História Depois que te conheci - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Original, Romance, Soujo, Yaoi
Exibições 19
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oiee, mais um capítulo pra vcs meus lindos <3

Muito obrigada pelos 10 favoritos! Eu sei que pode parecer pouco mas vcs não sabem o quão isso é importante para mim! <3 Obrigada, amo vcs!

Ah e mais uma coisinha, eu vou começar a colocar as últimas falas do último cap para dar pra entender melhor.

É isso, espero que gostem <3

Capítulo 10 - Você quer namorar comigo?


Fanfic / Fanfiction Depois que te conheci - Capítulo 10 - Você quer namorar comigo?

No último cap...

         -Koutarou...?
          -Hm?- ele respondeu, esfregando os olhos de sono.
          -Você não tem medo do que a sociedade vai pensar e falar sobre nós?
          Ele ficou quieto por uns segundos, mas virou para mim, parecia sério.
          -Se eu puder ficar com você, eu não me importo nem um pouco com ninguém.- eu corei e sorri, com uma lágrima no olho.- ficamos em silêncio, quando eu estava quase pegando no sono, eu escutei:
          -Eu te amo, Hayato.- eu sorri.
          -Eu também te amo, nerd.


                Continuando...

       Ele dormiu, eu ia também, mas vi o horário, era tarde, meus pais iam ficar loucos comigo se eu não voltasse para casa, mas o que eu ia fazer, Koutarou estava no meu colo, não tinha como levantar. Para a minha sorte, seu sono era pesado, então o peguei no colo e levei até sua cama, como ele era pesado... (Koutarou: Ei!! Hayato:*ri* estou só brincando, você é uma pena, consigo te levantar sem nenhum esforço, quer ver? *se aproxima* Koutarou:H-Hayato, o que você está fazendo? *pega no colo* Ei, me larga! Hayato:*ri*)

          O deixei na cama e o cobri, ele estava tão lindo. O beijei, escrevi um bilhete e fui embora.

 

          (P.O.V Koutarou)

 

           Acordei na minha cama, sem entender nada, então eu vi um bilhete em cima da cômoda:

 

          "Koutarou, 

            

           Tive que sair, desculpa, te vejo amanhã na escola, te amo 

 

           <3

          Hayato"

 

          Eu fui olhar o horário, e eu percebi que pela primeira vez eu estava atrasado, saí correndo, me troquei o mais rápido que pude e nem tomei café, quando eu cheguei, até Hayato já estava lá, o professor me fuzilou com os olhos, dei um sorriso nervoso e sentei, eu olhei para trás para ver como Keiko estava, estava preocupado que ela estivesse mal ou algo do tipo, mas para a minha surpresa, ela não estava lá, ela havia faltado, fazia séculos que eu não via Keiko faltando na escola, fiquei preocupado.

           -Que susto, achei que você não viria.- ouço a voz de Hayato.

           -Bom, aqui estou! Eu acordei tarde demais- fiz uma cara de nervoso, mexendo na nuca -Ah, aliás, obrigado por me levar para a cama ontem.

          Ele sorriu, eu percebi como essa frase soou errado, eu corei e fiquei aliviado de ninguém ter ouvido. Keiko não chegou, nem mesmo atrasada, estava muito preocupado, e se algo tivesse acontecido com ela, mesmo eu não gostando dela mais do que amigos, ela continua sendo a minha melhor amiga, não queria que algo acontecesse com ela.

           No lanche, acho que Hayato percebeu o nervosismo, e percebeu que Keiko não estava lá, mas de alguma forma a expressão dele parecia ser de alívio. 

           -O que houve? Você está bem?- ele perguntou, parecia preocupado.

           -Sim, só estou achando meio estranho a Keiko faltar... Será que ela está bem?

           -Não se preocupe, ela ainda deve estar confusa pelo que aconteceu ontem, de um tempo pra ela.

         Mesmo com ele dizendo isso, ainda estava preocupado, e Hayato não parecia nem um pouco incomodado com a sua ausência, parecia que ele estava até mais feliz.

           -Talvez eu vá ver se ela está bem depois da aula...- eu disse

           -Por que? Tenho certeza que ela está ótima, não precisa se preocupar!

           -Hayato...- ele estava mexendo na nuca, sorrindo como se nada estivesse acontecendo, mas eu sabia que ele estava nervoso.

           -O que foi?- ele tentou fazer uma voz mais fofa, pra que eu não falasse nada, mas não funcionou.

           -Você está com ciúmes?

           -Eu? Ciúmes? Claro que não... Eu sei que vocês são só amigos...

           -Hayato... Não minta para mim...

           -Tá talvez eu esteja com um pouco de ciúmes, e dai?

           -E daí que você não precisa ter.

           -Mas eu tenho, e não sei se quero que você vá até a casa dela...

           -Você está me proibindo de ir?- eu comecei a ficar um pouco bravo.

           -E se tiver?

           -Você não pode me proibir.

           -Claro que posso, você é meu!- essas palavras me fizeram corar ao mesmo tempo que me deixaram com muita raiva.

           -Eu não sou de ninguém, não sou cachorro pra ter dono.- ele virou os olhos e bufou.

           -Além disso, quem teria que ter ciúmes aqui sou eu, pensa que eu não vejo todas as garotas babando por você?

           -Como se você não olhasse para elas com um olhar fuzilador...- eu não pude responder, isso era verdade.

           -De qualquer jeito, eu tenho todo direito de ir ver se a minha amiga está bem!

           -Que seja, vá onde quiser, mas com uma condição...- eu o olhei, curioso.

           -Eu vou junto!- ele disse, bravo.

           -Por mim tudo bem.- ele me olhou com uma cara de quem esperava outra resposta, mas eu sei que ele estava feliz com a minha, pois ele não pôde conter um pequeno sorriso.

           Depois da aula, fomos à sua casa, que eu lembrava bem onde era, por ir sempre brincar lá. Eu só estava com medo de ela se sentir insegura com Hayato aqui, fala sério? Quem não se sentiria?

           -Hayato, antes de bater na porta, eu quero te pedir um favor.

           -Hm? Diga, o que foi?

           -Por favor, seja legal com ela.

           -Que? 

           -Ela deve estar confusa e com medo, se você ficar a ameaçando por ciúmes, ela vai ficar pior ainda.

          -Humpf, como eu posso ser legal com a garota que beijou meu namorado?

       -Primeiro, ela não sabia, segundo, namorado?- pode ter parecido uma tentativa de ofensa, mas eu estava com os olhos brilhando.

          -Anh? Nós não somos?

          -Bom, eu nunca tinha ouvido você falar de verdade antes, então...

          -Entendi.- ele disse, ajoelhando e pegando uma de minhas mãos, a beijando. -Koutarou Hirose, você quer namorar comigo?


Notas Finais


Bom, foi isso, espero que tenham gostado!!

Bjuss <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...