História Delivered to your love - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Regina Mills, Swanqueen, Zelena
Exibições 305
Palavras 2.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oi oi! Volteeeei! hhahahah! Gente desculpa pela demora! LEIAM NOTAS FINAIS!

Capítulo 30 - A calmaría antes da tormenta


DTYL

Os dias estavam passando calmos para as garotas, já era quase fim de ano e estavam todos animados para o fim das aulas e começo das férias. Henry passava a maior parte do tempo com Emma, já que a loira ainda não tinha conseguido emprego, a relação deles estava evoluindo e amadurecendo incrivelmente, Regina também tinha desenvolvido laços com Henry, ela era extremadamente carinhosa e atenciosa com ele. Emma estava um pouco receosa em contar para o garoto sobre sua relação com Regina, mas no fim das contas tudo saiu bem, ele pareceu entender e aceitar.
A barriga de Ruby já começava aparecer e todos estavam babando e fazendo vários planos para o baby que estava a caminho. A morena de mechas vermelhas acabou se envolvendo com a Ruiva maluca mas conhecida como Zelena, as duas estavam confusas com relação ao que tinham, então por hora decidiram que era melhor não contar para ninguém e manter em segredo ate elas resolverem que rumo dar a essa historia.
Por outro lado a barriga de Mary Margaret estava enorme e ela já podia sentir os chutes que seu pequeno começava a dar, David era um pai babão e não parava de falar de seu pequeno ou pequena, o casal decidiu que não queria saber o sexo do bebe. Mary decidiu que por hora trocaria o curso de artes por um de pedagogia, ela agora precisava de algo que fosse garantir um emprego e David decidiu seguir os passos de sua esposa e faria curso de Direito.
Zelena ainda esbarrava com Kristin nos corredores da Universidade a loira ate tentou alguma reconciliação com a ruiva mas não teve sucesso, Zelena queria descobrir o que sentia por Ruby.
Era sexta feira depois de um dia cansativo de aula todos decidiram se reunir no fim do dia na casa de Regina, com duas grávidas no grupo de amigos, sair para beber e dançar estava totalmente descartado das opções do que poderiam fazer durante o fim de semana, então decidiram um programinha mais light, ficaram na casa de Regina comendo pizza e jogando conversa fora.
Mary estava sentada em um sofá com David enquanto o mesmo acariciava sua barriga, Ruby estava sentada no sofá de frente para o casal enquanto ria de Emma, a loira estava ajoelhada a sua frente enquanto conversava com sua barriga.
-Oi neném, eu sou Emma, e vou ser sua tia madrinha, olha que criança sortuda você vai ser.
-Mamãe o bebe da tia Ruby pode te ouvir?- Perguntou Henry que estava sentado no tapete da sala brincando com seus carrinhos.
-Claro, querido. Quando você estava na minha barriga eu sempre conversava e cantava para você.
-Eu não lembro disso, Mamãe.
Todos na sala riram do pequeno Henry, enquanto na cozinha estavam Regina e Zelena, enquanto a morena preparava a sua tão famosa torta de maça a ruiva conversava com ela.
-Sis... quando você descobriu que estava apaixonada pela Emma?
Regina que estava na pia lavando a louça que tinha sujado virou de frente para a amiga
-Bom... eu não sei exatamente quando isso aconteceu, não foi como se simplesmente um dia eu tivesse acordado e “ops, estou apaixonada” o sentimento foi crescendo com o passar dos dias, ele foi se intensificando e até os dias de hoje, ele cresce cada dia mais, quando eu penso que já não posso amar Emma mais do que eu já amo, puuff.. eu descubro que isso é possível, já seja com um sorriso, um beijo, o com alguma atitude, por mínima que seja, eu posso sentir que a amo cada vez mais.- Os olhos da morena estavam brilhando, elas simplesmente ficava boba quando o assunto era sua loira- Mas porque a pergunta, Zel?
-Nada.. eu só queria saber mesmo- A ruiva desviou o olhar
-Não minta pra mim, Zelena... você está apaixonada?
-Sim...-Regina arregalou os olhos em surpresa- Não, afs.. quer dizer, eu não sei.. isso é muito complicado, e eu não sei o que fazer, eu pensei que paixão era o que sentia por Kristin, mas o que eu estou sentindo agora é tão mais intenso, mas forte.. eu não sei explicar- a ruiva gesticulava com as mãos enquanto falava- Eu não sei o que fazer.
-Se entregue, Zel... se entregue a esse sentimento, assim como eu fiz com Emma, sinta-o dia a dia, sem medos, sem barreiras, apenas se deixe envolver, no fim você vai saber o que fazer.
-Eu não quero sair machucada
-Na verdade ninguém quer, a maioria tem esse medo, da dor que o amor pode provocar, mas não seria amor se não machucasse. Não pense nisso, pense nos momentos mágicos e felizes que você possa vir a ter com essa pessoa, pense nas coisas boas que o amor traz para nossas vidas.
A ruiva levantou da mesa onde estava sentada e foi ate a morena e a envolveu em um abraço
-O que seria da minha vida sem você?
-Espero que nunca precise descobrir.
Em seguida as duas foram para a sala e se juntaram aos seus amigos, Regina sentou ao lado de Ruby, Emma que estava no chão brincando com Henry assim que viu sua noiva pulou para seu colo envolveu seus braços a redor do pescoço da morena e lhe deu um beijo na bochecha.
-Mae!- Henry reprendeu a loira que o olhou confusa
-Que foi?
-Você não é mais criança e o colo de Regina é meu!-Ele ficou em pé cruzando os braços e fazendo um bico adorável.
-Mas eu estou com saudades da Regina, filho.
-Eu também estou!
-Calma, tem Regina pra todo mundo-Disse a morena-Swan da licença.
-oi? Como assim “Regina pra todo mundo?
-Swan não se mete-Regina empurrou a namorada que caiu sentada ao seu lado- Vem cá meu pequeno- Estirou os braços para Henry que prontamente se jogou neles e se aconchegou no colo da morena, apoiando sua cabeça no peito da mesma e com seus bracinhos abraçava sua cintura
-Gina... faz cafune?
-Claro meu anjo.
A morena começou a fazer um carinho gostoso sobre os cabelos castanhos de Henry, Emma assistia toda a cena incrédula, mas no fundo amava ver a interação de sua morena com o filho.
-“Tem Regina pra todo mundo” onde já se viu uma coisas dessas- A loira resmungava enquanto levantava e caminhava em direção a cozinha
-Onde vai, Emma?
-Depois vamos conversar, “Regina pra todo mundo”, agora eu vou pedir a pizza porque estou morrendo de fome.
Emma desapareceu na cozinha e na sala todos começaram a rir da crise de ciúmes da loira.
-Acho que hoje você vai dormir no sofá, Regina!- Zombou David
-Conte a ela, David.. como é desconfortável dormir no sofá já que você é expert nisso!- Mary falou para o loiro que fez um bico enorme.
Alguns minutos depois Emma voltou para a sala
-Hey garotão... vamos tomar banho enquanto a pizza não chega? Eu pedi seu sabor favorito.
-Ebaaa!- Henry gritou e pulo no colo de Regina e saiu em disparada em direção ao banheiro e logo Emma foi correndo atrás.
-Você tem duas crianças em casa, Regina- Falou Mary enquanto ria da atitude de Emma
-E pronto você também vai ter, Mary, porque David não é muito maduro.
-Hey! Eu estou ouvindo!
Todos caíram na gargalhada.
-Você está tão quieta...está se sentindo bem?-Perguntou Zelena para Ruby
-Sim, só estou um pouco nervosa... Domingo eu vou falar com a minha mãe... contar sobre a gravidez
-Eu não entendo porque vocês esperaram tanto tampo, Ruby já está com quase 4 meses. Eu ainda acho que vocês deveriam ter contado isso bem lá no início- Falava Mary
-Eu não me sentia preparada para enfrentar minha mãe... quer dizer...eu ainda não me sinto preparada, mas não tem mais saída, daqui a pouco as festas de fim de ano chegam e ela vai quere vir aqui ou vai querer que a gente vá lá para a casa dela, ou seja, ela vai levar uma surpresa e ficar brava do mesmo jeito, mas pelo menos que não vai estragar o clima de fim de ano, por isso vamos contar agora.
-Quem vai com você?- Pergunta David
-Emma e Regina
-E eu- Diz Zelena
-Você vai?- Ruby olhou surpresa para a ruiva
-Claro! Eu conheço sua mãe... nem louca te deixaria enfrentar aquela senhora sozinha
-Obrigada- Ruby sorriu e apertou a mão da ruiva.
Regina assistia a cena e começou a pensar que tal vez sua namorada tivesse razão sobre Ruby e Zelena estarem juntas.
Pouco tempo depois Emma e Henry voltaram para a sala e junto com eles chegou a pizza, tiveram uma noite muito agradável entre piadas e planos para os futuros babys.

*Na manha seguinte*

Emma e Regina estavam dormindo, a loira estava todo esparramada sobre a cama com uma mão quase na cara de Regina, sempre era assim, mesmo que elas começassem a dormir abraçadinhas, a loira se movia muito durante a noite e ao outro dia acordava do avesso. Elas estavam dormindo quando um celular começa a tocar
-Re... é o seu celular- Resmunga Emma
-Não Emm... é o seu... é você quem tem Fifth Harmony como toque de chamada.
A loira bufa e mesmo a contra gosto levanta e pega seu telefone
-Alo
-Bom dia, Senhoria Swan?
-Sim
-Aqui é da livraria onde a senhorita teve uma entrevista semana passada.
-Ah, sim.
-Gostaria de lhe informar que o cargo é seu, pode começar na segunda, se ainda esta disponível.
-Sim, Eu estou sim- A loira falava animada enquanto que com sua mão livre começou a chacoalhar Regina para que a morena acordasse.
-Ok, estaremos a sua espera, Segunda as 8 da manhã.
-Obriga.
A ligação foi encerrada
-Regina acorda! Acorda!- Emma ficou em pé em cima da cama e começou a pular que nem criança.
-Afs Emma! Que foi? Desce daí! Você vai cair!
-Eu consegui um emprego! Eu consegui um emprego, meu amor!- A loira se jogou e caiu de joelhos sobre a cama. Regina rapidamente levantou e abraçou a loira
-Serio? Que bom meu anjo, fico tão feliz por você!- A morena segurou o rosto de Emma entre suas mãos e começo a distribuir vários selinhos.
-Venha... Vamos tomar café e depois sair pra comemorar! - Emma saiu da cama puxando Regina pela mão e juntas foram ate o banheiro tomar banho e logo desceram para a cozinha. A casa estava em silencio absoluto, ainda ninguém tinha acordado, com exceção delas. Regina estava preparando café quando olha para a namorada que estava sentada na mesa com um cara sapeca.
-Eu conheço essa cara, Emma Swan.. O que você está querendo aprontar?
Emma sorriu e logo foi até a pia e pegou duas panelas que tinha ali
-O que você vai fazer, Emma?
A loira não falou nada... apenas saiu caminhando em direção ao quarto de Ruby e foi então quando a ficha de Regina caiu, ela apenas riu e balançou a cabeça negativamente. Quando chegou frente a porta, Emma segurou o riso, respirou fundo e logo em seguida abriu a porta do quarto da morena batendo as panelas fazendo muito barulho, Ruby no susto gritou e pulou na cama cobrindo seu corpo com um lençol
-AAAAAAAH... MEU DEUS, EU NÃO ACREDITO!- Emma grita quando vê um segundo corpo levantar da cama e cabelos ruivos todos bagunçados aparecerem na sua frente.
-Cala boca, sua idiota! Regina vai te ouvir, e ela não pode saber, não ainda!-
-O que eu ao posso sab....- A morena parou quando chegou ao quarto da irmã- O QUE SIGNIFICA ISSO?
-Serio que você precisa de uma explicação, amor?
-Zelena! O que!? Afs! Eu não acredito!
-Regina eu posso explicar- Falou a ruiva
-Então essa é a pessoa que você está apaixonada? MINHA IRMA?
-Você está apaixonada por mim?- Ruby olha para Zelena e a ruiva estava um pouco corada.
-Sim, eu acho que sim- Respondeu em quase um sussurro
-Eu vou esperar as duas na sala!-Disse Regina e deu as costas para sair do quarto- E ESTEJAM VESTIDAS!- Dito isso a morena foi para a cozinha.
Emma antes de ir atrás da namorada olhou para as duas que estavam a sua frente
-Só pra constar eu sabia disso desde o princípio, Regina que nunca quis acreditar em mim! Meu gaydar nunca falha!- Ruby jogou uma almofada na loira que saiu correndo e foi ate a cozinha onde estava sua morena.
-Amor...- Se aproximou da morena que estava parada ao lado da mesa de costas para a porta
-Eu ainda não acredito Emma... na minha casa, embaixo do meu nariz.
-Vai ver elas queriam tempo.
-Eu queria que elas tivessem me contado e não descobrir desse jeito.. pegando minha irmã e minha melhor amiga, na cama, NUAS!
-Calma, amor, elas devem ter uma explicação do porque não falaram nada-Emma afagava os braços da morena tentando acalma-la.
Meia hora mais tarde estavam as quatro sentadas na sala, Ruby e Zelena em um sofá e Regina e Emma em outro.
-Porque ninguém me contou?
Zelena e Ruby se olharam e logo voltaram olhar para Regina.
-Não estávamos preparadas ainda- Ruby tomou a frente começando a falar e Zelena pegou na mão da morena e apertou forte.
-Ah, não se sentiam preparadas pra falar, mas para se enfiarem na cama, sim, para isso estavam muito preparadas!
Emma apertava os lábios e estava fazendo um esforço enorme para não rir da situação.
-Qual é o problema, Regina?
-O problema é vocês não terem me contado! Eu pensei que vocês confiassem em mim!
-Sim, claro! O que acontece é que quando você começou a dormir com Emma a primeira coisa que você fez foi vir e falar comigo! Eu fui a última em ficar sabendo, Regina! Então você não pode me julgar porque você já esteve na mesma situação que eu.
-Eu não estou te julgando, estou chateada. Entenda se eu fiquei um pouco chocada em encontrar minha irmã e minha melhor amiga nuas na cama. Desde quando?
-O que?
-Desde quando vocês estão saindo?
-Desde o primeiro mês de gravides de Ruby- Zelena respondeu.
-É... eu e Zelena fomos ficando cada vez mais próximas, ela estava cuidando de mim e eu dela.. e um dia acabou acontecendo.
Regina respirou fundo e olhou para as meninas...
-Eu não sei que dizer pra vocês
-Bom... agora estamos todas em família- Diz Emma tentando aliviar o clima, Regina deu um tapa no ombro da loira e logo todas começaram a rir
-Então Regina.. vo..você aprova?- Perguntou Zelena
-Eu nunca imaginei que fosse viver pra ver Zelena tão acanhada...- Emma zombou da Ruiva
-É que eu conheço muito bem a amiga que tenho e também prezo por minha vida... e como não quero que ela arranque meu coração e logo esmague o mesmo, é bom ir com cautela.
-Pra começar se você realmente quisesse ir com cautela não teria se enfiado no meio das pernas da minha irmã!
-Regina eu não sou mais criança! Se eu fiz foi porque eu quis!
-Ta bom, ta bom... chega de brigas... Meninas, vocês deveriam ter contado pra Regina ou deveriam pelo menos ter trancado a porta ,fica a dica pra próxima vez. Regina elas não são mais crianças para de dar pichi e fica feliz porque sua irmã encontrou alguém que a gente conhece e que esta cuidado dela e do bebé. Certo?
Todas assentiram
-Agora vamos tomar café que eu estou morrendo de fome e tenho uma novidade pra vocês.
-Eu vou acordar Henry pra ele tomar café com a gente- Regina falou e foi em direção ao quarto. Elas tinham transformado o pequeno escritório de Ruby em um quarto para o menino, a morena nem se opôs pois amava Henry.
Tempo depois todos estavam reunidos na mesa do café conversando, Emma contou sobre ter conseguido um emprego e para comemorar foram passar o dia no parque juntos. Um dia relaxante e depois do pequeno susto que levaram durante a manhã o restante do dia foi agradável e em paz, tudo que elas precisavam antes de enfrentarem Cora Mills no dia seguinte.

Notas Finais


ENTAO
Gente vai ter uma passagem de tempo na fic, vai ser de 5 anos, eu quero escrever sobre elas em outra etapa, tipo, depois de ja terem acabado os estudos, etc, entao.. voces podem deixar aqui nos comentaros o que preferem
1) Acabar esta fic e fazer uma "2da temporada" com essa nova fase.
2) Fazer a passagem de tempo aqui mesmo e continuar com a estória aqui.
DEIXEM SUA OPINIAO, PLEEEAASEEE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...