História Desafios (Perigosos) Necessários - Zoróscopo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 26
Palavras 517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Fui desafiada à narrar uma fanfiction interativa da tirinha Zoróscopo da página Batatiras — no face e tumblr —, e depois de quase quatro meses aqui estou eu postando o primeiro capítulo! Que além de ter demorado tanto para ser postado, ainda não estarão aqui suas e seus personagens — desculpas não bastam, admito, então irei me esforçar para tornar a leitura e enredo o mais agradável possível para me redimir com vocês!! —. (Perdoem a capa, sou péssima nisso xD)

Boa leitura.

Capítulo 1 - Prólogo


— CALEM A BOCA E PRESTEM ATENÇÃO! — Uma voz irritadiça pôde ser ouvida em meio ao caos que se encontrava a sala, e no mesmo instante todas as vozes cessaram, ou quase todas... 

Pinto. — Ecoou por toda  a extensão do cômodo, quebrando o silêncio recentemente conquistado. Alguns instantes foram precisos para que a palavra dita fosse processada nos vários cérebros dos que ali estavam presentes. Eles paralisaram, algumas expressões espantadas como as de Leão e Câncer, outras constrangidas como as de Virgem e Peixes, e bom... já as de Aquário e Gêmeos eram um misto engraçado e malicioso. Logo após um rosto em especial passou à se assemelhar a um tomate, Áries iria explodir a qualquer momento e todos tinham noção do melhor a se fazer, CORRER

 

...

 

— O proprietário mandou um telegrama. — Explicou Virgem enquanto percorria seu olhar pelo papel — relendo alguns pontos em específico — Desta vez... 

— De novo? — O garoto indagou claramente desinteressado — interrompendo a fala do outro —, seu dedo indicador deslizava sutilmente pelo vidro de seu fone direito, tentando assim acompanhar o nado do pequeno peixinho dourado naquele espaço tão sufocante. 

— O que diz?! — Sagitário perguntou de modo eufórico. Ao seu lado Câncer fez um sutil bico parecendo estar pensativo. 

— Será um mais novo inquilino? — Sustentou com mais firmeza a caneca cheia com o líquido quente do café enquanto sua mão livre ajeitara o óculos. Capricórnio achava no mínimo estranho dois telegramas serem entregues em tão pouco tempo — além de com certeza achar esse meio de comunicação antigo demais —. 

— Esse com certeza será meu servo leal! — Praticamente pulou do espaço no sofá onde estava, animado pelo que ele dissera. Áries, do outro lado, levantou o braço esquerdo como se fosse proferir alguma coisa — fora interrompido bruscamente —. 

— Será que... eu poderia continuar?! — O rapaz tentava manter a calma mas a expressão de quem se vingaria depois estava evidente em seu rosto — todos já podiam esperar pelas vassouras e esfregões na manhã seguinte —. 

—... 

— Desta vez ele não mencionou a chegada de alguém — Graças a Deus! Pensou aliviado —, mas sim de algo. De acordo com ele, uma surpresa

— Surpresa?! — Alguns murmúrios puderam ser escutados. Logo o cômodo se tornara uma barulheira sem limites, cada um deles expondo seus pensamentos e ideias do que poderia ser essa tal surpresa. Virgem apenas rezava para que não fosse algo que pudesse ser usado para sujar a casa, os demais já conseguiam fazer desastres naturais sem precisar de quaisquer objetos. 

As sugestões do que poderia ser iam desde uma AK-47 — Escorpião de fato ainda não havia esquecido aquela aproximação suspeita entre Serpentário e Peixes — até uma festa super badalada para ninguém mais, ninguém menos que Leão, o rei. 
Libra, que estava um pouco mais afastado da bagunça sorriu discretamente antes de proferir: "Já pararam para pensar que pode ser nossa família vindo nos visitar?". Todos ficaram imóveis — alguns em posições cômicas e expressões espantadas —, pensavam sobre esta possibilidade, e ficaram assim por alguns segundos até que uma cabeleira azulada moveu-se vagarosamente para fora do cômodo, para ele poderia ser qualquer coisa contanto que fosse comestível.


Notas Finais


Perdoem algum erro na personalidades deles xD
Esse foi só um prólogo mesmo por isso tá pequenino -3-, no próximo eu narro todas vocês!!
Espero que tenham gostado. BEIJOS.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...