História Depois da Faculdade - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias SOTUS: The Series
Tags Amor, Arthit, Dorama, Kongpob, Romance, Sotus, Yaoi
Visualizações 16
Palavras 746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi que bom que estão gostando. Boa leitura

Capítulo 2 - Incertezas


Fanfic / Fanfiction Depois da Faculdade - Capítulo 2 - Incertezas

Já estava estalado no meu novo apartamento, não era nada demais uma vez que dependia ainda do dinheiro dos meus pais, mas isso ia mudar logo tinha uma entrevista de emprego marcada eu estava todo animado, pego o telefone e  ligo para Arthit, mas cai na caixa postal, deixo um recado para ele me retornar, acabo de arrumar minhas coisas tomo um banho e vou para a entrevista, era em uma empresa de engenharia mecânica, começaria como assistente, já era alguma coisa, chego no horário marcado e logo converso com jovem que seria meu encarregado.

__ Ola, sou Forth serei seu encarregado aqui na fábrica, qualquer dúvida pode me procurar.

__Claro senhor, darei o meu melhor.

__Não precisa me chamar de senhor, vem vou te mostrar o restante da fábrica.

Saímos e Forth me mostrou toda a fábrica, tudo era magico novo para mim, estava muito feliz queria compartilhar toda essa alegria com Arthit, mas ele ainda não tinha me retornado a ligação.

Pego meu telefone já na hora do almoço, havia uma ligação de Kongpop, e uma nova mensagem, a escuto para saber que era Kongpop pedindo para retornar a ligação.

__Kongpop, aconteceu alguma coisa?__Pergunto ao telefone.

__Arthit, você retornou...

__Porque não o faria, o que foi?

__Eu consegui o emprego e to muito feliz, queria contar para você.

__Certo, podemos conversar no jantar?

__Você quer que eu vá jantar com você?

__Sim, sabe chegar a meu apartamento?

__Sim...

__Então te espero as 20:00hs, ta bom para você?

__Esta ótimo.

__Agora tenho que desligar.

Desligo o telefone e vou para refeitório, pego meu almoço e me sento  com os outros para comermos, a conversa era descontraída, falávamos sobre os projetos no qual estávamos trabalhando, depois do almoço sigo para a sala de descaço ainda tinha alguns minutos, meus pensamentos se voltam para Konp, estava com saudades, ele era doce e seu sorriso...adorava seu sorriso, tinha que conversar com ele hoje ver onde realmente iriamos, para onde iriamos, eu não sei se estava disposto a assumir nosso relacionamento, minha família é muito tradicional meu pai sempre sonhou com uma nora e netos, não sei como seria para eles descobrir que estava apaixonado por um homem, olho as hora era hora de voltar, pego minha mochila e retorno a sala de projetos.

Já eram oito horas quando ouço as leves batidas na porta, Konp havia chegado, abro a porto e quando o vejo sorrindo para mim todas as minhas dúvidas e incertezas se vão eu o puxo para dentro do apartamento, fecho a porta e o beijo, sentia tanta falta disso, de sua boca de seus lábios, Konp corresponde havidamente sua respiração já estava ofegante, quando o afasto e digo.

__Oi...

Ele me responde quase em um sussurro.

__Oi...

__Vem entra, a comida esta quase pronta.

Eu entro e me sento, fico surpreso com a atitude de Arthit , ele não era desce tipo, de demostração, mas eu gostei... Jantamos em silêncio ate que comecei a contar sobre o emprego que tinha conseguido, Arthit me olhava intensamente, não tinha ideia do que passava em sua cabeça ate que ele me perguntou.

__Você me ama Kongpop?

Eu olhei sem entender, mas respondi a pergunta.

__Sim amo, e faria qualquer coisa por você.

__E o que você pensa que devemos fazer com nossas vidas a partir de agora?

__Não sei...talvez tentar viver pelas nossas regras, sem a interferência de nossos pais, sermos realmente independentes.

__E isso inclui assumirmos nosso relacionamento?

__Claro, porque não? Arthit, porque esta me fazendo essas perguntas?

__Konp, eu não tenho essa certeza que você tem, quero dizer não sei se isso que quero para o resto da minha vida, não somos mais estudantes, e eu...

Me levanto, estava muito magoado, como Arthit podia pensar assim, eu faria qualquer coisa por ele.

__Onde vai, Espera estamos conversando.

__A conversa para mim acabou, eu vou embora.

__Konp espera...

__Não, eu sei exatamente o que quero, e talvez eu tenha sido ingenuo demais, por pensar  queríamos a mesma coisa, mas pelo visto me enganei.

__Não é assim, eu só estou falando como me sinto.

__Arthit, eu sempre pensei que ficaríamos junto, e quando finalmente me formasse moraríamos juntos e construiríamos algo, mas tudo bem se não é isso que você quer, eu não vou ficar com raiva de você eu só preciso de um tempo, Adeus.

Vejo Konp sair pela porta do meu apartamento, eu sabia que estava agindo errado, mas não consegui impedi-lo, eu era um idiota.


Notas Finais


Ai estero seus comentários. Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...