História Denis e... Kellin?!! - Kellis - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 28
Palavras 398
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Má notícia


Fanfic / Fanfiction Denis e... Kellin?!! - Kellis - Capítulo 3 - Má notícia

- Denis! Ei, Denis! - Muito tarde, o mais novo já havia desmaiado nos meus braços.

Estava acompanhado de Gabe, que me ajudou a levar o moreno para um hospital lá por perto, pois, claramente, ele não estava bem. Falei na recepção o que havia acontecido com Denis e, logo, o encaminharam. Esperamos um diagnóstico do médico que estava cuidando dele. Quando o vimos sair do quarto de Denis, fomos atrás do mesmo rapidamente.

- Então, como ele está? - perguntei, nervoso.

- Stoff está bem. Digamos que foi uma recaída. Má alimentação, eu creio.

- Má alimentação?

- O paciente apresenta fraqueza, por isso, a recaída. Má nutrição deve ser a causa, mas já estamos repondo os nutrientes em seu sangue pelo soro. Daqui a pouco, ele deve acordar.

- Posso esperar dentro do quarto por ele?

- É claro, mas apenas você, jovem, porque, mesmo que acorde, vai estar meio tonto, fraco ainda e, por isso, quanto menos gente ao seu redor, melhor. Evite falar alto também.

- Certo. - O médico se retirou. - Pode ir voltar pro ônibus, Gabe. Vou passar a noite no hospital mesmo.

- Se o médico não deixar?

- Pego um táxi.

- Okay então. Vou indo.

Gabe se virou e saiu. Entrei no quarto, em que Denis estava, e encontrei o moreno desacordado. Não havia percebido antes, mas seu rosto estava pálido e ele tinha olheiras profundas. Me senti mal por um instante, porém, quantas noites eu passei acordado, esperando por notícias dele?

Me sentei ao lado de sua cama e segurei sua mão... Tão fria. Olhei para um aparelho ao lado de Denis só para ter certeza que seu coração batia, pois olhando para ele... parecia que estava morto, sem dúvidas.

Passei minha mão pelo seu rosto sereno. Fazia tanto tempo que não o sentia, era como se estivesse em um sonho, ainda não havia caído a ficha de que ele realmente estava lá.

Por um instante, meu coração parou, eu senti isso ao tocar a pele de seu braço por debaixo de sua camiseta. Eu queria estar errado, só que ao levantar um pouco sua manga, uma lágrima escorreu. Fiz o mesmo com a outra e desabei a chorar. Haviam cortes. Céus, não! Impossível! Já havia sido difícil suportar seu desaparecimento, ele não podia fazer isso comigo! Eu não conseguiria aceitar que meu pequeno ucraniano se cortava!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...