História Depois do fim - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara
Tags Ação, Depoisdofim, Drama, Naruhina, Narusaku, Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 296
Palavras 1.410
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo XI pessoal. Valeu!

Capítulo 11 - Pistas


Fanfic / Fanfiction Depois do fim - Capítulo 11 - Pistas

Abri meus olhos na manhã seguinte com o corpo um pouco dolorido, algumas partes dele dormiam, minha visão estava embaçada. O sol nao havia nascido até aquele ponto mas seus raios ja clareavam o céu. O barulho da água batendo nas pedras era convidativo pra um mergulho. Olhei pro lado procurando Sakura, encontrei seu casaco de frio, ela não.

Saí da barraca dando de encontro com a madeira carbonizada que serviu de combustível para a fogueira na noite passada, respirei fundo o ar umido da manha, misturado ao cheiro dos cedros que se movimentavam em sintonia com os ventos chegados do Norte. Vi a cesta envenenada em cima de um tronco de madeira, não sabia quantas haviam descido rio abaixo realmente, mas sabia que eram muitas. Eu precisava informar o Hokage pra evitar algum acidente.

Depois segui caminho até o lago onde encontrei Sakura tomando banho na cachoeira, estava de costas e nua, era delicada, fazia movimentos brandos com as mãos; não conseguia tirar os meus olhos do seu corpo, a água caindo pela suas costas, atravessando sua cintura fina e depois por suas nadegas, realçando as curvas do corpo feminino, cantarolava enquanto se enxaguava, me senti um pouco envergonhado e não conseguia me mover, ela me hipnotizava, só realizei um movimento quando ela se virou deixando seu seio redondo a vista, isso me fez cair no lago chamando sua atenção, pra minha sorte caí entre uns arbustos que creciam junto da água, ela não encontrou a fonte do barulho, depois pegou suas coisas e foi em direção ao acampamento. Me sentia atraído por ela e isso se tornou evidente depois disso. Depois voltei ao acampamento, sem me dar conta de que eu estava sujo da água e da lama do lago, sakura estava lá me olhou elevando uma das sonbrancelhas e sorrindo, depois disse.

- Dormiu com um urso?

Minha roupa estava suja de lama e o meu cabelo não era diferente, só tinha umas folhas e galhos a mais para decoração. Deixou pra la o que ela fazia e veio até mim. Colocou uma mao no meu peito e a outra usou para tirar os aderessos do meu cabelo fez isso sem tirar seus olhos do meu. Depois sorriu de novo e perguntou.

- Foi um bando não foi?

Nesse momento sorri. Ela estava descalço, cabelos amarrados, vestia um short curto e uma regata, ficava na ponta dos pés pra alcançar a minha cabeça. Me olhou nos olhos de novo se aproximando ainda mais, seus olhos verdes e aquele sorriso eram convidativos as maiores loucuras; depois moveu a mão lentamente do meu cabelo para o meu rosto até chegar a altura da sombrancelha, nesse momento recuei. 

- Ei... foi só um corte. Ela disse com tranquilidade.

Não havia percebido que tinha me cortado, meu foco era em Sakura o tempo todo. Passou a mão novamente tentando examina-lo, me fazendo recuar novamente.

- É, e algumas farpas também.  disse sorrindo.

Naquele momento olhei fixamente em seus olhos, coloquei minha mão em sua cintura e com a outra tirei vagarosamente a sua do meu rosto; seus olhos arregalaram e suas bochechas ficaram coradas, não tive tempo de pensar nas consequências, foi instintivo, comecei a aproximar minha boca da sua.

-N-naruto e-eu... Me interrompeu. 

- S-sakura eu te ...

Nesse instante uma águia mensageira apontou no céu fazendo barulho, olhamos pra cima em conjunto, era a Arpia Dourada de Kakashi, trazia notícias de Konoha. Enquanto eu continuava a olhar, Sakura me deu um soco no estômago, me fazendo arquear pra frente caindo entre seus ombros, estendeu os braços me abraçando, encostou o queixo em meu ombro, colocou a mão na minha nuca entre os meus cabelos e murmurou no meu ouvido:

- Seu baka...

Depois distanciamos, estendi meu braço e a Arpia pousou, peguei a carta presa em seu pé e a li.

As coisas em Konoha seguem bem. Terei que ficar longe  por alguns dias, shikamaru irá comigo portanto Konoha estara nas mãos do novato, penso que ja conheça lorde comandante Yasu, herdeiro da família Orvo. Ele ficara no meu lugar ate eu voltar portanto comunique seu progresso direto a ele. Espero que volte logo, e que as encontre.                                   Kakashi, março 18

Aquela carta havia sido enviada a dois dias atrás, havia demorado um pouco pra Arpia dourada me encontrar ela deveria estar com fome, entao peguei uns peixes pequenos do tamanho de sardinhas que havíamos pescado na noite anterior e a dei pra comer, enquanto Sakura lia o pergaminho.

- Quem é esse? Perguntou

- É o herdeiro de um clã importante do país do fogo. Filho de Davos Orvo, seu pai é dono da fortaleza Cherry e das terras fluviais leste. Kakashi irá até Davos para nomea-lo protetor do leste do país do fogo e faze-lo jurar lealdade a Konoha e ao hokage.

- Orvo? Perguntou.

- São conhecidos por causa da sua capacidade de dominar corvos e tranforma-los em informantes. Yasu é um homem jovem que  comandou as tropas de seu pai em algumas batalhas, tem métodos rigorosos de treinamento, principalmente quando se trata do seu exército. Eles são um grande aliado de konoha, mesmo tendo sua lealdade questionada, de alguma forma Kakashi confia nele.

- Você o conhece? Perguntou 

- Ja o vi uma vez na cabine do Hokage, antes de sair ele era um assunto constante entre os representantes da vila, até mesmo os anciãos falavam dele constantemente. É um cara grande de cabelos e olhos escuros, tem uma pequena cicatriz em seu rosto, resultado de uma vela de navio queimando que caiu em seu rosto em uma batalha maritima. Eles também protegem uma parte do mar, dizem que eles estavam envolvidos com pirataria na Baía Blanca.

- São pessoas perigosas?

- Até onde eu sei nao, sempre foi leal aos mandamentos de kakashi desde que chegou.

- Tem algo errado... ela disse examinando a carta.

- É a Arpia de Kakashi, não há dúvidas que a carta é dele. 

Continuou com a cara desconfiada.

- Preciso informa-lo sobre a nossa situação.   falei enquanto pegava o pincel e a tinta na mochila.

- Tem certeza que ta tudo bem? Questionou.

- Ele é de confiança, preciso avisar sobre as cestas o mais rápido possível. Disse enquanto escrevia.

- Espera, manda uma pra Kakashi também.

A olhei e respirei fundo depois chamei a Golden( Arpia dourada) . Assoviei com o dedo e ela pousou no meu braço.

- Leve isso até kakashi e depois ao comandante do clã Orvo.

Depois disso voou e eu disse.

- Precisamos continuar! A gente come no caminho.

Ela assentiu.

Fiz um curativo no arranhão da testa e comecei a desmanchar o acampamento, sakura arrumava os suprimentos e eu desmontava a barraca. Depois de tudo pronto coloquei a mochila maior nas costas e Sakura levou a menor.

Saímos da mata e andamos até chegar numa estrada, nesse momento tentei encontrar o chakra de Ren com a kurama, só que nesse instante minha barriga doeu me obrigando a colocar a mão sobre ela, me curvei encolhendo era uma dor aguda.

- Você está bem Naruto? Sakura perguntou colocando as mãos nas minhas costas.

Mais uma vez minha barriga doeu, meus olhos embaçaram e meu corpo dormiu, como aconteceu hoje mais cedo. Depois senti meu nariz molhar, levei a mão até ele, estava sangrando.

- Naruto. ....??

Depois percebi que não sentia a Kurama, não a escutava nem sentia seu Chakra. O que aconteceu? Me perguntei. Nao queria preocupar Sakura-chan então disse.

- Eu vou ficar bem! Sorri e passei a mão no seu cabelo.

Me olhou desconfiada.

- Vamos em frente! Não ajudará em nada ficar parado aqui! Exclamei. 

- Hai.  Ela assentiu

Andamos umas duas horas seguidas, era um dia quente e eu estava tenso e preocupado o caminho todo, o suor escorria pela minha testa. Poucas palavras foram trocadas entre mim e Sakura, comemos o último saquinho de de nozes que sobrou. Até que pra minha surpresa Sakura achou uma coisa.

- Naruto olha! exclamou enquanto pegava uma flor de cerejeira do chão.

A olhei abrindo um sorriso.

- Essas árvores não são comum da região por causa do frio.  completei

-É dela Naruto, ela quer ser encontrada! Disse sorrindo.

Assenti 

Segui um pouco a frente de Sakura até que encontrei pegadas de criança, pegadas frescas de no máximo 1 dia. Não havia dúvidas que era Ren.

- Ei Sakura! A chamei 

Veio até mim.

- São as pegadas dela... a olhei e sorri.

- Narutoooo!

Sakura-chan pulava de alegria e euforia, até que me abraçou me fazendo retribuir.

- Nos vamos encontra-la Naruto! Sua danadinha. .. disse com um grande sorriso no rosto.

Assenti e a segui.

Colocou a flor de cerejeira na orelha afastando os cabelos, estava feliz, o que me fez sorrir.






Notas Finais


Naruto e Kurama o que vcs acham que aconteceu? E esse novo clã ? Perigoso ou não? E esse quase beijo no começo? Ren está viva msm? Hueheu muitas perguntas ...se chegou até aqui obrigado. Comenta aí embaixo o que vcs acharam do cap. Quero ouvir a opinião de vcs.
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...