História Denfendendo um assassino- Imagine Park Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 591
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Denfendendo um assassino- Imagine Park Jimin - Capítulo 1 - Prólogo

28/12/2010

S/n on

Mais um dia em casa e com muita ansiedade. É hoje que irei saber se passei na faculdade de Direito em Harvard, seria um sonho! Estudei muito e como eu sou fluente em inglês não teria problemas lá. Bom, vamos fazer as apresentações. Meu nome é S/n, sou brasileira mas se eu ganhar essa bolsa, estaria prestes a me mudar pro Estados Unidos.

S/m: Filha! Chegou a correspondência!- Ela vem animada pra mim abrir o envelope com o resultado que diz se eu passei ou não. Assim que eu abro. Eu quase morro do coração de felicidade

Aprovado(a)

Parabéns senhorita S/s

Você passou em 35º entre os 100 aprovados. Parabéns!

S/m: E então?

S/n: Eu passei!- Comecei a dar pulinhos junto com minha mãe de tanta felicidade. O problema é que lá vou ter que morar sozinha, vou sentir falta da minha mãe, mas é pelo meu futuro

S/m: Quando vai viajar?

S/n: Daqui 7 dias

Jimin on

Aprovado(a)

Parabéns senhor Park Jimin

Você passou em 24º entre os 100 aprovados. Parabéns!

Fiquei paralisado, não acreditei no que eu li! Agora que minha vida daria uma guinada total. Terei que sair da Coréia pra ir pro Estados Unidos

Jh: E então passou?- Ele perguntava curioso

Jm: Sim- Sorri abertamente e ele gritou e pulou parecia até que tinha sido ele que tinha passado

Jh: Parabéns!! Só não esquece dos amigos aqui- Ele riu

Jm: Nunca esquecerei

Jh: Por que não parece tão animado?

Jm: Estou com medo, lá são pessoas muito diferentes de mim, outro idioma, outra cultura. Confesso que estou inseguro

Jh: Vai dar tudo certo Jiminie acredite. Você tem um futuro brilhante pela frente

Jm: Estou ansioso. Eu preciso daquele saco de pancada, isso tira minha ansiedade

Jh: As luvas estão na estante. Se é assim que irá se sentir melhor vá- Sorriu –Quando irá viajar?

Jm: Daqui 7 dias

7 dias depois

Já consegui comprar um apartamento lá, para ter onde ficar e meus pais me darão uma boa quantia todo mês pra conseguir viver numa boa. Arrumei minha mala, me despedi dos meus amigos e família e agora estou no avião, pensando na minha vida daqui pra frente. Nos meus cálculos já que eu entrei no avião 00:00 chegaria no Estados Unidos por volta das 11:00 da manhã (Tempo de vôo da Coréia pra América)

S/n on

7 dias depois

Minha mãe comprou um apartamento pra mim poder viver no Estados Unidos, arrumei minha mala e agora estou no carro indo pro aeroporto e chegando lá fiz tudo que tinha que fazer e me despedi da minha mãe que estava chorando, a despedida demorou tanto que só fui até o avião na última chamada ás 2 horas da madrugada e assim que ele decolou eu dormi a viagem inteira e chegaria no aeroporto do Estados unidos por volta das 11:00 da manhã

(...)

Fui acordada pela aeromoça falando que já tínhamos pousado, dormi muito me levantei sai do avião e peguei meu celular pra avisar pra minha mãe que cheguei bem e tudo mais, fui a procura da saída do aeroporto falando com minha mãe pelo celular e com minha mochila nas costas. Não trouxe tantas roupas, só trouxe o necessário que cabe em uma mochila o resto eu compro tudo aqui mesmo, continuei falando com minha mãe enquanto andava pelo grande aeroporto internacional do Estados Unidos enquanto conversava com a minha mãe. Até que esbarro em alguém e acabo caindo de bunda no chão e meu celular também

Xx: D-Desculpe, você esta bem?- Ele falava inglês um pouco estabanado, não era daqui, ele tinha traços asiáticos e tinha mais ou menos minha idade provavelmente ou era um pouco mais velho. Ele estendeu a mão para que me levantasse e assim eu fiz

S/n: M-meu celular- Eu disse e ele se agachou e fez a gentileza de pegar meu celular pra mim

Xx: Não quebrou- Sorriu –Jimin, prazer- Ele estendeu a mão pra que eu apertasse e assim eu fiz

S/n: Prazer, S/n- Sorri pra ser educada –Bom, já vou indo. Obrigada- Falei e ele sorriu e assentiu, retornei a ligação pra minha mãe e sai do aeroporto indo até a rua e no final da avenida tinha um ponto de táxi, fui andando até lá enquanto falava no telefone com minha mãe

Jimin on

Que menina desastrada. Ri do meu próprio pensamento. Sai do aeroporto e fui até o ponto de táxi que era no final da avenida assim que cheguei olhei pro lado e vi S/n falando No telefone e sem prestar atenção, ela atravessa a rua enquanto um ônibus está passando. UM ÔNIBUS!!! Não é um carro, não é uma bicicleta ou uma moto É UM ÔNIBUS!

S/n on

Estava atravessando a rua enquanto estava no maior papo pelo celular. Quando sinto alguém me empurrar pra calçada me dando um susto. Cai deitada na calçada com o cara do aeroporto em cima de mim, ele estava ofegante e eu não estava entendendo nada

S/n: Por que me empurrou?

Jm: Você é doida? Quase foi atropelada por um ônibus

S/n: An? Ônibus?- Dei uma olhada pro meio da rua e vi o ônibus passando. Ou seja, eu quase morri –O-obrigada... É Jimin né?- Ele assentiu –Então obrigada Jimin- Ele nada disse e continuou em cima de mim –Então? Não vai sair?

Jm: Que?

S/n: Sair de cima de mim

Jm: A-ah desculpe- Ele riu e se levantou e me estendeu a mão para que eu fizesse o mesmo, peguei meu celular e me levantei com sua ajuda –Tome mais cuidado S/n. Não fique falando no telefone na rua, é perigoso.

S/n: Obrigada mais uma vez- Sorri e vi um Táxi chegando e fiz sinal para que ele parasse, dei uma última olhada para Jimin e acenei com a mão dando tchau e ele retribuiu o aceno. Entrei no Táxi e dei o endereço do apartamento que minha mãe comprou e ele deu a partida pra lá.

Cheguei no meu apartamento dormi pois estava exausta e depois de longas horas de sono. Sai de casa pra comprar algumas coisas

(...)

Comprei tudo que precisava comprar material, comida, roupas etc. Precisava estar preparada daqui 3 dias iria ter o meu primeiro dia de aula em Harvard, e irei ser muito focada nos estudos. Meu futuro que está em jogo.

Jimin on

3 dias depois

Fiz tudo que tinha que fazer, comprei tudo que precisava pro primeiro dia. Agora são 6:00 e eu me arrumei pra ir, sai do condomínio e entrei no meu carro. Pois é, precisava de um carro também então tive que comprar um. Fui em direção a Harvard, estacionei e entrei na Universidade, fui ver qual era minha sala e fui até lá. Tinham poucos alunos, era cedo ainda então me sentei na segunda carteira do meio e esperei todo o resto da turma chegar, enquanto mexia no celular

S/n on

Acordei mega atrasada e me arrumei super rápido, chamei um táxi e logo desci pra espera-lo na frente do condomínio e isso fez eu me atrasar mais, só não tenho um carro porque não fiz 18. Ainda faço esse ano porém ainda não fiz.

(...)

Cheguei na Universidade e fui procurar a sala de direito e fui até lá, entrei na sala e estava lotada, tinha pessoas de todas as idades de 18 pra cima. A aula já havia começado e eu atrapalhei batendo na porta e cortando o que o professor estava falando

S/n: Com licença

Professor: Chegando atrasada no primeiro dia senhorita- Arqueou a sobrancelha

S/n: Desculpe

Professor: Que isso não se repita- Assenti e fui até a única carteira vazia que era a primeira e era na frente da carteira de um garoto, era o mesmo do aeroporto, o Jimin. Muita coincidência não? Ele me olhava confuso e sentia que ele tinha vontade de rir, ignorei e me sentei no meu lugar e prestei atenção na aula

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...