História Descobrindo o amor - Capítulo 73


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Boruto Uzumaki, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Kakashi Hatake, Karin, Karui, Kiba Inuzuka, Ko Hyuga, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Gravidez, Naruhina, Naruto, Sasusaku
Exibições 158
Palavras 1.497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi gente, obrigado aos novos favoritos e aos comentário, eu só queri dizer uma coisa agora o circo vai pegar fogo hehe. Boa leitura

Capítulo 73 - Na casa da tia Hinata


Fanfic / Fanfiction Descobrindo o amor - Capítulo 73 - Na casa da tia Hinata

Kiba 
ver aquela cena   nostálgica que me fez lembrar da minha infância com meu pai plano original no outro dia bem cedo e ainda não tinha decidido como eu falaria com a Karin foi para casa E A aguardei chegar 
  mais tarde 
―Eu gostaria de falar com você― eu disse impaciente 
―se for sobre a gravidez Eu já decidi o que vou fazer já até sair hoje para colher as ervas e eu vou tirar o bebê 
― e quem te autorizou a fazer mal ao meu filho―  perguntei nervoso 
―Até ontem você nem queria saber dele posso saber o que aconteceu para você mudar de ideia? ― ela me perguntou
―apenas decidi que quero tê-lo
―E como você planeja fazer isso sim porque eu too casado com Sasuke e quando ele descobrir ele vai querer te matar Aliás quando ele descobriu Onde você está ele vai querer te matar de qualquer jeito né o 
―era você quem queria apoio Pois bem quando eu dou apoio você vem com quatro pedras na mão 
―eu quero apoio para quando eu tiver que fugir com aquela menina porque eu grávida não vou poder fugir sozinha  mas tem que ser rápido porque eu já estou de 5 meses e logo e ficar Evidente a minha gravidez  
Eu já disse que vou te apoiar no disse 
eu posso saber como você planeja fazer isso 
você vai saber não  se preocupe 
Karin
eu não confessei mas palavras de Kiba foram conforto para o meu coração agora eu já podia ter esperança de que meu filho nascesse por mais remota que elas fossem voltei a passar a mão sobre a minha barriga,

―Eu posso? ― Kiba me perguntou de repente

―Pode oque?

―Passar a mão também

―Você quer― eu perguntei surpresa, não esperava uma mudança tão drástica―  se você quiser― dei de ombros

―Sabe, eu estive pensando em uma coisa, você não devia tratar tão mal a sua filha

―A você se importa com ela agora?

―Nem um pouco, o fato é que a minha ficha caiu, e a gente que é mau só podemos contar com o amor dos filhos para chorar em nossos caixões quando morremos, se não for nós terminaremos sozinhos, afinal quem deseja a nossa presença? Eu acho que essa criança― ele pousou a mão na minha barriga ― vai ser a única pessoa que vai me amar de verdade caso eu não tenha mais filhos, e eu não quero desperdiçar a chance de vê-lo nascer ― ele me disse e eu me surpreendi, não sabia que Kiba tinha a capacidade de amar, pois o que ele sentia pela Hinata era obsessão, era até bonito saber que um abutre como ele era capaz de amar

―Se prepare― ele disse ainda alisando minha barriga― amanhã eu vou me deixar se visto

―Mas já? ― Não temos mais tempo, ainda mais agora que você embuchou pretendo sair daqui o mais rápido possível ― ele me disse e agora um sorriso meio bobo aparecia na cara dele, será que o ilho tinha quebrado aquele coração de pedra?

Quando eu cheguei em casa Sasuke já fazia sarada dormir, ele me lançou um olhar de desprezo e perguntou

―Aonde você estava?

―Não é da sua conta

―Escute aqui Karin, eu tenho que sair, a Tsunade-sama me chamou parece que o Zabuza foi visto eu preciso de ir― ele lançou um olhar para sarada― eu preciso que você cuide dela por favor, não vai deixar ela suja e nem com fome é só hoje, afinal ela é sua filha, você não sente mal em maltrata-la?

―eu não tenho saco para cuidar dela― eu respondi secamente, mas na verdade, um leão nascia em meu peito, parece que essa segunda gestação tinha despertado algo de bom mesmo que pouco em mim, eu ainda não a amava mas já conseguia sentir pena dela― observei Sasuke se despedindo dela e ela agarrado no pescoço dele sem querer sair do colo dele antes de ele sair de casa, ele a colocou no pinteiro na sala e saiu pela porta, e como acontecia todas as manhas quando ele ia para escola, ela começou a chorar desesperadamente como se não tivesse mais ninguém ali como se ela tivesse ficado sozinha, me abaixei do lado dela e pude sentir um pouco da dor dela, a dor de perder alguém que amamos, era assim que ela devia se sentir

―Me desculpe por isso Sarada, não basta eu ser uma péssima mãe, eu ainda tenho que te tirar da única pessoa que você realmente ama, e que também te ama, eu sei que você vai sofrer muito com essa separação, mas é apenas eu sendo egoísta como sempre, espero que um dia você ´possa me perdoar ― eu disse, mas agora era tarde demais para eu voltar atrás, tinha coisa de mais em jogo

Na floresta

―Po baka, essa cara evapora ― Sasuke disse a Naruto

―Não sei o que ele arruma

―Pelo o que a Tsunade falou ele é um mestre em disfarce e em se esconder― Sasuke voltou a dizer

―E ele já está nos causando muita dor de cabeça, ele e aquele cachorro do Kiba ― me respondeu Naruto muito serio

―O pior e não saber o que eles planejam― eu disse já voltando para casa

No outro dia....

Povs Sasuke

―Desculpe por isso Hinata, eu não quero te dar amolação, mas não sei aonde Karin se meteu, e parece que dessa vez a pista é quente não podemos deixar passar― eu disse a Hinata muito envergonhado enquanto passava minha filha a ela

―Não tem problema Sasuke-kun, a haruka me ajuda e além do mais é sempre um prazer para mim ficar com a Sarada ela e o Boruto se dão tão bem― ela me respondeu, não era a primeira vez que eu tinha que apelar para ela ou para baba dela para ficar com minha filha, eu tinha que recorrer a isso sempre que Karin sumia, não me agradava deixar a minha Sarada com os outros, mais era preciso

― Eu volto assim que der― eu disse, mas Hinata já estava brincando com Boruto no chão, eles realmente se davam super bem, e ela amava Hinata, Hinata as vezes era a mãe que ela não tinha

Povs Karin

―Escute, ele deixou a menina na mansão dos Hyuga, depois que a Tsunade chamou ele, ele me deixou com a Sarada hoje pela manhã, e quando ele chegou em casa eu tinha me escondido de modo a parecer que eu tinha saído aí eu ouvi quando ele disse que ia deixá-la lá― eu passei o relatório a Kiba

― Ótimo um tanto melhor, eles costumam sair ao entardecer com aquele garoto para passear, assim eles devem levar a sua filha também, Sasuke e Naruto não ao voltar tão sedo deixei um clone meu bem longe e escondido, mas com algumas pistas que os estimularam a me procurar assim teremos tempo o suficiente

―E como você planeja pega-las?

―Eu? Quem vai pega-las é você

―Nani? Mas como farei isso?

―simples, acabei de bolar um plano, você vai ao encontro da Hina e da baba deles com a desculpa de pegar sua ilha de volta, ninguém vai te impedi já que você é a mãe dela, quando  você se aproximar, deverá jogar um pouco de pó paralisante discretamente nelas o que as farão ficar paralisado um tempo, uns 15 minutos, ela não poderão gritar e nem correr atrás de você, assim você sai com as crianças eu estarei te esperando a uma certa distância para corremos com elas, como todos na vila te conhecem, ninguém vai te impedi de sair com as crianças já que a Hinata e a baba dela estarão quietas, ninguém suspeitara até que elas recobrem a consciência, mas se tudo correr certo será impossível elas nos achar pois já estaremos no esconderijo

― Mas ela s vão saber que foi eu?

―Mas oque que tem? Você não planeja fugir em seguida?

―Hai, mas aonde você vai encontrar esse tal pó?

―Pois eu já o tenho

Fiquei com muito medo mas resolvi segui o plano, que apesar da tensão saiu como o esperado o esconderijo não era longe da vila e logo as duas crianças estavam em nosso poder

Povs Naruto

Seguimos a pista de Kiba nos afastando cada vez mais da vila, e finalmente o achamos, quando pulamos em cima dele para ataca-lo ele se desmanchou, merda era apenas um clone

―Mas que droga aquele filho da p.... nos enganou― vinífero Sasuke ― como não percebemos

―Parece, que estávamos tão desesperados para encontra-lo que não percebemos que estava fácil de mais ― eu respondi

―Mas o que ele queria com isso, brincar com a nossa cara?

―Talvez nos afastar da vila, já percebeu como estamos longe? ― Eu disse levando a mão na cabeça em quanto um pensamento monstruoso passava na minha cabeça

―As crianças― dissemos eu e ele em uníssono, e disparamos de volta a vila, droga estávamos muito longe 


Notas Finais


genteeee próximo capítulo o plano do Zabuza


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...