História Depois da Guerra - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Rupert "Rhodey" Rhodes, Natasha Romanoff, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Personagens Originais, Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Capitainstark, Guerra Civil, Marvel, Steve Rogers, Stony, Tony Stark
Exibições 40
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse título num ajuda em nada né? Mas bora ler pra descobrir o sentido

Capítulo 14 - A frase


Eles voltaram para o sítio de  Tony ficaram dias esperando contato de Visão ou Wanda, mas logo perderam as esperança nisso. Os ataques de Tellus seguiram por dias e cada vez mais fortes, foi então que Tony percebeu que algumas das criaturas tinham o poder de ilusão da Feiticeira Escarlate. Não queriam admitir, mas desistiram. Todos foram embora, apenas Tony e Steve continuaram no sítio. Nos primeiros dias a convivência entre os dois não fora como todos nós achávamos que seria, eles mal se olhavam e tão pouco se falavam.


DOIS MESES DEPOIS.


 Tony estava na varanda de seu quarto, olhando toda a paisagem dali, estava preocupado com o que aconteceria quando Gaia terminasse o que quer que estivesse fazendo. Steve abriu a porta do quarto e entrou, não houve nenhuma reação de Tony. Ele caminhou até o moreno e o abraçou por trás, dando-lhe um beijo no rosto depois.

-Essa casa é enorme, e com você me evitando me sinto sozinho.- Disse Steve.

Tony colocou as mãos nas de Steve sentindo-se melhor em seus braços.

-Desculpe, amor, é que é difícil aceitar que todos desistiram, me pareceu que você também- Falou Tony encostando a cabeça no peito de Steve.


O loiro mal prestou atenção no que veio depois que Tony o chamou de amor. De repente se sentiu tão feliz por ouvir aquilo, abraçou Tony com mais força sorrindo.

-Com você me chamando assim não tem como não perdoar dois meses de quase exílio nessa casa gigante- Riu e beijou o rosto de Tony outra vez.

Tony também sorriu e se virou para roubar um beijo de Steve. Os dois sorriram entre aquele beijo "roubado" e Steve encostou a testa na de Tony e se olharam sorrindo.

-Diz de novo- Steve pediu

-Ah, então é só eu que tenho que dizer, amor?- Tony perguntou sorrindo.

-Claro que não, amor. É que você falando é mais fofo- O loiro sorriu fazendo aquela carinha de anjo.

-Agora somos um casal fofo?- Tony riu

-Ah, então agora somos um casal? Achei que eu só era seu brinquedinho sexual- Steve segurou o riso.

-Somos um casal e você é o meu namorado brinquedinho- Tony sorriu passando o dedo indicador na ponta do nariz de Steve.

-Espera... N-namorado?- Steve estava surpreso.

-É... A não ser que você... Não queira- O moreno disse olhando para o homem em sua frente 

-Está de brincadeira? É claro que eu quero Tony! O que eu mais quero- Sorriu e beijou Tony

Não era bem um pedido, mas Steve ficou satisfeito, esquecendo até dos dois meses que tentara chegar perto de Tony e não conseguira. Tony abraçou Steve e depois um tempo o beijando separou. Era o dia mais feliz de sua vida, por mais que não entendesse tanta felicidade.

-Temos que formalizar isso. Ja volto- Deu um selinho no loiro e saiu de seus braços.

Tony andou até o armário de seu quarto e em uma das gavetas pegou uma caixinha preta. Voltou para Steve levando a caixinha consigo.

-Eu não vou me ajoelhar nem nada porque...não- Deu de ombros.

Steve riu e continuou olhando para Tony, que agora abrira a caixinha. Dentro dela haviam dois anéis, estilo anel de formatura, um com uma pedra vermelha e outro com uma tão azul que chegava a parecer preto.

-O meu é o de Rubi, o seu é o de Tanzanita.- Ele sorriu

Pegou o anel de Steve dentro da caixa e colocou em seu dedo. Steve fez o mesmo com o anel de Tony.

-Pronto, agora é oficial- Tony sorriu com carinho

-Bom, pelo menos para nós- Steve disse.

-Sabe que não podemos- Tony acariciava o rosto de Steve

-Fazem quatro meses, Tony, quatro. Não seria tão chocante para eles- Steve olhava nos olhos de Tony enquanto falava. 

-Me dê mais dois meses. Só dois meses- Tony pediu. 

-Ta bom, mais dois meses- Se rendeu.

Os dois decidiram sair para comemorar, ficaram um tempo discutindo onde iriam até decidirem ir a um parque de diversões. Eles se arrumaram e foram até a garagem onde Tony escolheu um carro. Os dois colocaram óculos escuros e partiram em direção a New York. Steve sorria e contava piadas idiotas para Tony que ria delas feito uma hiena. O loiro decidiu ligar o rádio  do carro e começou a tocar American Idiot da banda Green Day e sem perder tempo Tony começou a cantar ao mesmo tempo que Billie Joe e Steve o acompanhou

-Don't wanna be an American Idiot

-Don't want a nation under the new media 

-Can you hear the sound of hysteria?

-The subliminal mind Fuck America- Steve encerrou rindo 

A música continuou tocando, mas os dois pararam de cantar, seguiram dirigindo pela cidade de NY em direção ao parque de diversões mais próximo. Ao chegarem, Tony estacionou o carro. Eles pagaram a entrada e começaram a andar pelo parque tentando decidir o que fariam primeiro. 

-O que é aquilo?- Steve perguntou apontando para um carrinho de algodão doce 

-Algodão doce. Você nunca comeu?- Tony perguntou 

Não ficou nenhum pouco surpreso, Steve não fizera muitos passeios desde que acordara de seu sono gelado e na verdade o modo com que o homem fazia o algodão doce era diferente de sua época, por isso não reconhecera.

-Não. É algodão de verdade? Com açúcar?- Perguntou o loiro, fingindo estar pouco perdido e viu que soou convincente ao ouvir a resposta de Tony.

-É claro que não, meu amor. É só açúcar. Venha, vamos comprar um- Tony disse rindo. 

Eles foram até o carrinho e Tony pediu ao senhor um algodão doce. O homem perguntou qual a cor que eles queriam, Steve logo se apressou em pedir um azul, o que fez Tony rir. Eles dividiram o algodão doce foram em alguns brinquedos e Steve até conseguiu um urso gigante para Tony. Tony deixou a montanha russa por último e se divertiu vendo Steve parecer uma criança naquele lugar. Quando escureceu ele levou Steve para a fila da roda gigante que não era tão longa, eles se sentaram em um dos assentos e esperaram começar a girar. A vista era incrível do alto, a cidade de New York toda iluminada naquela noite ofuscando as estrelas. 

-Foi um dia maravilhoso- Steve disse sorrindo. 

Tony olhou para ele retribuindo o sorriso. Havia sido mesmo um dia maravilhoso, eles fizeram muita coisa sem se preocupar se tinha alguém vendo ou coisa do tipo, Tony percebeu que não precisava daqueles dois meses que tinha pedido porque não importava o que os outros iam pensar, ele estava amando e sentindo-se muito feliz por isso. 

-Foi, foi mesmo perfeito.- O moreno Sorriu e se aproximou mais de Steve. 

O loiro segurou o queixo de Tony e o beijou, aquele sentimento não era pequeno, não era fraco. Ele tomava conta dos dois e naquele momento perceberam isso. 

-Agora você não vai me impedir de falar- Steve disse ao separar o beijo -Eu te amo, Tony Stark- Falou com toda a sinceridade do mundo. 

-Eu também te amo, Steve Rogers- Tony sorriu. 

Os dois voltaram a se beijar enquanto a roda gigante girava e a vida dos dois tomava um rumo completamente diferente do que haviam planejado para si


Notas Finais


Nada como o primeiro "Eu te amo" não é mesmo? Seria capaz de chorar vendo essa cena do nosso casal. Enfim, até mais babies ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...