História Desabafo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão, Desabafo, Texto Reflexivo
Exibições 14
Palavras 352
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Mutilação, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Desabafo.


Fanfic / Fanfiction Desabafo - Capítulo 1 - Desabafo.

Não me esqueci,mesmo depois de todo o caos,dos meus sentimentos. Toda a tempestade insiste em não se afastar,apesar de todas as tentativas,de cima de minhas costas.
São tantas versões de mim,criadas pela consequência da ironia do destino.Há,ainda,quem me julgue por todas as vezes que tentei me normalizar aos olhos desses juízes racionais,porém tão estúpidos por julgarem algo ou alguém só por não encaixar-se no seu quadrado sentimental.
Não me julgue pelas minhas cicatrizes em punho,não me julgue pelas lágrimas derramadas,não me julgue pelo meu sofrimento. Eu ainda estou aqui.
Eu sempre procuro me encaixar a essa sociedade quadrada,insensível. Mas de que adianta se,para eles,meus cortes são maus sinônimos de mim?
São tantos pontos de vistas diferentes,quando alguém vai perguntar se estou bem,realmente interessado em saber o que sinto?
Como sair desse inferno se ninguém me entende?
Eu sei que alguém,um ser que pensa de forma semelhante a mim,sabe o quanto dói ver o destino se voltar contra você,sendo que a culpa de todo esse inferno interno,não parte de ti. E sim,de consequência de algum ato,às vezes,praticado por outra pessoa,que te fez sofrer.
A Lua e a lâmina têm sido minhas verdadeiras amigas nessa estrada de espinhos,já que as pessoas,atualmente,andam sempre preocupadas com horários e em dinheiro e esquecem de seus sentimentos.
Eu não peço que você,que está lendo esse desabafo,preocupe-se com esse texto,pois tudo isso parte de meu ponto de vista das coisas que estão a minha volta.
Quem sabe eu não exista? Você não exista?
Por que todo esse furdunço em minha mente,antigamente pura e calma,se eu não tenho culpa?
A pessoa,culpada da minha dor,hoje em dia,não fala mais comigo,mas já me jurou seu amor por tanto tempo. Eu perdi o valor. Talvez,pra essa pessoa,eu tenha desfigurado em sua memória,ou simplesmente,"não presto". Por que não pensar nisso,não é?
Tudo é tão escuro,sem valor,sem graça. Nada me faz esquecer desse meu lado obscuro. Mas ando com saudade do meu lado mais puro,aquele sorridente,brincalhão que às vezes tenta vencer toda essa dor,não a vence,porém não se deixa levar. Tenho certeza que ele está esperando o momento certo pra voltar a funcionar.

Maria Eduarda,10/08/2016



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...