História Descobrindo o amor - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Until Dawn
Personagens Ashley "Ash", Christopher "Chris", Emily "Em", Jessica "Jess", Joshua "Josh" Washington, Matthew "Matt", Michael "Mike" Munroe, Samantha "Sam"
Tags Mike, Sam
Exibições 47
Palavras 2.685
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá gente! Demorei séculos eu sei... mas fazer o que? Provas... Mas aqui estou eu com um capítulo que eu sei que você vai ler comendo algo... ( Eu sei disso porque eu faço isso) Desculpem a demora... e eu fiz de <3 Beijinhos para todos e um especial para o Mike <3 porque ele é mozão senpai master... ainda mais sem... Podem começar a leitura =)

Capítulo 10 - Memórias fascinantes


Uma onda de vento percorria lá embaixo, limpeza era um sinônimo para aquele lugar... nada era mais assustador do que estar sozinho ali embaixo e aparentemente ouvindo um estrondo, um barulho assustador que fazia você engolir um seco na garganta e se estremecesse a cada ritmo do som. Parecia um piano, só que estava desafinando a cada tecla errada que tocasse. Era isso que o Mike pensava após ter aberto seus olhos e visto uma visão nada agradável.

Mais que merda... – Mike resmungava – Mais o que? – Mike se levantava devagar aparentemente estava em um lugar subterrâneo e nenhuma manifestação se encontrava ali

SAM!!! – Mike acabara de se lembrar o que havia acontecido horas, minutos atrás...ele estava confuso – SAM!!! – Ele estava em um estado quase crítico, havia sangue escorrendo da sua perna e sua cabeça ainda doía... seu corpo ainda estava molenga devido ao gás forte que seu olfato inspirou.

Que merda está acontecendo? – Mike percorria o olhar para aquele lugar amedrontador – Onde será que a Sam está? O que aqueles caras fizeram com ela? – Essas perguntas martelavam na cabeça de Mike, fazendo o mesmo se arrepiar todo... Ele jurava a ele mesmo que se algo acontecesse com ela, ele nunca ia se perdoar.

Mike andava lentamente pelo fato de sua perna deixar uma trilha de sangue, ele não estava pensando no momento e o seu único objetivo era encontrar seus amigos e a Sam. Sua ficha caiu quando ele finalmente encontrou um pedaço de papel a escrita era legível, mas se encontrava suja e certas páginas rasgadas.

Dia 5

Nunca tive tanta Fome. É como se o meu estômago se contorcesse sobre ele mesmo

Peguei na camisola da Beth. Estou bem mais quente. Ela continua a tomar conta de mim.

Mike rapidamente largou o diário da Hannah franzido a testa. Ele estava naquele lugar de novo... Naquele pesadelo mais uma vez, estava em Blackwood Pines nas minas. Onde o território pertence ao Wendigo. Por um momento ele suspirou de alívio lembrando a ele mesmo que havia matado todos eles. Onde estaria os outros? Ele não conseguia pensar, sua única opção era achar uma saída ou uma pista que apontasse onde Sam ou outros estariam. Mas era só ele nem ao menos uma arma tinha, era só ele e um banho de sangue fazendo uma linha reta no caminho.

Tudo estava indo tão bem, ele pensou que poderia esquecer isso tudo... Achou que iria conseguir seguir em frente e talvez até uma nova chance com a garota mais difícil de todas... Samantha. Ele havia achado um lampião perto de um barril, rapidamente suas memórias reconstruiu uma cena incrível do ano passado onde o cara estranho havia ajudado eles e informado sobre o Wendigo, em nenhum momento algum deles ousaram perguntar de onde ele veio ou quem ele era... estavam assustados, humilhados e quase “mortos”. Um barulho bateu em seus ouvidos vindo da direção oposta, poderia ser um wendigo? Mas ele não havia matado todos? Será que um sobreviveu? – Mike pensava arquejando, enquanto descia em túnel a direita. Ele sentou e rasgou uma parte de sua blusa enrolando no ferimento de sua perna.

Que merda... – Mike tossia – Por que isso está acontecendo de novo? – Ele bufava dessa vez – O som se aproximava mais uma vez, estava ficando perto – Antes que pudesse acontecer o pior ele conseguia lembrar de seus pequenos momentos, que agora para ele poderiam durar uma eternidade.

Mike você já tá vindo? – Emily dizia impaciente do outro lado da linha

Já Em, já estou indo... – Mike revirava os olhos embora ela não pudesse ver

A caminho da casa de Emily, Mike parou em uma loja antiga para comprar uma caixa de cigarros. Observando uma silhueta entrar na loja. Era uma mulher alta, com cabelos ruivos e longos, usava uma calça jeans e uma jaqueta rosa. Ela havia dado uma piscada para ele, o mesmo retribuiu dando um sorriso sedutor. O máximo que ela fez foi colocar um papel no bolso de sua calça dando um sorriso de canto.

Após essa sintonia, de troca de sorrisos. Mike saiu da loja com um olhar vago, segurando uma sacola com o seu peculiar cigarro, entrou no seu carro e percorreu os quarteirões naquela cidade.

Quando chegou na casa da Em, a mesma saia da casa com uma cara fechada. Emily usava um vestido verde de alcinha, ele era longo e bem chamativo. Usava um coque e segurava sua famosa Chanel.

Eles caminhavam em silêncio, o relacionamento dos dois não estava um mar de rosas. Após essa tensão a caminho do colégio. Eles chegaram e puderam ver o som e as luzes que era o baile de formatura. Josh e as gêmeas já estavam lá sentados, junto com Chris e Matt.

Olá galerinha! – Mike acenava para eles, a primeira que acenou foi a Hannah que deu um sorriso enorme ao ver o Mike, ela ajeitou o seu vestido preto e rapidamente retirou o óculos. Beth ao ver a cena deu uma risada e resmungou *ingênua*

Jessica havia chegado estava com um vestido rosa tomara-que-caia, e o seu cabelo estava solto, chamava atenção de vários adolescentes que ali se encontrava. Ashley também havia chegado acompanhada de uma garota. Mike na primeira vista não havia reconhecido quem era... mas ao olhar de volta ele percebeu que era... a Sam.

Ela usava um vestido azul de um ombro só, estava usando seu coque como de costume e uma maquiagem leve. Aproximou-se do grupo sorrindo e acenando, o primeiro garoto que ela chamou atenção foi o Josh, o mesmo desviou seu olhar para ela e abriu um sorriso. Mike também abriu um sorriso, só não estava babando que nem o Josh pois ele e a Sam nunca foram tão íntimos... Ela sentou ao lado de Hannah e Josh começou a puxar assunto com Sam. Mike percebeu vários olhares de garotos para Sam... Ela mesma nem percebia ou se quer se tocava de algo, ele podia perceber que ela era a garota mais humilde e gentil do mundo. Emily bufava de vez em quando pelo fato de que Jessica estava atraindo vários garotos... Matt conversava com Chris e Ashley jogava conversa fora com Beth. Até que começou uma música lenta, Josh se levantou e disse

Sammy quer dançar? – Ele abria uma sorriso inclinando a cabeça

Adoraria – Ela afirmava

Logo os dois começaram a dançar de acordo com o ritmo da música. Mike por um momento sentiu uma ponta de inveja pelo jeito que aquele casal se olhava e trocava sorrisos a química deles era perfeita. Será que um dia eu vou encontrar alguém assim? – Mike pensava, desviando seu olhar para Emily – Era um sorriso encantador e você se perdia neles com certeza – Ele afirmava mais uma vez, sorrindo ao ver a Sam sorrindo.

Como você estava linda nesse dia Sam... – Mike pensava sorrindo bobo – Como eu nunca enxerguei uma mulher tão gentil na minha frente? – O som se aproximava mais – Eu nem vou conseguir ver seu sorriso meigo mais uma vez? – O som estava bem perto

As luzes iluminavam o lugar... Crianças corriam sorrindo com algodão doce e relutantemente quatro jovens passeavam naquele lugar aproveitando a brisa do mar, já que estavam perto da praia. Cachorros passavam correndo e namorados discutindo no celular. O que era mais bonito era a luz da paisagem natural do lugar... a lua que revelaria uma bela foto – pensava Sam

Acho que para lá fica o trem fantasma – Hannah apontava sorrindo

Eu prefiro ir na roda-gigante – Beth suspirava

E você Sammy o que prefere? - Josh se encolhia pois estava um pouco frio aquele lugar

Onde vocês quiserem eu vou – Sam abria um sorriso meigo

Tudo certo eu vou com a Hannah no trem fantasma – Beth puxava o braço de Hannah, armando um plano para deixar os “pombinhos” sozinhos

Então parece que ficamos só nós – Josh abria um sorriso, fazendo Sam corar

Vamos na roda-gigante então – Sam indicava o brinquedo

Enquanto Sam se aproximava do brinquedo, Josh foi comprar Algodão-doce.

Aqui Sam – Josh se aproximava entregando o Algodão-doce

Obrigada meu cavalheiro! – Sam entrava no brinquedo

Primeiro as damas – Josh fazia reverência, entrando na brincadeira de Sam

A roda-gigante começou a girar, e eles pararam lá em cima. Que cena mais linda era observada... a Lua e as estrelas tão natural, magnifico e espontâneo

Elas são tão lindas – Sam observava o céu, as estrelas refletiam em seus olhos esmeraldas

Que nem você – Josh assoprava baixinho as palavras

Parece um quadro, que não tem fim – Sam virou a cabeça e sorriu

Verdade... – Josh comia o algodão-doce

Nada como observar uma paisagem natural e bonita – Sam afirmava sorrindo

Você aprecia muito isso senhorita! – Josh pegava o celular tentando tirar uma foto da lua

E como... – Sam continuava olhando as estrelas

Você não quer mais? – Josh apontava pro algodão-doce

Se quiser pode comer – Sam esticava o algodão-doce até a mão de Josh

Obrigado – Josh arrancava alguns pedaços, sentindo o açúcar descer pela sua garganta

Eu queria morar bem pertinho do céu – Sam dava risada vendo o Josh se lambuzar de açúcar

Eu também gostaria – Josh afirma – Mas eu gostaria de outra coisa também

O que? – Sam arqueava a sobrancelha

Disso – Josh se aproximava de Sam, estava a centímetros de seus lábios suas bochechas estavam queimando... ela engolia um seco na garganta.

Algo gosmento estava passando no seu rosto. Sam abria os olhos devagar vendo algo branco... seus olhos estavam embaçados e sua cabeça estava doendo muito. Quando sua visão melhorou um pouquinho, ela coçou os olhos tentando enxergar o que estava bem na sua frente

Será que eu morri? – Sam continuava coçando os olhos

Sua visão melhorou por completo e para sua sorte havia uma bola de pelo branca bem na sua frente sentado com a língua pra fora.

É um lobinho – Afirma Sam

O lobo continuava encarando ela, Sam fez um breve carinho nele.

Eu estava sonhando com algo bom amigo... algo que já aconteceu antes desse inferno todo acontecer! – Sam suspirava – Onde estou? – Ela observava o lugar

Sua aparência física não era das melhores, ela havia perdido um dos sapatos e seu vestido estava rasgado em certas partes... sua testa estava sangrando e suas mãos estavam imundas, seu nariz ainda recobrava do cheiro forte de gás. Ela havia sido dopada provavelmente.

Onde será que os outros estão? – Sam procurava alguma pista ou algo que pudesse ajuda-la – Bem amiguinho você vai vir comigo – Sam fazia um gesto para ele

Sam começou a caminhar, percebendo que estava no sanatório. Por que raios ela havia voltado para aquele lugar? E quem eram aquelas pessoas? O que será que aconteceu com os outros? – Essas perguntas martelavam em sua cabeça

Ela entrou em uma sala, onde havia vários documentos de pacientes e se lembrou que Mike havia contado sobre eles. Agora que ela se tocou o que aconteceu com Mike? Tudo que ela se lembra era da Máscara de gás invadindo sua boca. O lobo corria na frente de Sam, ajudando a sair daquele lugar que parecia não ter fim. Era assustador ficar ali sozinha e no escuro ainda. Sam ouviu um barulho vindo do outro corredor, ela tentou correr, mas ela estava com dor tudo que poderia fazer é se esconder. Ela se escondeu dentro de uma sala, chamando o lobo para segui-la.

Após um tempo na sala Sam resolveu sair. Correu até um certo período procurando algo que pudesse ajuda-la e magicamente uma lanterna estava jogada perto de alguns armários e tinha alguns cigarros também. Estava recente aqueles cigarros pensava Sam

Sam ouviu o barulho de novo e correu, o lobinho por sua vez teve por sua pata machucada após uma corrida no corredor cheio de trapos e cacos no chão. Sam voltou e carregou ele no colo, correndo mais ainda. Ela não hesitava em correr mesmo seu estado físico não ser dos melhores. Onde poderia estar os outros nesse momento? – Sam pensava ofegante, pelo fato de estar correndo

Não muito distante dali. Emily estava desacordada no chalé, seu estado físico também estava crítico assim como a Sam e o Mike. Sua visão estava embaçada e o lugar onde ela estava consistia em ruínas que provavelmente foram causadas pelas chamas... de primeiro ela não havia reconhecido, mas depois ela se tocou que estava no chalé. Que merda eu estaria fazendo aqui de novo? – Emily pensava assustada, rapidamente flashbacks invadiram sua mente

Eu vou ver o que é – Sam anuncia

Eu vou com você – Mike acrescenta – O Mike é tão babaca por pensar que ele vai ter uma chance com ela

Matt você deixou a porta aberta? – Perguntei devido ao fato que ele havia ido no banheiro

Não Emily, eu fechei quando entrei – Matt afirma

Que barulho é esse? – Ashley sussurra rápido, não dando tempo de ninguém absorver direito

O que é aquilo? – Ashley aponta para a cozinha num tom elevado

Mais o que? – Matt tenta correr, mas é vão

Logo Matt estava desmaiado e Chris também. Eles eram rápidos...

Quem são vocês? – Ashley tentava agarrar alguma coisa

Peguei o que estava mais próximo de mim, um guarda-chuva e taquei, mas a figura ou a “coisa” me puxou prendendo a minha respiração, a única coisa que eu pude ouvir foi a Ashley gritar.

Merda... Como vou sair daqui? – Emily observava os cômodos e tentava pensar em uma maneira rápida de sair dali

Emily ligou o seu celular, deixando a lanterna bem avivada... mostrando apenas grandes ruínas e obras feitas por eles mesmos ano passado. Ela tentou sair por onde era a entrada principal... mas sem sorte estava bloqueada e esse bloqueio parecia supostamente proposital... Emily achou uma foto no chão, era a foto da formatura em que Mike, Sam, Hanna e Beth estavam a foto estava bem estragada... mas se olhasse direitinho poderia enxergar o rosto de cada um. O rosto de Sam e Mike estavam circulados com uma caneta e o da Beth e Hanna riscado. A tinta estava meio transparente por isso aparecia os rostos familiares... Emily colocou a foto no bolso de sua jeans e continuou andando chegando na cozinha ou o cômodo que podia ser chamado de cozinha uma vez... só pode reconhecer pelo fato de ter um fogão enferrujado e destroçado. Um ruído vindo da sala, fez Emily dá um grito automático. A mesma caminhou em passos lentos até a sala, vendo que não tinha nada, arrancou um suspiro de alívio, ela continuou caminhando até que pisou em algo duro, estava meio aberto uma parte do chão perto da lareira... Emily sem hesitar, soltou um palavrão antes de entrar, iluminou o caminho abaixo entrando na mini passagem secreta ou mini túnel...

Parecia que ela estava nas minas... ela caminhou em passos largos seguindo uma trajetória reta, sem esquerda ou direita devido ao ano passado, a direita se tornou seu pior pesadelo... logo ela vê não muito longe uma porta enferrujada

Emily abriu lentamente a maçaneta tentando fazer o mínimo de barulho possível, mas como a porta era enferrujada o ruído ecoou o lugar inteiro. Ela observou a sala onde estava, parecia mais um esconderijo para adolescentes... Tinha dois sofás velhos e uma estante com livros sobre Wendigos e anatomias

Hum... – Emily arqueia a sobrancelha, deixando um suspiro escapar

Havia um armário também... era velho e grande, o armário começou a fazer barulho, um impulso bem grande fazia dentro daquele objeto. Um grunhido foi escutado pela mesma dentro do velho armário, o som estava abafado, mas pelo fato de estar um silêncio insuportável naquele lugar, o som parecia de algum modo elevado e cada vez fazia força como se estivesse querendo sair. Emily não conseguia se mover, pensando ser um wendigo... ela só conseguia se lembrar das palavras de Mike para Sam *Não se mexa*

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Desculpem os erros ortográficos! Beijinhos e até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...