História Depois das férias - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Li, Lysandre, Nathaniel, Peggy, Priya, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Exibições 29
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá suas fucking docetes, vai aí mais um capítulo da fic, um aviso pequeno e a justificativa sobre minha super demora, primeiro a justificativa. Eu estava na semana de provas e pontuadas e o caralho a quatro, sabe como é, 3° unidade é foda, toda aquela tensão do cacete pra ver as médias e também pra ver de quantos pontos você precisa para passar na porra da 4° unidade. Agora o aviso, sei que algumas não vão gostar mas também precisamos focar nesse lado da história, vamos esquecer só um pouco o nosso casal principal, o Cassy e a Phoebe, e focar no casal secundário, ou seja, o Lys e o Armin, eles vão fazer parte de um bom lugar na fic, até porque a proposta dessa fic é tentar equiibrar a história de dois casais super fofos.

Boa leitura amores!!!

Capítulo 8 - Uma noite na casa dele


Fanfic / Fanfiction Depois das férias - Capítulo 8 - Uma noite na casa dele

##### Lysandre-On #####

Se passaram sete dias após o acidente da Sienna e tenho percebido que a tensão do Armin só vem aumentando, ele se preocupa muito com ela, no caso de uma irmã minha estar na casa do Castiel até eu ficaria preocupado, mas também não é para tanto, ele chegou a ficar um pouco isolado essa semana. Castiel até chegou a falar que eu estava com ciúmes e eu não concordo, ele só deve estar alucinando. Mas apesar de tudo o nosso cotidiano continua normal, já que eu só fico me preocupando com os outros acho que esta na hora de aliviar o estresse semanal que só vem acumulando em minha mente, então eu e o Castiel marcamos de ir em um bar no centro da cidade, a Phoebe ia ficar nos cuidados de Alexy e Rosalya, oque também não é muito seguro. Cheguei no bar onde Castiel já se encontrava bebendo. Me dirigi a mesa onde ele estava e puxei uma cadeira sentando-me nela.

— Já bebendo?!Vai morrer de cirrose desse jeito.

— Não pode falar nada, você veio aqui pra ficar me olhando ou pra beber? - Disse ele com um pouco de revolta, como sempre não gosta de ser repreendido. - Afinal de contas você não me chama pra beber muitas vezes, oque que dizer que algo muito errado está acontecendo.

— Tecnicamente sim, tem muito haver com o Armin, ele está se sobrecarregando de mais com a preocupação que tem pela Phoebe, é até revoltante. - Falei sugestionado com as mãos.

— Resumindo todo esse diálogo, você está com ciúmes, muito ciúmes - Disse calmo como se não fosse ele falando do jeito afobado de sempre - Já que está com todo esse ciúmes, porque não chama ele pra sair?

— Você é surdo ou vou ter que te falar de novo que o Armin não é gay.

— Convida ele como se fosse um passeio de amigos.

— Não é uma má ideia, acho que vou fazer isso mesmo.

— Nossa , olha  o Lysandre acatou uma ideia minha,que milagre é esse?!Será que você vai concordar com minhas outras ideias, gosto deste Lysandre apaixonado, esse Armin está fazendo um bem pra mim e pra você, ótimo!

— Cala boca!Só sigo a lógica, e essa foi sua única ideia útil!

— Eu tenho outras que também são úteis.

— Tipo aquela de uma namorada por dia, não precisa ser tão inteligente pra saber que era uma merda.

— Teria dado certo se você não tivesse soltado na sua conversa com uma delas!Ela era genial.

— Eu disse que não ia dar certo!

E assim passamos o resto da tarde, bebendo, conversando bobagens, relembrando os tempos antigos e agindo como irmãos normais que se veem hoje em dia. Já tinha dado meia noite e o dia tinha passado muito rápido, amanhã seria mais um dia de aula e eu sabia muito bem que seria um dia longo com muita ressaca e sono. Mas eu aguento mais um pouco de álcool sem ficar chapado.

##### Quebra de tempo  #####

##### Castiel-ON #####

Porra, eu sabia que não era para deixar o Lysandre beber de mais, mas ver ele tão espontâneo é impagável, sempre tão engraçado. Então eu acho que é melhor levar ele pra casa, ele não vai conseguir se virar sozinho, vou ligar pra Phoebe pra avisar que ele vai dormir lá hoje.

Phoebe-Ligação

Aló Phoebe

Oi Castiel, onde você tá seu idiota? E quantas vezes eu tenho que falar que não é Phoebe, é Sienna.

Eu estava no bar com Lysandre, e você sabe que ele não consegue ficar sóbrio por muito tempo, e aconteceu que ele vai dormir lá em casa hoje.

Então porque caralhos você deixou o Lysandre berber de mais porra?!

É porque é muito engraçado Sienna.

Não importa, eu acho que o Lysandre vai ter que ficar na casa dos gêmeos, porque aqui ele não fica, aqui só tem dois quartos Castiel, e além do mais o Alexy vai deixar mesmo, ele tá doido pra conhecer o Lysandre melhor!

Então eu vou entregar  o Lysandre lá e já vou voltando pra casa, tchau.

Tchau Castiel, se cuida porra.

Fim da ligação

Peguei o carro e dirigi até a casa do Alexy, a Phoebe já deve ter ligado para eles. Lysandre continuava em uma situação hilária, eu adorava quando ele ficava assim, era muito hilário de mais. Cheguei na casa do Alexy e ''arrastei'' o Lys para porta, tocando a campainha em seguida, ele estava quase dormindo. Não demorou muito e Armin veio atender a porta com Alexy do seu lado.

— A Phoebe ligou dizendo que ele ia ficar aqui hoje, pode deixar e não se preocupe, ele estará em boas mão - Falo  Alexy "pegando" o Lysandre da minha mão.

Eu me despedi e entrei no carro indo embora de vola pra casa. Tomara que ele fique bem.

##### Armin-ON #####

Levei o Lysandre pro meu quarto que tinha duas camas e larguei ele delicadamente na segunda cama para que não se machucasse. Como um humano pode ser tão belo, esses olhos que atraem tanto, ele é tão peculiar, tão diferente, nãosei como não arranjou uma namorada ainda. Faz um tempo que eu comecei a sentir algo a mais pelo Lysandre, algo mais que amizade. Não tive coragem nem de contar ao meu próprio irmão, e hoje ele está aqui no meu quarto, só pode ser uma tentação. Acho melhor ir dormir.

##### Quebra de tempo #####

Acordei no meio da noite sem motivos, na verdade eu nem dormi direito nessa porra, estou me segurando pra não atacar ele dormindo, mas o pior que é errado. Mas eu acho que um selinho não faz mal a ninguém, ele nunca vai saber mesmo. Levantei da minha cama e me aproximei da dele, sentando levemente na beirada e me aproximando lentamente até sentir sua respiração quente em minha face. Cheguei um pouco mais perto colando meus lábios na superfície macia e reconfortante. Era tão bom fazer aquilo, ele parecia estar em sono profundo, quando de repente por algum motivo lambi seus lábios, esse ato acabou por lhe despertar. Ele acabou percebendo o ato e me virou bruscamente me colocando debaixo dele.

Eu corei automaticamente, ele me olhava com um toque malicioso enquanto eu não sabia como explicar sobre meus atos, oque eu vou falar?! Oops, foi sem querer, mas que caralho.

— Então parece que o menino tão inocente estava praticando este ato um tanto obsceno em um pessoa dormindo, como você vai se explicar agora Armin? - Disse ele com sarcasmo e malícia.

— M-me d-desculpe, foi sem querer - Quando eu fui me retirar de debaixo dele ele segurou meus pulsos me mobilizando na cama.

— Parece que você é um menino levado, tem que aprender a não beijar as pessoas dormindo.

Ainda segurando meus pulsos ele chegou perto do meu rosto e deu vários selinhos na minha bochecha, passando de leve seus lábios contra os meus,de forma sedutora até pressiona-los com mais força. Ele pediu passagem com a língua e eu acabei consentindo. Nossa línguas se movimentavam como se estivessem batalhando por mais e mais espaço nas nossas bocas. Era melhor parar logo com aquilo, eu já estava ficando "animado" com a situação, então do nada ele resolveu pressionar o seu abdomen contra o meu e acabou percebendo oque se passava entre minhas pernas. Ele parou o beijo e me encarou com luxúria no olhar, estava até me assuntando.

— Ora, Ora, olha oque temos aqui, você é um pervertido mesmo, ficando assim só com meus beijos, vamos ver oque acontece se eu colocar minha mão aqui.

Comecei a ficar tenso, será essa a noite da minha primeira vez?!

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Talvez o capítulo deve estar curto, mas se lembrem que é a falta de tempo! E sim, não vai ter lemon nesse capítulo, lemon só no próximo, que pra compensar vai ser postado amanhã!!! Beijo suas fucking docetes.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...