História Demigods - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos, Predestinados
Visualizações 7
Palavras 788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O começo


Estava sentada na cadeira fria a frente de uma secretária larga de madeira escura, outra vez, com uns olhos grandes castanhos olhando para ela com um ar severo. Não era a primeira vez que estava sentada naquela sala, a frente do diretor da escola, aliás, era a décima vez em menos de 6 meses. Clarisse apenas queria sair daquela sala para ir ter com June, que a esperava nas cadeiras a um bloco da diretoria, mas parecia que desta vez era mais demorado que o costume, o Diretor Johnson parecia mais irritado do que nos outros encontros dias.

- Se continuar a partir coisas descaradamente, Mrs. Taylor, eu vou ter de a suspender durante uns dias, por isso tome mais atenção na próxima. Mas gostava de saber o que é que lhe passou pela cabeça para derrubar os cacifos todos, como é que sequer teve força para tal? – disse Johnson com o rosto franzido olhando direto para os olhos de Clarisse. Ele não a intimidava nem um pouco, mas não lhe convinha ganhar outra suspensão porque na ultima vez a sua mãe ficou muito chateada.

-Sabe como é a força de uma rapariga. – Disse sorrindo, contendo-se, e então ela apenas acenou para o diretor Johnson, e logo de seguida saiu da sala e fechou a porta com alguma força. Ela tinha sempre uma resposta na ponta na língua, e estava morta por a dizer, mas desta vez admitiu a derrota, afinal nem todas as batalhas valem a pena, e seguiu o seu caminho em direção a June.

- Então? Foste suspensa? – Perguntou June gargalhando e fazendo um olhar brincalhão para Clarisse enquanto se levantava e esticava as suas pernas.

- Não, mas o olhar do Johnson foi perturbador. – Disse sarcástica. – Foi por pouco, mas de qualquer das formas, apesar de adorar confusões, é melhor assim. Não quero me brigar com a minha mãe de novo. – disse andando em direção do pátio, sorrindo para June.

Clarisse e June passaram pelo cacifo anteriormente derrubado, admirando o seu belo trabalho, dando risadas enquanto estavam mais perto da porta para o pátio. Quando chegaram sentaram-se numas mesas de madeira onde se encontrava o resto do seu grupinho. June simplesmente admirava a equipa de futebol americano do seu lugar, apreciando a atenção que estes lhe davam. Com June era filha de Afrodite, tinha muita facilidade em encantar os rapazes, fazendo eles apaixonarem-se loucamente por ela, o que de vez em quando acontecia quando nem mesmo ela queria.  Clarisse, presa no seu mundo como habitualmente, começou a sentir um aperto no coração e soube logo que algo estava errado.

-Clarisse, está tudo bem contigo? – Perguntou June preocupada.

– Sim, estou simplesmente com um pressentimento estranho, talvez seja só impressão minha -Disse enquanto arrumava a sua mala.

 Arrastava June para fora do pátio, esperando que o seu pressentimento estivesse errado.

Elas saíram do pátio, e nesse momento tocou. Andaram tranquilamente até a sala, quando encontraram Luke a espera delas. Luke abriu gentilmente a porta para ambas, e todos entraram tranquilos para a aula.

 

 

…….

 

Já perto de casa sabia que tinha acontecido aquilo que menos desejava. Apressou-se a entrar para encontrar uma casa vazia, sem sinal algum de vida, apenas uma mancha de sangue e estilhaços de vidro partido no chão da sala. June trocou olhares com Clarisse, preocupada, sem reação, e ambas desceram o prédio a procura de Calíope. Elas sabiam que percorrer a cidade em busca da mãe de Clarisse seria em vão, então decidiram pedir um favor a Emma, descendente de Circe. Emma, como Clarisse e June, não era uma simples mortal, tinha herdado os poderes de Circe, aquela que ajudou Ulisses na sua volta para Ítaca. Ela não via a razão de raptarem a sua mãe, porque ela não era nada mais que uma simples ninfa. Ela pensou por momentos que estariam a procura dela, e levaram a sua mãe por engano, afinal, ela era das últimas filhas de Zeus.

Emma rapidamente atendeu devido a sua longa amizade. Chegou a casa de Claire que já tinha as coisas preparadas para fazer um feitiço de localização.

- estava tudo arranjado, um pertence de sua mãe, um mapa, e o sangue que tinha sido derramado anteriormente, era mais que suficiente. –

 - Acho que aqui está tudo o que precisas. – Disse Claire

- Não te preocupes, eu vou encontra-la. – Disse Emma preocupada em ajudar a sua amiga.

Emma colocou o mapa na mesa, agarrou em algum sangue que estava no chão e deitou-o no meio do mapa, em seguida, agarrou num colar de Calíope e começou o feitiço. Assim que acabou o sangue começou a arrastar-se pelo mapa em direção a Inglaterra.

- Faz as tuas malas June, parece que vamos para Londres! – Disse Clarisse.

 


Notas Finais


Até ao próximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...