História Depois Dos Quinze - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Adolescente, Álcool, Anos, Blizady, Drogas, Festa, Lesbicas, Meninas, Quinze, Sexo
Exibições 113
Palavras 1.517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ola amores, como vai?
Estão em semana de provas? Eu estou, e estou me descabelando 0.0
Esse capitulo é pequeno, ele meio que serve de ponte para o próximo.

Enquanto vocês vão lendo eu vou escrevendo o proximo hehe

Boa leitura. ^^

Capítulo 41 - Pequenas discussões


Estavamos chegamos na casa da Milena, Isis parou o carro bem em frente, coisa que ela normalmente não faz. Desci do carro e as duas desceram também. Eu ia dizer pra elas me esperarem quando ouvi alguém me chamar.
-Bianca? -Era a Ísis.
Me virei e ela estava vindo com as duas mães ao lado. Eu a comprimentei.
-É tão bom te ver bia. E como foi a noite na nova casa? -Perguntou a mãe Natasha.
-Foi bem tranquila na verdade. -As duas mães estavam encarando as meninas, elas eram ciumentas pela filha, como se ja não bastasse a Mina.
-Essas são minhas amigas. Isis e Jessica.
-É um prazer conhece-las meninas. Vamos entrar? Acabamos de comprar um bolo maravilhoso para o chá da tarde.
-O prazer é todo nosso. E ja que estamos aqui fazendo companhia a Bia, nos vamos aceitar o convite. -Isis disse com um sorriso de orelha a orelha.
Olhei pra ela com um sorriso e os olhos arregalados, minha expressão queria dizer: "Que porra se ta fazendo? "
As mães, a Isis e Jessica entraram, mas eu esperei um pouco do lado de fora pra falar com a Milena. Quando estava so nos duas ela me olhou e por um momento eu acho ter visto a minha morte.
-Mas que palhaçada é essa? -Ela disse apontando para as meninas que entraram.
-É uma historia engraçada
-Então me conta.
-É que a Jessica é filha do casal que está me abrigando, ela é como uma babá agora sabe? Mundo pequeno né -Eu disse dando uma risada sem graça.
-Ha claro. Então quer dizer que sempre que for me ver ela vai vir junto?
-Basicamente
-Que droga Bianca! -Ela disse passando a mão na cabeça como se aquilo fosse o fim do mundo. -E a Isis?
-Eu nao tenho dinheiro Milena, você mora longe de mim agora, precisava de uma carona, e a Isis se ofereceu.
-É claro que se ofereceu...-Ela falou com ironia.
-Milena! Eu vim te ver poxa, da pra prestar atenção so nisso? -Falei irritada.
-Bianca, foi igual eu disse pra você, se eu não e visse hoje ia te ver amanhã, o fato de você ter se mudado não significa que eu nunca mais vou te ver.
-Se a Caroline perder minha quarda sim.
-A caroline só está nessa situação por sua causa, se você não andasse com esse tipo de pessoa na... -Eu a enterrompi.
-Esse tipo de pessoa é minha amiga, eu não fico falando mal daquele vareto e da rolha de poço que são suas amigas, então tem como você parar com isso?
Eu tinha acabado de falar quando uma das mães apareceu.
-Hey vocês nao vão entrar? A Isis vai comer tudo, ha! Eu adorei a Isis por que vocês nunca trouxeram ela aqui? Vamos entrem.
Ela ficou nos olhando e então a Mina entrou e eu fui atras. Estavam todos na cozinha conversando e comendo.
-Na verdade eu só estava passando ainda precisamos fazer uma coisa, não é meninas?
- O que? mas vocês ja vão? -Perguntou a mãe Natasha.
-Não ainda não, -Isis se entrometeu -Você ten que ter uma conversa com a Milena lembra? -Ela falou seria pra mim, até ja sei do que ela estava falando.
-Falar o que? -Milena disse
-Eu te falo amanhã
-Não. Me fala logo. -tanto eu, como ela fomos um pouco grossas o que deixou todo mundo sem graça.
Fiz um sinal para que a gente fosse para o quarto dela. Nos fomos, Entramos e eu tranquei a porta.
-O que é tão importante que a Isis teve que te forçar a me dizer?
Contei então para ela sobre o que aconteceu, tentei ser o mais clara possível, sem enrrolar muito, contei sobre o John e as coisas que ele fez comigo, e por fim mostrei as marcas que ele me deixou. Ela ficou indignada.
-Meus Deus! O john? -Ela levantou e foi correndo pegar o celular
-O que você ta fazendo?
-Vou ligar pra policia claro!
-Hey não! -peguei o telefone dela -Eu não quero chamar atenção pra mim, nem pra ninguém proximo de mim...esqueceu que não sou uma santa?
-O mais importante é o seu bem estar
-Não vai haver bem estar se a policia se meter nisso, ou em metade das coisas que eu fiz ano passado.
-Nossa...-Ela disse sentando na cama, como se tivesse perdido. -Isso é bastante coisa... Me desculpa, de verdade me desculpa. -Ela disse com as mãos no rosto.
Sentei ao lado dela -Mih, olha pra mim -Tirei sua mão levemente do rosto e a segurei -Esta tudo be..
Ela me interrompeu
-"Esta tudo bem?" Bianca, não é você que tem que me consolar, eu estou bem. Muito pelo contrário, eu devia estar ao seu lado, te consolando...-Ela fez um pausa -Que bom que você tem suas amigas pra isso...
-Você tem que parar com isso, essa situação não tem nada haver com o seu ciúme idiota.
-Parar com isso? Nada haver? Bi você me tirou dessa  situação, como sua namorada imagino ser a primeira a saber que uma coisa dessas aconteceu contigo, mas eu não fui a primeira, ela praticamente te forçou a falar comigo. -Os olhos dela começaram a lacrimejar.
-E..eu não sei o que você quer que eu diga. -Eu estava confusa, essa deveria ser a reação certa? Foi eu quem errei?
-Esquece. -Ela disse limpando o rosto.
-Nem vem com essa de esquecer, a gente devia começar a resolver essas briguinhas, elas estão ficando piores a cada dia...
-Eu não quero, isso não é prioridade agora. Você, sua saúde é só no que quero pensar. Tabom? -Ficamos em silêncio por uns segundos.  -Vamos falar com a Caroline então? Se você quiser eu te ajudo..
-Eu vou pensar sobre isso. -Eu disse abrindo a porta do quarto.
-Aonde vai? -Ela perguntou
-Pra falar a verdade...eu não quero ficar aqui. Tenho que resolver algumas pendências do meu trabalho.
-Tudo bem, eu entendo. -Ela disse parecendo realmente sincera.
Segurou a minha mão enquanto voltavamos para a cozinha. Chamei as meninas e fomos para fora, ja estava na hora de seguirmos o nosso caminho. A Mina foi com a gente até a porta, deu um tchauzinho para a isis e a jessica, que foram para o carro na frente. Fui olhar para a Milena wle ela estava chorando, eu ia dizer alguma coisa, mas ela me abraçou.
-Me desculpe ta? Eu achei que eramos proximas, mas nós não somos. Eu realmente quero mudar isso. Se você me permitir. -Ela disse sem me soltar.
Eu tirei seus braços de mim, e segurei seu rosto molhado.
-Não tem nada que eu queira mais nesse mundo. Mas mih infelizmente somos de mundos opostos, temos que aprender a conviver com o mundo uma da outra, ou a gente não vai se dar bem.
-Então me leva junto. -Ela disse de repente.
-O que!? -Disse rindo
-Quer que eu entenda o seu mundo?  Que eu  conheça suas amigas e pare de implicar com elas?    Me leva junto, agora, pra onde você está indo.
-Eu não sei se é uma boa idéia...-Eu disse imaginando a merda que seria levar a Milena ao clube. Ela fez cara de birra -Mih, o lugar que eu vou não é igual ao shopping, e nem é quieto como aquela livraria que você gosta.
-Eu não ligo. -Ela disse rapido e eu quase acho que ela não me ouviu.
-As pessoas não são civilizadas e ... -Tentei falar mas ela me interrompeu.
-Vai ficar arrumando Desculpas para que eu não vá, ou vai dizer logo que não quer minha companhia?
-Não é isso. Você pode vir claro...Só matenha a mente aberta.
Eu disse e ela abriu um enorme sorriso, me abraçou de novo dessa vez empolgada.
-Vou trocar de roupa desço em 5 minutos -Ela disse entrando.
"Ai droga, droga droga droga" eu pensava enquanto ia em direção do carro. Isis ja estava no banco do motorista e me olhava desconfiada. Jessica estava no banco de trás mexendo no celular. Cheguei perto do carro e me apoie para falar com elas pela janela.
-Vai entrar não? Não esquece que agora você é uma garota que tem hora pra voltar. -Jessica disse
-O que foi? -Isis perguntou seria.
-Você sabe que é a mais velha entre nós e tem que ser a mediadora certo? -Faleibtentabdo dizer pra ela não arrumar encrenca.
-Querida eu tenho mentalidade de 14 anos, porque acha que eu ando com você?
Eu ri. Ouvimos a porta da Mina abrir. Ela estava vindo, usava um shorts curto, um all star preto e uma camiseta também na cor preta. Isis olhou pra mim esperando que eu dissesse algo, mas eu so desecostei da janela.
-Acho que você esqueceu sua bolsa lá. -A milena disse me entregando a bolsa e dando um selinho.
Em seguida, abriu a porta de trás e se sentou ao lado da Jessica.
Bem, primeiramente eu estava aliviada por não esquecer a bolsa, abri ela rapidamente para me certificar de que estava tudo certo. E entao respirei fundo antes de entrar no carro. Seria uma noite interessante.


Notas Finais


Podem comentar seus lindos ^^
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...