História Demonic Angel - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Against the Current, One Direction
Personagens Chrissy Costanza, Dan Gow, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Against The Current, Amadurecimento, Amor Adolescente, Anjos, Atc, Auto-conhecimento, Chrissy Costanza, Demonios, Dor Da Perda, Gemma Styles, Morte, Ódio, One Direction, Perdão, Prejulgamento, Raiva, Redenção, Relacionamento, Religião, Superação
Visualizações 183
Palavras 2.524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou atualizando com menos de uma semana de diferença de um capítulo para o outro, mereço palmas!!!! kkkkk
Desculpem os erros, amo todos você e até lá em baixo tenho uma pergunta apos vocês terminarem de ler o capitulo.

Capítulo 23 - Demon with Wings


Fanfic / Fanfiction Demonic Angel - Capítulo 23 - Demon with Wings

[Fim de Semana]

Zayn pausou o jogo é caminhou em direção a porta, pela terceira vez a campainha era acionada, mas ninguém se deu ao trabalho de abrir a porta, e por ninguém ele se referia a Jessie e o pai que na certa estava com fones no ouvido ultimo volume já que era assim que o senhor Malik sempre fazia ao cozinhar sua famosa Lasanha, único prato que ele conseguia acertar.

- Finalmente - Gemma entrou antes mesmo que ele terminasse de abrir a porta.

- Oi pra você também Gemma, pode entrar fica à vontade.

- E aí cara? - Harry o cumprimentou antes de entrar.

- Entra aí - Zayn fechou a porta e foi até a sala onde estavam.

- Tem alguém em casa? - Gemma.

- Sim meu pai tá na cozinha fazendo almoço e a Jessie está lá em cima, por quê?

- Precisamos conversar - Harry.

- Tudo bem vocês dois estão esquisitos. – Ele se jogou no sofá,

- Por que não contou que já teve problemas de saúde? - Gemma.

- O quê? Do que você está falando? - Zayn ficou nervoso, não era um dos seus assuntos favoritos.

- Já sabemos verdade. Achei que não tínhamos segredos um com o outro - Harry.

- Mas não temos segredos cara, eu te conto tudo.

- Jessie me contou que nasceu para salvar sua vida, você era uma criança doente e podia ter morrido por conta da doença.

- Eu não acredito que ela contou pra você. - Zayn repentinamente se sentiu enfurecido por saber que tal informação saiu da boca da irmã, pessoa que jurou nunca contar para ninguém a menos que ele autorizasse. Não que sua vida fosse um segredo e seus amigos não pudesse saber, o fato é que se tratava da vida dele é falar sobre essa fase era muito perturbador e Zayn não conseguia tocar no assunto sem relembrar cada tratamento pelo qual teve que passar até finalmente ser curado com a ajuda de Jessie.

- E tem mais... Conta logo Gemma. – Harry QUE ultimamente não tem sido mais o mesmo incentivou.

- Bem é que ela deu a entender que se sente mal por isso, quer dizer, me pareceu que ela se sente mal por ser um bebê planejado pra salvar você, como se ela não fosse existir se você não fosse doente.

- Eu não sou doente, sou perfeitamente saudável. Essa garota já está me tirando do sério - Zayn foi ao pé da escada e gritou pela irmã que durante toda a semana estava irreconhecível, primeiro foi o cabelo, depois as roupas e dia apos dia ele a viu implicar com Harry e tortura-lo com a lembrança de Oliva, era como se ela tivesse um manual de como ser a falecida, mas essa façanha dela quebrou todos os limites da paciência do garoto e sua raiva quebrou todas as barreiras do bom senso. - Jessie! Jessie vem aqui agora!

- Você não manda em mim! Para de gritar seu maluco!

- Se você não descer agora vou arrasta-la até aqui embaixo e a não ser que você tenha triplicado o seu peso da noite para o dia pra me impedir vem já aqui!

Após alguns minutos de relutância Jessie desceu ainda de pijama com uma aparência emburrada, e pela primeira vez depois de descobrir a história toda estava a cara da Olivia sem ter que forçar para representa-la.

- O que você quer? - Demorou alguns segundos para ela perceber que não estavam sozinhos na sala.

- Não cumprimenta as pessoas mais não? Mal criada. - Zayn

- O que você quer? - Jessie insistiu ignorando os outros.

- Você contou pra Gemma sobre ser um bebê planejado?

- Sim. – Era visível a falta de interesse dela na conversa.

- E a parte que você prometeu não contar para as pessoas porque eu não gosto desse assunto ficou onde? Agora você quebra promessas também?

- Não estava falando sobre você, ou se esqueceu de que eu sou parte dessa história também? Prometi não contar sobre você, mas não me lembro de prometer esconder a minha história.

- Por que disse que se sente mal com isso se já me agradeceu varias vezes por ter nascido doente? Por que mentiu pra Gemma? – Zayn não a reconhecia e não sabia como ajudar Jessie a ser como antes.

- Desculpa estou confusa, quando eu menti exatamente querido irmão?

- Você nunca se importou em ser um bebê planejado, o que está acontecendo com você? - Jessie riu e se jogou no sofá.

- Aquilo foi divertido, devia ter visto a cara dela.

- Não teve graça Jessie - Gemma também estava bastante irritada com o comportamento dela.

- Pessoas mudam querido irmão, e no momento estou muito incomoda por ter nascido só pra salvar você. Você é um idiota.

- Sua mal criada! Queria poder te dar umas palmadas pra você aprender!

- E você merece morrer por espancamento pra ver se volta sendo um cara menos babaca!

- Tá bom já chega vamos embora Gemma. - Harry não estava mais aguentando olhar para Jessie, ultimamente ela tem o deixado louco com cada palavra dita.

- Acho que vai querer ficar pra ouvir o que eu tenho a dizer - Jessie sorriu de lado. - Vem senta aqui do meu lado. Se você se comporta até deixo me chamar se Olivia uma ou duas vezes.

 - Jessie! Você foi longe demais! - Zayn está preste a pular no pescoço da irmã.

- Se você não sentar vai ser pior Harry - Ela por sua vez não estava nem um pouco preocupada. - Então Harry o que vai ser?

 

[Harry]

Eu não tinha escolha, precisava me sentar ao lado dela antes do Zayn pular em cima dela de tanta raiva. Ultimamente isso é tudo o que ela faz, provoca todos nós e me deixa sem opções e eu acabo fazendo exatamente o que ela quer. É humilhante estar sempre nesse tipo de situação pareço uma marionete nas mãos dela, mas o pior é ver meu próprio reflexo nos olhos dela " Não estou fazendo nada diferente do que você já fez"  é o que ela diz sempre que imploro para ela parar, e quer saber ela esta absolutamente certa.

- Pronto você já provou mais uma vez que pode controlar o Harry - Não sei dizer se minha irmã está zangada ou magoada, acho que os dois ao mesmo tempo, acho que ela se sente mal por não poder ajudar e com raiva por tudo o que tem passado desde sei lá sempre.

- Mal criada - Era tudo que Zayn sabia falar.

- Para de falar isso, parece um disco velho arranhado. Eu sou mal criada mesmo e daí? Prefiro ser mal criada do que mal caráter igual a você Zayn.

- Já chega você ultrapassou todos os limites Jessie, vou contar pra mamãe e para o papai o que você anda fazendo.

- E o que eu ando fazendo irmão? - Ela apoiou o cotovelo no meu ombro.

- Não se faça de desentendida, ninguém mais acredita na sua inocência. Meu Deus o que ensinam naquele convento?

- Certamente não ensinam a mentira para a namorada que é irmã do seu melhor amigo.

- Não somos mais namorados - Gemma.

- Vocês foram um dia? - Me sinto traído, não acredito que o Zayn namorou minha irmã sem a minha permissão.

- Você vai acreditar nela? Sério Harry? - O conheço melhor do que Z. imagina. Ele está entrando em colapso por causa da raiva reprimida, ele sempre foi assim.

- Harry querido existem muitas coisas que você não sabe, mas não se preocupa vou cuidar de você e lhe mostrar todas elas, até as mais dolorosas, principalmente as dolorosas - Mesmo sendo malvada não acho que Jessie mudou por dentro porque seu sorriso ainda era o mesmo sorriso inocente de antes e seus olhos embora eu não consiga olhar diretamente para eles a algum tempo permanecem imaculados.

- Jessie Angel Malik para de fazer isso agora.

- Zayn você não pode parar o que está acontecendo comigo - Ela riu - Só estão colhendo o que plantou, sinto muito se o fruto está podre, mas a culpa é inteiramente sua por regar a semente com mentiras e covardia. Gemma você acha que eu estou sendo cruel te contando a verdade?

- Um pouco. – Pobre Gemma agora percebo o quanto eu a fiz sofrer nesses anos todos, mas ela continuou ali do meu lado sempre.

- Não é o que você conta, mas a forma com que você conta é cruel e não demonstra compaixão.

- Da mesma forma que você faz meu bem? - Ela me encarou e foi como mais um daqueles momentos em que conseguia me ver no monstro que estava nela, como um espelho.

- Exatamente. – Era deprimente admitir isso, mas eu era um ser humano horrível como Jessie esta se tornando um.

- Então porque o Harry foi cruel contigo você está sendo cruel com todos? - Zayn.

- Ainda não entendeu não é irmãozinho? Não é só o Harry, todos vocês merecem ser punidos. Olha pra você não consegue enfrentar o Harry em nome da sua felicidade, e é fraco demais pra esperar pela garota que ama de verdade por isso a machuca levando cada uma que piscar pra você pra cama.

- Para Jessie, por favor - Zayn estava mal e eu sinceramente já não importo em implorar mais.

- Como se não bastasse isso não é homem suficiente pra assumir suas promessas. Você me prometeu que iria cuidar de mim durante cada segundo da sua vida, mas pra minha surpresa sua prioridade é o Harry e não eu e tudo por quê? Por causa de uma garota morta que partiu o coração dele.

- Você é a pior irmã do mundo sabia?

- Você sabe que é verdade não coloca a culpa em mim! - Gemma estava chorando e isso me deixava mal. Mal porque Zayn sabia que era verdade tudo aquilo, mal porque Gemma não precisava ouvir isso e mal porque Jessie precisou virar um monstro por causa das nossas questões mal resolvidas.

- Você não é melhor dó que a gente sabia? O Zayn pode não ser um cara perfeito, mas ele está tentando melhorar e você está descendo ladeira abaixo a cada dia. - Eu nunca me vi defendendo alguém antes da Jessie virar essa peste negra, mas parece que o pior nela despertou o melhor de mim.

- Harry para de falar querido, ainda não está na hora de ferir seus sentimentos - Ela cobriu minha boca com a mão e voltou a maltratar o irmão. - Você não passa de um covarde Zayn... Sabe o lado bom do Harry? Ele é um canalha, mas ele sabe que é um canalha e não esconde das pessoas, já você tenta passar por bom moço e não admite que é um canalha. Você deve tantas desculpas a tantas pessoas, por que não começa a pensar sobre isso e vira uma pessoa melhor? Quem sabe assim o Harry deixa finalmente você namorar a irmã dele porque tenho certeza que é esse o motivo dela não estar nos seus braços agora.

- Você é um mostro - Gemma.

Zayn saiu correndo, ele sempre se isolar quando está prestes a chorar, Jessie foi tão cruel, ele não é de chorar, porem ela sabe tocar na ferida de cada um. A única pessoa que não está sendo torturado é o Niall, mas só de saber que mesmo parecida ela não é a Olivia era uma tortura mais do que dolorosa pra ele. Nesse ponto eu até o admiro, ela não caiu nessa armadilha como o resto de nos.  

- Gemma...

- O que você quer Jessie? – Sempre estamos na defensiva com ela.

- Essa é a hora em que você vai atrás dele é me deixa sozinha com o Harry.

- Pra você torturar o meu irmão? Não Obrigada.

- Tudo bem Geh vai atrás do Zayn e cuida dele por mim, posso aguentar um pouco mais do veneno dela.

- Que gracinha você é Styles, desde quando se preocupa com as pessoas? - Gemma foi atrás do Zayn e Jessie ficou me encarando com um sorriso no rosto. - Estou curiosa pra saber por que escolheu ficar sozinho comigo já que passou a semana toda me evitando.

- Para de agir como se você fosse a Olivia Jessie.

- Por quê? As pessoas estão me levando a sério agora. Você está me levando a sério agora.

- Por que esta fazendo isso?

- Ainda não sabe Harry? Achei que você fosse mais esperto, devo ter te julgado errado.

- Então você só quer fazer todo mundo se sentir mal?

- Colocando dessa forma parece muito cruel, mas sim é o que eu quero. Algum problema?

- Você deve saber que eu era loucamente apaixonado pela Olivia.

- E daí?

- Daí que se você agir como ela...

- Não vai dizer que tá apaixonado Styles - Ela se contorceu de rir - Que patético e tão a sua cara.

- Você está me deixando maluco garota, eu odeio você como a Jessie é odeio mais ainda como a Olivia e não consigo controlar a vontade insana de abraçar você é fingir que você é a Olivia por alguns instantes.

- Se você ceder a sua vontade sabe que vai acabar endoidando né? - Ela tinha um sorriso no rosto de vitória, ela não precisava ser rude pra me destruir pelo contrário se ela for doce como a Olivia significa a minha queda, e Jessie sabia muito bem disso até a mania irritante de chamar todos de querido ela copiou. Jessie sabe muito bem o que esta fazendo.

- É eu sei muito bem.

- Aproveita que ninguém está olhando, eu não conto pra ninguém. - Ela abriu os braços como uma mãe que está preste a dar o colo para um filho, significava proteção a mesma que eu tinha nos braços da Olivia, mas se eu ceder pra mim só significa uma coisa, a morte.

- Isso é tortura.

- Não Harry isso se chama afeto. – Ela já mostrava o sorriso de vitória.

- Não vou abraçar você.

- Por quê? Tem medo de serem tão bons quanto os braços da Olívia? - Eu só queria saber como ela consegue fazer isso.

- Você é um demônio de asas Jessie Angel Malik

- Finalmente aprendeu meu nome Styles - Ela continuava sorrindo e eu já não sabia se era a Jessie ou a Olivia na minha frente e não conseguiu resistir ao contato físico, acabei abraçando Olivia nos braços da Jessie era como se estivesse sendo puxado para a minha própria sepultura. - Isso, fica o quanto quiser. Reconhece o perfume?

- Garota malvada. - Eu não sei por quanto tempo fiquei abraçado a ela, eu só consegui pensar na Olivia e de quanto a abraçava assim. Meu coração se partiu em mil pedacinhos diferentes e depois se partiu novamente. Ela esta me destruindo.


Notas Finais


Levanta a mão quem ainda acha a Jessie malvada e escrota! Deixa a tia contar.
Confesso que fiquei meio confusa após esse capítulo.

Beijos meus amores,
até o próximo capitulo.

All Love


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...