História (Des)Aventuras de uma hétera - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Lu Han, Seventeen
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang, V
Tags Crack!fic, Daesung, Essadesgraça, Exo, Gdragon, Jungkook, Luhan, Nyongtory, Oneshot, Oqqtaconteseno, Seungri, Taehyung, Talvezumacrackfic, Top, Yaoi, Yuri
Exibições 128
Palavras 1.678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu fiz de tudo pra esse capítulo sair logo.
Espero que gostem ~♡
Ps : leiam as notas finais.

Capítulo 11 - Pega o táxi da liberdade e foge da viadagem


Fanfic / Fanfiction (Des)Aventuras de uma hétera - Capítulo 11 - Pega o táxi da liberdade e foge da viadagem

Já era domingo, 7:30 da manhã, e eu estava acordada. Quem acorda às 7 em um domingo? Isso mesmo, alguém desesperado ou provavelmente doente mental.

Enfim.

Fiz minha higiene rapidamente e me vesti com uma leggin preta e uma blusa branca com estampa de gato (eu só tenho blusa branca, já perceberam?). Comecei a arrumar minha malinha com tudo o que ia precisar pra ficar no hotel e guardei ela em um cantinho por um momento. Após tudo isso fui dar uma passada no quarto da peste vulgo Taehyung.

E advinhem só?

Dormindo feito uma pedra a criatura estava.

-Ai meu caralhinho... - olhei no celular e já eram 8 e pouco, logo meus pais começariam a finalizar a arrumação para a Suruba's Party -Anda, acorda. - balancei ele um pouco e nada -Taehy, acorda. - ainda sem resultado. Como gosto de encher o saco e ADORO provocar, subi em cima dele me assentando e ele se mexeu um pouco, incomodado -Agora funciona. - inclinei minha cabeça e fiquei bem perto da orelha dele -Maninho, acorda! Tá na hora. -Fiz a minha voz mais fofa pra falar isso e em seguida soprei e mordi a orelha dele, puxando de leve.

E com essa demonstração de afeto, fui quase jogada a dez quilômetros da cama.

-AI MEU DEUS O QUE É ISSO? SERÁ QUE OUTRA BARATA QUIS ENTRAR NO MEU OUVIDO? JEOVÁ ME SOCORRE! - ele falou sentando com pressa e muito agoniado.

-FINALMENTE ACORDOU NÉ CARALHO? - falei do outro canto da cama.

-Ana? Pera, foi você que mexeu na minha orelha? - ele foi se levantando.

-O Fantasminha Camarada que não pode ter sido né? - eu ria -Anda, vai se arrumar porquê hoje é o dia da fuga e se alguém OUSAR atrapalhar o plano, eu mato. - levantei também -Aish, pelo amor de Deus Taehyung, eu não tenho a necessidade de ver a sua ereção matinal. - falei olhando para outro canto com cara de nojo.

-Ninguém mandou você vir mexer comigo de manhã cedo. Agora vaza daqui, eu vou me arrumar.

-Okay, okay, tô saindo. - saí do quarto e desci para tomar meu leitinho com cereal radical diário. Café da manhã excelente caso você queira fugir de uma festa de orgia. Aproveitei e mandei mensagem para as outras criaturas, avisando que deviam chegar aqui por volta das 14:00 da tarde com as malas, o dinheiro e talvez o cu na mão, preparados para vazar daqui. Por fim, voltei para o meu quarto a fim de pegar minha mala e desci de novo pra escondê-la no jardim.

As horas passaram rapidamente, papais GD e Seungri arrumando tudo e eu fingindo estar fazendo algo para essa festa mas na verdade estava mesmo era concentrada no meu Candy Crush Saga.

Adoro coisas coloridas.

Tipo amizades.

14:00 chegou e lá estavam no portão 3 criaturas tomando milkshake's e com malas nas mãos. Recebi eles e escondi suas malas no mesmo canto que estavam a minha e a de Taehyung.

-Ajam de forma normal. Pai GD está na sala. - avisei antes de entrarmos.

-OI SOGRINHO! TUDO BEM? - Camilly gritou ao entrar -CADÊ O SEUNGRI?

-EAI GOSTOSA, TÔ BEM, E TU? Seungri tá lá na cozinha. - Jiyong respondeu.

-Isso é normal? - Jungkook sussurou.

-Bem normal pra nossa realidade. - respondi.

-E o que vocês dois estão fazendo aqui? - ele fez cara de cu -O Luhan eu conheço, mas quem é esse de menor aí? - apontou para Jungkook.

-Meu nome é Jungkook, senhor G-Dragon. Sou amigo de escola da Ana.

-Viemos ajudar na arrumação pra festa da suruba! - Luhan falou, abraçando eu e Jungkook e sorrindo falsamente, aprendeu comigo -Sabemos que essa festa está dando trabalho para ser organizada, então nos oferecemos para ajudar, o senhor permite?

-Hm. - olhou torto de primeira e depois sorriu, voltando a ajeitar a decoração -Tudo bem, façam o que quiserem, está quase tudo pronto. Podem ficar aí a vontade, desde que façam direito e não atrapalhem.

-A vontade é o meu pau. - Seungri saiu da cozinha -ANDEM! COMECEM A AJEITAR ESSA BUDEGA! E É PRA HOJE! ANDA, ANDA! VOCÊ COM CARA DE COELHO, LEVA AQUELAS TEQUILAS PRO BALCÃO. LUHAN, AJEITA A DECORAÇÃO DAQUELE LADO ALI, TÁ TORTO E ANA, FAZ OS APERITIVOS, OS MATERIAIS ESTÃO NA COZINHA. JIYONG, VEM ME FAZER UMA MASSAGEM RELAXANTE. - sentou no sofá -Eu tenho que fazer tudo nessa casa.

-INJUSTO EU FICAR NA COZINHA! - falei e recebi uma olhada mortal que fechou meu cú -Os materiais estão lá é? Posso fazer aperitivos que todos vão comer e não vão deixar nem a migalha hehe. - fugi pra cozinha.

As horas passaram, felizmente, de forma rápida e em pouco tempo já era 20:30.

Vocês podem pensar que Camilly e Taehyung estavam nos ajudando naquele momento, mas não. Os dois simplesmente SUMIRAM o dia todo, não deram nem sinal de existência. E os bonitos ainda por cima só reapareceram bem pertinho das nove, depois que eu, Luhan e Jungkook convencemos meus pais a irem se arrumar e ficarem impecavéis e que nós receberiamos os primeiros convidados.

-Vocês sumiram por quê? Pai Seungri deu a louca e mandou geral fazer tudo!

-Fui eu que disse pra ele fazer isso. - Camilly falou simples.

-Eu mato vocês dois.

Em pouco tempo, a festa já estava ficando bem cheinha e estavamos preparados para fugir, apenas esperando pela aparição de meus pais no palco que tinha lá no meio da sala. Deviam estar fodendo antes da hora, imagino.

-Eu não sei por quê ainda vim pra cá com você, Jongin! - ouvimos os pais de Camilly falando em um canto.

-Mas foi um acidente! - Jongin respondeu -E nem foi nada de grave.

-FOI SIM, TEU NOME JÁ TÁ NA POMBA KIM JONGIN, NINGUÉM MANDOU PERDER O EDUARDO! - Kyungsoo parecia realmente irritado.

-Fala sério. - Jongin prensou Kyungsoo na parede e começou a beijá-lo. A partir daí eu parei de prestar atenção no que os dois falavam por motivos de VOCÊS DEVEM SABER OS MOTIVOS.

-ALL THE LADIES AND GENTLEMEN, OLHEM PRA CÁ PORRA! - GD falou de cima do palco -É o seguinte, a regra aqui é que não tem regra nenhuma. Todos podem se comer a vontade. Só vai sair da festa se for hétero, entenderam? Okay, então, PODEM SE COMER VIADOS E VIADAS! - um negócio cheio de confete e purpurina explodiu ali dando sinal de que a festa havia realmente começado.

E que era nossa hora de vazar dali.

Discretamente fomos para o quintal, pegamos nossas malas e saímos tranquilamente, a maioria dos convidados já tinha chegado mesmo.

Caminhamos por uns 5 quarteirões e chamamos um taxi.

-Merda, alguém vai ter que ir no colo de alguém. - falei.

-Vem no meu Ana, você já sentou nele outras vezes mesmo. - Luhan falou e fiquei com vergonha (sim eu ainda tenho vergonha).

-Vai se foder Luhan. A Camilly pode ir no colo do Taehyung.

-NEM VEM, VOCÊS VÃO FAZER BULLYING COMIGO DEPOIS. NÃO QUERO. - eita menina revoltada -Você podia ir no colo do Jungkook, Ana.

-Aish. - falei com vergonha -JÁ SEI! Jungkook, vai no colo do Lu! Eu sento na frente! - eu sou uma gênia.

-Temos escolha? - Jungkook perguntou.

-Não. - respondi, indo para meu lugar.

A viagem até o hotel foi tranquila, tirando a parte que o taxista quase nos bateu por termos quebrado uma janela do carro.

Desculpa ae tio.

Chegamos no hotel e fomos ajeitando as coisas. Cada um pegando seus documentos falsos e entregando pra tia do caixa. Tranquilo até aí. O bagulho ferrou na hora de escolher o quarto e pagar.

-Puta que pariu. - falei.

-O que foi? - perguntaram.

-Esqueci meu dinheiro em cima da cama. - bati na minha cabeça.

-Sem problema, acho que tenho dinheiro suficiente aqui pra suprir a sua parte e a minha. - Jungkook falou olhando sua carteira.

-Sério? Obrigado. - sorri e abracei ele como agradecimento -Rico.

-Nem um pouco.

-A gente podia fazer assim : ficava a Camilly e o Tae em um quarto e eu e vocês dois em outro, o que acham? - falei para Luhan e Jungkook.

-Nós três em um quarto? - Luhan falou surpreso.

-É.

-"VAI COMEÇAR A PUTARIAAA!" - o celular de um tio que estava esperando começou a tocar e ele atendeu com pressa, morrendo de vergonha.

-Eu concordo com a idéia da Ana. - Taehyung falou.

-Okay, então vamos fazer isso. - Camilly disse e pagou o quarto/apartamentinho em que ia ficar com o Tae. Jungkook e Luhan pagaram o nosso e subimos no elevador todos juntos cantando Pônei maldito. Uma senhora que estava no elevador também tirou um crucifixo da bolsa e colocou bem perto de si, olhando assustada pra gente. Ué, não entendi mas tudo bem.

-Camilly, eu só queria entender uma coisa. Taehyung falou.

-O que Tae?

-O que era o tal Eduardo que seus pais estavam falando?

-Longa história Tae, longa história. - o elevador parou no nosso andar. Não íamos ficar muito longe uns dos outros, tinham 2 quartos de distância entre os nossos quartos.

-Bom, então, vamos indo para nossos cantinhos né. - falei -Boa noitinha pra vocês.

-QUE FOFA. - Camilly falou vindo me apertar.

-Ai sai daqui sua esquisistranha, vai apertar o Taehyung e não eu. - falei brincando. Fomos para nossos cantos e quando abri o quarto, não era uma coisa do tipo "MEU DEUS, QUE MARAVILHOSO" mas era algo que provavelmente eu nunca conseguiria pagar com o dinheiro do meu bolsinho.

Porque meus pais são ricos. Mas isso não quer dizer que eu seja também.

Cada um foi ajeitando suas coisas. Tinha uma varanda lá, parecia legal pegar o vento da noite na cara. Mas antes disso eu ia tomar banho.

-Meninos, vou tomar banho tá? - falei pegando minhas roupas pra me trocar lá dentro.

-Não demora que eu quero cagar. - Luhan falou.

-Okay. - eu ri e fui para o banheiro.

Essa noite ainda rola vinho

Tainha

E muito sexo.


Notas Finais


COMENTÁRIOS? CRÍTICAS? "KKKKKK'S"? "ANA, CONTINUA ESSA PORRA LOGO"? EU DEIXO VC FALAR ❤
gente
só vou avisando
vai ter secsu no próximo capítulo.
leiam se quiserem.
obrigado pelo amor que esta fic tem recebido❤espero poder escreve melhor e de forma mais engraçada no futuro
2bj na testa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...