História Descendentes - Capítulo 69


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Tags Amor, Drama, Hentai, Hora De Aventura, Marceline, Marshall, Sexo, Tragedia
Exibições 33
Palavras 2.351
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem beijos 😘😘

Capítulo 69 - Nada mais difícil do que tomar uma decisão


Fanfic / Fanfiction Descendentes - Capítulo 69 - Nada mais difícil do que tomar uma decisão

Manu 
Empurro ele pra longe
Manu: ficou maluco? A Leticia está ali dentro, nossa família toda está lá e nós estamos aqui...
Comecei a me distrair olhando pra sua boca e seu corpo, como ele está bonito nesse termo...
Matheus: Manu, pare com isso poxa, você sabe que por mim eu terminava com a Leticia agora pra que nos dois pudéssemos ficar juntos. 
-O problema é que não somos só nós dois..
Manu: eu não posso acabar com sua vida 
Matheus: eu já sou bem grandinho, eu sei cuidar de mim. 
-Não é de você que estou falando...
Manu: por favor, viva sua vida, aproveite enquanto ainda é novo e não tem nada te prendendo, seja feliz. 
Matheus: só vou ser feliz ao seu lado 
Ele puxa minha cintura e gruda nossos corpos 
Matheus: você sente minha falta? 
Manu: muita
Ele me beija e eu correspondo com todo Amor que sinto por ele 
-Deixei lágrimas escorrem, eu queria contar pra ele, queria dizer o que está acontecendo, queria que ele me ajudasse, só que isso é injusto com ele, eu não posso...
Matheus: Meu Deus Manu, por favor me conta o que está havendo?
Ele me abraça apertado 
Manu: eu sinto sua falta 
Matheus: eu também, eu quero ficar com você...
Manu: eu também, mas não podemos, você é da Leticia e eu tenho que aceitar isso, eu vou voltar pra casa dos nossos pais, não fique indo atras de mim. Me de um tempo...
Matheus: tempo? 
-eu preciso pensar em algo pra manter ele afastado até o bebê nascer
Manu: você não tem nenhuma viagem programada? agora que você terminou a faculdade, acredito que tem grandes planos para o futuro..
Ele parecia concentrado no que eu estava dizendo 
Manu: olha, viaje, explore, aprofunde seus conhecimentos enquanto ainda é novo...
Matheus: porque você não me quer do seu lado? 
Manu: não é isso, eu quero você do meu lado, só que não do jeito que você quer. Por isso esse tempo, você pensa um pouco nas coisas que andam acontecendo...
Matheus: O QUE? Você me vê como um irmão? Irmãos não transam, irmãos não se amam, irmãos...
Manu: temos que voltar a aprender como ser irmãos 
Matheus: você desistiu da gente? 
Manu: sim, eu não vou acabar com sua vida, eu te amo. 
Matheus: isso não faz sentido, se você me ama e eu te amo, deveríamos ficar juntos...
Manu: seria o mais fácil, se não tivesse esses probleminhas..
Matheus: que tal...
Do nada a porta do jardim abre 
Mãe: eu estava feito uma louco atras dos dois. Matheus a Leticia está doida atras de você, e tem empresários importantíssimos que querem falar com você. 
Fomos andando até nossa mesa, e nos sentamos um ao lado do outro. 
Leticia: amor, eu estava te procurando onde você estava? 
Matheus: eu...
Mãe: ele estava falando com uns amigos dele, sobre o que farão daqui pra frente...
Matheus: isso mesmo 
Leticia: devia ter me avisado eu fiquei feito uma doida atras de você 
Ela deu um selinho nele. Fechei os olhos para aguentar essa cena.
Acho que ele notou. Porque segurou minha mão por debaixo da mesa e eu aperto.
Matheus: vai da tudo certo 
Manu: isso dói 
Matheus: me desculpe 
Respiro fundo 
Manu: tenho que me acostumar com isso 
Matheus: eu posso acabar com...
Manu: já disse, não vou acabar com sua vida. 
Matheus: não vai acabar com ela 
Eu olho pra Lu pedidinho ajuda, ela é a única pessoa que sabe do meu bebê. Eu vou ter que contar pra minha mãe...eu estou com tanto medo...
Lu: Manu fique tranquila 
Ela falou só pra mim entender e eu respirei fundo. O Matheus tava falando com todo mundo sobre como seria seu futuro e ele não largava minha mão, o futuro dele vai ser brilhante, eu não vou acabar com isso. 
Me deu uma vontade enorme de chorar. 
Me levanto 
Manu: licença 
Saio andando pra bem longe dali, eu preciso de ar. Eu estava andando pelo pista de dança tentando me afastar dessas pessoas...
Alguém: ei princesa vem dançar 
Manu: tudo bem 
Começo a dançar no meio da pista tentando me distrair vários homens se aproximam e as luzes se apagam e fica só uns raios de luz colorida e a musica, tocando continuo dançando. Não vou ficar triste. 
Continuo dançando e rebolando quando um homem alto, muito alto e musculoso, para atras de mim e coloca sua mão ao redor da minha cintura. 
Alguém: oi boneca, já percebeu que você é a garota mais bonita da festa? E que todos aqui babam por você? Não dança assim que você me deixa maluco
Ele sussurrou no meu ouvido e isso me deu um arrepio, não de prazer e sim de medo 
Manu: eu preciso...
Tentei sair dali mas ele continuou segurando em minha cintura.
Manu: me solta 
Alguém: relaxe eu só quero conversar 
Manu: mais eu não quero 
Alguém: vai querer 
Ele começou a me puxar pra ele 
Manu: ME SOLTA 
com a música alta ninguém me escutava 
Ele encostou seu pau na minha bunda e eu tentava me afastar. Mas estava com medo que ele pressionasse minha barriga com muita força, não quero machucar meu bebê. 
O desespero estava percorrendo, quando eu ia gritar...
Matheus: você ficou maluco? 
Ele me puxa pra trás dele 
Alguém: não corta meu barato 
Matheus; você não vai tocar um dedo nela, ela é minha! 
Alguém: não vi seu nome nela 
Matheus: ela não é um cachorra para sair por aí usando uma coleira. Ela é minha mulher e ela sabe disso. Da próxima vez que eu pegar você apenas olhando pra ela você vai estar morto...
Manu: Theus eu...
Ele me encarou e eu fiquei calada 
Matheus: ouviu bem? 
Alguém: deixe de besteira, eu não fiz nada 
O desespero dele era claro, ele estava começando a soar, suas mãos tremiam e a gagueira  era evidente. 
Matheus: não fez nada 
Ele começou a rir 
Matheus: não chegue perto dela nunca mais me ouviu? 
Alguém: sim 
Matheus: pede desculpas
Alguém: me...de..de...de..de 
Matheus: FALA DIREITO, tá com medo agora que estou aqui? quando estava só com ela, parecia ter muita coragem. Olha sua idade pra dela...
Alguém: de 20 anos pra 30 não é...
Matheus: pare de pensar nela...ela só tem 15 anos e é MINHA, sacou? Agora pede desculpa 
Alguém: desculpa...
Matheus: vaza 
Ele sai quase correndo e o Matheus vira pra mim e me abraça apertado. Beijando o topo da minha cabeça. 
Matheus: você está bem! eu estou aqui...
Manu: obrigada, eu estava ficando com medo...
Matheus: vou proteger você, cuidar de você, pelo resto da minha vida. 
Eu deixei uma lágrima escorrer 
Matheus: não chora amor 
Manu: eu queria te contar que eu estou...
Leticia: Matheus o que é isso? 
Eu e o Matheus estamos agarrados e a centímetros de beijar o outro. 
Ele não me solta mais eu me solto dele. 
Manu: ele estava me consolando, um cara tentou me agarrar e eu fiquei muito assustada, e o Matheus me afastou dele e eu só estava abraçando, ele é meu irmão oxe. 
Sai andando como se eu tivesse razão 
Leticia: Manu me desculpa
Eu paro 
Leticia: é que eu tenho muito ciúmes do Matheus, eu nunca tive alguém como ele na minha vida e eu tenho medo de perdê-lo. 
Manu: não vai 
Falo sem me virar e continuo andando até nossa mesa 
Mãe: filha onde você estava? 
Manu: vamos pra casa mãe? As pessoas já estão indo embora, já está amanhecendo. 
Olhei ao redor 
Manu: cadê a Lu? 
Mãe: foi falar com o Vinny 
Manu: tá, a gente vai deixar ela em casa  tudo bem? 
Mãe: claro 
Manu; vá se despedir do Matheus que eu vou chamar a Lu 
Sai andando atrás da Lu, onde ela se meteu? 
Continuei andando até que encontro a Lu gritando com o Vinny e isso só me deu vontade de rir. 
Me aproximo pra poder escutar melhor.
Lu: olha, você agiu feito um idiota, eu realmente achei que você amava ela, todos acharam, no final foi só pra isso? Pra transar com ela e se sentir o foda por ter tirado a virgindade dela. Você é um idiota por pensar assim, parabéns você conseguiu ficar com a Manu durante uma noite, você nunca mais a terá em seus braços e vai se arrepender disso...
Vinny: não, não vou existem diversas mulheres por aí. E talvez eu consiga convencer a Manu a ter uma amizade colorida... 
Ela dá um tapa na cara dele 
Lu: você não presta 
E vira quando me vê volta pra ele 
Lu: e mais uma coisa 
Ela dá um soco nele e vem até mim 
Lu: oi amiga, tudo bom? 
Eu comecei a rir e abracei ela apertado 
Manu: você é a melhor pessoa que Deus colocou na minha vida 
Lu: para se não eu choro 
Manu: vem, nos já vamos embora...
Lu: o que aconteceu? 
Manu: a Leticia apareceu e eu vim embora, afinal ele pertence a ela...
Lu: isso é injusto Manu...
Manu: é injusto com ela, você não entende? Eu que sou a outra da história 
Falei quase chorando 
Lu: o que tem Manu? Vocês dois se amam e vc está grávida 
Manu: esse bebê não é dele 
Lu: claro que é 
Manu: só você sabe, eu digo que dormi com uma pessoa qualquer e que não sei o nome do pai seila 
Lu: sua mãe não é boba 
Manu: dela eu não vou conseguir esconder, mas do resto da família eu vou...
Lu: Manu eu acho....
Manu: já está decidido.

...

Mãe: como assim grávida? 
Manu: fala baixo por favor o papai pode escutar 
Falei chorando 
Mãe: você é uma criança Manu 
Manu: você também era...
Mãe: quem é o pai dessa criança? 
Manu: eu...não...sei 
Falei gaguejando 
Mãe: é do Matheus não é? 
Manu: por favor não conta pra ninguém 
Mãe: você vai contar pro seu irmão...
Manu: eu não quero acabar com a vida dele 
Mãe: não vai acabar...é só uma criança filha, ele tem que assumir as responsabilidades 
Manu: mãe por favor, não me obriga a contar pro Matheus...
Ela senta do meu lado na cama e me abraça...
Mãe: eu sei que você não quer, mas vocês dois fizeram isso é responsabilidade de ambos, ainda mais do seu irmão que é 7 anos mais velho que você, e não botou a droga de uma camisinha...
Manu; você me contou que na sua primeira vez com o papai ele também esqueceu...
Mãe: não estamos falando de mim. Eu não queria que você tivesse que passar por isso, não que eu me arrepende, eu só queria um futuro diferente para os meus filhos...
Manu: por favor mamãe, só quem sabe que esse bebê é do Matheus é você e a Lu, eu vou dizer para as pessoas quando perguntarem que é de algum estranho, que depois que eu terminei com o Vinny eu não pensei nas consequências das minhas atitudes...
Mãe: filha, ele é o pai merece saber...
Manu: talvez um dia eu conte...
Mãe: vou chamar o Marshall 
Ela me dá um beijo no topo da cabeça e sai. 

Droga, com meu pai vai ser ainda mais difícil, tenho certeza que ele vai me fazer chorar horrores, dizendo que eu sou a princesinha e que fui irresponsável....

Pai: o que foi filha? sua mãe me mandou vim aqui urgentemente, ela estava chorando...
Manu: papai, olha por favor tenta ficar calmo. Eu tenho que te contar que eu...eu...eu estou grávida de um mês
Meu pai paralisou e ficou me encarando. Me levanto e toco seu rosto. 
Manu: papai, papai por favor eu preciso de você...
Ele deixa uma lágrima escorrer 
Manu: papai olha pra mim. Eu sei que eu fui irresponsável e estou aqui assumindo meu erro, mas agora é tarde demais e essa criança já está vindo, eu preciso de vocês ao meu lado...
Ele me abraça apertado e eu choro 
Pai: eu tinha tantos planos pra você filha, e agora? 
Manu: você pode ter planos, só vão ser adiados um pouco...
Pai: filha, não é assim que funciona, sua mãe e eu demos sorte, mas nem sempre é tão fácil, gravidez na adolescência é um risco, ainda mais na sua idade...
Manu: quer dizer que eu posso morrer? 
Pai: eu não vou deixar. Cadê o Vinicius? porque se ele não quiser assumir eu dou meu jeito...
Manu: não papai, não é do Vinny...
Pai: é de quem? 
Ele se afasta de mim e me olho com decepção 
Ele vai ficar decepcionado com isso...
Manu: eu não sei de quem é...depois que eu briguei com o Vinny eu acabei dormindo com um estranho sem camisinha e deu nisso...
Meu pai virou de costas pra mim 
Manu: pai...
Pai: aceitar que você está grávida eu aceito, agora descobrir que minha filhinha foi irresponsável ao ponto de dormir com qualquer um...
Ele ia sair quando minha mãe entra 
Manu: mãe? 
Mãe: conte a verdade pro seu pai. Ele não vai perdoar você Manuella, se você não contar a verdade, para as outras pessoas da família você pode mentir, pra nós não...
Pai: que verdade? 
Manu: mãe por favor 
Mãe: estou fazendo isso pro seu bem, conte. 
Eu respirei fundo e fui andando até meu pai e fiquei frente a frente. 
Manu: prometa que não vai contar para ninguém, por mais que você queira por mais que ache certo contar, prometa que não vai contar...
Pai: eu prometo 
Manu: eu estou grávida do...do...do...
Mãe: ela está grávida do Matheus!
Pai: seu irmão? 
Mãe: sim 
Pai: como vocês dois...
Manu: foi mais forte do que a gente...
Pai: seu irmão está agindo de forma irresponsável...
Manu: não ele não está, ele não sabe e ninguém vai contar pra ele. Ele quer ficar comigo, só que eu não vou deixar, não vou acabar com a felicidade da Leticia...
Pai: Manuella não é assim que funciona, você está grávida! 
Manu: eu sei, já basta isso afetar minha vida, não vou deixar que afete a dele. Ele acabou de se formar, tem o futuro pela frente...
Pai: isso não está certo...
Mãe: concordo..
Manu: vocês prometeram
...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...