História Descobrindo o Amor. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Charlie Puth, Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Charlie Puth, Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Jelena, Justin Bieber, Selena Gomez
Exibições 67
Palavras 1.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Oi!!
Eu sei que demorei, mas ocorreu uns problemas e acabei atrasando... Alguns dos problemas foram, preguiça, desanimo, preguiça, sem ideia... Eu já disse preguiça??
E era para mim estar postando ele amanha, mas como não irei entrar estou aqui hj
Mas ai esta o capitulo prontinho para a leitura de vocês, e espero que gostem...
✴Boa Leitura✴

Capítulo 2 - Castigos


Fanfic / Fanfiction Descobrindo o Amor. - Capítulo 2 - Castigos

As coisas incríveis da vida acontecem quando você não planeja.

-Hmm... Me desculpe, eu não tinha te visto — Droga Selena, você tinha que ser educada, mas não parecer uma idiota apaixonada pela primeira vez.

-Tudo bem, eu te perdoo, mas vê se presta mais atenção da próxima vez —  diz e sai andando, me deixando caída no chão. Garoto sem noção.
             Me levanto e minha bunda começa a doer, mas deixo isso de lado, pois já vi que vou chegar atrasada na aula.

Pego meu material e saio correndo para sala, dessa vez prestando a atenção para não trombar em ninguém.

Assim que chego à porta - para minha sorte- o professor ainda não estava na sala. Entro e me sento na carteira ao lado de Luce.

Me preparo esperando que a minha louca preferida comece a me interrogar por eu estar atrasada. E sim eu a chamo de “minha louca preferida” porque ela é louca e eu acho esse apelido muito fofo.

-Por que você chegou atrasada? Você nunca foi dessas! - começou.

  Eu trombei com um ser no caminho para meu armário. - respondo sem entusiasmo enquanto vou pegando minhas coisas na mochila e as colocando em cima da mesa.

-E quem seria esse ser? - pergunta ela.

-Justin Bieber

-Ahh - a louca grita, chamando a atenção de toda a sala -  Seus curiosos, voltem a fazer o que estavam fazendo -diz ela, brava. Muitos voltam, mas alguns ainda continuam nos olhando - E ai?

-“E aí” o quê?- pergunto, constrangida por causa dos olhares. Nunca gostei de chamar muita atenção.

- O que vocês conversaram? - ela pergunta como se fosse a coisa mais importante do mundo.

-É sério? - ela assente - Ele só foi sem educação e falou para eu começar a prestar mais atenção por onde ando.

-E você?

-E o que cria?

-Nossa você é muito lerda senhor, e o que você disse!

 -Eu tentei ser educada e pedir desculpa, mas na verdade fiquei parecendo uma adolescente boba apaixonada.

- Ah, então caso você tiver que fingir está apaixonada por ele, você vai conseguir fazer certinho - olhei para ela, a mandando calar a boca apenas com meu olhar  - Brincadeirinha.

-Bom mesmo.

- Mas... - ela ia falar algo, mas o professor nos interrompe. Espera, quando foi que ele chegou?

-Será que você duas não perceberam que já tem um professor na sala tentando dar aula?

-Quer a verdade professor? - não Luce, não seja você pelo menos uma vez - Não.

-Mas agora estão sabendo, e será que dá para vocês fecharem a boca?

-É... Também não - Luce eu te mato!

-Garota, você acha que está falando com os seus amiguinhos? - Nossa agora ele me lembrou minha mãe quando está dando bronca em mim...

-Nossa, eu juro que sim.

-Vá para fora agora, senhorita Luce -ele olha pra mim - E você também.

 -Mas professor eu não falei nada - tento me defender.

-Não me importa, você estava falando com ela quando cheguei - bufo e saio logo atrás de Luce, levando meu material.

Assim que chego do lado de fora da sala, me deparo com a minha amiga com o celular na mão, ligando para alguém.

-Para quem você está ligando?

-Para minha mãe, uai. Vou inventar alguma doença, não vou ficar aqui para levar uma bronca do diretor e depois ainda ficar de suspensão. E você deveria fazer o mesmo.

-Eu não, eu sei que a minha mãe não vai poder vir me buscar então vou embora sozinha - ela dá de ombros - Até amanhã.

-Até.

Saio da escola e sigo até minha casa, já me preparando para as mentiras que vou ter que inventar na hora do almoço da minha mãe.

Assim que chego em casa levo um susto ao ver minha mãe limpando a sala tento entrar da forma mais discreta possível, mas falho assim que escorrego no piso molhado.

-Meu Deus, garota - minha mãe larga o que estava fazendo e vem correndo me ver-  Você está bem? Machucou-se? — me ajuda a levantar.

-Estou sim, mãe - rio da minha desgraça - Só a minha bunda que está doendo um pouco.

-E a mocinha não deveria estar na escola agora?

-Deveria, mas não estou - ela me olha feio, agora é a hora que você veio o caminho todo inventando umas desculpas use a que mais vai colar com ela - É que eu não estava bem então vim embora.

-Mas porque eles não me ligaram?

-É por que eu achei que você não estaria em casa – Meu Deus estou ficando boa nisso.

-Tudo bem, vá se deitar. Assim que o almoço estiver pronto, eu te chamo.

-Ok.

Subo para o meu quarto e respiro aliviada por ela ter caído na minha mentira, é tão difícil conseguir isso. Por sorte hoje de manhã eu tinha reclamado de dor de cabeça e vontade de vomitar.

Entrei no meu quarto e já fui trocando de roupa, peguei um cropped rosa soltinho e um short curto de moletom. Coloquei minha bolsa em um canto qualquer e pulei na cama.

 Peguei meu celular e fui me atualizando quando minha mãe abre a porta com uma expressão nada boa.

-Selena Marie Gomez! - pronto, agora me ferrei.

-Sim, mãe? – faço cara de anjinho e ela me repreende pelo olhar.

-Passou mal na escola, é?! E esqueceu de avisar seu diretor? – pergunta séria, cruzando os braços abaixo dos seios. Pronto era agora - Hoje depois do almoço você irá para escola e ficará quatro horas de detenção.

-Nossa só isso? Tranquilo - ela me joga um olhar feio.

-Não terminei de falar, Marie - reviro os olhos - Esse é o castigo do diretor, agora me dê o seu celular, ficará uma semana sem ele - arregalo os olhos,

-Quê?! - grito.

-Que tal duas?

-Que tal nada.

-Se não me der agora vou aumentar para três e ainda pego o seu notebook.

Relutante, entrego meu celular para ela. Enquanto a mesma sai do meu quarto, me deito já preparando meu psicológico para passar quatro horas dentro de uma sala.

Mas é fácil de ver que sozinha Ela rouba qualquer cena
Mas dessa vez não vai tá sozinha Porque toda loira tem sua morena

-Amiga Parceira


Notas Finais


Essa Luce é muito louca...
Espero q tenha ficado do bom e se não tiver ficado me desculpe...
Beijinhos e até o próximo seus divos e divas ♥ ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...