História Demons in Heaven - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Criminal
Exibições 173
Palavras 1.891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi espero que gostem!!

Capítulo 14 - Justin Bieber pai??


Fanfic / Fanfiction Demons in Heaven - Capítulo 14 - Justin Bieber pai??

Point of View Justin Bieber

Eu nunca pensei que seria ‘’pai’’ muito cedo,na real nunca passou pela minha cabeça em ser ‘’pai’’. Nessa fase que estava meu pensamento em si,era: sexo,mulheres,dinheiro,drogas e entre outras coisas...O que eu mais pensava era no meu império que custei a ter e dominar. Pensamentos passados,agora eu estou deitado ao lado da menina que eu mais amei quando menor,e pensando em como a minha vida mudou em um mês, ela esta grávida e eu sou o pai. Quem diria,hein? Eu, Justin Bieber pai. A única coisa que posso afirmar é que o mundo da voltas,em um dia eu estou bloqueando qualquer sentimento que envolva ela,para simplesmente não voltar a ser aquele velho Justin viado,e no outro estou eu deitado ao lado dela olhando-a dormir,só esperando ela acordar para contar ao nossos amigos que estamos juntos e que vamos ter um filho. Não sei ao certo o que sinto pela Barbara ainda ou se é o mesmo sentimento de anos atrás,pois eu fiquei onze anos bloqueando sentimentos que envolvessem amor,carinho,afeto e coisas do tipo...e agora que ela voltou tudo se tornou uma confusão.

Acordei logo cedo e tratei de ligar para casa,pedindo a Alice (minha empregada) para fazer um almoço para todos e também pedi que avisassem aos meninos para ficarem em casa e não fizessem planos pela tarde,pois queria todos em casa o dia todo...porque já iria contar para eles a novidade. Como a minha família estaria aqui na cidade mês que vem,esse seria o dia que contaria a eles...Já imagino minha mãe pirando,afinal ela sempre falou que se a Barbara voltasse eu iria largar a vida a qual estou levando,porém eu não vou largar essa vida porra nenhuma,e se a Barbara quiser mesmo ficar comigo vai ter que aceitar...pois a mesma falou que mudamos.

- Bom dia Bieber – Falou se levando indo em direção ao banheiro fazer suas higienes matinais.

- Bom dia Somers – Falei olhando ela voltar rindo do banheiro. As vezes penso que ela tem algum problema na cabeça,eu hein...Ela ri a toa.

- Somers? Virei o Chaz? – Caiu na cama rindo,e agora que me toquei...Pareceu que eu estava chamando o Chaz,e não ela.

- Cole meu irmão,tudo na paz viado? – Brinquei com ela  continuando a tratando igual trato o Chaz.

- Idiota – Bateu em meu peito,e sentou-se de frente a mim com uma cara esquisita que já imagino o porque.

- Esta com fome,né? – Falei brincando com o cabelo dela que estava em um coque engraçado e todo desarrumado.

- Como você sabe? – Falou pasma – Estou morrendo de fome – Fez o mesmo drama que fazia quando criança.

- Você sempre quando acorda fica com essa fome do caralho – Imitei ela na ultima parte e começamos a rir.

- Você não esquece de nada mesmo,né? – Questionou – Mais esquece,vamos comer logo...porque a minha fome agora é em dobro. – Falou saindo do quarto,e ri com isso.

- Agora,vai colocar a culpa no bebê porque você esta comendo igual a uma draga? – Falei isso enquanto a segui para a cozinha.

- Vai se ferrar Bieber – Parou no meio da cozinha – Olha que danadas,todas saíram e me deixaram sozinhas com você – Fez bico – Onde será que elas foram? – Perguntou notando que não tinha nenhum sinal das meninas pela casa.

- Elas já devem ter ido para minha casa – Olhei para o relógio que fica no balcão da cozinha – Afinal,estamos meio atrasados. – Na mesma hora ela parou de se deliciar com a fatia do bolo e me olhou com os olhos arregalados.

- O que? Porque você não me acordou? Justin,eu não sei que roupar colocar. –
Fez drama e saiu correndo,só que voltou logo em seguida para pegar outra fatia do bolo e saiu correndo novamente. Apenas sentei e fui tomar o meu café da manhã tranquilamente,porque do jeito que mulher é para se arrumar...daria para eu ir tomar café no Canadá e voltar,e ainda ela não estaria pronta.

Point of View Barbara Somers

Revoltada estou com o Justin,ele sabia que tínhamos que sair...mais ele fez a ‘’bondade’’ de não me acordar cedo,porém,ele também não falou direito que horas seria esse almoço. Só agora ele resolveu abrir o  bico e falar que estamos meio atrasados,e todos já estavam nos esperando,a única coisa que espero é que as meninas não abram a boca e falem para os meninos a novidade,antes de nós dois.

Terminei de comer minha deliciosa fatia do bolo e entrei no banheiro para tomar banho,lavei meu cabelo...pois ele clamava por isso. Logo após meu banho,me enxuguei e vesti o roupão,e segui para o closet a procura de uma roupa e um sapato...minutos depois,escolhi uma calça preta,uma bota cano baixo e uma camiseta com um ET desenhando na frente...roupa simples para um clima bipolar,esta um pouco frio e um pouco quente. Deixei a roupa em cima da cama e fui secar o cabelo,e depois fazer uma maquiagem básica...assim que acabei,vesti a roupa e passei perfume. Coloquei meus acessórios e me olhei no espelho mais uma vez e achei que já estava bom.
Desci as escadas e quando olhei para o sofá,ri com a cena...tinha um Justin com uma cara de bunda no sofá brincando com as almofadas.

- Pronto,vamos? – Fiquei com um pouco de vergonha pelo o modo que ele me olhou,só que ignorei e dei um sorriso tímido indo em direção a porta com ele me seguindo.

- Até que fim. Nossa não sei porque vocês mulheres demoram tanto. – Revirou os olhos – Porra...até que essa demora valeu a pena. – Senti seu olhar vagar pelo meu corpo – Você esta linda. Só que esta esquecendo uma coisa. – Na mesma hora virei,pensando que estava esquecendo meu celular.

- O que? Meu celular? – Ele riu e se aproximou um pouco mais.

- Não...Isso. – Assim que terminou ele me puxou para ele,e me beijou...E que beijo.PUTA QUE PARIU.Eu nunca iria me cansar de beijar ele,só paramos por conta que a falta de ar se fez presente.

- Vamos? – Perguntei sorrindo e ele assentiu também rindo.O caminho foi engraçado, fomos cantando as músicas que tocava na radio e eu ria por não saber cantar direito e o Justin ficava fazendo gracinhas também. Assim que chegamos os portões já foram abertos...descemos do carro e entrelaçamos nossas mãos e caminhamos para a porta principal,onde da mesma já se podia ouvir a bagunça que estava na sala de estar,onde deviam estar nos esperando.

- Até que fim o casal resolveu chegar,hein? Puta que pariu que demora. – Chris foi o primeiro a nos vê e assim que falou todos viraram para a gente e logo os olhos de todos foram para as nossas mãos entrelaçadas,as meninas só sorriram.

- Posso saber o porque a mão do Justin esta em contato com a sua Barbara? – Chaz falou com seu jeito ciumento de sempre.

- Não começa Chaz...pelo amor de Deus. – Falei fugindo do seus ciúmes chato para cacete.

- Ta bom. Agora, por favor vocês já podem contar a surpresa para a gente,pois só acho que esperamos demais e estamos com fome. – Ryan entrou na sala falando e quando parou olhou para nos dois com uma sobrancelha arqueada.

- Estamos juntos. – Justin falou fazendo gracinhas e levantou nossas mãos.

- Ah...serio que era só isso? Ta bom Ryan,passa quinhentos ai...você perdeu. – Chris falou e na mesma hora todos olharam para ele e para o Ryan,Ryan coçou os bolsos e tirou os quinhentos do bolso e passou para o Chris reclamando. E todos ainda continuávamos encarando os dois sem entender nada.

- Vocês poderiam explicar isso que aconteceu? – Mia perguntou para os dois,antes de todos...afinal todos queríamos saber do que se tratava essa troca de dinheiro.

- Eu e o Chris apostamos que vocês dois voltariam rápidos,porém, eu apostei que seria dois meses,pois o Justin estava meio lerdo e a Bah estava namorando. E o Chris apostou um mês,então como vocês podem ver,eu perdi. Muito obrigado Justin e Barbara. – Ryan explicou bravo,e todos começaram a rir.

- Serio que vocês estavam esperando nos dois ficarmos juntos? – Perguntei rindo e o Justin me acompanhou.

- Sim! – Falaram todos,menos o Chaz.

- Eu não. – Falou meio bravo. – Se essa for sua escolha, estou feliz por você. E Justin,se você fizer alguma coisa que machuque a minha prima,considere-se um homem morto...só para dizer que eu não avisei. – Falou ameaçando o Justin e todos riram.

- Ok mano,pode deixar que irei cuidar bem dela. – Mandou uma piscadela para mim,e riu com suas mãos em forma de rendição e depois fizeram um toque estranho.

- Ta bom – Jessie chamou nossa atenção – Agora,vocês podem realmente contar a novidade que importa...Se não eu mesma conto de tão aflita que estou,e vocês com essa enrolação – Falou e todos os meninos nos olharam confusos.

- Bom...na verdade eu e o Justin iríamos contar para vocês duas notícias,a que estamos juntos e a que eu... – Comecei a explicar aos meninos,porém, o Justin me cortou bem na hora que ia terminar de falar.

- Eu sou ser pai. PORRA. – Ele gritou animado e os meninos travaram e eu seguido das meninas começamos a rir.

- Oi? Você pai? Esta zoando,né? – Chris perguntou todo confuso.

- Caralho eu vivi para ver o Justin Bieber ser papai. – Ryan falou rindo e vindo abraçar o amigo,logo depois veio o Chris. Chaz continuava no mesmo lugar travado,então resolvi ir até ele e falar com mais calma com o mesmo.

- Você esta mesmo grávida? – Ele perguntou olhando nos meus olhos.

- Sim. – Respondi simples e sorrindo.

- Você esta feliz?

- Que pergunta Chaz. É claro que sim.
- Se você esta feliz,então eu também estou. – Ele me abraçou e senti uma lagrima cair dos meus olhos,afinal o
Chaz sempre foi o mais próximo e presente da minha família. Ele é como um pai para mim.

- Chaz,não é só eu que estou feliz. O Justin também esta,vai lá nele...ele é o seu amigo. – Falei olhando para os meninos que ainda estavam o parabenizando e brincando com ele.

- Ta bom, vou lá. -  Sorri para ele e o acompanhei com os olhos,sorri ainda mais quando o vi se juntando aos meninos. Justin me olhou sorrindo.

- E não é que você domou a fera mesmo,senhorita Somers. – Jessie veio fazendo graça.

- Pois é,a mamãe aqui tem esse poder. – Falei rindo e fazendo graça. Eu e as meninas também ficamos fazendo piadas e planejando coisas para o bebê. Logo depois os meninos se juntaram a nós. Continuamos a fazer gracinhas e piadas até a hora que decidimos almoçar. Agora,todos estão la dentro assistindo um filme...Enquanto eu e o Justin estamos sentados na beira da piscina conversando coisas aleatórias e brigando novamente,com o sexo do bebê e com o nome.

- Olha Justin iremos fazer assim,se for menina eu escolho e se for menino você escolhe,ta bom? – Não aguentava mais ele falar milhares de nomes,esta muito cedo ainda...e o principal não sabemos,o sexo do bebê e ele já estava assim.

- Ta bom,já tenho que começar a pensar no nome do meu mini Bieber. – Falou todo feliz só de imaginar um mini dele.Sorri com isso e dei um selinho nele,que logo o mesmo transformou em um beijo calmo,um beijo apenas para aproveitarmos o momento,que acabou com selinhos.

- Tenho uma pergunta. – Justin falou com nossas testas grudadas uma na outra.

- Pergunta então. – Falei simples,mais no fundo estava curiosa.

- Você quer morar comigo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...