História Desde Sempre - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Justin Bieber
Tags Akatsuki, Justemi, Romance
Exibições 390
Palavras 1.807
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi meus amores, tudo bem com vocês?
Como podem ver mudei os dias das postagens, todo o sábado novo capítulo.
Boa leitura <3

Capítulo 5 - Capítulo Quatro


Fanfic / Fanfiction Desde Sempre - Capítulo 5 - Capítulo Quatro

Demi p.o.v

Justin estava parado com uma feição brava, seus braços estavam cruzados mostrando o quão insatisfeito estava com meu diálogo com Jamie.

- Parece que os boatos são verdadeiros – Jamie comentou.

- Sim e se você não se importa não quero você perto da Demi – Justin argumentou.

Arqueei as sobrancelhas, quem ele pensa que é? Além de meu namorado de mentira, claro.

- Meu querido, a única pessoa que pode decidir com quem eu ando sou eu mesma, se eu quiser conversar com Jamie eu converso por que não me importo com sua opinião – falei

Jamie sorriu convencido para Justin.

- Parece que sua namorada não está contente com o relacionamento Justin, na verdade eu já sabia que você não é capaz de fazer alguém feliz – Jamie disse.

Meus olhos se arregalaram, por essa eu não esperava, muito menos para o que aconteceu em seguida, Justin foi para cima de Jamie e em segundos já estavam se socando.

Justin socava o rosto de Jamie e como em UFC, em instantes Justin começou a apanhar.

Mas foi no momento que eu vi sangue escorrer pelo seu nariz que eu consegui despertar do choque e atrapalhar aquela palhaçada.

- CHEGA! – Gritei – No que vocês estão pensando?

Eu estava no meio do dois os separando, e para minha sorte não levei um soco, além disso, ambos se olhavam como se fossem se matar com o olhar.

Jamie não sangrava, mas aposto que amanhã estaria rocho, já Justin, seu nariz escorria sangue. Revirei os olhos para tamanha infantilidade dos dois e no momento seguinte me odiei internamente pelo o que eu iria fazer agora.

- Sinto muito por isso Jamie, depois nos falamos, vem Justin, vamos cuidar disso – o empurrei em direção ao ginásio.

Para nossa sorte o ginásio estava vazio, caminhamos em silêncio em direção ao vestuário dos jogadores, o treinador mantinha em um armário caixas de primeiros socorros, nunca havia mexido com isso, mas como dizem, para tudo tem uma primeira vez.

- Você não vai falar com aquele babaca – Justin mandou.

- O único babaca que vejo aqui é você, imagina se alguém visse aquilo – falei

Ele revirou os olhos.

Enquanto eu pegava a caixa de primeiros socorros, ele não calava a boca.

- É sério Demi, ele é super invejoso, acha que estamos namorando e por isso está atrás de você, por que eu “a tenho” – no final fez aspas.

- Justin isso não justifica você ter batido nele.

- É claro que justifica, ele já vinha me provocando a tempos, estava na hora dele levar uns socos.

- Quem saiu sangrando foi você – falei.

- Mas ele levou uns socos também, amanhã ele vai aparecer roxo.

- Tá, deixa eu cuidar disso – me sentei na sua frente.

Ele sorriu, mas logo fez uma careta por causa da dor nos lábios.

- Nunca pensei que cuidaria de mim – Falou.

- Eu não estou cuidando de você – respondi.

- Claro que não – foi irônico.

- Cala a boca, por que se não, você vai ficar pior do que já está

Comecei a passar um dos gazes em sua boca e conforme o sangue sumia, passava em seu nariz que havia sido atingido.

 - Você parecia um namorado ciumento lá fora – provoquei.

- Não vou deixar que estrague nossa brincadeira Demi e muito menos quero ficar tachado de corno – argumentou.

Eu ri.

- Algo que você já foi muito né

- Não começa – disse.

- Não aguenta a verdade querido? Briana traia você quase todos os dias – falei.

- Cala a boca Demi

Justin estava bravo, não podia imaginar que falar sobre os chifres que Briana coloca nele o deixaria assim, está certo que ninguém gosta de ser corno, mas vamos combinar, era o óbvio namorando aquele projeto de patricinha.

- Já acabou? – Perguntou arrogantemente.

Assenti.

- Obrigado – agradeceu friamente, senti falta das provocações, mas não falei nada.

Antes que eu pudesse falar qualquer outra coisa ele seguiu o caminho de volta para escola.

Mas que tanto drama.

Dei de ombros e guardei o kit de primeiros socorros, depois de feito fui para sala de aula.

[...]

Eu havia perdido a primeira parte da aula, mas por sorte era uma boa professora, então ela me explicou novamente as tarefas que eram para ser feita.

Depois que a aula acabou, eu e o restante do grupo estávamos na frente da escola.

- O que aconteceu que chegaram atrasados hoje? – Liza perguntou.

- Justin brigou com o Jamie – Respondi

- Jamie o gostosão? – Caitlin perguntou

- Ele não é gostoso – Ryan argumentou.

- Por que você é hétero – Caitlin respondeu

Tive que rir da cara que Ryan fez.

- Não gosto dele e ele estava dando em cima da Demi – Justin falou.

- Estávamos conversando – falei

- Talvez de sua parte, mas ele estava sim flertando com você – Justin disse.

Revirei os olhos.

- Desse jeito até parece que vocês dois realmente namoram – Ana comenta

- Justin está preocupado com sua reputação, medo de ser corno outra vez – falei

Foi a vez de Justin revirar os olhos.

- Já falei parar você para com esses comentários

- Me obrigue – sorri convencida.

- Não vamos começar com uma briga aqui minha gente – Caitlin nos interrompeu – Hoje é quinta, e o que tem depois de amanhã? Isso mesmo, festa – falou a última palavra com mais empolgação.

- Eu e as meninas iremos nos arrumar em sua casa Demi, e os garotos vão para a casa de Justin, de acordo? – Perguntou.

Assentimos.

- Ótimo, por que nessa festa vamos nos divertir – diz Caitlin.

- Não tenho muita certeza disso – comentei.

- Não seja negativa Demi’s, lá vocês dois – apontou para eu e Justin – poderão se separar e curtir, sem fingimentos de namoro.

- É tudo o que eu mais quero – falei

- Tudo o que preciso – Justin diz.

- Por sorte, amanhã não temos aula, ou seja, dia de compras – Caitlin bateu palmas empolgada.

- Garotas – Chris, que estava quieto até então, comentou.

Chaz e os outros riram.

- Ah não, você roda o shopping inteiro e nunca acha nada, sair com você é como pular de salto, depois que para, está detonada – fui sincera

- Obrigada por sua honestidade Demi, seria uma pena se eu dissesse que você terá que ir comigo e as garotas sim – falou – Iremos achar o vestido perfeito para você.

- Demi de vestido? Essa eu quero ver – Justin não podia perder a chance de debochar.

Dei um tapa em seu rosto, que provavelmente estava dolorido pois o mesmo resmungou de dor.

- Está louca? – Alisou o rosto.

- Isso é para você calar a boca, babaca

- Parece que Briana já tem carona para casa – Chaz mudou de assunto

- Graças a Deus, não quero aquela garota no meu carro – Justin diz

Observei Briana entrando no carro de um dos jogadores de futebol, se eu não estou enganada era um dos amigos de Jamie, eu disse que aquela ali era uma oferecida.

- Bom já está na minha hora – falei – Vejo vocês amanhã gurias – me despedi.

- Então está na minha hora também – Justin diz.

- Não preciso de carona, Briana não está com nós, não precisa fingir

- As fofocas circulam Demi, o que vão achar se eu deixar você ir em bora sozinha? – Arqueou as sobrancelhas.

- Por mais louco que seja, Justin tem razão, se vocês vão ter que levar isso a sério é melhor fingir bem – Caitlin comenta

- Que seja – bufei

Justin se despediu e fomos em direção ao seu carro.

- Como eu odeio você – falei

- Como se eu já não soubesse disso – me olha – Demi eu sinto muito por ter te colocado nessa, mas tente entender o meu lado, Briana é um pé no saco e você sabe disso, agora imagina ela em nosso grupo, sempre querendo me agarrar na frente de vocês.

Fiz cara de nojo.

- Pois é, isso que iria acontecer se eu falasse que estivesse solteiro, ela não largaria do meu pé, resumidamente falando, ela passaria o tempo todo com o nosso grupo – se defende.

Suspirei, mesmo sendo estranho, Justin estava certo, Briana era sim uma chata e iria ficar nos incomodando sempre.

- Odeio o fato de você ter razão – falei enquanto Justin dava partida no carro – Mas isso é um plano louco Justin, nossos pais estão envolvidos

- Eu sei, prometo desfazer isso ok?

- Eu espero, por que se não, uma maneira venenosa de me vingar de você irei planejar – ameacei.

- Você sabe que não somos mais crianças certo? – Perguntou rindo.

É eu sabia disso, mas provocar e brigar com Justin sempre foi frequente na minha vida, na verdade, desde quando éramos crianças, eu não me lembro de nenhum dia em que não conversávamos sem brigas, como hoje.

Por mais que eu tentasse negar, isso era bom. Há anos, ainda crianças, meus pais falaram que eu e Justin fomos amigos, e se pudéssemos voltar a ser o que éramos?

- No que tanto pensa? – Perguntou

- Você lembra quando éramos crianças? Nossos pais dizem que nos dávamos bem – o olhei – O que aconteceu?

- Eu quebrei sua boneca – ele deu de ombros

Neguei.

- Brigamos por isso, mas à mais coisas, se fomos amigos como dizem, não brigaríamos apenas por causa de uma Barbie – falei

Justin logo ficou tenso, ele sabia de algo.

- Desde sempre nos odiamos Demi, acho que será assim para sempre – disse

- Você sabe de algo

Ele se fez de desentendido.

- É claro que não, eu era criança também – falou

- Você sabe que eu sempre descubro né?

Ele revirou os olhos.

- Não á nada o que descobrir, só esquece isso ok?

Chegamos na frente da minha casa e eu logo desci deixando Justin sozinho.

Eu soube que havia algo no passado o qual eu não sabia de nada quando vi a reação de Justin e se aconteceu algo que eu não fazia ideia, eu faria questão de saber.

[...]

Quando meus pais chegaram naquela tarde, eu fiz questão de recebe-los na sala, havia perguntas que precisavam ser respondidas.

- Filha, tudo bem? – Mamãe perguntou

- Sim, eu preciso falar com vocês – pedi

- Claro – Papai disse se sentando no sofá com mamãe.

- Eu vou ser direta, vocês dizem que eu e Justin já fomos amigos, o que aconteceu? Por que começamos a nos odiar?

Eles se olharam apreensivos, eu sabia.

- Filha é complicado – mamãe diz.

Papai assentiu.

- É mais do que uma Barbie quebrada – Meu pai fala.

- Justin pediu que nunca contasse para você – mamãe me olha – Eu sinto muito, como você não se lembra de nada, sabíamos que não seria difícil de esconder isso de você, mas estávamos enganados, você sempre foi inteligente.

Arqueei as sobrancelhas, agora mais do que nunca estava curiosa, o que Justin havia feito?


Notas Finais


Como podem ver, há muitas coisas escondidas no passado de Demi e Justin, que só nossa moça não sabe.
Espero que gostem, não deixem de comentar suas opiniões, são muito importante para mim <3
Beijos ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...