História A realidade é dura - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Realidade, Revelaçao, Suícidio, Traição
Exibições 9
Palavras 1.311
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obrigada por estar lendo esta história feita com paciência e carinho. Apreciem a leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction A realidade é dura - Capítulo 1 - Capítulo Único

Um passado bem distante

 Jessie On

            Meu nome é Jessie Collins nasci em Seattle, mas morei em Bakersfield. Minha vida costumava ser mil maravilhas, trabalhava numa das emissoras de TV mais conhecidas nos Estados Unidos, tinha exatamente 24 anos quando conheci Marcus que após 2 anos se conhecendo, 5 anos de namoro e 3 de separação por causa dos nossos  trabalhos,finalmente casamos há seis meses. Tínhamos conseguido tudo o que queríamos juntos uma vida, mas muitos dizem que há vida prega peças.


-Alô?                                                                                                    

-Me desculpe, mas quem está falando é a Sra. Collins.

-Sim.

-Desculpe informar...

-Fale logo porque tanto suspense?

-Seu marido Marcus Collins, encontraram seu corpo jogado as margens de um rio.

-Não é possível. Isso é um trote de muito mau gosto?!

-Não é um trote senhora, aqui é...

 

         Eu nem escutava mais. Estava longe. Quando ele falou o nome de meu marido, já pensei que fosse mais um trote. Porém, é verdade, dá para sentir a preocupação na sua voz. Meu marido, aquele por quem tive que lutar durante 10 anos pela atenção, estava morto.

        Chorei até não poder mais. A dor angustiada, aperto no coração, olhos fechando, cabeça doendo e pesada. Eu desmaiei. Isso não está acontecendo. Não está acontecendo. A única coisa que fiz a ele foi ama-lo e ainda não sei se foi o suficiente. Tentei a todo custo levantar-me, mas não tinha forças para levantar, minha força meu motivo de lutar é ele e agora está morto. A única coisa que agora estou sentindo é raiva, muita, me tiraram a única pessoa viva que eu tinha. É uma brincadeira de muito mau gosto viu destino! Raiva do mundo é o que eu estou sentindo.

 

        Espera...agora vai tudo a tona. Lembro-me de seu sorriso, abraço e cheiro, do que passamos juntos. De o primeiro olhar, do primeiro sentimento, do primeiro abraço, do primeiro beijo, da primeira vez de tudo! Agora se foi.

           Após aquele telefonema eu recebi outros comprovando o que aconteceu, lamentando e chorando, recebi vários. Tentei até conversar com minha melhor amiga, Emma, mas ela fez algo terrível, desejou algo.

 

1 semana depois:

 

       Hoje vai ser o enterro dele, não aguento. Familiares, nossos amigos, vizinhos, todos vieram, por ele, até Emma. Tenho vontade de sair correndo daqui. Todos me olham com pena, lamentação, e desprezo por me culparqm por sua morte. Queria consolo não choro para cima de mim. Queria alguém que entendesse e me ajudasse a superar e não esquece-lo, parece impossível achar alguém assim. Cansei. Queria o SEU consolo e aconchego, não o desprezos me julgando como a culpada  pelos outros.

        Está decidido vou fazer uma loucura.

 

Horas se passaram após o enterro

As margens de um abismo...

 

- Vi meu marido em um caixão, rosto pálido e sem expressão, morto. Não aguento tal sofrimento que me causastes a situação. Meu marido. Que me apoiastes em momentos difíceis e felizes.   Imagine alguém que você ama muito, aquela com quem você passou momentos de tristeza e alegria. Porém, de repente sem qualquer motivo ela não consta mais na Terra, mas em outro lugar que muitos podem chamar de céu e outros nomes, que não tem um nome fixo mais sim um significado, muitos chamam um lugar melhor de se viver. Mas, como chamar um lugar melhor para se viver se ele não vive mais? Uma pergunta que não tem resposta para os olhos arrogantes de quem nunca sentiu a dor da perda ou que sentiu, mas está cega... Talvez pelo ódio, vingança ou simplesmente a saudade do consolo do mesmo. Perguntas sem respostas ou talvez tenham, mas ninguém as enxerga. Essa sou eu uma mulher abalada a procura de pessoa que agora estas com alguém em um lugar distante. Não sei o verdadeiro motivo de ele  ter feito isso, mas eu sei o meu motivo.

 

        E se lançou.

    O corpo se chocou contra o chão.

        O coração parou de bater.

        E tudo...

        Vida e outros...

       Acabou.

Jessie Off

Narradora On

Jessie, pobre Jessie. Não sabia da verdade que seu querido marido tinha e escondia.

________ 8 anos atrás ______


Aqui estou eu, novamente, indo me encontrar com Jessie, minha colega de sala. Jessie é branquinha quase albina, possui cabelos loiros claros, olhos mel profundo, rosto fino, muito bonita por sinal. Ela era doce, gentil, seu jeito totalmente meiga chegava a me irritar. Estou indo lá em sua casa fazer um trabalho de Ciências. 

-Bom... cheguei - a casa era bonita e organizada de fora, tem um estilo rústico e vibrante. Toquei a campainha. 

Ding dong (imitação da campainha)

-Olá Marcus. Pode entrar.

-Oi, obrigada. 

A casa era realmente bonita de longe, se duvidar, a mais bonita de Seattle.

-Marcus, bom eu aproveitei essa oportunidade para te dizer uma coisa...

-Sim, continue.- não sabia o que esperar dela, apesar de já ter uma ideia do que poderia ser.

-Eu.. Eu... Eu te amo desde que te vi na escola, o garoto mais popular, mas sempre pensava que alguém como você nunca iria reparar em mim. Então,  você me percebe e me nota, viramos amigos e hoje estou aqui. Por favor, não vou enrolar mais. Aceita namorar comigo?

-Sim.

E nos beijamos, afinal, são isso que namorados fazem não é? Mas eu não a amava, eu amava sua melhor amiga, sou um canalha por isso. Estou iludindo ela e a mim, mas é necessário eu preciso fazer isso se não Emma nunca irá me perceber como homem. Emma é ela, a melhor amiga de Jessie e meu amor. Emma era radical e solta, não ligava para opinião dos outros ela apenas vivia.

______ 5 anos ______

Estou namorando com Jessie a 5 anos, porém ela vai se mudar para Bakersfield por causa de seu trabalho e eu ficarei. Emma, ao contrário do que imaginei ficou feliz e disse para  a amiga que ela vai conseguir tudo o que quer. Por isso irei falar com ela hoje.

-Emma!

-Marcus o que faz aqui na minha casa!?

-Perguntar que papo era aquele de conseguir tudo o que quer?

-Nunca pensei que fosse tão lerdo ao ponto da não perceber Marcus.

-O que?

E me beijou, e... O restante você já sabe. Sim, eu trai Jessie. Não me arrependo até porque foi muito bom e realizei meu sonho. E continuamos assim durante 3 anos.

______ 3 anos depois ______

Bom, Jessie voltou e agora Emma acabou comigo. Disse que depois resolvemos isso.

Jessie, voltou formada em jornalismo e no aeroporto apressada como é, me pediu em casamento. Tive que aceitar com o peso na consciência de que ela me amava e eu não.  Devia ganhar o Oscar porque é difícil atuar durante 8 anos.  Ela continuava chata como antes, irritantemente grudenta.Vamos nos casar em uma semana. Ela preparou tudo quando estava na viagem a trabalho, devo dizer que não está nada mal a festa de casamento. Mas, durante esse casamento e o tempinho como noivo eu e Emma ainda vamos nos ver.

_______6 meses depois______

Bom, estava até agora tudo indo bem. O casamento continua perfeito como Emma e eu queriamos para assim ninguém desconfiar. Continuamos juntos quando Jessie vai trabalhar (Observação: trabalho em casa), Emma mora no centro então vou de carro até sua casa com a desculpa para os vizinhos que vou as compras.

-Oi Emma

-Olá Marcus,  como vai?

-Melhor ainda com você perto!

-Te amo Mark

-Te amo Em

Afinal nos amamos o que pode dar errado?

Estava voltando para minha casa quando me deparo com um sequestrador me parando numa estrada vazia e me socou no meu rosto.  Estava desacordado no momento  até que ele pega uma faca até aí não senti mais nada apenas o vazio.

________ Voltando _______

Narradora On 

Sim, essa é a verdade. Marcus era traidor. Jessie foi enganada. E Emma, a assassina, contratou o sequestrador para matar o seu "amor" e foi uma das pessoas que pediu para Jessie se matar e a culpou de sua morte (Marcus). Era tudo um plano bem arquitetado para acabar com a vida dos dois. 

NÃO SE ENGANE O INIMIGO ESTÁ

              AO SEU LADO


Notas Finais


Desculpe qualquer erro de ortografia ou outros. Peço encarecidamente que comentem críticas construtivas, pois pretendo dependendo da opinião de vocês, caros leitores, farei outra história no mesmo estilo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...