História Derrepente, Amor (Ruggarol) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Aguslina, Lutteo, Michaentina, Ruggarol, Sou Luna
Visualizações 207
Palavras 1.743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieee!
Como vão?
Eu? ANIMADISSIMA!
QUE VENHA A SEGUNDA PARTE DA SEGUNDA TEMPORADA DE SOY LUNA!
E que venha o cap tbm né!!
Boa Leitura!

Capítulo 15 - 14- Ciúmes?


Fanfic / Fanfiction Derrepente, Amor (Ruggarol) - Capítulo 15 - 14- Ciúmes?

Karol

E aqui estavamos nós mais uma vez. Sentados na poltrona de um avião. Eu apertando a mão do Rugge e ele me confortando. Mesmo depois de ter passado por Perú Uruguay, ainda não me acostumei. Já fico menos assustada, mais ainda assim, fico com medo e ele sempre me conforta. O vôo foi normal como todos os outros, dormi, conversei com ele, comemos, assistimos alguma coisa. A única coisa de diferente é que dessa vez gravaram um pouco. Mas fora isso, normal.

Chegamos no hotel e dessa vez, vou dividir o quarto com a Vale. Ela abriu a porta, entrou e eu fui logo depois. Como sempre, pulamos na cama. Assim que cansamos, bateram na porta.

-Já vou!- Gritei. Levantei, dei uma arrumada no meu rabo de cavalo e abri a porta.- Ah, oi Camila.- Camila, era a assistente de Jorge.

-Olá meninas!- Valen vem para meu lado.- O Jorge disse que hoje vocês tem o dia livre. Amanhã, ele quer vocês 8:30 na recepção para poderem ir ao teatro ensaiar.

-Nossa, que cedo!- Fala Valen

-É, nós vamos ter uma surpresa nos shows daqui.

-Ah é? E o que é?- Pergunto curiosa

-Estejam amanhã de manhã para saber!- Ela sai, indo em direção ao próximo quarto.

-Nossa, o que será que é?- Fecho a porta e me jogo no sofá que tinha ali.

-Não sei Valen, só sei que eu quero aproveitar meu dia de folga!- Digo animada.

-Ai, eu também!- Cada uma vai para sua mala e pega uma roupa.- Pode ir ao banheiro, eu me troco aqui!

-Ok, obrigada!- Entro no banheiro e visto minha roupa (link nas notas finais). Deixo meu cabelo solto e passo uma base.

-Ai, que linda!- Fala assim que saio do banheiro.

-Obrigada!- Pego minha bolsa- Você também!

-Obrigada!

-Vou lá tá?- Ela concorda. Dou um beijo em sua bochecha e saio. Chamo o elevador e, enquanto espero, alguém me cutuca.

-Olá senhorita Karol, como está linda!

-Obrigada Rugge!

-Aonde vai?

-Não sei, só ia andar por ai. Quer vir?- Eu não resisti. Queria muito passar um tempo com ele. Mesmo que como amiga.

-Claro!- Saimos e começamos a andar por aí. Conversamos muito! É muito bom passar um tempo ao lado dele. Foi perfeito. As vezes, eu me pegava pensando, se nós dois fossemos namorados, como seria bom! Para Karol! Ele tem namorada! Eu tenho que enfiar essas palavras na minha cabeça! ELE TEM NAMORADA! Mas, as vezes, parecia que não. Parecia que só existiam eu e ele, no mundo. Ele estava me fazendo sentir assim. Comecei a pensar denovo em todos os nossos beijos. Beijos que não eram técnicos, e sim, reais. Essa hipótese que ele poderia gostar de mim, não saia da minha cabeça. Desviei meus pensamentos mais uma vez. Isso é só uma HIPÓTESE. Nunca será realidade. Quando percebo, estávamos em um parque lindo. Tinha uma grade e do outro lado, tinha o mar.- Eu vou comprar uns sucos ali na barraquinha. Quer?

-Sim! Laranja por favor.- Ele acente e sai. Eu comecei a pensar em tudo o que a gente passou, e uma música, uma música que contava meus exatos sentimentos pelo Rugge veio em minha cabeça. Como não tinha ninguém por perto,resolvi canta-lá. Eu sei que é uma coisa muito High School Musical, mas eu tinha que me expressar de alguma forma.

Alguém pode me explicar
O que eu faço
Pra não me sentir assim?
Eu já comecei a perceber,
O efeito que você tem sobre mim.

Meu coração começa a disparar,
Será que eu tô pirando,
Você quer me provocar
Você me olha e eu começo a rir
Quando o melhor que eu faço é fugir!

Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer,
Eu nem sei o que eu gosto
Tanto, tanto em você

Seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira
Vou tentar evitar

Eu juro, eu faço tudo
Para eu não
Me apaixonar

Será que são mesmo reais
Os sinais que eu percebi?
Talvez eu esteja me iludindo
E você não esteja nem aí

Mesmo assim eu continuo a imaginar,
Eu e você pra mim parece combinar
Eu sou a letra e você a melodia
Com você eu cantaria todo dia!

Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer,
Eu nem sei o que eu gosto
Tanto, tanto em você

Seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira
Vou tentar evitar

Eu juro, eu faço tudo
Para eu não
Me apaixonar

Eu já notei que eu tenho que tomar cuidado
Porque você é o tipo certo de garoto errado
É só você aparecer pra eu perder a fala
E a confusão acontecer

Então me diz o que eu faço
Pra tentar te esquecer,
E me diz porque eu gosto
Tanto, tanto de você

Foi seu sorriso ou seu jeitinho
De tentar me irritar
Se tiver uma maneira
Vou tentar evitar

Eu juro, eu faço tudo
Eu juro, eu faço tudo
Eu juro, eu faço tudo
Para eu não
Me apaixonar

Sentei em um banco que tinha ali. Respirei fundo. Estava me sentindo um pouco melhor.

-Suco de laranja para a moça!- Rugge chega e me dá o suco.

-Obrigada!- Continuamos andando e conversando. No final do dia, fomos jantar em um restaurante super gostoso que tinha ali. Voltamos pro hotel e fomos direto para os quartos.- Obrigada Rugge, por esse dia, foi maravilhoso!

-Mais foi você quem me convidou!- Fala brincalhão e rimos.

-Mesmo assim bobo!- Dou um abraço nele e logo depois um beijo em sua bochecha- Boa noite!- Falo abrindo a porta do quarto

-Boa noite!- Entro e vejo a Valen e a Caro no sofá assistindo TV.

-Olá menina!- Fala Valen se virando para mim juntamente com Caro.

-Aonde estava?- Pergunta Caro com um sorrisinho.

-Com o Rugge- Respondo 

-E ainda disse que não tinha chances com o menino- Exclama Valen.

-E não tenho! Nós só saimos como amigos!

-Uhum, tá! Sei!- Fala sarcástica

-É verdade!- Conversamos mais um pouco e depois a Caro teve que ir. Coloquei meu pijama e deitamos.

 

No dia seguinte, levantamos cedo, colocamos uma roupa para ensaiar e descemos.

-Bom pessoal, nós vamos ter uma participação especial nos shows aqui.

-Quem?!- Pergunta Katja.

-É surpresa, vocês vão descobrir assim que chegarem lá!- Todos resmungamos- Não! Sem essa! Vamos, se animem! Agora pra van!- No caminha de ida, cantamos várias músicas da novela. Foi divertido! Assim que chegamos, suimos no palco e o Jorge começou a faar.- Bom gente, nós vamos ter um convidado especial nos shows aqui da Colombia. E ess convidado especial vai ser...- Derrepente, vejo ele entrando no palco. Eu estava mesmo vendo isso? Ou era uma miragem? Não pode ser!- Sebastián Villalobos!!- Todos nós comemoramos. Foi uma festa!- Tabom, tabom! Sei que estão felizes, mas precisamos colocar as partes dele no show! Por isso que chamei todos cedo aqui. Então, agora vocês vão tomar café e depois vão ensaiar. Podem ir!- Saimos todos. Na hora do café da manhã, não consegui falar com o Sebastián direito. Estava saindo do meu camarim quando alguém me pega por trás.

-Aiii!- Grito de susto

-Calma, não vou te morder!- Fala Sebastián com os braços levantados.

-Sebastián!!!- Pulo em seus braços. Nós criamos uma amizade muito forte quando ele foi gravar a primeira temporada com a gente.- Não acredito!!!- Eu adorava ele. Muito mesmo. Acho que até mais do que deveria. Mas não como eu amava o Rugge.

-É tão bom poder ver seu lindo rosto novamente!- Ele coloca mas mãos em meu rosto. Sinto minhas bochechas ficarem vermelhas.

-Obrigada!- Nós fomos para o palco juntos.

Ruggero

Estava indo em direção ao palco para poder ensaiar quando vi uma cena que cortou meu coração. Sebastián e Karol se abraçando. Um abraço muito profundo e feliz. Eles se separaram e falaram como estavam com saudades. Eu não sabia o que estava sentindo. Era tão forte. Uma raiva cresceu em mim rapidamente. Será que...? Será que eu estou com ciúmes? Ciúmes da Ka? Vi eles sairem abraçados em direção ao palco. Ver aquilo foi horrivel. Voltei para o palco para ensaiar. Depois de encaixarmos as cenas do Sebastián no Show, voltamos para o camarim para nos arrumar. O câmera pediu para fazermos alguma coisa para anúnciar a chegada do Sebastián. Tive uma idéia. Assim que ele começou a gravar, começei a falar.

-Gente, sabem de uma coisa? Temos ums super surpresa, sabem quem?- Sebastián surge atrás de mim e comemoramos, pulamos e gritamos. Depois que todos estavam prontos, fomos para atrás do palco, e tudo que via na minha frente eram Karol e Sebastián conversando super animados. Fizemos nosso ritual mas dessa vez acrescentamos mais um número. Ao invés de 25, foram 26.

Começamos o show. 

Siento, espero, desespero
No soy yo
Soy quien brilla
Mira el rostro de carton
Tú vienes a quebrar la soledad
Te encuentro y despierto
Me llevas a donde vas
Siempre juego con mis reglas
Hoy ya no
Tengo todo y al quererlo
No soy yo
Buscando en el amor
Sin condicion

Me enredo, te encuentro
Y no sé a donde voy

Yo soy lo que siento
Te sueño y me pierdo
Y si me engaño para estar
Vacio en esta libertad

Yo soy lo que siento
Te miro y espero
Dame solo un poco de paz
Buscando en mi, te encuentro
Quiero sentir lo que hay más allá

Siento y creo
En lo que busco en un lugar
Soy quien quiera
Si me puedo aceptar
Tu llegas como el sol
Tan natural
Sencillo era todo
Y tan confuso el final

Yo soy lo que siento
Te sueño y me pierdo
Y si me engaño para estar
Vacio en esta libertad

Yo soy lo que siento
Te miro y espero
Dame solo un poco de paz
Buscando en mi, te encuentro
Quiero sentir lo que hay más allá

Tú vienes a quebrar la soledad
Te encuentro y despierto
Me llevas a donde vas

Yo soy lo que siento
Te sueño y me pierdo
Y si me engaño para estar
Vacio en esta libertad

Yo soy lo que siento
Te miro y espero
Dame solo un poco de paz
Buscando en mi, te encuentro
Quiero sentir lo que hay más allá

No final, como sempre, demos nosso beijo. Mas hoje, não sei o que aconteceu. Eu a beijei muito mais apaixonado do que das últimas vezes. Foi incrível.


Notas Finais


Eai? Gostaram?
Espero que sim!
Eu sei que esse negócio de ela cantar no meio da rua ficou MUITO estranho e meio musical da Disney mas eu tinha que colocar essa música. Ela é perfeita pra essa fic, concordam?

Roupa da Karol > http://data.whicdn.com/images/67992401/large.jpg

Música "Garoto Errado" > https://www.youtube.com/watch?v=5yJvqw2oHpI

Soy Luna En Concierto | Colombia > https://www.youtube.com/watch?v=ANu4ddlryvg&list=PLe4ZuWFax2d-rD2f42O-iwg9mrdHVRm8R&index=5
Beijos Fanáticos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...