História Depois do Portal - Nova dimensão. - Capítulo 84


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Magnus Bane, Personagens Originais, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Alec Lightwood, Clace, Clary, Clary Fray, Jace Wayland, Magnus Bane, Malec, Shadowhunters, Sizzy
Exibições 69
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.
Boa Leitura.

Capítulo 84 - Eu aceito Alexander. parte 2


Fanfic / Fanfiction Depois do Portal - Nova dimensão. - Capítulo 84 - Eu aceito Alexander. parte 2

Eles estavam se divertindo muito durante o lual.

Izzy chegou perto do casal que estava admirando os amigos brincando de maneiro quase infantil.

- Magnus ! Temos que pensar no casamento de vocês! Para semana que vem pode ser? – disse Izzy brincando.

- Sabia que isso tudo foi Alec que planejou! – Completou a irmã de Alexander.

- Nossa para semana que vem não dá. Eu estou surpreso com tudo que Alexander fez e planejou ele é um homem de ouro. – afirmou Magnus.

- Eu queria ficar até esse lual acabar ou até o dia clarear. – disse Magnus sorrindo e beijando Alexander.

- Não sei se vou conseguir a minha vontade é te agarrar é muito grande. – Magnus completou.

- Pode fazer isso. Mas posso fazer isso. -Alec puxou Magnus para outro beijo.

- Desculpe meu amor não falei que você está lindo nessa paisagem. Que por sinal essa paisagem está maravilhosa. – falou Magnus fazendo Alexander ficar vermelho.

- Alexander Vem! – chamou Jace, todos estavam brincando na beira da água.

  - Vai lá amor aproveita a noite é sua. – disse Magnus e Alexander foi ao encontro de Jace.

Catarina se juntou ao amigo que estava sentado na areia.

- O que você tem de repente você ficou branco? – perguntou Catarina preocupada.

- Não é nada! É só a surpresa de ele me pedir em casamento. – desconversou Magnus.

- Eu te conheço Magnus Bane a mais de um século. Conta o que te entristece. -  falou Catarina pegando a mão do amigo.

- Tem duas coisas. A primeira é a sensação que eu tenho que ainda vai ter uma tempestade ou um tsunami antes de vir coisas boas e a outra que Alexander não é imortal, portanto um dia ele vai partir e não sei se vou sobreviver a isso. Eu demorei séculos para achar o amor da vida. E saber que um dia ele vai partir e vou ter viver sozinho novamente é triste. – Disse Magnus deixando escorrer uma lagrima dos outros.

Magnus olha Alexander brincando com água salgada e sorri ao olhar para Alexander.

- Magnus você tem que pensar primeiro na primeira opção que eu acho que está falando do Sr. Robert, você está com medo dele não é mesmo! A outra você pensa mais para o futuro Magnus. Ele te amo e isso que importa viva o presente! – Catarina aconselhou e viu Magnus balançar a cabeça positivamente.

Magnus se levantou junto com Catarina e foi em direção até onde o grupo estava brincando.

Isabelle falou para Simon que estava satisfeita, exatamente como Jace falou para Clary que sorriu pela informação do namorado. Alexander estava rodando Max no ar. Maryse estava bebendo junto a Ragnor e Raphael.

Magnus pegou uma bandeja de docinho e ofereceu ao grupo. Izzy e Jace quase vomitaram ao ver comida. Maryse riu ao ver cena, quando foi pegar um docinho para cortar o efeito do álcool.

- Até parece! Quem olha assim pensa estão grávidos. Não eles só são famintos parecem mortos de fome. – disse Maryse.

Magnus colocou a bandeja no lugar. E começou a brincar com Max.

Max corria na frente e Magnus em seu encalço.

- Me ajuda! Ele é rápido.  – Gritou Max rindo.

Alexander se levantou e puxou Izzy para a brincadeira. Clary começou a rir e puxou Jace e Simon junto.  Logo todos estavam correndo uns atrás dos outros sem saber que pegar primeiro.

 

Enquanto isso numa casa pouco distante da praia.

- Eles estão festejando bastante. Muito bom saber disso. – Falou Robert  ao telefone com Alguém.

- Os deixem aproveitarem, o tempo do casalzinho está chegando. Se acham que eu fiz foi ruindade com o pobrezinho  do feiticeiro, eles não perdem por esperar.

- Esse feiticeiro vai ser meu!! Alias se recusar ele vai morrer. – disse ele rindo.

- Sebe que eu adorei vê-lo naquela situação acho que eu vou só piorar um pouco as coisas.

Robert desligou o telefone. E logo ligou para Hodge.

Robert estava falando ao telefone e a raiva começava a transparecer.

- Para com desculpa esfarrapada Hodge.

- Eu já te dei dinheiro. Cadê nosso trato. Você já tem academia, já está famoso. Vem para Hamptons divulgar seu trabalho aqui e faça o que te pedi. Quero ver você quebrando aquele ser inferior, reduzir ele a nada. E depois entregar ele para mim para acabar com o serviço. Com ele fraco vai ser mais fácil pagar a imortalidade dele. 

- Se possível essa semana. Logo! – disse Robert desligando o telefone.

 

De volta ao lual.

Magnus e Alexander  estavam sentados juntos se beijando.

- Como eu queria ficar assim para sempre com você. – disse Alexander.

- E nós vamos ficar assim para sempre. – falou Magnus.

Clary e Jace, Raphael e Ragnor, Izzy e Simon admiravam a lua entre beijos.

 A lua estava linda grande e vermelha.

Max foi até a mesa de comida pegou dois copos de suco e se juntou Catarina e Maryse que estavam sentadas. Ele ofereceu um copo para Catarina que acho fofo a gentileza do menino, logo depois aceitou.

Maryse começou a rir com a atitude de seu filho mais novo.

Um tempo mais tarde.

Alexander pediu ajuda para Catarina e foram até a casa.

Magnus não entendeu nada mais continuou conversando com seus amigos

Magnus e Alexander agradeceram por todos pelo dia de hoje e foram em direção a casa.

Magnus analisava sua mão, ou melhor, o anel que Alexander havia lhe dado. O asiático lhe abraçava enquanto caminhavam até a entrada da casa.

- Nem acredito no dia de hoje. – disse Magnus rindo que nem um bobo fazendo Alexander sorrir também.

- Vamos para o quarto ainda tem mais uma surpresa lá em cima. – avisou Alexander.

Magnus arregalou os olhos que brilhavam no exato momento que Alec disse isso.

Eles andaram mais rápido até o quarto de Alec. Ao chegar perto da porta Alec pediu para o feiticeiro fechar os olhos que imediatamente fechou. E esperar um pouco ali somente uns segundos.

O moreno destrancou a porta entrou no quarto. Dois minutos depois saiu e vendo que Magnus permanecia de olhos fechados. Quis garantir que não abriria os olhos colocou suas mãos nos olhos de Magnus.

- Eu não iria olhar. – Magnus falou como se estivesse magoado.

Alexander caminhou direcionando Magnus  pela entrada do  quarto. Alexander beijou a nuca do feiticeiro e com a uma voz sedutora sussurrou no ouvido que ele podia abrir.

Magnus sentiu um arrepio percorrendo seu corpo e abriu os olhos.

Magnus abriu a boca estava mais surpreso. O quarto estava cheio de pétalas vermelhas e velas  aromática acessa espalhada perfumando o local.  

Alexander se pôs   a frente de Magnus e começou a beija-lo. Um beijo calmo.

- Gostou? – perguntou Alexander.

- Está tudo tão lindo. Obrigado meu amor. – Disse Magnus abraçando Alec.

Alexander puxou Magnus para o banheiro que viu que também estava todo enfeitado. A banheira estava com sais de Banho e mais pétalas de rosas. Magnus sorriu ao ver tudo que seu amado tinha preparado.

 - Essa noite está sendo mágica Alexander. Obrigado por me fazer o homem mais feliz do mundo. – afirmou Magnus deixando escorrer uma lágrima teimosa.

- Eu te amo meu amor. O que você acha de tomarmos banho? – Convidou Alexander.

- Eu aceito. – Declarou Magnus.


Notas Finais


Beijokas com purpurina colorida.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...