorrindo, e tirou o lençol dela, eu fiquei quieto não conseguia conrresponder aos meus estimulos, olhei novamente seu corpo subindo em cima de mim, a Elena se ajeitou no meu colo, colocando uma perna em cada lado, a mesma me empurrou, fazendo eu deitar na cama e começou a me beijar intensamente, seu beijo ávido e quente, me fazendo esquecer de tudo e de onde estávamos , ela apoiou suas mãos na minha nuca enquanto eu me deixei levar, segurei sua cintura fortemente apertando e a trazendo mais para mim, seus labios macios me fazia sentir o gosto doce, a Elena já estava me levando a loucura quando começamos a respirar pesadamente a procura de ar, senti uma vontade imensa de te-la, beijei-a novamente, passeando por cada parte de seu corpo com as mãos, enquanto ela arfava seu corpo para trás, segurei suas pernas fortemente e desci meus labios para o seu pescoço beijando e chupando, beijei o colo de seua seios e a mesma começou a se esfregar em cima do meu membro toda excitada me deixando mais louco ainda. 

Mais logo a ficha caiu e como um flash  volto a realidade e paro com toda essa loucura.

- Elena o que estamos fazendo?! Digo tirando-a de cima e jogando ela na cama.- eu namoro sua irmã! digo brigando. - e você está bebada o bastante pra não entender oque eu estou falando.

- você não sabe o quanto eu quiz fazer isso! Ela disse com malicia. 

Logo caminho até o meio do quarto e fico andando pro lado e pro outro, enquanto a mesma me olhava ainda sem fôlego, e esfregando os olhos. - como eu pude?! Como eu pude me deixar levar por você? ! Digo pra mim mesmo. 

- eu quero vomit.... Diz ela fazendo uma expressão e logo vomita  no chão, ela estava diferente, e eu não sei oque fazer, ela disse que me amava, tentei esquecer essa loucura, pois foi apenas isso , Ela estava bebada e delirando só isso.  Fui até o banheiro peguei o pano e implorei pra Katherine não estar acordada.

Voltei e limpei a boca da Elena e depois coloquei no local aonde ela vomitou. 

E a mesma deitou na cama rindo. Fui até o seu closet e peguei uma roupa , quando volto lá a mesma estava dormindo tranquilamente. 

Então cheguei perto sentindo seu perfume, e dei um beijo em sua testa, mesmo sabendo como estaria nossa amizade amanhã e sai.



Continua...


Notas Finais


Gente fiquem com esse capítulo.
Pois ficarei um tempinho sem postar, por favor não me abandonem. Bjjs.
Comentem e favoritem, me dizem oque acharam desse capítulo e da Elena bebada confessando amar o Damon. e dêem sugestões para o próximo capítulo.
Kkk gente só agora que eu li o capítulo que eu percebi uma coisa, parece que os dois transaram, mais não eles só se beijaram kk foi só o beijo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...