História Descobrindo O Amor - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~vanaheim

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Bianca di Angelo, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Connor Stoll, Dionísio, Eros (Cupid), Frank Zhang, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Jason Grace, Júniper, Leo Valdez, Luke Castellan, Nico di Angelo, Octavian, Percy Jackson, Perséfone, Piper Mclean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Silena Beauregard, Thalia Grace, Travis Stoll, Treinador Gleeson Hedge, Will Solace, Zeus, Zoë Nightshade
Tags Jercy, Solangelo, Stollcest, Valzhang, Yaoi
Exibições 120
Palavras 1.228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Lemon, Orange, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oiiii gente aqui está o cap tomara que vcs gostem

Capítulo 1 - Halloween


Fanfic / Fanfiction Descobrindo O Amor - Capítulo 1 - Halloween

Festa de Halloween na casa dos Stolls:

                          

                                                                                                       Pov Percy

Ufa finalmente cheguei nessa Bendita festa, que já está bem animada. Os Stolls tinham que inventar logo uma festa a fantasia? Tudo bem que é Halloween, mas... Poxa.   Não acredito nisso, não creio que eu tive que vir fantasiado de sardinha. Eu realmente não faço a mínima ideia de onde o Tyson tirou isso. Só por que minha roupa do aquaman que eu comprei pelo Aliexpress não chegou, que saco! Sete meses... Isso não existe meu deus.

Droga, já fui visto. Não adianta dar meia volta e ir para casa devorar aquele delicioso bolo que minha mãe fez.

Droga lá vem.

    -Serio Percy serio? — disse Jason, contendo uma risada.

    Olhando em sua direção, o fitei indignado, sério que ele vai rir? Vejo que os meninos estavam com ele. o Leo está fantasiado de Homem de Ferro, o Frank de Mutano, o Nico de Batman. Stolls estavam  fantasiados... Que porra é aquela? Acho que são os gêmeos do Lar das crianças peculiares, tem até o urso e tudo.

E o Jason... O Jason, meu pai do céu ele está fantasiado de Superman, com a roupa de lycra super colada. marcando todos os músculos do seis corpo, deixando-os evidentes. Fiquei fora do ar por vários minutos, estranhamente o local parecia ter esquentado, talvez seja aquela maldita fantasia de sardinha, como eu iria ao banheiro com um troço desses? Só voltei, a mim  quando o vi balançando a mão na frente do meu rosto.

    - Está vivo ainda? — Fala o Nico sério. Acho que ele incorporou o personagem. Não, ele é assim mesmo.

    - acho que sim... — falei, ainda observando o loiro, que retribuía o olhar.

    - bom agora explica o porquê dessa fantasia ridícula? — Fala o Nico com toda a sua delicadeza.

    Depois de explicar para todos o motivo daquela fantasia ridícula (sim! Eu concordo com o Di Angelo, mas ele não precisa saber disso.)

Nós nos separamos, e cada uma vai curtir a festa num canto. Que realmente estava animada!

 

                                                                                             Pov Connor

    O que será que está acontecendo comigo? Será que esses sentimentos são verdadeiros ou será que meu coração está tentando pregar uma pegadinha? Como eu posso estar apaixonado por ele?

Essas eram as perguntas que eu me fazia diariamente, nesses últimos dias, meses.

    Mas e se isso for verdade? Não pode ser, ele não gosta de mim.

Eu tenho certeza! Será que tenho mesmo?

    Mas porque eu me importo com isso? Eu sou gay? Eu sou? Não eu não sou! Eu gosto de garotas.  Eu...

    Mas ele é diferente...

   — que foi Connie, tem alguma coisa na minha cara? — Pergunta meu irmão que tinha tirado a mascara. Passando a encarar a mesma.

   — Não Vis. — acabei sorrindo com a feição de desentendido dele.

   — Então por que esta me olhando assim? — Pergunta ele, o que eu respondo? Ele não pode saber que tenho uma paixão platônica por ele, já sei.

   — Seu cabelo ficou meio que para baixo por causa da mascara e estava me incomodando um pouco, vem aqui deixa eu ajeitar — Falo e ele logo vem para perto de mim, arrumo o cabelo dele e droga o perfume dele amadeirado tão bom e o cabelo macio dele. Connor Stoll se concentra se não ele vai suspeitar-Pronto ficou melhor.

    — Obrigado Connie. — Fala o Vis e ele vem e, meus deuses vou morrer, ele me abraça um bem apertado e gostoso, aquele que você se sente especial e então como todo conto de fadas esse termina, e rápido demais.

                                                             

                                                                                                      °*°

    Passamos a festa juntos como a maioria (na verdade não me lembro da última que a gente ficou separados) e vimos coisas bizarras como o Percy a festa toda babando no monumento (que estava bem evidente) e a bunda do Jason. Na verdade ele estava babando o loiro todo.

Nico em um canto escuro (fiquei até com medo dele), Leo e Frank conversando e olha que eles só conversam quando está toda a galera junta, Thalia secando a Reyna, Piper e Annabeth bebendo e conversando (elas se odiavam agora parece que não mais), Luke tentando alguma coisa com o Percy que nem ouvia nada, Octavian também tentando alguma coisa com o Jason que nem ligava e além de tudo a fantasia do Percy que até agora eu não entendi um pouco direito. Ele estava de sardinha que coisa mais ridícula, meu pai.

 

   — e aí, nessa festa vamos fazer alguma pegadinha? — Pergunta o Vis. Ele parecia animado.

   — Não todo mundo já espera isso, que tal fazer verdade ou desafio e na próxima festa a gente vai fazer pegadinha? — propus.

   — Pode ser. Vai lá chamando só a nossa galera que eu vou abrindo a porta do quintal — ele fala e já vai pegando a chave.

    Chamo todos da nossa galera e fomos para o quintal e sentamos em circulo.

   — Ok nós vamos brincar de verdade ou desafio — Fala o Vis que está do meu lado.

    Então pegamos e começamos a brincar e como eu previ todos estavam bêbados exclusivamente eu, mas não tão bêbado para não lembrar no dia seguinte e como esperado a garrafa caiu para o Leo, que perguntou para o Vis:

   —Verdade ou desafio? — Leo pergunta com um sorriso sapeca nos lábios.

   — Desafio — Fala o Vis.

   — bom... — Leo deu uma boa olhada ao redor. E, estranhamente, fixou seus olhos em mim. — Desafio você dar um beijo... de língua no Connor. — Fala o Leo com um sorriso travesso

    Puta merda fudeu.

 

— é brincadeira gente. — disse o moreno, tropeçando em algumas palavras gargalhando no final. Depois de um longo minuto de silêncio com todos os olhares dali fixos na gente.

Mas eu estava “fora deste mundo. ” preso em pensamentos.

   Acho que lá no fundo um lado meu queria que isso acontecesse. Mas outro lado estava ali, me dizendo o quão errado aquilo poderia parecer diante dos olhos de outros. Mas parecia tão certo... É tão errado assim, ama-lo?


Notas Finais


E aí gostaram?? me falem nos cometários tchau unis bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...