História Desconhecidos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fhelipe Gomes, Giovanna Chaves, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Pretty Little Liars, Thomaz Costa
Personagens Fhelipe Gomes, Giovanna Chaves, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Personagens Originais, Thomaz Costa
Tags Ação, Colégio, Fanfic, Fhelipe Gomes, Giovanna Chaves, João Guilherme Avilla, Larissa Manoela, Luckas Moura, Mistério, Pretty Litlle Liars, Romace, Suspense, Thomaz Costa
Exibições 21
Palavras 1.673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey, hey, pessoas! Voltei com mais um capitulo fresquinho pra vocês. A partir de agora nossa querida giovaninha entra na historia.

Ah, e um avisito pra ustedes, os sobrenomes dos "protagonistas" foram mudados para uns fictícios. Explicando: Giovanna não foi inspirada na querida Giovanna Chaves? Então... Inspirada, não é ela, é alguém totalmente diferente dela, mas com a mesma aparência, entenderam? No caso, no lugar de Chaves, ela terá um Pasqualotto (Italiana! Mama,Mia! ). E mais uma cosita, a historia também está sendo postada no Wattpad ( Caso você não conheça,... Em que pedra você vive? ), é uma Rede social igual ao Spirit, a unica diferença é que lá a maioria das historias são originais e também muitos escritores já foram descobertos lá, mas é claro que existem exceções ( e se você forem ler alguma coisa lá, nunca em hipótese alguma, leiam historias que começam com o idiota do meu, vizinho, amigo, primo, meio irmão, etc. Vão por mim, são todas as mesmas coisas, e geralmente com muitos erros), mas existem historias muito boas como Diário de uma princesa escondida, Fuga, e os doze signos de valentina, são minhas preferidas.
Mas vou parar de enrolar você, porque ustedes vieram pra ler historia, não foi?

Capítulo 2 - Pouco Orgulho, Muito Preconceito


Fanfic / Fanfiction Desconhecidos - Capítulo 2 - Pouco Orgulho, Muito Preconceito

Esse professor de química, gatinho. Lembrar de fazer um post sobre ele. Giovanna anotou nas entrelinhas do seu caderno. Durante todo o verão, ela ficou fazendo o Template e personalizando todas as páginas de um blog que ela criou, chamado de A Garota de MountVille, e nesse ano ela pretendia falar de todas as pessoas que a humilharam no ano passado e também das que ela quisesse falar.

 

Giovanna estava pensando em primeiros posts para A Garota de MountVille quando o celular do garoto de cabelo castanho que teve que se apresentar na frente da turma porque chegou atrasado começou a apitar freneticamente, de repente todos os olhos da sala estavam apontados para ele e o Professor Ben estava indo em sua direção com a cara enraivecida. Ele fica mais gatinho quando tá com raiva... Não! Para Giovanna ele é seu professor mulher! O garoto ficou todo vermelho o resto da aula e também começou a falar sozinho várias vezes, isso Giovanna pode observar muito bem, já que sua mesa ficava do lado oposto a dele, no fundo da sala. Maluco!

 

***

 

O sinal que avisava que o restava apenas um minuto para a terceira aula soou, e Giovanna correu para a sala da Senhorita Martinez. Ao avistar a sala ela também viu um garoto correr em direção a ela, e no ritmo que estavam os dois iam acabar se esbarrando na porta. E foi isso que aconteceu, o garoto até tentou desviar mas Giovanna foi com tudo pra cima dele, como um Quarterback vai atrás do atacante em um jogo de futebol americano.

 

- Ten cuidado, no se encuentra en los juegos del hambre! - Falou a Srta. Martinez enquanto ajudava os dois a se levantarem.

 

Giovanna se endireitou e pegou o seu LG que com a queda caiu no chão e trincou parte da tela.

 

- Droga! - Giovanna exclamou baixinho.

 

- Ah me desculpe! - O garoto veio em direção a ela - Quebrou?

 

- O que você acha? - Giovanna estava irritada.

 

- Mas a culpa não foi completamente minha, você também veio correndo.

 

- Humfp, Humfp! - Srta. Martinez pigarreou interrompendo os dois - Sentem-se!

 

A garota sentou-se numa mesa perto da janela, e sacou seus livros pra fora. No vidro, ela viu o seu reflexo, seu cabelo loiro-castanho bagunçado, em parte ela também pode ver o corpo e o quanto ele havia mudado. Nos últimos 3 meses a garota perdera 20 quilos apenas seguindo um blog que incentiva garotas gordas a praticarem a anorexia chamado O quarto secreto de Ana. Seus pais estranharam, muito, do dia pra noite a filha deles passou a repudiar qualquer tipo de massa e comida gordurosa, o que pra uma família Italiana clássica é muito esquisito. Desde o final de maio, quando as aulas acabaram, Giovanna passou a comer apenas aspargos e cenouras num grande intervalo de tempo e bebendo apenas água, fazendo ela ir comer sempre em seu quarto, e pular a janela para jogar o jantar no lixo do vizinho. Mas tudo tem sempre um porquê: No ano passado, quando Giovanna entrou no ensino médio, a garota passou a ser alvo frequente do Bullying e da rejeição social vinda de todos, ela se sentia completamente podre por dentro. Mas apesar do desejo de ser magra, o que fazia a garota evitar ao máximo a comida era que se ela fizesse aquilo, um dia seria como sua irmã.

 

- Eu posso te dar outro se quiser. - O rapaz que caira no chão com Giovanna acabou de sentar-se à mesa ao lado interrompendo os pensamentos da garota.

 

- Ahnn? - Ela demorou alguns instantes para voltar a realidade. - Ah, não, não precisa.

 

- Não, sério posso te dar outro se quiser, dinheiro não é problema! De que marca é?

 

- Olha mauricinho, eu não preciso que você me dê outro celular!

 

O garoto riu baixo, no mesmo tom da sua voz rouca.

 

- Mauricinho, sério que você acha que eu sou um desses caras que ficam se gabando porque tem o melhor?

 

- Nhem, nhem, nhem! - A garota fez da sua voz mais aguda - Eu posso te dar outro! Dinheiro não é problema! Nhem, nhem, nhem.

 

O garoto riu um pouco mais alto.

 

- Humpf! Humpf! - A Srta. Martinez pigarreou mais uma vez e perguntou com sotaque latino - Como estaba diciendo … Como sê diz “ Um sanduíche de queijo, por favor “ em espaniol Sr. Khan?

 

- Anhh… - Giovanna percebeu que o garoto não sabia a resposta.

 

- Un sándwich de queso, por favor - A garota se inclinou e cochichou.

 

- Un sándwich de queso, por favor - O garoto falou imponente.

 

- Muy bien, Sr. Khan!

 

O garoto soltou sua respiração em alívio.

 

- Então quer dizer que seu sobrenome é Khan? - Perguntou Giovanna

 

- Dylan Khan. E o seu? - Dylan perguntou num tom curioso.

 

- Pasqualotto. Giovanna Pasqualotto.

 

- Italiana?

 

- Meus avós são. Vieram para os Estados Unidos durante a Segunda Guerra mundial enquanto eram recém-casados.

 

- Uhnnn, eu até podia contar a história da minha família, mas é meio monótono, sabe?

 

- Monótono do tipo…?

 

- Do tipo, família de banqueiros, avó banqueiro, pai banqueiro, casa na colina e eu futuro banqueiro.

 

Giovanna riu e voltou sua atenção para a Srta. Martinez e sua chata explicação sobre como os exploradores espanhóis influenciaram uma parte dos Estados Unidos.

 

- Livro favorito? - Dylan interrompeu a garota enquanto ela fazia um exercício

 

- Oi?

 

- Eu não gosto de ficar muito tempo sem falar

 

- Deu pra notar. - Giovanna voltou ao seu caderno.

 

- Livro favorito - Dylan voltou a insistir.

 

- Não sei se você percebeu, mas eu tô tentando me concentrar aqui.

 

- Vai, eu gostei de conversar com você. - Giovanna revirou os olhos.

 

- Orgulho e preconceito.

 

- E zumbis? Isso é um filme! - Nesse instante a garota resolveu dar plena atenção ao rapaz.

 

- Oh mauricinho! Existe um livro chamado orgulho e preconceito de uma mulher maravilhosa chamada Jane Austen, existe um livro chamado orgulho e preconceito e zumbis que foi inspirado no livro da Jane, e existe um filme inspirado no livro que foi inspirado no livro da Jane. Deu pra entender ou quer que eu desenhe.

 

- Me desculpa só não leio livro velho.

 

- Orgulho e preconceito não é velho! É um clássico da literatura norte-americana que todos deveriam ler.

 

- Uhhh, tá bom! Foi mal.

 

Giovanna então voltou a se concentrar no exercício, mas não totalmente. Dylan era com certeza um garoto muito bonito, isso era inegável para Giovanna, ele com certeza era um cara muito legal, ela certamente iria gostar de ter um amigo como ele. Mas Giovanna tinha medo, medo de aquilo ser só mais um truque como muitos outro em que ela já caiu, medo de ser vítima do Bullying mais uma vez, e principalmente, medo de se apaixonar novamente e cometer o mesmo erro.

 

O sinal havia tocado, e Giovanna estava em seu armário com seu sanduíche vegetariano na mão. A poucos metros do armário dela, Dylan chamou por seu nome, uma , duas, três vezes, ela apenas ignorou e saiu andando com seu sanduíche na mão enquanto a multidão de alunos invadiu o espaço entre ela e Dylan, evitando o contato entre os dois. Já perto da grande porta do refeitório, Giovanna viu todas aquelas pessoas perfeitas á sua frente, com as mesas separando cada grupo social. A garota deu meia volta e jogou seu sanduíche na lixeira, e junto com ele, a tristeza que ele poderia causar.

 

***

 

A arquibancada do campo de futebol da MountVille High School fedia a mofo, resultado das chuvas de verão. Nela, Giovanna tirava e colocava a bateria do smarthphone varias e varias vezes, tentando fazê-lo ligar. Mas nada adiantava. Pronto, maravilha! Vou ficar sem celular por muito tempo agora! A garota guardou o aparelho no bolso da calça Jeans e voltou a fazer a única coisa que restava a ela, nas aulas de educação física: Observar atentamente como as garotas se portavam e como elas eram perfeitas e magras. Na concepção de Giovanna ela queria ser assim, igual à irmã e a todas essas garotas, mesmo tecnicamente, ela já estando magra do jeito que queria. Mas ela queria mais, mais!

 

Tirando um pouco os olhos das garotas, ela começou a observar Thomaz Belewey do outro lado do campo, seu sorriso pomposo e magnético. Humf! Idiota!

 

- Hummm, parece que a pasqualontra emagreceu não é mesmo garotas? - Larissa falou de baixo da arquibancada.

 

- Me deixa em paz, sua vaca!

 

- Vaca é a sua mãe, aquela porca gorda! Será que seu pai ainda encontra o buraco?

 

Aquilo foi o cúmulo para Giovanna. Ela desceu a arquibancada a passos fundos e literalmente pulou em cima de Larissa. As duas “guarda-costas”, á tirarem de cima de Larissa e a pegaram pelos braços, pela visão momentânea de Giovanna, ninguém estava vendo aquilo. Giovanna foi jogada atrás do campo, num lugar fora da visão do professor. Larissa pegou a garota pelos cabelos e começou a chacoalhá-la e a dar tapas em seu rosto, fazendo o ficar vermelho em instantes. Antes de tudo piorar, Thomaz de algum modo chegou no lugar onde as quatro estavam e pegou Larissa pelos braços.

 

- Hey, parem com isso! Agora!

 

As duas outras garotas que acompanhavam Larissa, obviamente ficaram imóveis como estátuas. E foi só isso que Giovanna viu antes de correr freneticamente para os vestiários, chorando e com o cabelo sujo de terra e grama. Ela estava apenas olhando pro chão quanto espalmou a mão na porta do vestiário e a abriu, e como sempre fazia quando estava triste e com raiva, a garota entrou no primeiro banheiro que percebeu. Numa fração de instantes Giovanna ficou toda molhada, Água!? Numa mesma fração de segundo, a garota olhou pra frente e percebeu onde estava, como estava, e pior, com quem estava: Numa cabine de chuveiro, encharcada, com Dylan Khan totalmente nu a sua frente.


Notas Finais


@Gus_Gutenberg, esse é o meu perfil no Wattpad, Desconhecidos está por lá.
Claro, se gostaram votem, e se gostaram bastante comentem o que acharam, mas se não gostou o que tu ta fazendo aqui? Vaza.
Agradeço á todos por terem pelo menos lido. Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...