História Depressing - Namjin - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Depressão, Namjin, Namjoon
Exibições 293
Palavras 914
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Casa nova. Tchau depressão


Fanfic / Fanfiction Depressing - Namjin - Capítulo 4 - Casa nova. Tchau depressão

Namjoon on

No dia seguinte pela manhã eu havia ido a cozinha para preparar o café pro Jin. Pus tudo na bandeja e fui para o quarto, abri a porta e encontrei Jin abraçado nos próprios joelhos. Aproximei-me dele e coloquei a bandeja no criado mudo.

- Bom dia solzinho.

- Bom dia.

- Hey, levante a cabeça. Olhe pra mim.

- Você viu?

- Eu vi sim.

Ele começou a chorar, talvez com medo de que eu o repreende-se.

- N-nam eu não tenho escolha, ele faz isso comigo quases todas as noites.

- Ele quem?

- M-meu pai.

Que desgraçado!

- Não vai fazer mais.

- Como?

- Pegue seus documentos  e vem morar comigo.

- N-Namjoon, não posso.

- Por que não?

- Faz menos de uma semana que eu te conheci e eu não quero ser um peso pra você.

- Você não é um peso, eu te amo não é? Você tem que sair de perto dele.

- Mas...

- Mas nada.

- Namjoon!

- Confie em mim.

- ...

- Olhe pra mim, eu posso te ajudar, eu posso ficar ao seu lado. Podemos construir uma vida juntos, podemos ser felizes juntos. Jin, eu sei que você pode sair disso, eu sei que você é forte. Só... Confie em mim.

Ele veio até mim e me abraçou forte, passei minhas mãos por suas costas como ato de lhe dar conforto.

- Nam, e se ele quiser fazer algo com você?

- Ele não vai fazer nada, nem comigo nem com você. Tome seu café.

Ele se sentou na cama e eu lhe entreguei a bandeja, sorriu.

- Obrigado por tudo, Nam.

Sorri de volta.

- Não vai comer?

- Eu já tomei meu café.

Ele continuou comendo e enfim terminou.

- Troque de roupa, vamos até sua casa pegar seus documentos e algumas roupas.

Ele assentiu e se levantou, levei a bandeja pra cozinha e fiquei na sala o esperando. Logo ele apareceu, seguimos para fora e entramos no carro.

- Ele está lá nesse horário?

- Não, ele está trabalhando.

- Ele faria algo com você hoje?

- Provavelmente sim, pelo fato de eu ter passado a noite fora e sem o avisar. Ele chegaria bêbado e daria nisso.

Jin on

Estacionou o carro em frente a casa, saímos e entramos. Subimos para o quarto, Namjoon pegou algumas  malas que estava em cima do meu guarda roupas e me ajudou a por minhas roupas e sapatos nelas. [sapatos que eu quase não usava] Peguei os documentos e entreguei à  Namjoon.

- Vamos pra sua nova casa, solzinho.

Assenti, ele pegou minhas malas e levou até o carro, entramos no mesmo e voltamos para a casa do Namjoon.

- Vou arrumar o quarto de hóspedes pra você.

- Eu te ajudo!

Arrumamos as roupas no closet, os sapatos em um lugar reservado que havia no closet e outras peças como roupas íntimas, sungas, relógios e etc nas gavetas do criado mudo.

- Gosta de ler, solzinho?

- Muito.

- Ótimo.

Namjoon saiu do quarto me deixando sozinho com uma expressão curiosa, logo voltou com alguns livros cambaleando.

- Desajeitado. - rimos.

Arrumou os livros em cima do criado mudo ao lado do abajur.

- Você é jovem e gosta de quartos decorados, vamos sair pra tomar um sorvete e aproveitamos para comprar decorações para por no seu quarto.

Sorri, o abracei e seguimos para o carro. Ele me levou até uma loja onde tinha muitos enfeites lindos.

- Olha essas luzinhas aqui. - Namjoon me mostrou. - elas ascendem.

Ri de seu jeito bobo ligando as luzes para ve-las ascender e apagar.

- Vamos leva-la! - Namjoon gritou mais feliz do que eu.

- Que criança linda. - apertei sua bochecha e ele deu um sorriso com direito a covinhas.

Namjoon correu para um lado onde havia bichos de pelúcias e eu o segui, ele abraçou um urso de pelúcia gigante [meu tamanho] que era rosa. Ele era lindo e muito fofo então eu o abracei também sentido seu cheiro.

- Você quer ele?

- Quero. - sorri.

Compramos as luzes, o urso e outras coisas, Namjoon pagou tudo e pôs dentro do carro. Passamos em um mercado e compramos sorvete de castanhas e corbetura de chocolate, voltamos pra casa. Namjoon me ajudou a decorar o quarto e o mesmo estava perfeito [bem diferente daquele clima depressivo de antes]. Pegamos duas colheres, o sorvete, a cobertura e fomos pra sala, nos sentamos no chão e Namjoon pôs uma série de drama romântico.

- O que eu fiz? - Namjoon perguntou rindo.

Ele havia derramado corbetura pelo chão e na sua camiseta.

- Como conseguia morar sozinho sem por fogo na casa?

- Não sei. Depois eu limpo.

- Eu te ajudo.

Quando a série acabou nós limpamos o chão, Namjoon tomou seu banho e eu tomei o meu em seguida.

[***]

Subi para o meu quarto pois já era hora de dormir, Namjoon deitou ao meu lado na cama.

- Eu tava pensando em pintar meu cabelo de um loiro mais escuro. - ele disse.

- Vai ficar lindo, mais do que já é.

- E você?

- Eu? Ah, eu sempre achei rosa uma cor muito bonita e tenho vontade de pintar meu cabelo dessa cor.

- Então, vamos pintar amanhã?

- Sério?

- Sim.

Assenti e sorri.

- Boa noite, Jin.

Ele beijou minha bochecha.

- Boa noite.

Namjoon foi pro seu quarto e eu dormi.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...