História Escolhas erradas - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Personagens Originais
Exibições 127
Palavras 1.398
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hello minhas Amoras

Me inspirei bastante em OUAT para fazer esse cap, mas modifiquei algumas coisas

Espero que gostem

Capítulo 68 - The Evil Queen


"O mal não nasce, ele é criado"
- Evil Queen

   A jovem cavalgava em seu mais novo cavalo tão animada e determinada. Sua mãe a observava com desgosto, odiava o jeito da filha de querer fazer várias coisas impróprias para damas
-Desça já desse cavalo Iracebeth- A mãe falou com uma voz autoritário e assustadora
-Só mais 5 minutos- Ela respondeu ainda cavalgando
-Eu disse agora
   A jovem bufou descendo do cavalo e indo até a mãe
-Uma dama não cavalga dessa forma, uma dama nem sequer devia cavalgar- Ela falou com desgosto
-Cora, não acha que está pegando pesado com ela ?- O pai murmurou
-Calado Henry- A mulher falou- Deixe esse cavalo no estábulo e entre em casa
   A jovem não reclamou ou bateu o pé, ela só queria uma desculpa para ir até lá, Iracebeth andou até o estábulo e então olhou para trás, se certificando que a mãe já havia entrado em casa
-Daniel, cadê você ?- Ela falou entrando devagar no estábulo e prendendo o cavalo
-Estou aqui- Ele falou aparecendo com o cabelo bagunçado e a blusa meio aberta
-Eu estava com saudades- Ela falou indo até ele e o abraçando
-Achei que não viria mais hoje- Ele falou dando um selinho na jovem que sorriu
-Eu sempre venho- Ela falou beijando o homem

   O amor que Iracebeth tinha por Daniel a cada dia só crescia. Um belo dia, quando eles estavam aproveitando um momento a sós, Iracebeth ouviu gritos e foi olhar o que estava acontecendo, um menina que ela não havia visto antes estava em um cavalo que corria descontrolado
-Ela vai morrer- Iracebeth falou enquanto corria para pegar seu cavalo
-SOCORRO- Era o que a menina gritava em desespero
   Iracebeth pegou sem cavalo e começou a segui-la até que enfim conseguiu tira-la do cavalo que correu para o estábulo
-Você está bem ?- Iracebeth perguntou descendo do cavalo e ajudando a menina
-Sim, você salvou a minha vida- A menina falou e abraçou a jovem
-O cavalo só ficou um pouco assustado, pode tentar outro dia se quiser- Iracebeth falou sorrindo para a menina
-Achei você pequenina- Um homem que usava coroa falou
-Papai essa moça salvou minha vida- Ela falou animada
-Como posso agradecer por ter salvo a vida do meu bem mais precioso ?- Ele perguntou educadamente e mostrando um certo interesse pela bela jovem
-Não foi nada- Ela falou sorrindo
-Como se chama ?- A pequena perguntou
-Iracebeth
-Meu nome é Branca de Neve- Ela falou sorrindo
-Eu sou o Rei Teodoro- O homem falou educadamente
-O que está acontecendo aqui ?- Cora apareceu fingindo não saber de nada, quando viu o rei fez reverência
-Essa bela jovem salvou a vida da minha filha- O rei falou
-Entre para beber um copo de água, a menina ainda deve estar assustada- Cora falou e os levou até a mansão onde moravam
   Iracebeth caminhou de volta para o estábulo, onde encontrou Daniel e contou para ele o que havia acontecido. Ela ficou um pouco mais com seu amado, mas logo precisou voltar
-Você nem sabe da proposta que acabamos de receber- A mãe falou puxando a jovem para um quarto- Ele que a sua mãe em casamento, e eu disse sim
-Mamãe
-Nada de mamãe, isso é o melhor pra você
-Mas
-Bico fechado, você precisa estar no poder e é assim que vai conseguir, mas uma palavra e já sabe
   A jovem ficou calada e aceitou os fatos, a mãe tinha magia, uma magia forte e muito poderosa, magia das traves com certeza, ela não podia lutar contra aquilo
-Aceita ser minha mulher ?- O rei perguntou
-Aceito- Ela falou e então o anel foi colocado
   Naquela mesma noite a jovem foi aos estábulos avisar seu amado do que acabara de acontecer. Ela em breve se casaria, mas não com ele, não com seu amado, mas com outro homem, um homem o qual ela não conhecia e não queria pertencer
-Precisamos fugir- Foram as palavras que sairam da boca de Iracebeth assim que ela chegou nos estábulos
-Por que minha flor ?
-Eu vou ter que me casar com aquele rei, tudo porque salvei a filha dele
-Certo, vamos fugir amanhã, de noite
-Você vai fugir com ele ?- A pequena menina falou aparecendo na porta
-O que faz aqui Branca ?
-Você falou para eu tentar cavalgar novamente e eu vim fazer isso- A menina falou então começou a dar passos para trás- Eu vou contar para o meu pai
-Você não pode contar isso a ninguém- Iracebeth falou em desespero
-Mas você vai casar com meu pai, é minha mãe- Ela falou e a jovem pareceu perdida
-Mas eu não amo seu pai, eu nem o conheço
-Você ama ele ?- Ela perguntou apontando para o Daniel
-Sim e só quero ficar com quem amo, por favor, não conte para ninguém
-Tá bom- Ela falou e voltar para a mansão junto com Iracebeth

   Meses se passaram e o casamento estava sendo acertado, na hora de escolher o vestido Iracebeth se irritou e saiu da sala. A mãe de Iracebeth já havia reparado como a filha ficava com Branca, cheia de segredos
-Branca minha flor, venha aqui- Ela falou chamado a menina que sentou ao seu lado- Você pode me ajudar com Beth ? Eu não a entendo, fica com raiva e não me fala o que quer
-Eu posso te contar um segredo ? Mas só se for ajudar Iracebeth
-Conte
-Não pode dizer a ela que te contei isso
-Pode confiar em mim querida- Cora falou com um sorriso falso
-Ela não que se casar com meu pai, ela que casar com Daniel. Isso a faria feliz
   A mãe entendeu tudo naquele momento, agradeceu por Branca ter a ajudado a fazer a filha "feliz"
   A mãe caminhou até o estábulo onde encontrou Iracebeth aos beijos com Daniel, assim que percebeu que sua mãe estava ali Iracebeth entrou em pânico
-Eu não vou fazer nenhum mal, só quero conversar- Ela falou tentando parecer doce
-O que quer conversar ? Fale e vá embora- Essa era a primeira vez que Iracebeth ia contra a mãe
-Branca me contou do romance de vocês, só quero abençoar seu casamento- Ela falou sorrindo
   Cora era uma ótima atriz, tão boa que enganou a filha, pobre menina, tão ingênua que acreditou nas palavras da mãe
-Eu só quero lhe dar um conselho- ela falou chegando perto de Daniel
-Me sinto honrado de receber tal conselho
-Às vezes os pais precisam fazer o que for preciso para o bem dos filhos- Ela falou sorrindo e Daniel ficou confuso
   No mesmo instante Cora arrancou o coração de Daniel e o esmagou na frente de Iracebeth

   Logo após a morte de Daniel, Iracebeth foi forçada a se casar com o Rei e se a nova "mãe" de Branca de Neve
   Iracebeth odiava Branca com todas as suas forças, por culpa daquela criança desgraçada seu amado não estava mais com vida e sim morto enterrado no jardim da casa
   Anos mais tarde, Iracebeth conheceu um grande feiticeiro, conhecido como Senhor das Trevas, seu nome era Rumpelstiltskin, ele ensinou tudo para Iracebeth e a mesma matou o Rei com seus novos poderes ficando com toda a riqueza do castelo
   Depois de muitas tentativas falhas de matar Branca, o Rei Fera conseguiu prender todos os vilões naquela ilha nojenta
   Lá Iracebeth conheceu um jovem encantador pelo qual ela se apaixonou profundamente, meses mais tarde ela descobriu que o homem era de Auradon e que ele estava voltando de onde veio, nem sequer se despediu da moça, no mesmo dia em que viu o homem partir descobriu a gravidez, uma gravidez indesejada e a Rainha odiava aquela crianças desde seu ventre
   Meses mais tarde, a Rainha deu a luz a sua pequena Evie, quando a pegou nos braços se lembrou do homem que a magoou e aquele ódio voltou, anos mais tarde a Rainha aprendeu a amar Evie, mas mesmo assim mostrava para ela como se má
   Evie cresceu apenas com a mãe, o que ela não sabe é que seu pai mora bem abaixo do seu nariz, moram no mesmo reino e estão tão próximos. Ele trabalha na segurança de Auradon e o braço direito do rei Ben nesse quesito, Ele era conhecido por roubar dos ricos e dar aos pobre, seu nome é Robin Hood

Notas Finais


Poise
Robin Hood é o pai da Evie
Fiquei tão triste na série quando ele morreu que quis colocar ele aqui junto com a nossa linda Rainha Má ♡♡
O que acham de um encontro de pai e filha ???


Beijos minhas Amoras


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...