História Depressing - Namjin - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Depressão, Namjin, Namjoon
Exibições 176
Palavras 725
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu disse que ia postar bônus ao chegar nos 100 favoritos, mas não esperava que fosse hoje mesmo, 3 minutos depois de postar o aviso hsuajua
Obg vcs são de mais!

Capítulo 15 - Bônus


​Namjoon on

Depois de mais um dia de trabalho cansativo, finalmente volto pra casa, abro a porta, a casa estava totalmente organizada, o cãozinho no quarto, mas...Cade o Jin? Subo as escadas rápido, indo ao quarto, me deparando com uma cena um tanto tentadora... Jin estava com uma saia minúscula em tom vermelho, meias branca que ia até metade de suas coxas - na borda era rendada - não usava nenhuma blusa, ele esta de joelhos, mordendo o lábio, levemente corado, sua barriga já tinha um volume pequeno, o ar que ele passava era extremamente sexy, necessitado...Fiquei duro só de o olhar.

- Nam...eu preciso de você, me fodendo, agora!

Meu cansaço? Não sei aonde foi parar! Andando em sua direção fui tirando minha camisa social, jogando a mala de trabalho em um canto qualquer, me ajoelhei na sua frente, levantando sua cabeça, o beijando, selvagem. Jin logo parou o beijo, descendo a cabeça até minha calça, descendo o zíper com a boca... Ele iria mesmo fazer aquilo? O ajudei, retirei minha calça a jogando em um canto qualquer, ele desceu um pouco minha box fazendo meu membro saltar já ereto pra fora, ele sorriu com isso, abocanhando meu membro de uma só vez, querendo me torturar, lambendo só a cabeça.

- Se você não estivesse grávido, eu iria te fazer pagar por isso, baby.

Gemi rouco quando ele deu mordidas por meu membro, esforcei-me muito para não foder sua boca ali mesmo, então apenas apertei seus fios rosados, apertando sua boca um pouco contra meu membro, quando senti que iria gozar, retirei sua boca, não queria gozar em sua boca e ele logo (provavelmente) vomitar por causa da gravidez. Ele me olhou confuso, apenas ri, o virei de bruços, de quatro pra ser mais exato, retirei o restante da minha box, levantei sua saia, vendo sua calcinha rendada da mesma cor que as meias, seu membro já acordado, retirei sua calcinha, beijando sua bunda e dando leve mordidas por elas, cupões, dando fracos tapinhas, ele gemeu.

- Me fode logo! - disse.

Não necessariamente precisando coloquei camisinha...vai que né... Ele gritou ao sentir meu membro entrar de uma vez nele, apertando os lençóis, me movimentei de vagar, mas não consegui esperar muito e logo o estoquei forte, fundo, rápido e preciso, ele gritou ao eu acertar seu ponto "G".

- A-acerta outra vez. - pediu entre gemidos.

- Ah baby.

Dei atenção aquela parte, talvez a mais sensível do seu corpo, acertando-lhe esse ponto diversas vezes, gemi rouco com o calor que o menor passava, apenas nossas respirações, altas, aceleradas, nossos corpos se chocando em movimentos potentes, seus gritos e gemidos manhosos, agora o menor mesmo rebolando pedindo por mais e mais se era possível, notei seu membro necessitado, o toquei, ele gemeu mais, com uma mão segurei sua cintura, forte, com a outra eu o masturbava, dando-lhe estocadas fundas e precisas, o som do ranger da cama, havia mais barulho do que devia ter, se é que me entende. Logo chegamos ao nosso ápice, caindo um ao lado do outro na cama de lençóis brancos, controlando nossas respirações, Jin soltando o lençol calmamente, joguei fora a camisinha já usada, me deitando ao seu lado novamente, o puxando pra mim, o abraçando.

- Nunca te vi assim antes, amor- comentei.

- Eu sei. - falou dando-me um selinho, manhoso.

- Quer mais alguma coisa? - perguntei.

- Estou com fome. Por favor, pepinos com chocolate branco.

- Isso não é normal, eca.

Ele fez um biquinho, triste, quase chorando, beijei seu biquinho.

- Tá, eu vou lá pegar seu "Pepinos com chocolate branco".

Ele sorriu, agora feliz, vitorioso, me levantei e me arrumei, descendo a cozinha e por sorte tinha pepinos aqui, por uma casa não pode ficar sem chocolate! Não é mesmo? Como ele queria isso? Ave! Piquei o pepino e derreti o chocolate branco, jogando-o por cima do pepino, espero que seja assim se não aquele grávido me devora. Voltei ao quarto, ele sorriu ao ver o que eu segurava, o entreguei.

- Obrigado, você é o melhorl! - Ele se escorou na cabeceira da cama, devorando o prato, agora quem quer vomitar sou eu! - Quer um pouco? - estendeu o garfo pra mim.

- Não obrigado.... Vou cuidar do Ryuk.

Sai do quarto rapidamente, indo fazer o que tinha dito.


Notas Finais


Bônus bosta né haushuahajahja


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...