História Depois de Você - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 27
Palavras 1.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa Leitura Amorizinhos
Boa tarde.

Capítulo 13 - Primas !


Fanfic / Fanfiction Depois de Você - Capítulo 13 - Primas !

- Oque é Conta..contati.. - ela estava um pouco a minha frente então eu apressei o passo.

- Contatinhos ! - diz ela sem expressar emoção alguma.

- Sim ! Isso, oque é isso ?! - Disse já ao seu lado.

- Fala sério quantos anos você tem, como eu posso te dizer é como um Chush mas não seja a ser Chush, e se tem vários - Eu associo oque eu sabia sobre "Crush" e oque ela disse de "contatinhos" e digo.

- Então você é cheio de garotos no seu celular, "contatinhos" - pergunto serio, ela tem apenas 15 anos.

- Bingo medicuzinho - ela ri de lado e dobra uma esquina e eu a sigo.

- Mas perai! Você só tem 15 anos, Q-U-I-N-Z-E - pronúncio alto e bom som quinze mas ela ri mais alto mas agora com ironia.

- AiAi ginecologista quantas vezes tenho que te dizer que eu NÃO sou a sua filha - ela para de andar.

- Mas não é mesmo, porque se fosse estaria nos eixos e não assim - digo de sombrancelha arqueada e ela revira os olhos.

- Então que bom que eu não sua filha - ela diz me encarando de sombracelha arqueada com um tom sarcástico, mas antes de pode responde-la ela grita.

- BRYANNNNNN- Ela grita encarando algum atrás de mim e sai correndo em direção ao mesmo, e eu me viro e vejo ela correr em direção a um garoto/homem de cabelos vermelhos e olhos cinzas, aparentando ter de 20 anos pra lá.

- Eae Gatah - "gatah" ? Ela corre e pula nos braços dele e ele a arragara a segura pela cintura, e enrosca suas pernas em volta de seu tronco.

- Saudades ? - ele pergunta e ela afirma com a cabeça, eu me a próximo.

- Podemos repitir quando você quiser... -ele fala sorrindo de lado, e ela retribui o sorriso.

- Repitir oque Isa ? - Eu falo serio e de sombracelha arqueada, a puxando de cima dele.

-Seu pai Gatah ? - ele diz ainda a segurando e ela ri.

- Deus me livre - ela responde e ambos riem, então eu falo.

- Sorte dela por não ser, só estou cuidando dela - digo e ele me encara.

- Ah então você é o medicuzinho HahAHAha - ele ri a segurando pela cintura e eu a encaro.

- Qual é de todos os seus amigos ficarem me chamando assim ? - Ela não responde.

- Bom mas agora eu Tenho que ir tchau Gatah e não se esquece quiser só chamar no whats - ele a puxa para mais perto do seu rosto mas quando vão se beijar eu a puxo.

- Perto demais... - ela me encara brava de sombracelha arqueada.

- Meu celular não existi mais, mas eu lembro dele, vou comprar um novo agora ai te adicionou bb - ela sorri e ele retribui.

- Cárcere de privado gatah ? E eu sei que sou difícil de esquecer hehe - ele a puxa e agora se beijam, que ousadia...

- Tchau Amor - ela diz e ele ri e segue seu caminho.

-  Eu ainda não me conformo ao rumo que essa juventude está levando - digo depois de andamos uns 300 quilômetros

- Ah para de cu doc.. Olha é aqui vem - ela me puxa sem aviso previu e quando vejo já estou dentro de uma loja rodeado de celulares, o bom é que ela tem ar condicionado.

- Finalmente já estava morto de cançado - digo ofegante.

- Num disse que você não aguentava nada, coitadinho do ginecologista - diz num tom debochado, mas Alguém fala me interrompendo.

- Em que posso ajudar ? - diz uma loira de cabelos amarrados em um rabo de cavalo aparentar ser jovem entre 18 e 19 anos, sinto que ela sorri diretamente para mim.

- Ah eu quero ver alguns celulares - responde Isa a mulher.

- Já sabe que modelo ? - responde a moça sorrindo ainda a me encarar.

- Hum... Sla um IPhone vai - Isa diz sem êxito - 

- Certo vou leva-los para ver alguns me siguam. - A Moça diz andando a nossa frente.

- Aqui - diz quando chegamos

- Certo vou ver esses, em quanto isso podem se aguarrar - Isa fala sarcástica e se mete em meio aos celulares.

- A-ah... Sua filha ?! - pergunta a moça um pouco corada.

- Não, ela não se parece nem um pouco comigo, sem chance - disse rindo um pouco

- Ah tem cabelos negros e olhos cinzas só reparei agora - Não me surpreende só olhavam para mim

- Sim, e ela é muito diferente por dentro é Rebelde ao ³ - disse e ela deu uma risadinha meio falsa.

- Ah claro, você parece ser bemmm certinho - ela pronúncia "bem* com uma certa sexualidade, e isso chega a ser nojento.

- A-ah - disse encurralado entre a prateleira e ela 

- Eu vou querer esse aqu... - Vejo Isa ao nosso lado nos olhando tirando a atenção do celular.

- Ops, desculpe atrapalha, volto outra hora - ela diz rindo e faz que vai ir mas eu a chamo.

- NÃO, é... Não atrapalhou nada - digo saindo "dos braços" da atendente e desamansando a minha roupa.

- C-claro - diz a atendente meio nervosa e corada.

- Venha comigo - diz a mesma e sai batendo nas coisas Apressada.

- Francamente... Até a atendente - responde Isa rindo e segue a mesma.

Minutos Depois . . .

Daniel off

Depois de resolver as coisas do meu celular eu já estou saindo da sala ao encontro do Daniel, o vejo do lado de fora da loja olhando pro nada e mechendo no cabelo. Cheguei mais perto dele.

- Olhando pro nada pensando em tudo Haha - ele se virou assustado para mim.

- A-ah.. -Sinto nervosismo na sua voz.

- Por a caso o nome do seu nervosismo É a atendente loira ? - ele encara o chão r responde bravo

- Se puder não tocar mais nesse assunto eu agradeço - ele sobe seu olhar para mim. Eu não respondo.

-  Ah já volto - seu celular toca e ele se afasta um pouco para atender.

Eu dou de ombros, e aproveito para adicionar alguns números. Ao adicionar, eu recebo uma mensagem é da Zoe minha prima

Minha Puta : ISAAA, vê se responde ein já te mandei umas 300 mensagens e nada, to só mandando essa mensagem pra avisar pela décima quarta vez que amanhã eu to indo ai pro Brasil, vou fazer excursão de 1 ano, nas primeiras semanad vou ficar ai com você e a tia, enquanto procuro um apê, A e a Eloise também vai.

Zoe Clark e Eloise Clark, são minhas primas e por incrível que pareça são GEMEAS elas não se parecem nem um pouco tanto por fora como por dentro, eu estava feliz porque não ia ficar sozinha com aquele homem, mas quando fui responder o mesmo falou comigo meio apressado.

- Temos que ir agora Isa ! - ele pegou meu pulso e saiu me arrastando.

- Eii, oque você pensa que ta fazendo ? - digo puxando meu pulso de volta, mas ele está o segurando com força.

- Me ligaram da escola ! - ele me soltou e eu quase cai

- Alguma coisa com a Sophie ? - digo massageando meu braço.

- Sim, ela desapareceu ! - eu fico em choque por um segundo mas logo volto a realidade.

- Como assim desapareceu ? A escola é grande não devem ter procurado direito - digo o seguindo.

- Não sei ! Talvez! Mas ela não é de fazer isso ! Táxi ! - ele grita e o táxi para e nos entramos.

- O Mais rápido para escola Sweet Amoris - ela disse e então o motorista obedeceu.

Chegando lá . . .

Na frente da escola eu vi Kauan caminhando de um lado para o outro e Luka e Matheu ao seu lado falando alguma coisa, então eu desci rápido do táxi e corri até eles.

- Kauan ! - Eu corri e o abraçei

- Vai ficar tudo bem ! Vamos encontra-la - ele subiu seu olhar para mim me afastamos aos poucos.

- Porque ela sumiu ? Ela não é assim, oque aconteceu com ela ! - ele não para de falar e eu olho para Luka.

- Não a vimos desde a sua briga com a Carol - Agora eu fico mais preucupada ainda.

- Mas faz... UMAS TRÊS HORAS  - Acho que não ajudei muito.

- Onde está a minha filha ?! Como a perde assim ! - eu me viro só escutar Daniel reclamar.

Mas ninguém o responde

- Vou procura-la - Os meninos se viram para mim.

- Como ? - pergunta Matheu que finalmente abriu a boca.

- Não podemos ficar aqui de braços cruzados, vamos nos separar e procurar, eu vou procurar dentro da escola - Não espero ele responderem e corro para dentro da escola, ao passar pela porta atraiu alguns olhares, até mesmo do Daniel.





Notas Finais


Até quinta amorizinhos
Hoje terminei ainda a tarde :3
Quero parabéns
Espero que tenham gostado
Fuiiiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...