História Delinquente Love (Imagine: Suga e V (Taehyung) - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Personagens Originais, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Briga, Bts, Bulliyng, Colégio, Delinquente, Drama, Longfanfic, Min Yoongi, Romance, Suga, Tae, Taehyung, Taetae, Você
Visualizações 361
Palavras 1.552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Parece que temos um novo personagem não é meeeexxxxmoo ? :3

Obrigada pelos comentarios meus amores, amo vocês e boa leitura ♥

Capítulo 26 - Rude


Fanfic / Fanfiction Delinquente Love (Imagine: Suga e V (Taehyung) - Capítulo 26 - Rude

 

 

(...)

 

 

Em casa as broncas continuaram até meus ouvidos sangrarem, e para melhorar minha segunda-feira, minha mãe me bateu de cinta dizendo: “Não gosta de arrumar brigas? Vou te dar uma coisa na qual você esta merecendo há muito tempo garota! Isso vai doer menos que essas brigas de gangue que você arruma!”...

 

Realmente a surra de cinta não doeu, o que mais doeu foi ouvir meu pai me dizer: “Estou decepcionado com você, pensei que tinha mudado, que era alguém renovada, eu realmente acreditei em você, mas como te amo tanto, irei te deixar de castigo para que aprenda a ver que você ainda mora conosco e sob nossas regras, enquanto você não aprender, eu não serei dócil!”... Me olhou com lagrimas nos olhos e negando com a cabeça... Aquilo me doeu mil vezes mais que qualquer surra de gangue.

 

E Jae? Nem quis olhar em minha cara, se meu pai estava decepcionado, ele estava muito mais.

 

 

Muito amargurada custei tomar um banho ou comer, e assim que me deitei me lembrei do Tae e um ódio transbordou pelos meus olhos.

 

 

Se eu pudesse te matar, eu matava V!

 

 

E dai sim, eu senti toda a dor em meu corpo, era o resultado de querer enfrenta-los.

 

 

Liguei meu notebook e coloquei em um anime que estava acompanhando.

 

 

Vrrrr...vrrrr...vrrr

 

 

Meu celular começou a vibrar em cima da cômoda e eu peguei para ver o que era, deslizei o polegar sob a tela.

 

 

Nova mensagem

Lucy

 

 

Lucy: "Eu fiquei sabendo do que aconteceu hoje..."

 

 

Eu: Vai querer me dar lição de moral? Sinto lhe dizer que já fizeram isso antes de você querida Lucy.

 

 

Lucy: “De maneira alguma, sei que você repreende isso há muito tempo dentro de você... Esse monstro... Você apenas extravasou e ele escapou”

 

 

Eu: Sim.

 

 

Lucy: “Ficarei uns dias sem te ver então?”

 

 

Eu: é o que parece.

 

 

Lucy: “Queria poder visita-la, mas essa gripe me impede, e agora você me jogou uma grande responsabilidade!”

 

 

Eu: Bem isso não é problema meu e sim dos garotos que te escolheram para ordenar tudo, de qualquer maneira isso seria problema seu, não meu.

 

 

Lucy: "Rude!"

 

 

Eu: Não estou em um dia bom.

 

 

Joguei meu celular pela cama e desta vez era uma ligação, revirei os olhos e deixei que tocasse.

 

 

♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫

 

 

Continuou a tocar, incessantemente, irritavelmente... Droga, desista eu não vou atender!

 

 

♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫

 

 

Peguei com raiva e atendi aquele numero desconhecido.

 

 

O que é? Tem mais o que fazer não? Me ligar dez horas da noite, acha que eu não durmo seu desocupado? – disse nervosa

 

 

“Ei ei, tigresinha...”

 

 

— Yoongi? Quero dizer Suga? Como conseguiu meu numero? Por onde esta ligando? E qual o motivo?  – meu coração se aqueceu ao ouvir sua voz

 

 

“Tá estressada? Porque tanto desespero?  – riu breve — E respondendo as suas perguntas, eu tenho meus contatos também, estou ligando pelo telefone da recepção, minha omma proibiu de usar o telefones daqui, então dei uma escapada a noite para podermos conversar, e bem o motivo da minha ligação é que eu não estava aguentando de ansiedade...”

 

 

— Ansiedade? – perguntei confusa.

 

 

“Pela minha resposta! Vai querer ser minha namorada ou não?” – pude imagina-lo maltratando os lábios esperando que eu o responde-se.

 

 

Bem acho que eu não tinha mais nada a perder, eu já pensei em lhe dar um sim, mas o Tae me deixou em duvidas, e depois de hoje não restou duvidas... Eu não tenho mais duvidas quanto o Suga.

 

 

— Pensei sim – fiz um biquinho manhosa.

 

 

“Imagino você fazendo aquele biquinho fofo, manhosa e teimosa, eu amo isso! Mas não me mata me deixando com essa duvida, tsc” – ouvi estalando a língua.

 

 

— Eu aceito sim ser sua namorada Min Yoongi! – disse na maior felicidade e ouvi o mesmo comemorar do outro lado da linha

 

 

“Aigoo não sei o que dizer... Eu queria apenas te beijar nesse momento e te acariciar” – lamentou

 

 

— Eu também meu amor...

 

 

— “Amor? Tenho a melhor namorada do mundo... Não sabe como amo dizer essa palavra, namorada, namorada, namorada...”

 

 

— E eu amo dizer, Suga, Suga, Suga...

 

 

— “Prefiro amor!”

 

 

— E eu Suga!!

 

Continuamos a conversar, aquilo me deixou menos tensa e triste, eu não lhe contei o que tinha ocorrido e era melhor ele nem saber... Não seria uma boa ideia, ele já é tão estressado com tudo, e não precisa dos meus problemas para estressa-lo mais, mesmo agora sendo Namorados. Ele teve que desligar se não teria problemas se o zelador pegasse ele naquele horário da noite acordado, eu estava mais leve e graças a isso dormi com um belo sorriso em minha face.

 

 

Quem diria, eu namorada do Min Yoongi?

 

 

***

 

 

Teria a semana toda suspensa, eu também fiz por onde... Mas não ligo.

 

Não aguentei passar a manhã em casa sozinha com aquele clima tenso no ar, coloquei uma blusa, uma calça e um tênis, estava esfriando e eu pensei em ver um velho amigo meu e Yoongi.

 

 

|Esconderijo Legion of Dark|

 

 

Bem como o nome diz “Legion of Dark”, somos uma legião, cada uma em um canto diferente, e Yoongi era o líder no colégio  onde estudávamos, muitos eu não conhecia, mas as vezes íamos ao nosso esconderijo conversar sobre novas gangues rivais e treinar luta e deixar nosso corpo mais resistente, e bem Suga teve com que aprender luta, ele não aprende do nada, alguém ensinou a ele e assim ele nos repassou o que aprendeu, e esse cara era ninguém mais ninguém menos que Seokjin, ele apenas mostrou o caminho a qual Yoongi deveria seguir e assim ele aprendeu a andar com as próprias pernas e assim formou o nosso antigo grupo de delinquentes. Fazia algum tempo que eu não o via, então não saberia se ele se lembraria de mim, mas não vale nada tentar.

 

 

Adentrei o local vendo o mesmo diferente, eu ainda tinha a chave então não me importei em “invadir” o local.

 

 

— O que quer aqui? – tirei o capuz dando-lhe a clara visão do meu rosto — Oh Diablo, a quanto tempo hein? – riu ironicamente

 

 

— O mesmo Seokjin oppa – fui até o mesmo e lhe abracei — Pensei que não lembraria mais de mim...

 

 

— Eu nunca me esqueço dos meus aprendizes – riu breve — Vocês sumiram... fiquei sabendo de Yoongi e o resto, lamento por eles – colocou a mão em meus ombros

 

 

— É aconteceu fazer o que... Mas e você terminou a escola? Quando nos vimos a ultima vez você estava no ultimo ano...

 

 

— Eu sai da escola para investir em jogos e apostas, isso da bem mais dinheiro, como pode ver, transformei esse local para isso  –  disse olhando a redor e eu fiz o mesmo — Mas algum pessoal ainda vem aqui, alguns ingressaram para outros grupos, outros sumiram, ou tiveram o mesmo destino que meus dongsaeng... o temido reformatório... Mas o que te traz aqui?

 

 

— Eu precisava daquela sala cheia de equipamentos, você ainda a tem?

 

 

— Claro, me acompanhe – me levou até a sala do fundo e eu pude ver muitos equipamentos para praticar boxer — Como alguns vem aqui ainda então eu a deixei assim, as vezes eu mesmo uso-a

 

 

— Isso é bom... Eu posso usa-la? – perguntei acanhada

 

 

— Vai bater em alguém? – cruzou os braços sorrindo de canto

 

 

— Não apenas preciso descontar minha raiva...

 

 

— Pode descontar em mim, o que acha? Estou precisando treinar mesmo.

 

 

— Não seria uma má ideia.  – sorri sugestiva

 

 

Trocamos nossas roupas, coloquei um short e camisa me emprestados por Seokjin, e ele colocou apenas seu calção deixando a mostra sua tatuagem na costela e nas costas, ele tinha um corpo lindo e muito bem cuidado, além de ser bem mais maduro. Não consegui desviar minha atenção do seu corpo, antigamente eu era acostumada, mas agora... Ele esta diferente

 

 

— Admirando meu trabalho duro? – riu convencido

 

 

— Convencido, estou com uma enorme vontade de acerta-lo no nariz loiro tingido – o provoquei.

 

 

— Tente... Se conseguir – disse com um tom superior

 

 

Subimos ao ringue e fizemos posição de defesa, não demorou a que o mais experiente e atacasse com uma rasteira, eu cai no chão nas segurei-me em sua canela o imobilizando, puxei-as o derrubando e o imobilizando novamente por trás com um mata leão, apertei seu pescoço para que ele se rende-se.

 

 

Muito boa... – murmurou sufocando — Mas eu sei o ponto fraco desses ataques, porque eu os criei... – ele rolou comigo grudada em suas costas e me deu uma cotovelada em minha barriga me fazendo tossir.

 

 

***

 

 

Continuei deitada no ringue ofegante, Seokjin era o melhor.

 

 

— Você me deu trabalho Diablo. – riu se apoiando pelos cotovelos e limpando o suor em sua testa

 

 

— Eu sou boa, você sabe disso, e (s/N) por favor... não uso esse apelido a muito tempo – ri anasalado

 

 

— Certo senhorita (s/N) – debochou — Como estão os outros?

 

 

— Estão bem... Eu e Suga estamos namorando – sorri ao lembrar-me

 

 

— Sempre desconfiei de vocês dois... Eu gostaria de vê-lo! – me fitou ainda estirada

 

 

— Vamos comigo no sábado?

 

 

— Porque não?

 

 

Continuei meu treinamento com o saco de areia enquanto Seokjin foi fazer suas obrigações, alguns colegas antigos chegaram e treinamos juntos. Assim que deu meu horário de serviço tive que me retirar, estava com algumas feridas, mas eu estava me sentindo tão viva! Eu percebi como isso me fez falta o tempo todo, acho que voltarei mais vezes.

 

Voei até em casa tomei um banho e dei um jeito de disfarçar aquelas feridas, aquele momento com Seokjin me deixou muito animada!

 

 

(...)

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Agora vocês de namorinho, e conhecendo melhor a Legion of Dark


Gosta das minhas fanfics? De uma passadinha por aqui, Lovely Complex: https://spiritfanfics.com/historia/lovely-complex-imagine-j-hope-e-rap-monster-8805934


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...