História Derrepente, Amor (Ruggarol) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Aguslina, Lutteo, Michaentina, Ruggarol, Sou Luna
Visualizações 197
Palavras 2.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee!!
Ja peço desculpas desde já!
Desculpa
Desculpa
Desculpa
"Pq vc n postou ontem?"
Gente, eu tô muito mal! Tô morrendo de febre (tá n vou exagerar, ontem tava pior), tô com dor no corpo, dor de garganta e dor de cabeça. Ou seja, eu tô toda FUD#%$!!!
Ontem eu estava tossindo e espirrando e acabei nem indo para a escola, nem hoje, nem ontem. Eu fiquei de cama e não pude escrever! Então, se eu não postar fim de semana, peço desculpas agora!
Eu queria muito postar todos os dias mais, imprevistos acontecem né?!
Se esse capítulo ficar pequeno, é porque a minha dor de cabeça não está me deixando escrever direito, mas mesmo assim, me sacrifíco pelos meus leitores!!
Boa Leitura amores!!

Capítulo 18 - 17- Palavras sábias de mãe


Fanfic / Fanfiction Derrepente, Amor (Ruggarol) - Capítulo 18 - 17- Palavras sábias de mãe

Valentina

Acordei e me sentei na cama. Olhei para Mike do meu lado e um sorriso se formou em meu rosto. Me levantei e fui para o outro lado da cama.

-Amor...- Ele resmungou- Amor!- Ele se vira de lado. Comecei a dar vários beijos em sua bochecha até ele abrir os olhos, sorrindo.- Finalmente hein!!- Rio

-Você sabe que eu odeio acordar cedo!

-Sei!- Ele se senta na cama e me puxa para seu colo.

-E eu só acordo de bom humor se você me acorda!- Ele aproxima nossos rostos. Ele sorri e sorrio de volta.

-Eu sei!- Dou um beijo nele que me corresponde apaixonadamente. Nos separamos por falta de ar.- Mas temos que ir trabalhar!- Saio de seu colo e ele resmunga jogando seu corpo para trás mais uma vez.- Vai! Coragem!- Jogo um travesseiro nele e ele o coloca na cara.- Hoje é sexta e depois teremos o fim de semana todinho para descansar! 

-Tábom!- Fala com a voz arrastada. Solto um riso fraco. Separo minha roupa e vou direto tomar banho. Assim que saio, me visto e vou para a cozinha. Assim que chego lá, me deparo com a mesa cheia de comidas maravilhosas. Frutas, pães de queijo, sucos, bolo.

-Você fez tudo?- Pergunto maravilhada

-Não!- O encaro- O bolo tava na geladeira!- Rimos

-Porque tudo isso?

-Não sei. Senti vontade de te fazer um agrado.- Ele me abraça por trás.

-Obrigada! Mas você já me agrada todos os dias só por estar ao meu lado!- Me viro e ele me beija. Mais um beijo maravilhoso. 

-Eu te amo!- Fala assim que nos separamos, mas mantendo nossos corpos colados.

-Eu também te amo. Muito.- Estava com meus braços em seu pescoço. Sorrimos um para o outro.

-Vou tomar um banho, já volto para te acompanhar tá?- Sorrio e balanço a cabeça positivamente. Ele me dá um selinho e sai para o banheiro. Solto um suspiro apaixonado. Eu não consigo acreditar no quanto estou apaixonada! Me viro e vejo toda aquela comida. Rio para mim mesma. Era impressionante tudo o que ele fazia para me faer feliz. E conseguia. Me sentei e peguei a letra de uma das músicas que vamos gravar hoje. Era a minha preferida da Âmbar. O nome era "Catch me if you can". Comecei a cantarolar algumas partes e quando parei, escutei palmas.- Perfeito! Essa é uma das novas músicas da Âmbar?

-Sim! Gostou?

-Amei! E ainda com essa sua voz!- Ele coloca as mãos no meu rosto e me beija.

-Obrigada! Vamos comer?

-Claro!- Ele se senta do meu lado, comemos e depois saimos direto para o estúdio.  Assim que chegamos, vamos direto até a sala do Jorge. Batemos na porta e ele pede para entrarmos.

-Bom dia garotos!- Fala Jorge

-Bom dia!- Respondemos

-Bom, vocês já podem ir direto para o estúdio de gravação. Todos irão gravar primeiro as músicas em grupo, depois os solos ou duetos. Todos vão poder assistir aos outros enquanto cantam, ok?- Acentimos- Ah, e não esqueçam que tem que gravar os Music On! 

-Sim senhor!- Fala Mike e rimos. Saimos da sala e fomos direto ao estúdio aonde gravavamos as músicas. Entre e vi quase todos lá.

-Vou falar com as meninas tá?- Me viro para Mike.

-Claro.- Dou um selinho nele e me sento perto de Ka e Ana em um sofá que tinha ali aonde todos estavam sentados.

-Oie- Fala Karol

-Olá!- A abraço.- Oi Ana!

-Oii!- Nos abraçamos.- Então, como vai o namoro com o Michael?

-Perfeito! Vocês não sabem o quanto estou apaixonada e como temos sincronia!- Vejo o rosto de Karol baixar. Eu sabia que ela estava triste. E sabia o porque. Tudo o que ela queria, era uma relação com ele, o amor de sua vida. Nunca a vi tão apaixonada assim. Eu percebo o quanto ela ama ele e o quanto ele ama ela. Eles transmitem uma energia tão forte quando cantam, ou simplesmente conversam, que dá para ver o quanto estão apaixonados em pelo outro. Pena que eles mesmos não percebem isso. A abraço de lado e ela dá um meio sorriso.- Me desculpa, eu não queria.

-É por causa do Ruggero?- Karol contou tudo para as meninas do elenco, mais só pra elas.- Desculpa!- Ana nos abraça e a aconchegamos. 

-Tudo bem meninas. Eu já me conformei que não tenho nenhuma chance.

-Para!- Eu e Ana falamos juntas. Ela falava isso para a gente, mas sei que no fundo, ela sabe que não é verdade.

-Isso não é verdade e você sabe disso!- Fala Ana

-Viu? Não somos só eu e a Caro que achamos!- Completo

-Meninas, podemos parar de falar disso? Não quero ficar triste agora!

-Podemos, mas você não vai poder fugir desse assunto para sempre!- Falo.

-Eu sei...- Responde. Começamos a falar de outra coisa para animar o clima, mas nem deu muito tempo pois chegou quem faltava e começamos a gravar as canções grupais. 

Agora, estava com a letra de "¿Cómo me ves?" em mãos, repassando a letra. Ruggero estava terminando de cantar a sua música "Allá Voy", que ele que compôs. Ele diz que escreveu para Matteo, e que seria ótimo usar na novela. Mas, ele não me engana. Sei que ele não escreveu aquela música para Matteo, e sim para uma pessoa chamada Karol Sevilla. Dava para ver em seus olhos, a paixão. Mas de qualquer jeito, o diretor deixou ele usar a música na novela. Achei até bom, a música era incrível. Assim que ele terminou, me chamaram. Gravei o Music On, e depois entrei na cabine. Comecei a cantar e saiu tudo perfeitamente bem. Me senti livre.


Lo que quiera puedo ser
¿Como me ves?
Cuando piensas que me iré
Todo al revés

Un espejo, una señal
¿Que pasara?
Me preguntas que sera,
Lo veras

Lo que todos quieren ser
¿Como me ves?
La que siempre quieren ver
No fallare

Un espejo, una señal
¿Que pasara?
Me preguntas que sera,

Nada cambiara
Esto es lo que soy
Mirarte a los ojos sin perdón
Mi fuerza, mi destino, es mi canción

Voy a salir de tu espejo
Voz que a lo lejos me encontró
Palabras que envuelven mi corazón
¿Cómo me ves? Soy tu reflejo

Siempre estará en mi tu amor
Quiero decirte
Como me ves, yo soy

Lo que quiera puedo ser
¿Como me ves?
Cuando piensas que me iré
Todo al revés

Un espejo, una señal
¿Que pasara?
Me preguntas que sera,
Lo veras

Lo que todos quieren ser
¿Como me ves?
La que siempre quieren ver
No fallare

Un espejo, una señal
¿Que pasara?
Me preguntas que sera,
Lo veras

Nada cambiara
Esto es lo que soy
Mirarte a los ojos sin perdón
Mi fuerza, mi destino, es mi canción

Voy a salir de tu espejo
Voz que a lo lejos me encontró
Palabras que envuelven mi corazón
¿Cómo me ves? Soy tu reflejo

Siempre estará en mi tu amor
Quiero decirte
Como me ves, yo soy

Terminei e todos apaludiram. Me pediram para descansar a voz, que iam chamar mais alguém, depois me chamavam de novo. 

Me chamaram, cantei de novo e depois vi todos cantarem. A última música que foi cantada foi a da Karol, que daria o nome para o CD número 3 de Soy Luna. Assim que ela terminou, foi muito aplaudida. A música era realmente muito maravilhosa.

Karol

Fui chamada, gravei o Music On, entrei na cabine e comecei. 

Estoy aquí
Sin nada más
No sé porque
Lo siento así

Parece que
Esta vida no es real
Relámpagos, memorias
Un fuego que me separo
Quieren que yo
Pueda encontrar mi verdad

Pero hay tanto amor alrededor
Y mariposas en mi pelo
Sueños en el aire
Sueños en el aire
Y la llave que abre el cielo

Quiero recordar que la vida es un sueño
Y se hace realidad
Si no dejo de intentar
Aún queda mucho por andar

Quiero recordar que la vida es un sueño
Y en mi corazón siempre guardare un lugar
Por si te llego a encontrar
Al despertar
Al despertar

Imaginé felicidad
Caminos que quiero seguir
Y quiero andar
vea cerca y más y más
Una canción, memorias
Historias que no conoci
Sueñando en mi
Encuentrando mi verdad

Pero hay tanto amor alrededor
Y mariposas en mi pelo
Sueños en el aire
Sueños en el aire
Y la llave que abre el cielo

Quiero recordar que la vida es un sueño
Y se hace realidad
Si no dejo de intentar
Aún queda mucho por andar

Quiero recordar que la vida es un sueño
Y en mi corazón siempre guardaré un lugar
Por si te llego a encontrar
Al despertar

Siempre habrá un amanecer
Para que dónde de estés
Puedas volar a dónde estoy
Esperando encontrar
Lo que le falta a mi libertad
Oh, oh, oh, oh (x2)

Quiero recordar que la vida es un sueño
Y en mi corazón siempre guardaré un lugar
Por si te llego a encontrar
Al despertar

Quando terminei, ouvi muitos aplausos. Essa música era maravilhosa e daria o nome para o CD. "La Vida Es Un Sueño".

Depois de um tempinho conversando no estúdio, voltei para casa. Passei o caminho inteiro pensando no que a Valen disse.

"Você não vai poder fugir desse assunto para sempre!"

E ela estava certa. Precisava conversar com alguém sobre isso. E sabia a pessoa certa.

Assim que fechei a porta, peguei meu celular. Estava chamando.

-Alô, filha?

-Oi mãe! 

-Oi! Tudo bem?

-Mais ou menos...

-Como assim? Aconteceu alguma coisa?

-Sim. Você poderia vir aqui? Preciso muito da sua ajuda.

-Claro! Em 10 minutos estou ai!

-Obrigada mãe! Você é a melhor! Te amo!

-Também filha! Até já! Beijo!

-Até! Beijo.

Desligo o celular. Me jogo na minha cama aliviada. Eu precisava muito conversar com ela. 

Depois de longos dez minutos, a campainha toca. Vou correndo até a porta.

-Oi mãe!- Dou um abraço nela.

-Oi! Como vai? O que aconteceu? Tá tudo bem com você?- Pergunta desesperada analisando meu corpo.

-Sim, tô bem! Bom, mais ou menos.

-O que foi?

-Podesmos nos sentar?

-Claro!- Ela entra e fecho a porta. Nos sentamos no sofá.

-Eu nem sei por onde começar, é muito dificil falar.

-Filha, u vou te apoiar em tudo o que precisar, confia em mim!- Ela pega minhas mãos e sorri. Sorrio de volta.- Agora relaxa, respira, e começa a contar.

-Bom, eu nem sei como te dizer, mais eu não tenho certeza dos meus sentmentos, quer dizer tenho. Eu estou apaixonada.

-Era isso minha filha? Que ótimo!!

-Não mãe. O problema, é que ele tem namorada.

-Entendi. Quem é?

Respiro fundo antes de falar.

-O Ruggero.

-O que??- Seu queixo estava caído e sua boca formava um perfeito circulo.

-Eu sabia que essa seria sua reação... É tão ruim assim?

-Não filha! Ele é um rapaz ótimo! Eu ficaria muito feliz em vê-los namorando! Mas, a namorada é um problema.

-Eu sei! Mas, minhas amigas sempre dizem que ele gosta de mim! Elas dizem que fica claro no alhar dele quando está perto de mim que não queria estar com ninguém mais, ninguém menos do que eu. Antes, eu achava que isso era impossivel e que ele nunca iria gostar de mim, mas, de uns tempos pra cá, ele vem fazendo umas coisas que acho meio estranhas, tipo sinais. Sinais de que ele gosta de mim. Ou eu só estou delirando e ele nem liga para mim. Mas, lembra do nosso show?- Ela afirmou- Então, no nosso beijo final, todas as vezes que nos beijávamos, não era técnico. Não era como tinha que ser. Não era Lutteo. Era real! Era como eu sempre quis que fosse! Era Ruggarol! Eu realmente acabava colocando paixão naquele beijo, e sentia que ele fazia o mesmo. No começo, achei que era só coisa da minha cabeça, mas, com o passar dos shows, fui sentindo que aquilo realmente era real, sabe? Percebi que não era coisa da minha mente e que ele realmente me beijava com paixão, com amor. Você acha que ele gosta de mim? Ou é coisa da minha cabeça?

-Filha, eu acompanho a novela, e vi como a conexão de vocês foi crescendo de acordo com os episódios. Eu vejo nos seus olhos o brilho especial quando fala dele. Nunca vi você assim. Se ele conseguiu isso, é porque ele é uma pessoa muito especial. Sobre o que você disse, eu não acho que seja coisa da sua cabeça. Acho que ele gosta de você. Vi no show, o brilho nos olhos dele em cada cena que fazia com você. Ele simplesmente estava encantado. E era notável que era por sua causa, e não por causa do show. O beijo, acho que não foi notado por muitas pessoas, mais eu vi a paixão. Minha opnião, é que ele te ama! Ele ta ama mas não sabe como te falar! Tem medo de ser rejeitado. E a namorada dele, se ele te ama mesmo, vai ter que achar um jeito de terminar com ela porque, se tem uma coisa que aprendemos com o Matteo, e ele provavelmente sabe mais que todos é, lute pelos seus sonhos. E se ele te ama como penso, se ele te ama como aparenta, se ele te ama como acham suas amigas, se ele te ama ao ponto de mandar sinais, é porque, você é o sonho dele e ele tem que lutar por você.- Meus olhos começaram a marejar.- E se você o ama como me diz, lute por ele. Se ele é seu sonho minha filha, lute. Lute porque, Todo lo que quieras lo podrás alcanzar.- Dei um riso fraco. Meu rosto já estava molhado por lágrimas teimosas que insistiam em cair. Ela passa o dedo e as limpa.

-Obrigado mamãe.

-Você pode contar comigo para o que precisar!- Ela me abraça e ficamos assim por um bom tempo.


 


Notas Finais


Gostaram??
Espero que compense que eu não postei ontem...
Essa mãe da Karol é muito sábia né gente?? O que acharam dos conselhos dela, hein?? Quero saber de tudoo!! Irei responder todos que comentarem!
Beijos Fanáticoos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...