História Descobertas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Suga
Tags Bts, Yoonjin
Exibições 34
Palavras 1.208
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shonen-Ai, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Meu otp é flop, mas eu amo :)
Minha primeira fic do bts então desculpe por qualquer coisa;
Ah eu estou escrevendo e posta do essa fic pelo celular então perdão pela formatação, não sou boa nisso!
Boa leitura!!

Capítulo 1 - Descobertas


    Ouço a melodia varias e varias vezes tentando compor a letra perfeita, mas mesmo assim depois de quase duas horas nada sai. Irritado desligo o notebook e solto um grande suspiro. Está complicado fazer qualquer coisa hoje, já que minha mente não quer se desligar do que aconteceu mais cedo e focar em algo mais produtivo.
   -Hyung? – ouço a voz do Jungkook e olho pra porta, o encontrando com a testa franzida de preocupação.
   - Sim – digo me levantando e me espreguiço.
   - Preciso que brigue com o Jin hyung – ele fala e ouço um que de chateação em sua voz.
   - Por que isso? – pergunto sentindo uma leve pontada no peito.
   - Ele não veio pra empresa, liguei pra ele pra saber se estava tudo bem, ele estava chorando, disse que estava com uma dor insuportável, mas se negou ir ao medico.
   - Ele está mal e você quer que eu brigue com ele? – pergunto rindo de leve, mas por dentro estou me sentindo pesaroso.
   - Hyung por favor – ele fala e no fim tem biquinho e tudo, o que me faz assentir levemente.
   - Vou resolver isso ok?
   - Melhor hyung – diz vindo até mim e me abraça rápido. Mecho em seu cabelo como um delicado carinho e ele logo sai.

    Começo a guardar minhas coisas enquanto penso como vou falar com Jin, as lembranças da manhã voltam a minha mente e eu pego meu celular.
   “Jungkook está preocupado com voc....” começo a escrever e então apago “o hyung está bem?” escrevo novamente e mais uma vez apago.

   - Você é patético Yoongi – digo para mim em voz alta enquanto pego minha bolsa e saio da minha sala – ridiculamente patético.
   “Hyung?” mando enquanto ando pelos corredores da empresa.

    Paro algumas vezes para falar com algumas pessoas, mas logo estou na rua, com preguiça vou caminhando em direção de casa, por isso demoro um pouco mais que o normal e quando chego na esquina de casa sinto meu celular vibrar.
   “ O que?” diz a mensagem dele (Jin).

    Caminho até nossa casa pensando no que mandar novamente.
   “ Jungkook-shi veio falar comigo, estava preocupado contigo”

    O respondo antes de abrir a porta de casa, já dentro de casa só posso ouvir silencio. Caminho até nosso quarto e quando abro a porta ele me responde.

   “Não aja como se importa” essa foi sua resposta, olho pra frente e lá está ele deitado de barriga pra baixo, seu corpo tremendo conforme ele chora. Ele alcança seu celular e não demora para que em meu celular vibre com uma nova notificação. “se você se importasse não teria me tratado como tratou essa manhã.”

    Suspiro alto e Jin me ouve porquê ele se vira, então posso ver seu rosto vermelho inchado devido ao choro, olho em seus olhos e vejo dor neles. Dor por essa manhã, dor causada por mim.

    Flash back on
    Com preguiça, eu realmente estou com preguiça, penso comigo enquanto como calado, os meninos como sempre estão fazendo uma balburdia e tenho vontade de manda-los calar a boca, mas até para isso estou com preguiça.

   - Yoongi pode vir no quarto comigo rapidinho? – Jin diz e eu apenas concordo, largando minha comida e indo com ele. Ao entrarmos no quarto do nosso dormitório o vejo apontar para minha cama em um sinal mudo para que eu me sente.
   - Algum problema? – pergunto e ele começa a andar de uma lado para o outro, sei tique de piscar repetidamente um pouco mais forte.
   - Sim, um único e grande problema e eu já não aguento mais – seu tom é firme, porém pelos anos de convivência sei o quanto ele está nervoso.
   - E quer desabafar comigo, hyung, sabe que o Jiminie é melhor com isso que eu – falo e ele para e me olha serio.
   - Não posso falar isso para o Jimin nem pra ninguém, porque não é por ele que estou apaixonado – ele fala e por um momento eu não entendo o que ele está dizendo e por isso ficamos nos encarando, até então minha ficha cair.
   - Hyung não, puta que pariu não – digo rindo nervoso – essa brincadeira não tem graça.
   - Queria que fosse brincadeira, mas não é. Eu não aguento mais viver escondendo o que sinto, eu te amo e dói conviver com você sem te dizer, sem poder tentar – ele estica o braço para poder tocar em meu rosto e eu pato em sua mão para o afastar – Yoongi – seu tom é sofrido.
   - Eu não sou viado – digo e ele faz careta se aproximando.
   - Eu nunca gostei de caras a não ser agora, por favor me deixe tentar isso – ele diz encosta do sua mão em meu rosto e para minha 100000 surpresa hoje ele sela nossos lábios. Sinto seus lábios macios nos meus e quase fecho os olhos, mas me toco da situação rápido o suficiente para o empurrar, o que faz com que ele caia de bunda no chão, os olhos cheios de lágrimas.
   - Nunca mais faça isso – murmuro antes de sair do quarto e o deixar lá. Passo pelos meninos na cozinha e aviso que vou indo na frente. Atordoado vou em direção a empresa começando ame sentir mal pelo jeito que agi, mal por Jin.
    Flash back off

   - Me perdoa – digo e Jin nega com a cabeça, caminho até sua cama e me largo ajoelhado no chão ao seu lado – me perdoa por ter sido um idiota.
   - Você me magoou – ele diz manhoso e eu sinto vontade de aperta-lo.
   - Você me assustou, nunca tinha imaginado que isso poderia acontecer então fiquei sem saber o que fazer e minha reação foi patética, por isso estou pedindo perdão, nunca iria querer te tratar mal.
   - Tratou e doeu muito – ele diz se sentando de frente para mim e eu fico entre suas pernas.
   - Desculpe-me, desculpe-me – começo a repetir varias e varias vezes o fazendo rir de leve, então seguro seu rosto em minhas mão e para surpresa dele e um pouco a minha, por instinto ou só vontade mesmo  eu o beijo. Jin demora uns segundos, mas então se entrega entreabrindo os lábios e deixando minha língua tocar a sua. O beijo é lento e doce, quando o ar falta nos separamos e seu tique está mais uma vez lá me mostrando o quão nervoso ele está.
   - Achei que não fosse viado – ele diz debochado e eu sorrio.
   - Hoje é um dia de descobertas, eu descobri que você é apaixonado por mim, você descobriu que eu posso ser mais um idiota do que nunca, eu descobri que seus lábios são incríveis e agora você está descobrindo o quanto eu quero descobrir mais coisas sobre nós dois.
   - Nós... vamos tentar?  Tentar ter algo?
   - Como eu disse, vamos descobrir – sorrio para ele antes de o beijar mais uma vez.
   - Juntos – ele murmura em meus lábios e sorrimos entre o beijo. Talvez essas descobertas tenham sido as melhores para nós.




Notas Finais


Obrigada por ler, espero que tenha gostado xxx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...