História Depois da Faculdade - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias SOTUS: The Series
Tags Amor, Arthit, Dorama, Kongpob, Romance, Sotus, Yaoi
Visualizações 14
Palavras 898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, tô postando mais um pouquinho da nossa história espero que gostem 😘.

Capítulo 4 - Talvez novos Caminhos?


Fanfic / Fanfiction Depois da Faculdade - Capítulo 4 - Talvez novos Caminhos?

Eu não acreditava que Arthit tinha dito aquelas coisas, entro em meu apartamento me jogo na cama me sentia mal tinha vontade de chorar, meu telefone começa tocar olha no visor era Arthit, meu coração dispara, mas não quero atender não queria falar com ele, pego o aparelho e desligo, troco de roupa deito tinha que levar cedo para meu primeiro dia de trabalho, então fecho os olhos e deixo o sono me levar.

Eu era mesmo um idiota, insensível como pode falar aquelas coisas kongp tinha razão em está com raiva e magoado, agora que ele não estava mais ali comigo eu percebi que eu o amava de verdade, teria que pedir desculpas e torcer para Kongp me perdoar.
Acordo cedo, estou animada para meu primeiro dia arrumo minhas coisas visto o uniforme da empresa, uma calça social azul-escuro uma camisa branca com o emblema da empresa é uma gravata preta, pego tudo que precisa e saio, estava frio o ceu estava nublado, visto meu casaco e ando em direção ao metrô, chego a empresa quinze minutos adiantado o senhor Forth, já havia chegado.

__Bom dia senhor Forth.

__Kongp, já disse me chame de Forth.

__Ah! Sim desculpe.

__Sem problema, animado para o primeiro dia?

__Sim muito...

Então vamos vou te mostrar seu local de trabalho.
Subimos para parte superior do grande galpão, onde tinha vários pequenos escritórios, como se fossem postos de operações.

__Kongp, você vai trabalhar aqui.
Ele aponta um dos postos.

__Sera responsável por revisar os cálculos dos projetos em andamento, exemplo, estamos trabalhando em um motor para uma determinada máquina, você será responsável por verificar se os cálculos estão corretos, identificar erros e oferecer soluções sempre que possível.

Fico olhando Forth, me explicar tudo, na verdade, era um função bem importante, não sabia que seria me dadá tamanha responsabilidade.

__Forth, pensei que trabalharia na linha de produção.

__Seria, mas seu currículo é muito bom apesar de não ter experiência, suas notas estão acima da média, além de termos recebido uma ligação do reitor da faculdade te recomendo.

__Obrigado pela oportunidade, digo a Forth e o vejo sorrir para mim. Ele era um homem bonito, alto um corpo bem trabalhado, nunca tinha olhado para outro homem além de Arthit, não me considerava gay, mas talvez estivesse errado, porque me peguei admirando e desejando Forth, mas a onde eu estava com a cabeça, isso nunca iria acontecer Forth era meu encarregado, e provavelmente devia ser hétero e eu amava Arthit.

__Kongp, está tudo bem?

__Sim, Desculpa fique emocionado com tudo isso, posso começar a trabalhar?

__Claro, já tem projetos a serem analisados em seu computador, passo aqui mais tarde para ver se precisa de mim.

__Certo, obrigado mais uma ver pela oportunidade.

Vejo Forth sair, me pego o admirando novamente, mas para de pensar nisso e começo a trabalhar.

Eu estava muito distraído, não parava de pensar em Kongp, ele não tinha atendido minhas ligações, trabalho toda a parte da manhã pensando em como faria para que Kongp me perdoasse, resolvi ir buscá-lo no trabalho, pego meu celular é verifico o endereço da empresa, ele deve trabalhar como eu em horário comercial, então peço meu encarregado para sair um pouco mais cedo, e vou até o endereço que pesquisei no Google.

Tinha trabalhado o dia todo, parei somente na hora do almoço, onde Forth tinha vindo falar comigo, almoçamos juntos, ele era uma pessoa alegre e muito divertida, terminamos o almoço voltamos para os escritórios

Forth analisa alguns cálculos que havia feito e aprova as mudanças que tinha colocado no projeto, quando percebo já era sete horas, Forth aparece no meu pequeno escritório.

__Ei, hora de ir embora, tá a fim tomar alguma coisa, talvez saí para jantar.

__Bom, para falar a verdade estou com fome, seria ótimo.

__Então vamos...
Desligo o computador, ajeito alguns papéis, pego meu casaco e mochila, e acompanho Forth para fora da empresa.

Já tinha meia hora que estava esperando Kongp, sair estava nervoso, tinha repassado em minha cabeça várias e várias vezes tudo que ia dizer a Kongp, então vejo ele saindo ele era bonito, estava sorrindo parecia feliz, então percebo que ele não está só, me aproximo ele me vê, e o sorriso que tinha no rosto desaparece, aquilo me assusta.

__Ola...
Kongp me olhava via em seu semblante que estava chateado.

__O que está fazendo aqui?

__Podemos conversar?
Kongp me encarava, ele parecia está com dúvida.

__Forth, podemos deixar esse jantar para amanhã?
Forth me olha, seus olhos tinha um brilho diferente agora, como se estivesse satisfeito com alguma coisa.

__Claro, mas você promete.
Dou um sorriso para ele e respondo.__Prometo.

Ele vira as costas e sai deixando Arthit e eu ali no meio da calçada.

__Mas quem diabos é esse?

__Ele é meu encarregado.

__E você estava indo jantar com seu encarregado? é isso mesmo.

__Sim estava indo jantar com ele qual é o problema?

__O problema Kongp que você tem namorado.

__Quem disse?

__Hora Kongp não seja infantil, tivemos uma discussão isso não quer dizer que você pode sair por aí com o primeiro que aparece.

__Mas você é muito presunçoso mesmo né, pelo que eu sei não tivemos uma discussão, você disse que não estava disposto a ter uma vida comigo Arthit, não estava pronto para assumir agente.

__Eu sei, mas tô arrependido.

__Ta mesmo?

__Sim, faço qualquer coisa para provar.

__Então me beija Arthit.

__Aqui...no meio da calçada?

__É...aqui no meio da calçada, para todo mundo ver.

__Mas o que isso provaria?

__Vamos Arthit me beija.

__Eu não vou fazer isso aqui.

__Então não temos mais nada para conversarmos.

Saio e deixo Arthit no meio da calçada, eu não seria um segredo como tinha sido na faculdade, desta vez seria diferente.


Notas Finais


E aí gostaram, deixem seus comentários, adoraria saber se estão gostando 😘.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...